31 maio, 2013

Governo Sócrates investigado por desfalque, ao estado, de 581 milhões, a favor da EDP?


Video sobre a infracção de Sócrates

SÓCRATES ATACOU DE NOVO
"O Ministério da Economia denunciou à Comissão Europeia alegadas irregularidades em contratos celebrados pelo anterior Governo com a EDP.
No quadro de uma investigação de Bruxelas, o Governo denuncia que, em 2007, o Governo de José Sócrates violou a legislação comunitária por ter alargado por 26 anossem concurso público, o prazo de concessão à EDP de duas dezenas de barragens. A Endesa, maior barragista em Espanha, critica ter sido excluída dessa negociação.
A EDP pagou ao Estado 759 milhões de euros pelo alargamento da concessão, um preço que os ministros Manuel Pinho e Nunes Correia fundamentaram em avaliações da Caixa Banco de Investimento e do Crédit Suisse. Mas, segundo o atual Governo, que cita informação produzida na mesma altura pela REN, estima que o Estado podia ter encaixado mais 581 milhões de euros.
A TVI procurou, sem sucesso, reações dos ex-ministros da Economia e do Ambiente. Fonte próxima rejeitou qualquer razão à posição do Governo português, garantindo que a decisão passou pelo crivo da direção-geral europeia para a concorrência. No relatório, o Governo afirma que a Comissão Europeia não foi devidamente informada. fonte
O ex-secretário de Estado da Energia, Henrique Gomes, não tem dúvidas de que os contratos são ilegais.
(...)A EDP não comenta esta informação, mas o seu presidente, António Mexia, tem negado que a empresa beneficie de qualquer renda excessiva ou ilegal." Um outro video, na TVI, que acompanhava o texto em cima.
Já agora, lembram-se como é que Sócrates vendeu a ideia das renováveis? Que nos traria energia mais barata e maior independência energética. Está à vista. Depois do litoral destruído com construção, coube a vez às serras, desfiguradas com ventoinhas plantadas sem ordem e com o bónus da electricidade a preço de ouro. É o que dá ir-se na conversa da propaganda.

30 maio, 2013

Ministro da Grécia condenado a perpétua por desvio de 53 milhões?

"A justiça grega condenou o ex-presidente da câmara de Salónica a prisão perpétua.
Em causa está o desvio de dinheiros públicos.  O antigo autarca liderou um desfalque de 52 milhões de euros dos cofres da segunda maior autarquia da Grécia. Este é o primeiro grande caso de corrupção política a ser julgado desde o início da crise financeira na Grécia." fonte
"Ex-presidente da câmara e outros dois elementos fizeram desaparecer 51,4 milhões de euros. Vários altos responsáveis e funcionários da câmara de Salónica foram julgados neste processo, que demorou cerca de dois meses a ter um veredito." fonte

O Ministro Grego que esteve envolvido na compra dos submarinos, (caso semelhante ao de Portugal, que envolveu subornos de 30 milhões e condições que lesaram os portugueses), já foi condenado...
Ex-ministro da Defesa grego condenado a 20 anos de prisão
Akis Tsohatzopoulos, foi condenado hoje em Atenas a 20 anos de prisão efetiva por branqueamento de dinheiro no âmbito de contratos de armamento, num processo que se prolongou durante meses. FONTE

- "Banqueiro espanhol Miguel Blesa na prisão sem fiança. O ex-presidente da Caja Madrid Miguel Blesa voltou a ser enviado para a prisão, desta vez sem fiança, acusado de cometer diversas irregularidades aquando da compra do banco de Miami City National Bank." fonte
Corrupção urbanística em Marbella punida com prisão e milhões de euros em multas.O ex-assessor de Urbanismo na Autarquia de Marbella (Espanha) e alegado "cérebro" de uma vasta rede de corrupção foi condenado a 11 anos de prisão e a uma multa de 240 milhões de euros. FONTE

- Em Portugal, roubar 53 milhões, é normal.
 direito a manter negócios com o estado, e ser apoiado pelo estado e ainda receber medalhas. Tal é o desplante!!
Só no caso BPN, foram detectados desvios de diversos valores que rondam ou mesmo superam os 53 milhões, e em breve todos os autores do crime serão ilibados porque a nossa justiça conhece os procedimentos necessários para ilibar corruptos, e os crimes irão prescrever ou ter um outro qualquer final feliz, para os arguidos.
Destruir provas, ocultar provas, prescrever processos, anular processos, atrasar, etc etc etc. O importante é não haver políticos, ex políticos e amigos, nas prisões. 
Aqui um artigo sobre o assunto. 
Ou ainda este
Rejeitar provas é outra forma de ilibar
Deixar prescrever é das mais comuns
Não ouvir as testemunhas,  
Esquecer-se de pagar a taxa ao tribunal, anulando o processo

- "O advogado e ex-deputado do PSD Duarte Lima foi detido, é suspeito de envolvimento em fraudes ao banco BPN de quase 50 milhões de euros." nrº1 do link 

- "Anexo do processo BPN, desapareceu do DCIAP. A falta destes documentos essenciais para a defesa já terá mesmo motivado reclamações para o Tribunal Central de Investigação Criminal (TCIC)" Ponto nrº 69

Esta é de bradar aos céus. 
- "BPN: processo está atrasado porque computador do juiz é velho. Processo que vale milhões está em banho-maria devido a um mero computador que, diz o juiz, está «obsoleto»" 2012-06-06

- "Ex-ministro da Saúde Arlindo Carvalho e o seu sócio José Neto, acusados de terem ficado indevidamente com mais de 80 milhões de euros do BPN" nrº 63 deste link

- "Estado assume divida. A dívida de António Araújo, que resulta de um crédito do BPN ascendia a 9,7 milhões de euros" nrº 61 do link
  1. Em Portugal não há justiça? Fechou para balanço?
  2. Vender património e valorizar depois de vendido
  3. Ganhar 16 milhões em 10 minutos?
  4. Ajudar a família a desfazer-se de um mau negócio
  5. Ajudar os amigos a vender terrenos
  6. Usar informação confidencial para ganhar milhões
  7. Valentim Loureiro oferece mais que o pedido?
  8. Compra terreno por 11 milhões ao estado vende por 21?
  9. Santana Lopes: favorece Benfica em 65 milhões
  10. Privatização da EDP: favorecimentos de 117 milhões.
  11. Estradas de Portugal: 10 mil milhões enganam TC
  12. PPP rodoviárias: 50 mil milhões oferecidos em rendas garantidas
  13. Submarinos: Portas oferece 30 milhões a mais aos vendedores (os corruptores e os corrompidos da Alemanha e Grécia já foram condenados)
  14. Tanques: Portas suspeito de perdoar perto de 200 milhões aos fornecedores dos Pandur (Foi a República Checa que descobriu, por cá? Nada!)
  15. Relvados/alcatifa: 43 milhões em Braga
  16. Etc, etc... 





29 maio, 2013

Porque será que Moreira Rato não teve resposta? Porque a resposta é vergonhosa?



NESTE VIDEO, Rato escondido ... com o rabo de fora. Mais uma vez as intenções do governo são expostas, mas nada temem, o povo é manso. 
Servir o interesse nacional não é a sua função. Visam, já à descarada, servir a banca e os esquemas que enriquecem as elites (políticos, amigos, grandes grupos económicos e banca)
Mesmo os que nos (des)governam, ganham com a divida e de forma exagerada.
IGCP recebeu comissão de 17,5 milhões pela gestão da dívida pública
Tribunal de Contas critica “peso muito significativo” da comissão aplicada pela agência liderada por João Moreira Rato por gerir a dívida pública. fonte

Porque é que os portugueses não podem comprar títulos de dívida ao Estado português? E Moreira Rato gagueja, e gagueja e promete estudar o assunto... é um assunto novo, nunca ninguém teve tempo para o estudar? Ridícula, a forma como nos julgam ignorantes e idiotas.
Gomes Ferreira insiste em deixar Moreira Rato sem palavras... e pergunta ;
Será para não prejudicar o negócio EXCLUSIVO da banca privada?
José Gomes Ferreira, pergunta a João de Almada Moreira Rato, Presidente do IGCP (Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública - IGCP, E.P.E.), porque motivo não é possível ao cidadão comum comprar directamente ao estado dívida pública, sem intermediários.
João Rato não responde, mas todos ficamos a saber porquê, os bancos, que de facto controlam o estado em Portugal, não querem perder essa fonte de rendimento e muito menos perder os depósitos dos portugueses. Os bancos não querem e por isso não se faz.



Segundo Paulo Morais..."O Governo poderia colocar dívida no mercado interno, através de títulos do Tesouro, desde que estes fossem remunerados de forma atractiva.
Mas não... opta por recorrer a empréstimos junto dos bancos, pagando-lhes juros de 6%, quando aqueles se financiam junto do Banco Central Europeu a 1%. A consequência imediata é a de que, por causa dos juros, o défice se agrava exponencialmente. E, além disso, escasseia o financiamento para as empresas. Seca-se assim o investimento privado, provocando uma recessão na economia.Os donos do regime, bancos e construtoras, exultam. Para garantir ao sector financeiro o negócio chorudo e sem risco que é o de financiar o Estado, aumenta-se o IVA e reduzem-se os salários a centenas de milhares de portugueses." fonte

"Banca rica, País pobre
Nunca como agora a banca portuguesa recorreu em tão larga escala ao Banco Central Europeu: os maiores bancos (portugueses) financiaram-se, em Março, (2012) com 56,3 mil milhões de euros a uma taxa de 1%. Isto até seria uma boa notícia. Mas este dinheiro não é aplicado no financiamento das empresas e das famílias – e em nada contribuiu para a criação de um posto de trabalho. A banca portuguesa prefere comprar dívida pública(igual a emprestar ao estado a 5% e 6%). É muito mais seguro. Os bilhetes do tesouro garantem uma remuneração à volta de 5%. Portugal, já sabíamos, é um País com algumas particularidades. Mais esta: os bancos enriquecem, enquanto a economia do País definha e o desemprego sobe". cmjornal

28 maio, 2013

A GRANDE FRAUDE DEMOCRÁTICA, A FALSIDADE DO GOVERNO.




Este video é imperdivel... o economista do desenvolvimento, Alexandre Abreu afirma que estamos a ser conduzidos para o subdesenvolvimento.
Ao minuto 2.22  - "Temos um orçamento pouco sério do ponto de vista técnico, porque assenta em previsões que são perfeitamente irrealizáveis."
"Sendo pouco sério, das duas, uma: ou é incompetência ou uma deliberada vontade de enganar o eleitorado e os portugueses. Julgo que as pessoas que estão no Governo e no Ministério das Finanças são competentes, portanto só nos sobra a segunda hipótese: há uma vontade deliberada de enganar os portugueses.
"Para legitimar o que se vai passar no próximo ano que é esta tentativa de refundação do estado social que o aproxima dos países do terceiro mundo onde as desigualdades se aprofundam e onde uma oligarquia vai tomando conta do país. Estamos, aqui em Portugal, num processo de subdesenvolvimento e cada vez mais capturado por uma oligarquia. Um grupo muito reduzido de empresas ou grupos económicos, com um grande poder de mercado."
Ao 5 min - «... Esta proposta de Orçamento de Estado para 2013 assenta em estimativas erradas, que têm vindo a ser sucessivamente confirmadas como erros, ... por incompetência e deliberada vontade de enganar os Portugueses. Portugal é hoje um país já em vias de SUB desenvolvimento e retrocesso civilizacional, com grande aumento das DESIGUALDADES e do poder das OLIGARQUIAS. ...»
Aos 11 min - O governo é uma fraude democrática, pois não cumpre o que tinha como proposta.

"Afirma ainda que há alternativa à austeridade. O que é cada vez mais evidente é que o rumo actual não é alternativa: generalizam-se o desemprego e as falências de PME, aprofunda-se a desigualdade, as receitas fiscais caem a pique, a dívida pública não cessa de aumentar.
Qual é então a alternativa? 

27 maio, 2013

MARIA LUIS ALBUQUERQUE OS SWAPS, O BPN, O PS E OS TACHOS




OS GOVERNOS, RODAM, MAS MANTÊM OS MESMOS BOYS E GIRLS, (PS, E PSD E CDS), PARA ASSIM GARANTIREM QUE OS DOSSIERS ANDAM SEMPRE EM "BOAS MÃOS" !
A menina BPNgate e Swapgate, que "cuida" muito bem dos dossiers do BPN e do dossier dos swaps...

Maria Luís Albuquerque é, segundo o video de Paulo Morais em cima, daquelas aves raras que permanecem eternamente, a pairar de tacho em tacho, pelos governos, zelando para encobrir determinadas coisas, escapando ilesa, protegida por uma mão de Deus ou de Nossa Srª de Fátima (como diria o nosso saudoso, PR Cavaco Silva). Já tem um bom cadastro..., perdão, currículo, que vem desde o governo Sócrates, onde era a responsável por decidir os contornos ruinosos, para o estado, da nacionalização do BPN. Por isso não larga o poleiro, para manter longe de todos, aquilo que não faz bem a ninguém, saber-se.

Maria Luís Albuquerque e a sua girl.
Neste video, Paulo Morais denuncia mais um caso de promiscuidade e nepotismo, protagonizado pela protagonista do Swatgate, MARIA LUIS ALBUQUERQUE... 
Antes de ser a actual secretária de estado do Tesouro do Governo de Passos Coelho, Maria Luís Albuquerque, trabalhava para o governo do Sócrates, com um secretário de estado socialista, e curiosamente quando chegou agora ao governo PSD, fez questão de  levar com ela, para sua chefe de gabinete, a esposa desse secretario de estado socialista.
Favores com favores se pagam. Têm que se ajudar uns aos outros. Provavelmente a srª esposa do tal secretário de estado socialista, que Maria Luís ajudou, quando for promovida para secretária de estado, talvez leve consigo, um familiar de Maria Luís Albuquerque, que precise de ser chefe de gabinete.
Paulo Morais garante que esta é mais uma das conhecidas formas de evitar que se divulguem ou revelem as partes indesejadas dos conteúdos dos dossiers. Mantendo nos cargos os que ajudaram a realizar as tais partes indesejadas, ou contratando, apenas amigos e familiares da sua confiança.
Perita em oferecer buracos aos portugueses. Fez parte do gang que decidiu oferecer o buraco do BPN aos portugueses, e agora a quem irá oferecer o buraco das swap?

Maria Luis Albuquerque e o seu boy e marido
"António Albuquerque, jornalista da área económica dispensado pelo Diário Económico há cerca de dois meses, começou recentemente a prestar serviços de consultoria nos projetos fora de Portugal do grupo EDP, segundo apurou a VISÃO. Albuquerque é casado com Maria Luís, a nova ministra das Finanças que, no último dia de 2011, enquanto secretária de Estado do Tesouro, concluiu a venda de uma participação de 21,35% na elétrica aos chineses da Three Gorges, por 2 700 milhões de euros. visão

26 maio, 2013

BPN, o Banco Fidúciário Internacional, os homens do Dos Santos e, outra vez Cabo Verde



Anda meio mundo português com gorgulhos na consciência, intrigado com o preço da saldo por que foi vendido o banco de negócios cavaquista. Uma pequena noticia publicada a páginas 27 do pasquim CM (ampliar e ler no recorte) alerta a malta que não foi ao folclore de diversão da Junta de Freguesia contra o Relvas: “será que o caso BPN ainda vai no adro?” e lá vem de novo o Relvas. O Relvas está em todas, não é um ministro; o Relvas é um polvo cujo ministério funciona como pote (1).

António José Seguro, o ex-jotinha enfiado dentro de um fato de bom corte, actual líder que preside ao P”S”,pretende apenas investigar o caso BPN a partir da decisão da sua venda aos angolanos, a milhões de anos-luz de palavreado sobre a nacionalização dos prejuízos de um banco que tinha uma irrisória quota de mercado de 2,2%. Mas era um banco da malta do Cavaco.

