30 setembro, 2012

Portugal e a (d)eficiência dos seus deputados. Quem representa o povo?

Índice de Desenvolvimento Humano:deputados
Não de deixem ficar pelo escândalo dos salários e das regalias, que pagamos a estes srºs,  pois isso é apenas uma ínfima parte do que estes senhores nos custam. O mais grave não são os salários e os luxos que eles autoritariamente escolhem para si, o mais grave o escadalosamente dispendioso, é que eles estão no parlamento a representar privados... lutam não pelo bem nacional, mas para distribuir o dinheiro público pelas empresas privadas que representam, e como são muitas, têm que ser muitos. 

UMA COMPARAÇÃO
PORTUGAL possui 11 milhões de habitantes; 
AUSTRÁLIA possui 22 milhões.

PORTUGAL apresenta a área territorial de 92.000 metros quadrados de território; 
AUSTRÁLIA administra 7.650.000 metros quadrados de território.

PORTUGAL mete na Assembleia Legislativa 230 Deputados (com assistente pessoal); 
AUSTRÁLIA gere a sua vida com 150 Deputados.

O resultado é visível....  e é a nós, povo, que mais dói. 
"Índice de Desenvolvimento Humano: Portugal é 41.º
Em matéria de esperança de vida, escolaridade e PIB per capita, Portugal ocupa o 41º lugar no ranking do desenvolvimento humano das Nações Unidas, numa lista de 187, ao nível dos países da Europa do Leste e Médio Oriente, e a anos luz da Noruega." expresso
Estado Português
  • 3 governos no continente e ilhas
  • 333 deputados somando continente e ilhas
  • 308 câmaras
  • 4259 freguesias
  • 1770 vereadores
  • 30000 carros
  • 40000(?) fundações e associações
  • 500 assessores em Belém
  • 1284 serviços e institutos públicos
Critérios de avaliação - IDH 
A partir do relatório de 2010, o IDH combina três dimensões:
Uma vida longa e saudável: Expectativa de vida ao nascer
O acesso ao conhecimento: Anos Médios de Estudo e Anos Esperados de Escolaridade
Um padrão de vida decente: PIB (PPC) per capita
Até 2009, o IDH usava os três índices seguintes como critério de avaliação:
Índice de educação: Para avaliar a dimensão da educação o cálculo do IDH considera dois indicadores. O primeiro, com peso dois, é a taxa de alfabetização de pessoas com 15 anos ou mais de idade — na maioria dos países, uma criança já concluiu o primeiro ciclo de estudos (no Brasil, o Ensino Fundamental) antes dessa idade. Por isso a medição do analfabetismo se dá, tradicionalmente a partir dos 15 anos. O segundo indicador é a taxa de escolarização: somatório das pessoas, independentemente da idade, matriculadas em algum curso, dividido pelo total de pessoas entre 7 e 22 anos da localidade. apenas classes especiais de alfabetização são descartadas para efeito do cálculo.
Longevidade: O item longevidade é avaliado considerando a expectativa de vida ao nascer. Esse indicador mostra a quantidade de anos que uma pessoa nascida em uma localidade, em um ano de referência, deve viver. Reflete as condições de saúde e de salubridade no local, já que o cálculo da expectativa de vida é fortemente influenciado pelo número de mortes precoces.
Renda: A renda é calculada tendo como base o PIB per capita (por pessoa) do país. Como existem diferenças entre o custo de vida de um país para o outro, a renda medida pelo IDH é em dólar PPC (Paridade do Poder de Compra), que elimina essas diferenças.
O Diário de Noticias, disponibiliza uma página interactiva, para poder comprar o IDH, neste link.

"Em Portugal, o salário total dos deputados difere consoante as ajudas de custo – que variam em função do local de residência de cada parlamentar. No início de 2010, os deputados portugueses recebiam um salário mensal de base, bruto, no valor de 3.815,17 euros. Acrescendo os 370,32 euros de despesas de representação (este valor era mais elevado para quem detinha cargos de maior responsabilidade na AR), o total ilíquido ascendia a 4.185,49 euros. Entretanto, a partir de 1 de Junho, o salário base bruto foi cortado em 5% em Junho, para 3.624,4." fonte

A vergonhosa realidade que nos suga

16 comentários :

  1. Ainda falta os deputados da Madeira e dos Açores..

    ResponderEliminar
  2. Do que está a espera o governo para vender os submarinos??

