31 maio, 2012

Tribunal de contas conclui: Governo negoceia portagens, contra o estado. Quem vai para a prisão então?

governo roubar povo dar aos ricos scuts
A eles tudo... ao povo... nada!
A auditoria do Tribunal de Contas (TC) chega à conclusão que:
A introdução de portagens foi um mau negócio para o Estado.
as concessionárias ficaram claramente a ganhar

o Estado aceitou assumir os prejuízos das concessões que antes eram da responsabilidade das concessionárias, por imposição dos financiadores.

Para os 9 juízes que assinam a auditoria, as concessionárias dos privados, aproveitaram a introdução das portagens para exigir uma renegociação, ou seja, o negócio estava a correr mal pois as receitas eram baseadas na contagem do tráfego, (quanto mais tráfego mais ganhavam) mas como não havia lucro por não haver tráfego, foram falar com o estado (paizinho) e propuseram-lhe que ele pagasse o prejuízo... ele aceitou... mas ainda foram mais longe... propuseram  que o estado garantisse um lucro fixo de 14%?  O estado, aquela entidade gerida por criminosos, que oferecem o dinheiro do povo aos amigos, aceitou. 
"As concessionárias trocaram receitas baseadas na contagem do tráfego (que estavam em vários casos abaixo do previsto) «por rendas estáveis» baseadas em previsões favoráveis." Os privados passaram a não ter risco mas o estado passou a pagar mais do que antes... e parece que Sócrates e companhia,  mudaram a lei, para poderem fazer isto... chama-se a isto por e dispor de um país para seu beneficio e dos amigos... Precisas de algo fora da lei? Espera aí que a gente muda a lei para te poder dar o dinheiro...

Mais.... 
Para além de detectado o descarado, abuso do dinheiro público, ainda foram detectadas outras ilegalidades. Este assunto está putrefacto desde as origens... 
Se para uns a lei é dura, castradora e injusta, pois não permite construir um galinheiro ou uma marquise, ou um quiosque para sustentar uma família... 
Para os grandes... a lei é uma doce nulidade... que pode ser  pisada, em nome da grande amizade que une os nossos governantes e as empresas que favorecem. 
"Para os contribuintes, as vantagens de colocar portagens são muito menos claras.
2 - O TC diz que não foram avaliados os impactos sociais e económicos para as regiões afetadas, nem se protegeu os direitos e interesses dos utentes. Foram ignorados os custos ambientais, o aumento da sinistralidade ou os custos extra (para as câmaras e Estradas de Portugal) da manutenção das estradas secundárias."
Tipicamente à portuguesa, se quiseres fazer uma marquise porque não tens dinheiro para uma casa maior, tens que cumprir todas as exigências acima referidas... eles fazem mega obras e não cumprem nada...   (Artigo baseado nesta Fonte)
Há 5 anos que o TC anda a dizer o mesmo... fazer justiça é que ninguém faz.

Depois dizem que a crise é por causa dos portugueses terem telemóveis e carros...  esses doidos desvairados cheios de luxos... A crise é por causa dos portugueses viverem à grande e à francesa... esbanjando os milhões, 
Enquanto os políticos, pobres e remediados, poupam e vivem pobremente, 
Enquanto os políticos honestos e sensatos, renegoceiam com muito esforço, contratos para ajudar a poupar o dinheiro público.
Nós povo somos mesmo ingratos e gastadores...
O mais grave é que temos um regime de democracia distorcida, onde tudo é possível para eles e nada é possível para nós, povo. Onde eles podem e mandam e nós calamos e sofremos.
Onde o povo assiste impotente ao saque. 


 Lei 34/87, de 16 de Julho
Lei n.º 34/87, de 16 de Julho CRIMES DA RESPONSABILIDADE DE TITULARES DE CARGOS POLÍTICOS, CAPÍTULO II - Dos crimes de responsabilidade de titular de cargo político em especial, Artigo 7.º - Traição à Pátria: "O titular de cargo político que, com flagrante desvio ou abuso das suas funções OU COM GRAVE VIOLAÇÃO DOS INERENTES DEVERES, ainda que por meio não violento nem de ameaça de violência, tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro, ou submeter a soberania estrangeira, o todo ou uma parte do território português, ofender OU PUSER EM PERIGO A INDEPENDÊNCIA DO PAÍS será punido com prisão de DEZ A QUINZE ANOS."


Mãe de Sócrates, processada por tirar 70 mil euros da conta da neta.

Sócrates mãe processada roubo

A moral dos políticos em Portugal, é algo que vem do berço... É uma filosofia de vida, com raízes genéticas e profundas?