VAMOS APRENDER COM O JAPÃO

A ser verdade um exemplo para desenvolver valores, que cada vez mais escasseiam em Portugal.
1 - Sabiam que as crianças japonesas limpam as suas escolas todos os dias durante um quarto de hora, com os professores, o que levou ao surgimento de uma geração de japoneses que é modesta e interessada em limpeza?
2 - Sabiam que qualquer cidadão japonês que tem um cão é obrigado a ter uma mala e sacos especiais para recolher as fezes do animal? Higiene e limpeza fazem parte da ética japonesa.
3 - Sabiam que um empregado de limpeza no Japão é chamado de "engenheiro de saúde" e pode auferir um salário que vai de 3500 a 8000 euros por mês? E que são submetidos a testes escritos e orais?
4 - Sabiam que o Japão não tem recursos naturais, e eles estão expostos a centenas de terremotos por ano, mas isso não os impediu de se tornarem a segunda maior economia do mundo?
5 - Sabiam que Hiroshima voltou ao que era economicamente antes da queda da bomba atómica em apenas dez anos?
6 - Sabiam que o Japão impede o uso de telemóvel nos comboios e restaurantes?
7 - Sabiam que no Japão os alunos do primeiro ao sexto ano aprendem a ética no trato com as pessoas?
8 - Sabiam que os japoneses, apesar de serem um dos povos mais ricos do mundo, não têm empregados? Os pais são responsáveis tanto pela casa como pelos filhos enquanto são pequenos.
 9 - Sabiam que não há nenhum teste ou exame do primeiro ao terceiro nível primário, porque o objetivo da educação é incutir conceitos e criar um bom carácter?
10 - Sabiam que, se forem a um restaurante buffet no Japão, vão notar as pessoas a comer apenas aquilo de que precisam, sem qualquer desperdício. Nenhum alimento é deitado fora.
11 - Sabiam que a taxa de comboios atrasados no Japão é cerca de 7 segundos por ano! Eles apreciam o valor do tempo.
12 - Sabiam que as crianças nas escolas escovam os dentes após as refeições, pois eles prezam a sua saúde desde muito cedo?
13 - Sabiam que os estudantes levam meia hora para terminar as suas refeições por forma a garantir uma correcta digestão? Quando perguntaram sobre essa preocupação a um político, ele disse "estes alunos são o futuro do Japão". Vamos acender esta faísca na sociedade ocidental. O conhecimento é poder. Partilhem-no!

25 maio, 2013

930 mil euros em jardim de Muge, votados ao abandono.


"Zona de lazer que custou 930 mil euros em Muge votada ao abandono.
A zona do Rossio de Muge está num completo estado de abandono perto de nove meses depois da empreitada de arranjo urbanístico realizada. 
A presidente da Câmara de Salvaterra de Magos, Ana Cristina Ribeiro (BE), justifica a ausência de manutenção com a chuva.
As ervas daninhas invadiram os passeios e os cardos tomaram conta do que já foi em tempos um jardim. Existem já munícipes a quererem usufruir do espaço com a melhoria do tempo, mas em vez de uma zona aprazível deparam-se com o espaço abandonado. No dia em que O MIRANTE esteve no local, apesar do bom tempo encontrou apenas um grupo de pessoas com alguma idade, sentadas num banco, que criticaram o "desleixo" e "abandono" do Rossio de Muge."
* Notícia completa de O MIRANTE. Imagens do local aqui.

Este não é um exemplo isolado da incompetência de quem gere os dinheiros públicos. 
É apenas mais um a somar à longa a lista de obras despesistas que por este país fora vão nascendo e morrendo sem chagarem a ser úteis aos contribuintes, apenas foram muito úteis aos construtores e dirigentes, envolvidos.
São inúmeros os casos de obras ao abandono, obras demolidas várias vezes, obras iniciadas e não acabadas, obras acabadas mas sem verba para serem mantidas ou utilizadas, obras descabidas, exageradas megalomanas, insustentáveis e ruinosas, etc etc... tudo serve para exibir a incompetência e corrupção de quem nos desgoverna.

Mais exemplos de despesismo e má gestão, que sustentamos

  1. As 10 câmaras mais endividadas
  2. O caso da piscina de Braga.
  3. O caso dos candeeiros do Siza Vieira
  4. O caso do pombal escolar
  5. O caso da casa de cinema
  6. O caso do pavilhão de Viana
  7. O caso das pistas para carros 
  8. O auditório de Viana 
  9. As piscinas da Azambuja
  10. O caso da Parque escolar 
  11. Piscina dos Olivais. 
  12. António Costa, faz mas desfaz?
  13. O caso do Novo edifício da Policia Judiciária em Lisboa. A segunda tentativa.
  14. Mais piscinas sem nadadores, só para fazer dinheiro?
  15. Parque empresarial... sem empresas? 
  16. O despesismo do poder local
  17. Relvados de Braga
  18. Império de Braga
  19. Luxos de Braga
  20. Seixal generoso
  21. Ajudar amigos
  22. As birras 
  23. O abuso
  24. O abuso continua
  25. Vinhos, festas e afins 
  26. Festas e festejos 
  27. Computadores de diamante?
  28. O caso da Madeira
  29. O exagero
  30. Enriquecer amigos
  31. Aeroporto de Beja, ás moscas
  32. As derrapagens criminosas
  33. Madeira, por ser pobre, recebe subsidio de insularidade? Pago pelos continentais?

24 maio, 2013

PRESIDENTE DE BRAGA QUER "EXPROPRIAR" A FILHA ...URGENTE?


Paulo Morais já explicou, diversas vezes, os esquemas dos autarcas para transformar o negócio imobiliário, numa das melhores formas de enriquecimento rápido e ilícito mas seguro. 
E eis mais um caso que vem a público na maior impunidade...
O sector imobiliário está em crise... há pouca procura , mas a filha do Presidente de Braga, como qualquer privilegiada, com raízes na politica, está acima da crise, da lei e da vergonha e, precisa de dinheiro e de se desfazer de uns terrenos.
O certo é que, como não encontra comprador que pague o que ela quer, provavelmente o pai, vai fazer o favor de obrigar a Câmara a comprar o terreno à filha, pelo preço que ela quer....
Esta tem sido mais uma conhecida forma de oferecer dinheiro do estado a amigos. Expropriar por valores elevados, o estado paga, ninguém sabe, ninguém reclama, o povo aceita tudo.
Basta criar a necessidade de a Câmara "precisar "do dito terreno, e já agora "urgente", quando é urgente paga-se mais... O mandato está a acabar e há que desenrascar família e amigos. Nada como o generoso estado para oferecer balúrdios por terrenos de amigos.
O sector imobiliário, do estado, é um negócio tão rentável como o tráfico de droga. Compram terrenos agrícolas por 100, 200 euros a agricultores idosos e ingénuos. Depois transformam-nos em terrenos urbanizáveis através do seu poder na autarquia, alterando o PDM. E valorizam-nos nas ordem dos 200% .

"Câmara de Braga quer instalar pousada em terrenos que há dias eram da filha de Mesquita Machado
Imóveis foram vendidos na semana passada a uma imobiliária. A seguir a autarquia iniciou processo de expropriação "urgente".
Os imóveis foram vendidos a uma imobiliária da cidade e, quatro dias depois, foi iniciado o processo de aquisição dos terrenos situados junto ao Convento das Convertidas, no centro da cidade. Os documentos da 1.ª Conservatória do Registo Predial são claros, dando conta da transmissão da propriedade dos dois imóveis para a empresa Urbimodarte no dia 30 de Abril .

23 maio, 2013

As PPP continuam a arruinar o estado. Ninguém as consegue deter?

psd ps governos
A Troika, através de auditorias, deixou a descoberto mais um saque descarado dos (des)governantes que há décadas nos enganam e servem as grandes empresas privadas, lesando os portugueses e o estado.
Apesar de ser do conhecimento geral a inconstitucionalidade de contratos das PPP, o descaramento prossegue pois as empresas favorecidas, teimam em não abdicar das rendas de milhões, asseguradas em contratos ruinosos para o estado, inteligentemente redigidos para as enriquecer e proteger, precisamente, caso um dia tudo fosse descoberto.
O estado é portanto prisioneiro de contratos realizados por exércitos de advogados que, certamente, garantiram que em qualquer circunstancia o estado sairia a perder e os privados a ganhar. 
A troika exige que se acabe com os desvios de dinheiro do estado, que possam colocar em risco a capacidade dos portugueses para pagar os juros e a divida. Mas não tem sido fácil... Há 2 anos que o governo se debate com as negociações e os resultados são os de sempre. Os portugueses permanecem sem defesa, e os interesses instalados sobrepõem-se ao interesse nacional.

Paulo Morais
"As parcerias público-privadas (PPP) estão a arruinar as finanças do estado. A defesa do interesse colectivo obriga a uma acção incisiva e urgente, que comece por suspender de imediato todo e qualquer pagamento aos concessionários de PPP. De seguida, há que resgatar o estado destes negócios ruinosos.
Antes de mais, proceda-se à verificação da legalidade dos acordos de parceria celebrados. Alguns não terão mesmo qualquer validade, a fazer fé nas palavras do presidente do Tribunal de Contas, que diz ter sido ludibriado pelo governo de Sócrates, através da ocultação de contratos. Ora, como é sabido, contratos públicos nunca podem ser secretos. Não tendo o visto do Tribunal competente, são nulos e não vinculam quaisquer compromissos financeiros por parte do Estado.

22 maio, 2013

JUSTIÇA AO SERVIÇO DOS RICOS. O NOVO GRANDE NEGÓCIO DA FARSA DEMOCRÁTICA. Por Marinho e Pinto.






Neste video, é denunciado um dos crimes mais devastadores da receita do estado - a evasão fiscal dos ricos. (já divulgado aqui no blog)
- Em 2011, 25% da riqueza produzida em Portugal, não pagou impostos.
- Num só ano, excedeu mais de metade do valor do empréstimo pedido à Troika. 43,5 mil milhões de rendimentos não tributados. Caso estes rendimentos ocultos pagassem impostos, o PROBLEMA DO DEFICIT DESAPARECIA!

No comentário (em baixo) Marinho e Pinto explica porque razão os governos permitem que este saque descarado prossiga.
A justiça vendeu-se, tal como o serviço de saúde e da educação, a justiça está a transformar-se num negócio privado muito rentável. E mais uma vez os que nos (des)governam, em vez de protegerem as bases da democracia e da sociedade, optaram por proteger as elites e permitir-lhes que prossigam na destruição de tudo que conquistamos. Os governos são os maiores promotores da transformação de serviços públicos, fundamentais da democracia, em negócios rentáveis para os privados. A lei funciona contra o estado e contra os portugueses.
O artigo...

21 maio, 2013

A abstenção tem um valor ilusório. Só os votos válidos legitimam o partido mais votado.


A lei permite legitimar as eleições, mesmo com elevada abstenção, pois os votos brancos, nulos e a abstenção, são ignorados pela lei, nem são dignos de contar para qualquer tipo de contagem. A lei diz claramente que só contabilizam os votos válidos.
Afinal para eles, votar é a vontade dos que votam, não votar é uma opção dos que não votam. 

As pessoas optam por não votar, têm esse direito. Mas a abstenção não significa nada mais que isso... a vontade de não votar e que é geralmente interpretada subjectivamente como sendo  ou por comodismo ou por mera liberdade de escolha. Não possui interpretação legal ou constitucional.

20 maio, 2013

O negócio das energias. PSD acusados de enganarem em 5,4 milhões, empresários.



Um casal de Cantanhede acusa Marques Mendes, Joaquim Coimbra e Leitão Amaro de terem “sugado recursos financeiros avultados” de duas empresas de energia solar, com a “conivência” de Ângelo Correia, BES e BESI.
A acusação contra os gestores, que têm em comum a militância no PSD, parte de António Xavier Martins e Carmen Xavier, numa guerra iniciada há dois anos, nas empresas detentoras dos parques fotovoltaicos do Caniçal e do Porto Santo (já em funcionamento), na Madeira.
Nas últimas semanas, o casal fez entrar duas ações no Tribunal Judicial de Tondela, contra empresas que eram representadas pelos quatro gestores e contra o BES e o BESI (são oito os réus), requerendo uma de duas coisas: a anulação de contratos através dos quais, alegadamente, os réus sugaram recursos das duas fotovoltaicas e prejudicaram os autores das ações e a Isohidra Lda. em montante de 5,417 milhões de euros; ou, subsidiariamente, que o tribunal obrigue os réus a indemnizarem o casal em 1,291 milhões de euros (nada é pedido quanto aos alegados prejuízos da Isohidra, de 4,125 milhões, por o capital da empresa ser partilhado, justifica António Xavier).
A refrega envolve uma teia complexa de empresas e tem epicentro na Isohidra, uma sociedade criada em 2006, quando Carmen e António Xavier requereram licenças para as fotovoltaicas. Já na posse das licenças, que garantiam a venda da energia à rede elétrica da Madeira, procuraram parceiros e, em 2008, surgiu-lhes Joaquim Coimbra. Até aí sócia-única da Isohidra, Carmen Xavier deu sociedade a Coimbra, que ficou com 51%, através da Nutroton Energias SA.

19 maio, 2013

Assistam e acordem, o saque de Portugal reconhecido e declarado em frente aos saqueadores.



Neste video, Dr. Marinho e Pinto em 2011, denuncia e critica a forma como a corrupção tomou conta da nação. Se ainda tem dúvidas de que somos uns pobres "cornos" mansos, assista e pense.
Marinho Pinto avisou...frente a frente, com os saqueadores de Portugal - o vosso saque irá trazer em breve, sacrifícios colectivos... estas foram as palavras proferidas em inicio de 2011, uma critica dura e directa, ao governo Sócrates que abrangeria também os seus antecessores.
Mas de nada serviu este apelo de Marinho Pinto, apelar ao bom senso e piedade dos vilões já não os comove. Marinho acreditava que estava a dirigir-se a pessoas com ética, moral e consciência e que poderiam por isso comover-se e mudar o rumo do país.. mas depressa percebeu que estava a falar para sociopatas, pessoas sem empatia, vergonha e sem dó nem piedade. Eles prosseguiram os saques...

# - Fala das fortunas feitas em Portugal à vista de todos, pelas elites politicas.
# - Afirma mesmo que houve verdadeiros assaltos aos recursos públicos.
# - Bancos foram saqueados em milhares de milhões de euros. E os autores dos crimes gozam obscenamente livres e impunes as delicias dessa audácia.
# - Refere ainda o desaparecimento de milhares de milhões de euros vindos da u.e., usados em negócios obscuros.
# - Releva ainda a banalização dos cursos superiores e realça mesmo a venda de cursos superiores e a venda de diplomas.
# - Aborda o abuso das parcerias público privadas, onde os prejuízos são sempre para o povo e os lucros escandalosos ficam sempre para a parte privada.
video Marinho e Pinto corrupção nação.
O ABUSO CRESCE 
TODOS OS DIAS
# - Afirma que o estado usa todos os meios para contornar as regras da contabilidade pública. E as autarquias já lhes seguem os passos através das celebres empresas municipais.
# - Avisa também que os privados estão asfixiados de impostos para pagar as dividas das empresas do estado, onde os gestores recebem principescas remunerações que num mês ou 2 ultrapassa o que muitos portugueses não conseguem receber numa vida inteira de trabalho.
# - Referiu ainda a duplicação camuflada de impostos, pois todos pagam impostos e mesmo assim pagam taxas por todos os serviços: Estradas, tribunais, universidades, hospitais, etc.
****Todos sabemos de onde vem o dinheiro da nossa nova classe burguesa - os políticos. Todos sabem que eles nos saqueiam para enriquecer e nós continuamos a aceitar, calar e a pactuar.

Para os que tentam distorcer a verdade, afirmando que Marinho Pinto é apenas mais um tendencioso protector do PS, creio que fica  bem evidente que este senhor defende a verdade e o país, doa ao PS, ao PSD ou a quem doer.
Não deixem que os políticos tenham mais esta vitória, através da nossa ignorância  desacreditando Marinho Pinto e outros que como ele denunciam a corrupção. Marinho Pinto nunca defendeu o Sócrates nos casos em que esteve envolvido, como muitos tentam afirmar, os portugueses é que confundem muito as coisas, confundem defender a verdade e a justiça, com defender partidos. Por vezes defender a verdade e a justiça, pode parecer defender partidos ou politicos corruptos, mas não o é, pode ser por mero acidente. Se eu criticar o Passos Coelho não estou a defender o Socrates. Se eu defender que se infringiram regras no processo do Socrates, não estou a defender o Sócrates, mas a justiça.
O que Marinho Pinto fez, foi criticar a forma como a justiça procedeu em determinado assunto... é importante que as pessoas aprendam a analisar as coisas e as pessoas. Ou continuaremos a ter adoradores de corruptos e odiadores de pessoas integras e honestas. O resultado devastador está à vista, somos governados por corruptos e incompetentes, descarados, que nada temem pois abrigam-se na ignorância do povo.


O ASSALTO ÁS REFORMAS. QUEM PODE APROVEITA.


O governo prossegue nos seus métodos, fomentando o aumento da despesa pública, e a diminuição da 
receita. Precisamente o inverso do desejado. Qualquer leigo percebe que o caminho proposto continuará a afundar o fosso. 

Ilha da Madeira
"Novas regras provocam a maior corrida de sempre à aposentação na Função Pública.
Nos primeiros seis meses deste ano, 326 funcionários deixarão os quadros dos serviços públicos da Madeira por motivo de aposentação.
É um número recorde para um primeiro semestre e certamente uma consequência do anúncio de alterações nas regras de aposentação, com penalização no montante da pensão e aumento da idade de reforma.
A manter-se nos próximos meses o actual ritmo de saídas, que é o dobro da média, 2013 será mesmo o ano com mais aposentações na Madeira.
O grupo profissional com mais saídas é o dos assistentes operacionais (vulgo, contínuos) - com 169 aposentados, representa mais de metade do total. Por ordem decrescente, surgem depois 38 assistentes técnicos, 33 professores e 32 enfermeiros. De assinalar também a aposentação de três médicos.
O director regional de Florestas, Rocha da Silva, foi o aposentado que, neste primeiro semestre, garantiu a pensão mais elevada: 3.465 euros. Em segundo lugar surge a secretária regional do Turismo e Transportes, Conceição Estudante, com uma pensão mensal de 3.424 euros. A lista dos dez mais bem pagos fica completa com 6 enfermeiros, um médico e um professor, todos com pensão a rondar os três mil euros. A pensão mais baixa foi para uma assistente operacional do Serviço de Saúde da Região (SESARAM), que irá receber apenas 247 euros.
De acordo com os dados da Caixa Geral de Aposentações (CGA), o valor médio das pensões concedidas neste primeiro semestre na Madeira foi de 1.071 euros, cerca de 100 euros menos do que a pensão média atribuída no ano passado. No entanto, as mulheres que deixam o serviço público activo garantem uma pensão média significativamente superior à dos homens - 1.147 euros para elas, 889 euros para eles.
Os quadros do SESARAM foram aqueles que emagreceram mais na primeira metade deste ano. Saíram 100 funcionários da empresa presidida por Miguel Ferreira.
Agrupando as aposentações por grandes departamentos governamentais, a Secretaria dos Assuntos Sociais também lidera, com 122 reformados. Vêm depois a Secretaria da Educação (109), Secretaria do Ambiente e Recursos Naturais (41), Vice-Presidência (10) e Secretaria do Turismo (9). Os quadros camarários perderam 22 funcionários." fonte 

18 maio, 2013

Ai aguentam, aguentam... façam como o Ulrich que aguentam tudo.


É um fartar, vilanagem.
Mas para quando uma verdadeira revolução que extermine esta máfia de uma vez por todas. 
Roubam em todas as frentes. Criam bancos para roubar impostos, criam empresas para roubar subsídios, inventam fundações, institutos e observatórios para criar JOBS FOR MAIS BOYS,  roubam postos de trabalho pois só eles possuem o direito exclusivo e divino aos cargos de topo, roubam futuros aos jovens que emigram, aos idosos que morrem precocemente, ás crianças que vêem as famílias a desmoronar-se. 
Mas eles aguentam... pois aguentam, com o mal dos outros vivem eles bem. 

Ora este srº Ulrich com tantas dependências do BPI e empresas anexas, não está a precisar de uma consultora competente e de confiança como a sua esposa? Não tem uma vaga para ela? Não confia nela nem nas suas capacidades? É estranho desperdiçar uma força de trabalho e de competência, e ainda por cima, da família, num cargo da função Pública... Oh Ulrich, faz lá esse favor e arranja um tacho para a tua competente esposa e competentíssimo filho.


O banqueiro, a sua Isabelinha e o senhor Presidente.
Sabem quem é uma das «consultoras» do senhor Presidente da República? Vejam o despacho na imagem em cima...  A esposa do arrogante Ulrich, o tal que decidiu que os outros aguentam os sacrifícios, impostos ao povo, pelos quais ele é um dos responsáveis.
A estes parasitas sem escrúpulos nada lhes basta. Não lhes chegam os benefícios que obtém explorando o povo através da banca protegida pela governo, ainda têm que roubar emprego aos necessitados. Ainda têm que humilhar o cidadão comum que passa fome e não encontra emprego. O cidadão que não possui o direito de competir com os boys e girls, em igualdade de circunstancia, no mercado de trabalho, pois os jobs estão sempre reservados para os boys e girls. 

Para estes seres carenciados nunca há desemprego, é pai, mãe e filho, todos na sombra do estado, incapazes de fazer pela vida, não descolam!? Há que manter sempre uma ligação com o dinheiro público.
Que pai ingrato que não mete o seu próprio filho a ganhar uns 10 mil euros ou 20 mil a gerir uma das suas empresas ou dependências. Será que o filho não é de confiança? Ou é um inútil sem remédio? É que nesse caso está bem assim e seguro, num tacho do estado.

17 maio, 2013

Documentos das contas da familia Sócrates em offshores.

Com a assinatura da Senhora D.ª Elvira Fernanda Pinto da Silva Monteiro, tia de José Sócrates, é
criada uma Sociedade ou Conta Offshore com o tio Júlio Coelho Monteiro (aquele da casa de Cascais…) e os primos. Agora basta movimentá-la em qualquer cidade do Mundo com um vulgar cartão. O dinheiro depositado não recebe juros, pelo contrário, tem encargos. O montante pode ir para um banco alemão que empresta a Portugal a 5% ou mais...

OFFSHORE EM NOME DA FAMÍLIA DE JOSÉ SÓCRATES (clique nas imagens para ampliar)
1 - O CONTRATO
2 - DECLARAÇÃO DA TRUST SOBRE OS TÍTULOS
3 - UM EXTRACTO BANCÁRIO DO BNC INTERNATIONAL (CAYMAN) LTD

16 maio, 2013

AUSTERIDADE É DESCULPA PARA ESCRAVIZAR E ROUBAR AS SUAS REFORMAS E IMPOSTOS, PARA A BANCA.


PENA OS NOSSOS COMENTADORES POLÍTICOS NÃO TEREM CORAGEM PARA DIZER ESTAS VERDADES,
PENA OS PORTUGUESES ADORAREM OUVIR MARCELOS REBELOS DE SOUSA E COMENTADORES DE FUTEBOL, ENQUANTO OS POLÍTICOS E A BANCA, LHES ESVAZIAM A CARTEIRA...
O POVO DORME... ZZZZzzzzzz




Não deixe de ver este video... Não feche os olhos à verdade, o mundo, o país e todos nós, dependemos da responsabilidade que cada um sente em ajudar o todo. "É urgente que percebam isso. Temos que expulsar os bancos internacionais dos nossos países."
Descubra para onde são desviados os seus impostos, tornando vãos os seus sacrifícios.
Para além dos desvios levados a cabo pela corrupção politica, que já conhecemos, há ainda a máfia da banca, nacional e não só.
Quer saber porque sobem os impostos e os governos continuam a dizer que não há dinheiro?
Quer saber porque pagamos cada vez mais e temos cada vez menos serviços sociais?
Quer saber porque pagamos mais e mais portagens?
Quer saber porque pagamos mais taxas moderadoras?
Quer saber porque estamos cada vez mais pobres e os ricos cada vez mais ricos?
Quer saber porque o terão de cortar nas suas reformas?
Quer saber porque estão a tentar privatizar as reformas, com a desculpa de as assegurar?
Quer saber porque a banca pede emprestado a 1% e  empresta ao estado a 6 e 7%?
Quer saber porque o governo cumpre instruções da UE, inclusive aplica mais austeridade que a exigida, e tudo funciona ao contrário do que nos dizem?