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De arranjar alguém que lhe pague umas luvas para os vender heheheheheh

      Eliminar
  3. Por favor não julguem o país pelo número ou qualidade de deputados.
    Eles não merecem tanto...

    Deveríamos lutar para que os portugueses votassem em listas nominativas de deputados e não em listas de nomes fechadas pelos chefes dos partidos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
      A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
      MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK
      http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

      Eliminar
  4. Será possível ter acesso à fonte "Portugal e a (d)eficiência dos seus deputados", relativamente à imagem que aqui estabelece a comparação entre nº de deputados existentes em Portugal e Austrália.

    ResponderEliminar
  5. Respostas
    1. Boa noite Andreia
      AQUI UM EXEMPLO onde se faz referencia ao nr de deputados australianos
      http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1657329&seccao=%C1sia

      ou aqui
      http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=1646276

      Em Portugal, devemos ainda somar o assistente pessoal de cada deputado português....

      """Por isso há que contratar um assistente, pago pelo povo, para o ajudar.
      Os nossos governantes já nem sabem que mais inventar para albergar tantos parasitas, criam novas leis para duplicar ou triplicar tachos e cargos na assembleia.
      2. Cada Deputado tem direito a : a) Gabinete próprio e individualizado na sede da Assembleia da República; b) Assistente individual, a recrutar nos termos da lei; (2007) "fonte

      Acesse ao Artigo completo: http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/10/sempre-criar-leis-para-albergar-mais.html#ixzz2BxNXjWHu

      Eliminar
    2. Quanto ao nr de deputados portugueses tem aqui uma fonte, haverá muitas mais
      http://pt.wikipedia.org/wiki/Assembleia_da_Rep%C3%BAblica

      Eliminar
  6. Não é bem assim, não senhor.
    Realmente na Austrália o parlamento tem 150 deputados , no entanto existe também o senado com 76. Ou seja são 226! Ao nosso nível.
    Mas podemos fazer comparações por exemplo com a Dinamarca e aí seria:
    População 5 500 000 hab
    Área: 43 000
    deputados: 179 (média por habitante bem maior que a portuguesa)

    Moral da historia, não é a quantidade dos deputados que interessa é a qualidade.
    Se não se valoriza o deputado (por exemplo pagando mal), só vão para o parlamento os que não servem para as empresas (onde podem ganhar muito mais)ou os que enchem os bolsos de outra forma...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Austrália até poderia ter 400 deputados... porque é 83x maior que Portugal... Mas tem os mesmos que Portugal... Só demonstra que temos demasiados chulos a viver a custa do povo. É sim é a quantidade dos deputados, assistentes e mordomias que este país tá a miséria que está. Se os cortes começarem por aí em vez de mexer no bolso de quem trabalha isto ia para frente. Cortarem com as reformas milionárias e as 2, 3 e 4 reformas que alguns têm...
      Valor dos deputados? Mas qual valor? Ainda acha que têm algum valor? So teria aquele que ajudasse o país não esta corja de chulos... Para irem pro parlamento dormir, pro Facebook e falar merdas... Podiam ficar em casa.... Acho que neste país funciona só contrário... Os que não prestam para as empresas é que vão para o parlamento.... Tristeza de país...

      Eliminar
    2. O mais grave não são os salários, o mais grave é que eles estão lá para distribuir o dinheiro público pelas empresas privadas que representam, e como são muitas, tem que ser muitos.

      Eliminar
  7. É muito importante que se diga que o Ze Tuga, não está nem aí para estes problemas... sabe apenas queixar-se e pouco mais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bem dito.... Sou Português gosto muito de Portugal trabalho em Portugal pra uma companhia Portuguesa, mas infelizmente em Portugal a maior parte do povo só se sabe queixar, porque sim..... Vivemos anos com subsídios europeus e nessa altura ninguém se importou, agora que tem que se pagar a factura toda a gente gosta de ir pra romaria que é o que s faz em Portugal com excelente farnel. Isso é q interessa.... Sim Portugal pode ser um país melhor com um nível de vida melhor, mas o cidadão que se convença que Portugal não tem o Motor económico que a Alemanha. Por isso não esperem ter o mesmo nível de vida de um alemão....

      Eliminar
  8. Revolta-se com temas completamente inúteis. O que é realmente importante, não fazem NADA. Esta é a realidade.

    ResponderEliminar
  9. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK
    http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar