09 outubro, 2012

Sócrates e a cadeira de inglês técnico. Mais um enigma por resolver?




Sócrates foi o único aluno que não foi avaliado pelo regente da cadeira de Inglês técnico, Eurico Calado, pois Sócrates foi avaliado pelo próprio Reitor.
Situação que levou o professor a demitir-se após questionar o reitor Luís Arouca, com a seguinte questão:
- Então o Sócrates tira 15 na minha cadeira e eu nem sei de nada?
Resposta do reitor...
- Se tu tivesses sabido disto, não se tinha feito...
Palavras para quê... o processo que envolve o duvidoso curso do Sócrates foi arquivado porque alguém se "esqueceu" convenientemente de pagar uma taxa???

O processo Freeport foi abandonado porque... "O Procurador-geral da República (PGR) responsabilizou Cândida Almeida pelo fim das investigações ao caso Freeport. Fernando Pinto Monteiro esclareceu que o processo foi encerrado, para dedução de acusação, porque a atual diretora do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), apontada como uma potencial candidata à sua substituição, "não pediu mais tempo". O magistrado voltou a reiterar que em Portugal as polícias fazem "escutas ilegais". Fonte

Mais alguns enigmas de Sócrates
  1. "Sócrates está no topo da pirâmide, dos que dão cabo disto"
  2. Mais um deslize de Sócrates 
  3. Gabinete de Sócrates gastava 12 mil euros por mês, em restaurantes
  4. Os gastos de um PM fino
  5. Deixa buraco de 3,5 mil milhões no SNS
  6. No SNS
  7. No património nacional 
  8. Na Segurança Social
  9. Sócrates e a EDP
  10. Sócrates investe 
  11. Sócrates regressa 
  12. Os milhões de Sócrates.
  13. As luvas de Sócrates
  14. O aeroporto de Sócrates
  15. A Sovenco de Sócrates 
  16. A manipulação de Sócrates 
  17. O resgate de Sócrates
  18. O BPN do Sócrates
  19. O inglês de Sócrates 
  20. A má gestão 
  21. A poderosa mãe de Sócrates 
  22. As SCUT´s de Sócrates 
  23. Sócrates e as Swap
  24. Raízes que vêem de longe? 
  25. Abuso de poder para lesar os portugueses?
  26. 383 milhões de euros dispersos pela família? 
  27. Nepotismo? 
  28. Poderosa mãe de Sócrates?
  29. Os nossos políticos querem fazer vida de empresário rico.





22 comentários :

  1. Cândida Almeida há de ter a paga pelas suas mais recentes acções. Nos primeiros tempos até pode fugir e escapar ilesa. Mas a sua postura garantidamente que não lhe permitirá dormir tranquila, se calhar também precisará de alguns dos 15 seguranças de Passos Coelho.

    O curso de Sócrates não é duvidoso, creio que as provas, apesar de não contarem para os corruptos tribunais são mais que visíveis, é um curso inexistente e tirado na mesma faculdade de Relvas.

    É caso para dizer que na "escola" onde o Relvas andou, já Sócrates era Reitor...

    Quanto ao esquecimento do pagamento da taxa, fiquei enojado quando ouvi isso pela primeira vez, a nossa justiça e politica é gerida por um bando de adolescentes de 15 anos que nunca chegaram a crescer, só assim se explicam essas desculpas esfarrapadas.

    Freeport, Casa Pia, BPN, Mão Oculta, Luís Figo a receber dinheiro do erário público...estas pessoas que fazem isto ao erário público são piores que vulgares meretrizes.

    Apelo a que se convoquem manifestações, mas em locais onde os políticos estejam presentes. Ele estão sempre ausentes das manifestações e assim a mensagem acaba por sair vazia, uma vez que os media também minimizam muito o que o povo sente...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. DIVULGAR, DENUNCIAR, OS PORTUGUESES DEVEM MOSTRAR TOLERÂNCIA ZERO E RESPEITO ZERO POR QUEM NOS ROUBA MENTE E INJUSTIÇA.