15 maio, 2013

Braga um exemplo de generosidade. Subsídios para todos... e mais alguns?


Anda o Passos Coelho, desesperado a cortar os apoios, nos passes, dos estudantes e idosos, chegando mesmo a deixar à beira da ruína muitas das empresas de transportes. Contribuindo ainda para que, estudantes sem alternativa, abandonem a escola. E forçando idosos a ficar enclausurados em casa.
Mas em Braga, a empresa de transportes, depressa percebeu como contornar a situação, para resolver o seu problema económico, não o dos utentes. Se o governo corta a quantia disponibilizada nos apoios, basta duplicar ou triplicar, ficticiamente, os apoiados, e desta forma duplicam ou triplicam os valores dos subsídios que entram na empresa.
Pelo menos, e até uma explicação lógica, é essa a ideia que fica após a divulgação dos dados abaixo denunciados.

"O milagre da multiplicação dos passes sociais.
É a notícia do dia! Hoje ficamos a saber que apenas cerca de 5 mil bracarenses não têm passes sociais dos TUB. 
Em 2012, os cofres municipais foram chamados a suportar encargos com 176.248 passes sociais que a transportadora municipal emitiu para reformados e pensionistas, estudantes de todos os graus de ensino, jovens munícipes, cidadãos deficientes e respetivos acompanhantes.
O mais extraordinário destes números é que o total de pensionistas abrangidos pelos passes sociais dos TUB - 84. 237 - é superior ao total de pensionistas do município de Braga: 23.894 pessoas com idade superiores a 65 anos. Ora, nem que todos os pensionistas bracarenses tivessem passe social, seria possível atingir os valores financiados pela autarquia! Podemos acrescentar ainda, nem que todos os pensionistas do distrito de Braga tivessem passe social para frequentar os autocarros dos TUB seria possível atingir o valor de 84 mil pensionistas abrangidos. Talvez venham alguns do Porto...
Quanto aos estudantes acontece o mesmo fenómeno multiplicativo: 87.860 passes, valor que corresponde a 1,5 vezes a população total do concelho que frequentava o ensino escolar em 2011!
Seria bom que a empresa municipal bracarense, que é gerida pelo erário de todos os cidadãos de Braga, viesse urgentemente dar explicações sobre estes estranhos números. Ou isto tem uma justificação lógica - nomeadamente o facto dos passes existentes serem multiplicados pelos 12 meses do ano - ou estamos diante de um caso questionável na gestão do que é de todos nós.
Mais uma vez, se não fosse o Diário do Minho continuaríamos sem tomar conhecimento destas curiosas estatísticas..." fonte

Braga surpreende sempre...

14 maio, 2013

EDUQUE OS POLÍTICOS, OBRIGUE-OS A SER HONESTOS. NÃO VOTE IGNORANDO.


Este video, mostra o que devemos fazer para limitar o poder e abuso dos nossos políticos, no futuro. 
Para que este país deixe de ser o paraíso dos corruptos parasitas e o inferno dos trabalhadores honestos.
A culpa é também nossa!!!
Não há milagres que nos livrem da corrupção. Mas podemos fazer a diferença. Nos países nórdicos e outros, onde a corrupção é quase nula, os cidadãos são politicamente activos, interventivos e informados. Zelam pelo interesse do país e de todos.
Urge que os portugueses mudem de atitude. Como se costuma dizer, mais perigoso que condutor bêbado é o eleitor ignorante, desligado da politica.
Ser um eleitor vigilante e critico, não é uma solução que trará resultados imediatos para resolver a crise e o caos actual, mas poderia te-lo evitado, e poderá evitar os próximos, pois todos sabemos que as crises se repetirão trazendo sempre mais sacrifícios e perdas para o povo, assim como, mais benefícios e dinheiro para os políticos e amigos.

Enquanto nós como contribuintes, movidos pelo espírito de cidadania, não começarmos a ser os vigilantes atentos dos nossos impostos, eles continuarão a abusar dos nossos sacrifícios, sem qualquer vergonha ou peso na consciência.
Enquanto nós portugueses continuarmos a não nos indignar profundamente com o descaramento com que estes senhores, dividem entre eles, os nossos impostos, eles prosseguirão sem dó nem piedade.
Enquanto nós eleitores continuarmos a achar que não percebemos nada de politica e que devemos confiar isso aos políticos, eles continuarão tranquilos o seu percurso criminoso, que eles chamam de democracia e politica. E nós a votar neles, confiantes.
Enquanto nós cidadãos continuarmos a acreditar que devemos votar em branco, ou nulo ou abster-nos, para castigar os corruptos e estivermos com isso a ajudar a eleger os corruptos, eles continuarão tranquilos e seguros. Os corruptos gostam de castigos desse tipo.
Todos temos obrigação de nos interessar pela politica, temos obrigação de perceber que fomos nós que permitimos que a politica se transformasse num negócio corrupto, num assalto aos impostos, num regabofe de promiscuidades, de crimes contra a humanidade... Nós é que permitimos, eleição após eleição, que os mesmos de sempre, sejam eleitos, sem qualquer dificuldade.
Nem oferecemos a mínima resistência, porque os cidadãos eleitores andam tão empenhados em votar nulo e branco e em abster-se que nem se lembram que deveriam era opor-se, porque eles têm sempre garantidos votos suficientes para vencer, a única forma de os votos deixarem de ser suficientes, é os que se abstém, os que votam nulo e branco, unirem-se e votarem contra eles.
Já basta de ajudar os corruptos a ganhar.

E... vamos começar a votar informados, conhecedores do passado e do currículo dos partidos... O povo tem que se interessar pela politica, caramba não me digam que não gostam de roubos, de mentiras, intrigas, de desfalques, de descaramento, de falta de moral e ética... claro que gostam, quem não gosta? e isso, actualmente é a politica em Portugal.
A coluna ao lado direito do blog, compila alguns dos crimes que fazem parte da história dos nossos políticos.
Informe-se, aprenda a julgar os políticos, a analisar o que eles fazem pelo país e contra o país, aprenda a criticar e a denunciar o que julga injusto e criminoso.
Não vote em partidos que tenham exemplos de crimes, injustiças e traição, no seu cadastro.
Saiba punir... obrigue-os a respeitar o povo e a mudar para melhor. Vote contra os corruptos.
Não seja cúmplice de criminosos, não os apoie, votando neles. Não seja cúmplice abstendo-se. 
“Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada”


Neste video, Luís de Matos, transmite algumas mensagens que muitos portugueses teimam em continuar a não entender. Portugal precisa de vigilantes e pessoas alertas, que travem a corrupção, a impunidade e a injustiça. Não falhem mais, estejam atentos. 
Toda a empresa em que o patrão se desleixa e deixa em total liberdade os empregados, vai à falência, os empregados abusam, esbanjam, desviam, e por vezes até se apoderam da empresa. Foi isso que aconteceu a Portugal. 
Nós, povo, verdadeiros patrões dos políticos, deixamos os empregados em total liberdade e impunidade. 

13 maio, 2013

Eutanásia Social? Está na hora de acordar, antes que seja tarde.





Disse Einstein: ‘O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer. ’
É sobre isso que quero falar hoje: é da falta de consciência de muitos que vêem as coisas a acontecer e silenciam a verdade, a revolta e a indignação.
Este video, de David Icke, retrata o que os nossos poderosos (maçons /politicos/ empresários ricos/ banca/ etc) estão a fazer a Portugal. A ideia é transformar os países e os povos, de forma a que as elites construam um paraíso de poder e dinheiro, exclusivo para eles, e um inferno de injustiça, pobreza e impotência para os que sustentam o seu paraíso. O processo já começou, e todos continuamos cegos, calados, inertes...

Frases chave do video
- Estamos a construir a nossa própria prisão. Ou a assistir sentados, enquanto os outros a constroem.
- Ou desenhamos uma linha para os travar, agora, ou em breve será demasiado tarde.
- As elites não se preocupam com as maiorias facilmente manipuláveis e ingénuas. Eles preocupam-se com os que estão a tomar consciência do que se passa.
- "Já estou farto, porque enquanto essas pessoas patéticas e ingénuas olham para o lado, perante as evidencias, estão a permitir que destruam o futuro dos meus filhos e o meu."
A poda já começou... 
- "Mortalidade infantil sobe. Há mais bebés a morrer em Portugal. Depois de mais de uma década de decréscimo, a taxa de mortalidade infantil aumentou." CM
- O Ministro da Saúde decidiu que os remédios devem ser racionados. “Os doentes vão ter mais dificuldade no acesso aos remédios, especialmente os inovadores, devido a medidas de racionamento aprovadas pelo Ministério da Saúde. A Ordem dos Médicos está contra os cortes e avisa que os doentes vão ser prejudicados, pois as situações de doença vão ser agravadas. O objetivo da tutela é reduzir a despesa pública.”
Mais: “O documento refere ainda que "todos os medicamentos sujeitos a receita médica restrita serão obrigatoriamente avaliados pelo Infarmed nos primeiros seis meses após a autorização de introdução no mercado". Ora, os prazos de avaliação e aprovação pelo Infarmed "são largamente ultrapassados", afirma o bastonário da Ordem dos Médicos, José Manuel Silva. E dá o exemplo: "Os doentes de hepatite C estão há dois anos à espera da aprovação pelo Infarmed de um medicamento que duplica a taxa de cura. Sem esse tratamento a doença, que podia ser curável, evolui para uma cirrose e um cancro".”fonte
- Uma longa lista de mais sinas de retrocesso de Portugal, uma verdadeira "eutanásia social". 

Finalmente partilho este artigo que reforça este mesmo quadro.

12 maio, 2013

O polvo que alimentamos, protegemos, e mantemos.





"O dinheiro é estéril, não se reproduz, apenas muda de mãos. O dinheiro não se multiplica, apenas se movimenta na direcção dos agentes que geram benefício através do acréscimo de valor. Por exemplo, numa visão simplista, alguém compra um casal de porcos por “x”, cuida deles e alimenta-os durante um tempo, e, mais tarde, vende-os já crescidos, por “y”. O acréscimo resulta do trabalho, conhecimento, engenho, risco e capacidade empreendedora. Até aqui tudo bem.
O problema surge a partir do momento em que a sociedade moderna converteu a economia numa lotaria especulativa. Os bancos, por exemplo, emprestam dinheiro que não têm, a juros que não deviam, debaixo do olhar calmo dos governos. Um pequeno exercício de abstracção poder-nos-ia levar a encontrar grandes semelhanças com fraudes do tipo Madoff ou Afinsa. Mas isto é apenas um dos tentáculos do polvo que se esconde, camuflado sob o olhar cúmplice daqueles que dele dependem.

Hoje em dia, as grandes máquinas partidárias e as carreiras milionárias de muitos dos seus protagonistas que estiveram, estão ou virão a estar no governo, confunde-se com um grande polvo impossível de aniquilar. Um polvo que vive nas águas calmas do aquário formado pelas empresas públicas e as privadas que devem favores aos governos. O problema de Portugal não se resolve enquanto não se cortarem os tentáculos do polvo. Quantos protagonistas medíocres, de carinha laroca e alto grau de chico-espertice, ganham salários de quarenta e cinquenta mil euros pagos pelo estado ou por empresas a quem concederam favores quando a sua posição o permitia? E aqueles a quem alguns privados concederam o título de “gestores não executivos” para poderem pagar favores, por “nós” concedidos sem sabermos, à taxa de 7.400 euros por reunião? Ninguém denuncia? Ninguém acha estranho? E os próprios? Não têm vergonha?

11 maio, 2013

O descaramento das "swap". Palmas para o PS e os PSD e os políticos que nos desgovernam.




Os podres da politica --- José Gomes Ferreira, Denuncia neste video, as ligações promiscuas, dos nomeados para o governo PSD...
Várias nomeações do governo PSD, são elementos/ boys que estiveram no governo PS e envolvidos em escândalos como BPN, PPP, SCUT, SWAPs... prova de que o saque tem que ser em sintonia com todos os partidos, do poder? Afinal para que elegemos partidos? Se somos governados sempre pelos mesmos?

MAIS RECENTE ESCÂNDALO DOS SWAP (20/SET/2013)
SWAP avançou mesmo depois do parecer negativo do IGCP e do então secretário de Estado do Tesouro, Carlos Costa Pina.
MAS VAMOS A DETALHES. 
Em 2008 a EGREP, viu o seu pedido de autorização para o contrato ruinoso SWAP, chumbado, mas logo no ano seguinte sai um despacho, pela secretaria do tesouro, para legalizar o roubo, mudando a lei: (...)"a secretaria de Estado do Tesouro publicou um despacho que obrigava as empresas públicas apenas a comunicar a celebração de contractos de risco à Direcção Geral do Tesouro (CGTF), mas não a fazer pedidos de autorização."
Neste momento o zé povinho pagou 122 milhões de euros apenas para poder cancelar este contrato ruinoso com o J. P Morgan!!! fonte
Pagamos o prejuízo dos SWAP, pagamos o cancelamento, pagamos os salários aos larápios que os fizeram, e pagamos contratos ilegais aos bancos amigos do governo (veja em baixo as amizades do JP Morgan), contratos esses que poderiam e deveriam ser cancelados sem multas, dada a total ilegalidade que os envolve, segundo a opinião de vários especialistas. 
Ah grande PS!!!! O maior a fazer leis para facilitar o saque? Basta comunicar não precisa de autorização? Boa... Que gente inteligente..... assim até um atrasado mental consegue ser ladrão.
Já nas scuts fizeram o mesmo... mudaram a lei para facilitar o saque, veja aqui o artigo.


Maria Luís Albuquerque volta a mentir sobre os Swap?
A Ministra com rabo preso no BPN e nos swaps, desde o governo de Sócrates. O que prova que esta ministra serve para manter segredos, ocultar provas, manter privilégios dos que provocaram a devastação das finanças de Portugal, ilibar os que roubam o país...  e não para gerir as nossas finanças? Mais uma figura da nossa politica, com um vasto currículo, não de mérito, mas de mentiras e promiscuidade.


Desapareceram dossiers das swaps??Agora já apareceram  Somos geridos por loucos?
"Os documentos que serviram de base aos relatórios de auditoria aos swaps foram destruídos depois de janeiro de 2012, numa altura em que as Finanças já estavam a par de que existia um problema com os contratos, informa o jornal Expresso na edição deste sábado." fonte 
"Auditoria revela que as Finanças destruíram seis dos oitos dossiês de trabalho!
Como se pode auditar às ‘swaps’ sem os dossiês de trabalho que serviram de base aos negócios? De acordo com o Público, seis dos oito dossiês foram destruídos pela Inspeção-Geral de Finanças, uma vez que só têm de ser guardados durante três anos. ‘Escaparam’ os CP e Carris. fonte
"Os documentos destruídos pela Inspeção-Geral de Finanças (IGF), essenciais para avaliar a atuação no caso dos swaps e que foram destruídos ao fim de três anos, deveriam ter ficado em arquivo pelo menos duas décadas." fonte
Mas num país de larápios, que dominam a justiça, o parlamento etc, tudo é legal!! 
Neste link conheça os vários casos semelhantes que enganam a justiça.

10 maio, 2013

O video que incrimina Sócrates, mas que a justiça portuguesa rejeita.