      Eliminar
    2. Divulgar, denunciar, incriminar, sentenciar, acusar é pouco estas injustiças, compadrios, clientelismos só acabam quando o povo lutar, lutar sem parar, talvez parar o país durante uns dias fosse a melhor solução, com o sacrificio de todos para o bem comum, desta forma nem as forças de segurança ( PSP/ GNR/ MILITARES ) conseguiam controlar, deter, ou manter a paz.

      Eliminar
  2. Não se enervem... eles continuam a gozar a situação!

    Tenho a certeza que a Dr.ª Cândida dorme tranquilamente o sono dos justos. Sofreu foi uma contrariedade pois pretendia ser a próxima PGR.
    Mas as fidelidades passadas e o facto de não usar o avental "certo" estragaram-lhe os planos.

    ResponderEliminar
  3. Essa do PGR lavar as mãos não pega. Por muita razão que ele tenha em não ter sido pedido mais tempo, convém não esquecer que o Ministério Público é uma organização em pirâmide e que ele como topo da mesma tem sempre poder de avocar ou emiitir directrizes. Descarregar agora as culpas não cola. Se a Cãndida Almeida tem culpa, ele como PGR não tem menos. O que é que ele fez para contrariar? ela manda mais que ele? andam a atirar terra para os olhos de quem?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, mas culpar a candida a almeida não é o mesmo que ilibar outros.

      PS: Eu lamento escrever os nomes de certos personagens sem letra maiúscula, mas dado que tenho muitos comentários a fazer e visto que, na minha opinião eles nem merecem o nome que tem, quanto mais o cargo que ocupam... o mínimo que posso fazer para minimizar a injustiça é não ter muito trabalho a escrever o nome deles.

      Eliminar
  4. Não podemos eleger primeiros-ministros, pagar-lhes os ordenados e exigir deles que resolvam problemas (os grandes criados por eles próprios) mas, ao mesmo tempo, manietá-los com cortinas de fumo de suspeição.

    O Freeport de Sócrates, a Tecnoforma do Passos Coelho não dão nada em julgamentos manietados, como é hábito.

    Estes fulanos devem ser julgados depois de deixarem funções ou então temos PMs a tratar dos problemas pessoais e de imagem do governo e não dos do país.
    Estes escândalos só interessam para alimentar, durante semanas a fio, as primeiras páginas dos jornais e das tvs.

    Não servem para MAIS NADA!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Estes fulanos devem ser julgados depois de deixarem funções ou então temos PMs a tratar dos problemas pessoais e de imagem do governo e não dos do país.
      Estes escândalos só interessam para alimentar, durante semanas a fio, as primeiras páginas dos jornais e das tvs."

      Ao anónimo das 21.10:

      E pela sua lógica prossiga então o regabofe...

      Cumps.
      Falso Vate

      Eliminar
    2. Eh,eh, eh, eh, eh....

      Muito bem!
      Segundo o anónimo das 21.10 o Nixon só seria julgado pelo watergate depois de concluir o mandato...ah,ah,ah, ah...

      Rica Democracia! Os americanos não estiveram pelos ajustes e apearam-no. Isso sim é DEMOCRACIA.

      Eliminar
    3. O anónimo não quis dizer que se deve deixar prosseguir, o que ele quis dizer é que enquanto está em funções jamais permitirá isenção da justiça, pois ele domina a justiça.
      E os crimes apenas servem para fazer alarido na imprensa mas acaba sempre tudo na mais descarada impunidade.

      Mas mesmo assim devo acrescentar caro anónimo que mesmo que terminem os mandatos, os partidos que se seguem os protegerão, basta ver o passado e saberemos que eles estão todos unidos numa coisa- no saque e na impunidade garantida. Aí jamais algum se atreverá a tocar, pois no dia que um politico for julgado, provavelmente tombariam todos, porque todos tem contas a prestar a justiça.
      basta ver o caso BPN - jamais teria chegado a bom porto, um saque de décadas, senão fosse apoiado por todos os partidos.

      http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/03/o-bpn-albergava-boys-de-varios-partidos.html

      Eliminar
    4. Zita, parabéns!
      Uma interpretação certa e uma abordagem inteligente!

      Porém, mesmo nos partidos, quando um ex-PM cai em desgraça e deixa o poder, a solidariedade é mínima. Se alguma vez se aproximar a feitura de justiça, só então será possível!

      Sobre o BPN: A presença de PSDs é esmagadora.
      Não se vê quase ninguém de outra cor, directamente.
      Depois, claro, há os empreiteiros.
      Esses são de todos os partidos...

      Anónimo das 21,15h de ontem.

      Eliminar
    5. Resposta ao anónimo tem toda a razão, sobre o BPN só mesmo PSD, mas a corrupção serviu e pagou aos ditos empreiteiros,
      e pior o estado e o ministro das finanças, Banco de Portugal nada fizeram nem investigaram, fiscalizaram dando
      e beneficiando em mais de 7 biliões de euros, por causa do risco endémico e do sistema financeiro. A responsabilidade de tais actos ficou impune, sem acusações, ou investigação do Ministério Público. Ai Portugal, Portugal.

      Eliminar
    6. Há uma solução, que é a da Democracia Participativa




      Na Democracia Participativa, os Partidos Políticos podem ou não existir, como fonte de consulta, mas não são importantes, não têm importância alguma, e não elegem nenhum de seus membros para o Senado ou qualquer órgão público, exceto se por vontade cidadã através de votação, mas fica preso e amarrado à constituição sem poder feri-la ou alterá-la. É o povo que manda e diz o que quer pelo voto. Não existem políticos tal como os conhecemos porque não têm poder algum. São apenas conselheiros, servidores públicos que podem ser deseleitos. O presidente é uma figura "decorativa" que não pode comprometer a nação internacionalmente sem consultar a população.

      Na Democracia Participativa o voto pode ser retirado e quando menos de 50% dos eleitores comparecem à votação, o sistema deve ser revisto, o povo inquirido sobre o que tem que mudar, porque com menos de 50% de votantes, nenhum governo representa a população. Têm nos mantido iludidos, levando as votações adiante e elegendo-se sem representarem os cidadãos em sua maioria.

      Como funciona a Democracia Participativa?

      Na Democracia Participativa, o governo se constitui dos órgãos que normalmente fazem parte de qualquer governo democrático do mundo. Cada povo poderá escolher qual o modelo que mais lhe convém, com os três poderes: Legislativo, Executivo e o judiciário. O sistema da democracia Participativa pode ter quantos ministérios forem desejados pelos cidadãos.

      São válidos os modelos democráticos tal como os conhecemos... Eis o que muda.

      1. Todos os membros em cargos do governo são escolhidos por voto dos cidadãos interessados. A eleição se fará através de voto em Bancos 24 horas de Votação a serem criados, por Internet grátis em sites específicos ou até mesmo por dispositivo comum de comunicação, evitando-se assim “arranjos políticos” entre partidos, proteção de qualquer natureza ou compra de votos. O cidadão vota a qualquer momento sempre que achar necessário.

      2. Os votos podem ser retirados (deseleger – desaprovar), o que amplia a cidadania democrática a muito mais do que votar apenas de quatro em quatro anos: Vota-se sempre que se desejar, a qualquer instante.



      3. As leis são propostas ao Senado por qualquer órgão ou cidadão, para que sejam previamente aprovadas ou negadas por voto popular. Se a população achar que algum político ou ocupante de cargo no governo não atende os seus interesses, retira-lhe o voto dado e ele sai imediatamente sem necessidade de impeachment, quando a quantidade de votos que permanecem for inferior ao mínimo necessário para ocupar o cargo.

      4. Qualquer lei ou ato de governo deve ser submetido a voto, o que inclui mas não se limita a: declaração de guerra; percentuais de aplicação de verbas publicas em educação, centros de pesquisa, infra estruturas, preservação do ambiente, saúde, segurança pública, transportes; taxas de impostos, e tudo o que normalmente se vota nos senados, câmaras, governos estaduais, prefeituras.

      5. O processo de implantação da Democracia participativa começa com a aprovação popular, via NET, item por item, de uma Constituição que somente poderá ser alterada também por voto popular, impedindo a manipulação de interesses escusos de políticos.