Neste video veja o interrogatório aos ingleses, acusados de subornar Sócrates.
Para os adoradores eternos da corrupção, admiradores acéfalos de quem nos engana e rouba, aqui está um belíssimo video para se deliciarem e no final gritarem - Viva o Sócrates...  Portugal está a saque, precisa de quem o faça com competência. 
E nisso os eleitores portugueses são bons a escolher. Basta ver este video sobre Passos Coelho, para perceber que adoramos políticos com cadastro, a gerir o nosso dinheiro e as nossas vidas. E depois ficamos admirados com o descaramento de casos como o BPN e outros que tais... Ora se elegemos corruptos, queremos o quê? Honestidade? Generosidade? Competência? Se elegemos corruptos, é porque gostamos de ser roubados e enganados, não?
Mais uma vez a justiça estrangeira julga e investiga as ligações criminosas com Portugal, e por cá fica tudo na mesma. O caso dos submarinos já condenou os alemães, e os gregos envolvidos no negócio, em Portugal ainda se luta para anular o processo. Perdem-se documentos, renegoceia-se o contrato para anular as condições lesivas e pede-se que anulem o processo, etc etc

"Exibidas imagens em que Charles Smith acusa José Sócrates de ser «corrupto»
Depois de reproduzido o som de uma conversa em que Charles Smith chama «corrupto» a José Sócrates, a TVI divulgou as imagens desse encontro entre o inglês, Alan Perkins e João Cabral.
No vídeo vêm-se as explicações de dois responsáveis da firma Smith&Pedro (Charles Smith e João Cabral) a Alan Parkins, administrador da Freeport, que quis saber onde foi parar uma elevada quantia de dinheiro da empresa, e porque é que a polícia investigava o negócio de Alcochete.
A gravação foi realizada por Parkins. No documento, Smith alega que foram pagos subornos a Sócratres para garantir o licenciamento e construção do Freeport de Alcochete.
O referido DVD, cuja existência tinha sido noticiada em primeira mão pelo SOL, foi tema de conversa num encontro entre as autoridades inglesas e portuguesas no Eurojust, a 17 de Novembro de 2008, na Holanda.
Na altura, os ingleses pediram a colaboração de Portugal na investigação. Os portugueses, no entanto, não aceitaram incluir o DVD no processo luso, alegando que este não poderia servir como prova face à luz da lei nacional.

A conversa que incrimina Sócrates 
Alan Perkins: O que desencadeou a acção da polícia? A queixa era sobre corrupção...
Charles Smith: O primeiro-ministro, o ministro do Ambiente é corrupto.
Alan Perkins: Quando tudo estava a ser construído qual era a posição dele?
Charles Smith: Este tipo, Sócrates, no final de Fevereiro, Março de 2002, estava no Governo. Era ministro do Ambiente. Ele é o tipo que aprovou este projecto. Ele aprovou na última semana do mandato, dos quatro anos. Em primeiro lugar, foi suspeito que ele o tenha aprovado no último dia do cargo... E não foi por dinheiro na altura, entende?Isto foi mesmo ser estúpido¿
Alan Perkins:Quando foram feitos os pagamentos? Como estava em posição de receber pagamentos se aprovou o projecto no último dia do cargo?
Charles Smith: Foram feitos depois. Ele pediu dinheiro a dada altura, mas não...
Charles Smith: João, foi aprovado e os pagamentos foram posteriormente?
João Cabral: Certamente... Houve um acordo em Janeiro. Eles tinham um acordo com o homem do Sócrates, penso que é em Janeiro.
Charles Smith: Sean (Collidge) reuniu-se com o tipo. Sean reuniu-se com funcionários dele, percebe? Sean e Gary (Russel) reuniram-se com eles.
Alan Perkins: Houve um acordo para pagar?
Charles Smith: Para pagar uma contribuição para o partido deles.
Charles Smith: Nós fomos o correio. Apenas recebemos o dinheiro deles. Demos o dinheiro a um primo¿ a um homem¿
Alan Perkins: Mas como o Freeport vos fez chegar esse dinheiro?
Charles Smith: Passou pelas nossas contas
Alan Perkins: Facturaram ao Freeport, ok?
Charles Smith: Ao abrigo deste contrato. Era originalmente para ser 500 mil aqui, desacelerámos, parámos a este nível, certo? Isso foi discutido na reunião, lembra-se? Ele disse: «Nós não queremos pagar». Se ler esse contrato, diz aí que recebemos três tranches de 50, 50, 50... Gary disse: «Enviamos o dinheiro para a conta da vossa empresa». fonte
- "Uma testemunha revelou em tribunal que, dias depois de depor como testemunha no julgamento do caso Freeport, perdeu o emprego que tinha na Junta de Freguesia de Marvila que é dominada pelo PS." video
- "Os juízes do processo Freeport absolveram os arguidos, mas ordenaram que fosse extraída uma certidão para serem investigados o que consideram «fortes indícios do pagamentos de 2 milhões de libras a alguém com poder de decisão dentro do ministério do Ambiente como contrapartida para o liceniamento» do «outlet» de Alcochete." Video
- "Sócrates é o pinóquio e recebeu 220 mil. Ex-administrador do Freeport acusa Sócrates de receber dinheiro." fonte

Como de desmente um video? Alguém faça o favor de me explicar? 
"Charles Smith desmente injúrias a José Sócrates "é falso que alguma vez, naquelas reuniões, ou em qualquer outra oportunidade, me tenha referido ao primeiro-ministro de forma injuriosa, bem como a qualquer outro político, ou tenha oferecido, ou prometido contrapartida, ou vantagem, para obter o licenciamento do Freeport", garante no comunicado, a que a Agência Lusa teve acesso." fonte
Ingleses sabem onde está o dinheiro das luvas do Freeport?

09 maio, 2013

Boy? Ex secretário geral do CDS assume presidência da CP.

Um país pobre com um estado rico

O ex deputado e ex secretário geral do CDS Manuel Queiró, passará a ocupar a presidência da CP - Comboios de Portugal, segundo noticia o jornal Expresso, passou pela administração das empresas VisaTejo e Soturis, ambas do Grupo Galp Energia, então dirigido por António Mexia, ex ministro do PSD e atual presidente da EDP. (Janeiro 2013) -

UMA FAMÍLIA FELIZ
(...) Manuel Queiró, irmão do secretário de Estado do Ensino Superior João Filipe Queiró e do eurodeputado Luís Queiró, casado com Celeste Cardona, ex ministra da Justiça do CDS e actual membro do Conselho Geral e de Supervisão da EDP, desempenhou funções de administrador da empresa Soturis, S. A., do grupo Galp Energia, até 2004.

AMIZADES DE LONGA DATA 
O ex secretário geral do CDS foi convidado a ocupar este cargo por António Mexia, à época presidente da Comissão Executiva da Galp Energia, que lhe ofereceu um ordenado mensal de mais de 8 mil euros, assim como vários anos de antiguidade.

SOTURIS E O FACE OCULTA
Quem também esteve ligado, nessa época, à Soturis foi Henrique Chaves, ex-ministro de Santana Lopes, que foi contratado, em regime de avença, para apoiar juridicamente as decisões da empresa.
Em 2009, a empresa apareceu associada à Operação Face Oculta, por suspeita de favorecimento ao grupo de Aveiro do empresário Manuel Godinho. A Soturis foi, inclusive, sujeita a buscas. 

FAVORECIMENTOS E AMIZADES DE SEMPRE
A relação profissional entre Manuel Queiró e o Mexia não terá, contudo, surgido na Soturis. Anteriormente, o ex secretário geral do CDS integrou a administração da VisaTejo, empresa responsável pela gestão patrimonial da Gás de Portugal, na qual Mexia ocupava o cargo de presidente do Conselho de Administração.
A VisaTejo foi uma das empresas responsáveis pela construção do empreendimento “Condomínio Residencial Infante à Lapa”, na Avenida do Infante, tendo sido favorecida, segundo um relatório da autoria da Provedoria da Justiça, em 600 mil euros pela Câmara Municipal de Lisboa, então presidida por Carmona Rodrigues.  Artigo baseado neste original 

É impressionante o descaramento com que tudo se desenrola, sempre os mesmos a circular entre tachos, cheios de conhecimentos, laços de amizade, laços familiares e laços de favores, dos nossos poderosos políticos e amigos. E ninguém acha estranho? Ninguém tem vergonha? Escolhem os cargos, os salários, as regalias e quem levam com eles. Para eles há sempre emprego e nunca haverá crise. Para eles haverá sempre impunidade e para as empresas por onde circulam.
Eis mais alguns casos para que todos percebam que esta senhora é um dos elos fortes do poder em Portugal.
  1. O seu valor nas girls da EDP.
  2. O novo edifício da Policia Judiciária, confuso? 
  3. Imparável, entre os tachos da CGD.. 
  4. Entre os reformados de luxo, mas contrariada
  5. Caso como Ministra da Justiça
  6. A longa lista de nepotismo que nos afronta
  7. Como se escolhem estes gestores top?