      Cada nação crescerá e se desenvolverá segundo sua capacidade e vontade popular de progredir, segundo o que acha mais importante. Esta é a verdadeira, real e única Democracia que de fato o é!

      Para Portugal e Brasil, existem neste site dois modelos para uma nova constituição, baseados na Constituição Suíça. Uma constituição não depende do tamanho do país, mas de sua vontade em ter o que deseja. O que se deseja deve estar escrito na constituição sem dúbias interpretações que justifiquem Atos institucionais ou Medidas Provisórias que deturpam a constituição. Se desejar mais informações leia por favor as páginas deste site e abaixo:


      Eliminar
  5. Óh anónimo das 22,15h:

    Podes-me dizer o que ganharam os americanos com a queda do Nixon?
    Nem o Bretton-Woods reverteram... podia ser que não estivesemos agora nas mãos dos golpes financeiros.

    Com o ouro como único padrão monetário, os bancos americanos nunca teriam fabricado MBSs e a crise de 2009 não teria acontecido.

    Democracia, não é alimentar os media com telenovelas da política, mas colocar os políticos perante objectivos escritos, quantificados em tempo e financiamento, e vigiados - por referenfos regulares - pelo povo.

    É preciso participar activamente para obrigar tal a acontecer.
    Andar a apelidar de corruptos os governantes depois de os termos eleito é, no mínimo, chamarmo-nos de estúpidos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem os elegeu geralmente não os chama corruptos, mas aqueles que os elegeram e os chamam corruptos tem o direito a mudar de opinião, assim como o politico teve o direito de mudar tudo o que prometeu.

      http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/01/pagamos-as-mentiras-e-demagogias-de.html

      Eliminar
  6. Ó anónimo das 23.25

    Da educação retirei que o tratamento por tu fica reservado às pessoas a quem dei consentimento.

    Mais, não sou comuna mas concordo que a crise actual foi "cozinhada" nos EUA. Quanto a Bretton-Woods a musa inspiradora de Keynes previa outras mecanismos de controlo das paridades cambiais e um equilíbrio geoestratégico que traduzia a lógica das potências aliadas em 1944.

    "Democracia, não é alimentar os media com telenovelas da política, mas colocar os políticos perante objectivos escritos, quantificados em tempo e financiamento, e vigiados - por referenfos regulares - pelo povo."

    Força, vá confrontar os nossos políticos com as suas promessas eleitorais. Eu fico aqui sentado à espera dos resultados...

    "Andar a apelidar de corruptos os governantes depois de os termos eleito é, no mínimo, chamarmo-nos de estúpidos."

    Como não votei nestes gajos nem nos anteriores não me sinto particularmente obrigado a ter de os aturar. Além disso, o bom-senso diz-me que mesmo que tivesse votado neles tinha todo o direito de exigir explicações e, caso se confirmassem os factos exigir a sua demissão. Nos países em que o regime está mais "maduro" os corruptos/infractores demitem-se. Veja o caso do Guttemberg da querida Merckel, o ministro romeno que se demitiu (até na Roménia parece haver mais decência).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exmo Anónimo das 00,19h:

      As minhas mais sentidas desculpas por não o destacar convenientemente, pois a familiaridade do "tu" - calão para onde estes vagalhões da internet me atiram - não lhe será certamente aplicável.

      Como VExa não me autorizou a esta atrevida intimidade, recorro à mesma expressão social com que trataria qualquer PM por mais corrupto que o considerasse.
      Convém manter a fachada, sempre.

      VExa entenderá que Bretton-Woods só foi assinado pelos USA quando Nixon o decidiu.
      Muitos presidentes antes, não o fizeram por temerem, também, o seu aproveitamento especulativo pelo mundo financeiro isto, numa época em que os políticos ainda não estavam nas sujas mãos da finança.

      Quanto a VExa ficar sentado à espera dos resultados dos refendos, sinceramente não me espanta.
      É a atitude política normal do cidadão nacional(que eu admito VExa ser) e ajudou a nos conduzir até aqui.

      Entenda, VExa, por favor, que o pedido de demissão de um corrupto só valerá a pena se para o seu lugar for um outro não corrupto ou corruptível.
      Caso contrário, foi apenas mais uma festa para os media e tudo continuará na mesma ou pior...

      A expressão "gajos" que, suponho, VExa aplica aos actuais governantes e, desses visados, não terá obtido a devida permissão é, permita-me, muito mais rasteira que o meu "tu" quando, atrevidamente reconheço, a si me dirigi pelo que, me considero largamente redimido.

      Palvra, palavrinha, gostava de ver tão sensível ego, como o de VExa, a exigir explicações e demissão destes "gajos"...

      Ó muito me engano, ou nem no meio da multidão, na Pç do Comércio.

      Atentamente

      Eliminar
  7. Ei o que pra aqui vai.
    Já vos ocorreu que com tanto referendo o povinho fugia prós centros comerciais ou prás praias?
    E com este povinho que temos, conhecedor de Maquiavel, Hobbes e outros que tais, era o mesmo que não fazer nada!Ia ser campanha eleitoral todo o ano, demagogia e no fim, nada feito. Tudo na mesma!

    Tomem um café com cheirinho que isso passa-vos. eh eh eh eh eh

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Se os centros comerciais ainda não tiverem todos fechado, será apenas normal.
      Os políticos corruptos agradecem!

      Eliminar
  8. Ena pá!!!
    Parece que temos aqui um infiltrado do governo ou da jota.
    Tanto ardor na defesa do argumento que os políticos só devem ser julgados depois de terem estado no poleiro. Era bonito, era.

    Grande candidato a arquivador-mor ..er, Procurador-Geral que saiu aqui na rifa.. Pena o lugar já estar preenchido.

    Os russos tinham que esperar que Estaline saísse do poder para o julgar pelos crimes que cometeu. Ridícula a argumentação.

    A saída de Nixon? Foi o início do fim do pesadelo do Vietname e das maluqueiras republicanas. Veja "Nixon" de Oliver Stone e a magistral interpretação de Anthony Hopkins.

    Monty Python Reloaded

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas Staline foi alguma vez julgado???

      Evitemos misturar ditadura com democracia (embora às vezes se toquem...)

      Sempre que o povo, em Portugal, se engana - o que acontece frequentemente - e elege (mais) um corrupto só tem uma de duas hipóteses: Ou corre com ele imediatamente pela agitação de rua ou o julga num processo sucessivamente adiado, até à prescrição.

      A condenação NUNCA ACONTECERÁ!
      Por isso estes processos são APENAS telenovela ao serviço dos media para entreter as audiências.

      Sem qualquer efeito prático.

      Mesmo o D Lima e o Oliveira Costa, sabotadores requintados que poderiam servir como punidos exemplarmente para "lavar" o sistema, já estão encaminhados no "melhor" sentido.

      Foram telenovelas enquanto tiveram audiências, agora convenientemente esquecidos e posteriormente convenientemente protegidos com as menores penas possíveis.

      Perguntem ao Cavaco do Poço de Boliqueime...

      A última abordagem do PSD ao assunto até mete nojo.
      A culpa foi do Sócrates que nacionalizou aquele monstro.

      Os criminosos nunca existiram! Boa!

      Eliminar
  9. Bom dia, Zita !

    Faz muitíssimo bem em divulgar estas "anomalias" do REGIME que (ainda) temos.

    Quanto aos portugueses estou com Almada Negreiros : "São como os caranguejos - quando a gente lhes deita a mão, mordem ; quando a gente os larga, andam ás arrecuas".

    Para DERRUBAR o REGIME não vejo outra forma que não seja a "DESOBEDIÊNCIA civil pacífica", escolhendo as formas indo ao encontro dos desejos dos "caranguejos" : ficarem em casa, sentados nos sofás, olhando para os seus próprios umbigos e defendendo "arduamente" os seus interesses pessoais.

    Não pagar as despesas domésticas, as dívidas aos bancos, os impostos, etc., invocando colectiva e pacificamente" o "Direito de Resistência" previsto no artigo 21º da CRP (Constituição da República Portuguesa) são formas que vão ao encontro dos felizardos caranguejos que assim fazendo DERRUBAM o REGIME.

    Cordiais saudações para todos os bloguistas.

    ResponderEliminar