Esta noticia é constrangedora, mas aparentemente real... 
Mãe de Sócrates processada pela neta mais nova, Constança Pinto de Sousa, de oito anos, por ter levantado (roubado) indevidamente dinheiro das contas do pai, da menina, António José Carvalho Pinto de Sousa (falecido). A queixa da menor foi apresentada pela mãe, que é a sua representante legal."Ao que o CM apurou, em causa estarão cerca de 70 mil euros de duas contas tituladas por Maria Adelaide e pelo filho"
Maria Adelaide só teria direito a 50% do valor, uma vez que a outra metade pertenceria às netas, Constança Pinto de Sousa e Ana Maria Pinto de Sousa, de 16 anos, filha do primeiro relacionamento de António, com Sandra dos Santos Campos.
A mãe de Sócrates terá limpo as duas contas nos dias 3 de Outubro e 20 de Novembro de 2011, sendo que a família das netas só deu conta em Março deste ano.
Fonte ligada ao processo garantiu ao CM que quando a mãe de Sócrates movimentou as contas já tinha sido feita a habilitação de herdeiros e os bancos não o podiam ter permitido.
Maria Adelaide é ainda acusada de ter entrado na residência do falecido filho António, sem "autorização das representantes legais das menores [herdeiras do falecido e netas da denunciada]" e ter-se apoderado do "passaporte, da carteira, de relógios e botões de punho em prata e ouro".
Mãe de Sócrates, apesar de viver com uma reforma de 148,56 euros por mês,  comprou um apartamento na rua Braam-camp, em Lisboa, por um valor tributável de 224 mil euros. fonte

Este País, precisa urgentemente, de pessoas com valores...
Alguns exemplos da honestidade de Sócrates: A ganancia não tem limites? 

30 maio, 2012

Sócrates e Paulo Campos pisam a lei e os portugueses. Juiz demite-se.

Uma carta anónima encontrada pela comissão parlamentar de Inquérito (CPI) às Parcerias Público-Privadas tendo uma declaração de voto de um juiz conselheiro do Tribunal de Contas (TC)  revelou que:

O governo de José Sócrates, escondeu documentos fulcrais ao TC, em 2010, para os levar a aprovar 5 contratos de PPP rodoviárias no valor de 10 mil milhões de euros.
Em 2009, o TC recusou o visto, por causa da crise económica, a 6 concessões que lhe foram apresentadas pelo governo de José Sócrates. Pois  violavam a lei por não terem oponentes para se comparar preços. 
Numa segunda fase, arranjaram dois concorrentes, para respeitar a lei (da comparação), mas ridiculamente, ambas as propostas eram mais caras que a primeira...!!!!

29 maio, 2012

A banca continua a arruinar nações com o aval do cidadãos que elegem corruptos.






Uma Menina de 12 anos explicou como os bancos estão a arruinar AS SOCIEDADES. Funcionando como colectores do dinheiro público, para distribuir pelas elites do privado e políticos.
Se uma menina de 12 anos já percebeu que estamos a ser roubados pelo sistema bancário e pelo governo.... porque é que os portugueses ainda não perceberam?

É URGENTE QUE TODOS OS PORTUGUESES ENTENDAM, A CRISE É PROVOCADA PELA GANANCIA DA BANCA QUE EXIGE MAIS E MAIS DINHEIRO AO POVO.LEIAM E DIVULGUEM.A CRISE NÃO TERÁ FIM... ENQUANTO O GOVERNO O PERMITIR E ENQUANTO A BANCA E OS POLÍTICOS GANHAREM MILHÕES COM ISTO. SÃO MUITOS MILHÕES TRANSFERIDOS DIRECTAMENTE DOS NOSSOS IMPOSTOS PARA A BANCA, COM A DESCULPA DE PAGAR JUROS DE EMPRÉSTIMOS ABUSIVOS,O GOVERNO TEM O DIREITO E O DEVER DE POR UM FIM A ESTE ABUSO DESCARADO.


Resumo do video de Victoria Grant...Já se questionaram porque pagamos tantos impostos? Já se questionaram porque razão os bancos estão cada vez mais ricos? (Portugal paga €11 mil EUROS por minuto, só em juros) expresso.
Porque a divida nacional está sempre a aumentar? E porque gastamos tantos milhões por dia, apenas para pagar juros da nossa divida nacional, à banca privada?(O estado português paga 574 milhões de euros de juros à banca mas só pagaria 105 milhões se pudesse financiar-se directamente junto do BCE.)

A conclusão é que o governo e os bancos decidiram aliar-se, para escravizar e roubar o povo. No caso do Canadá a divida sempre foi sustentável, até que o governo decidiu implementar o novo sistema bancário. Como funciona?
Primeiro o estado pede dinheiro aos bancos, a juros crescentes e por isso está sempre a aumentar os impostos e a inflação. Desviando o dinheiro do povo para os lucros dos bancos.
O governo permite ainda que seja legal emprestar dinheiro que não existe, como se explica neste video.
Basta fazer um clic virtual num computador e gerar dinheiro fraudulento. No caso do Canadá vejamos o exemplo, os bancos apenas tem 4.000 milhões mas estão a receber juros de 1.5 biliões emprestados.!!???
Pergunta: se o governo é quem tem a capacidade de criar dinheiro, porque oferece esse privilégio á banca privada? (McGeer e Towers) E depois vai pedir emprestado algo que o parlamento pode produzir?

O parlamento tem o poder de mudar o sistema bancário. 
Se o estado precisa de dinheiro, pede emprestado ao Banco Central do País, dessa forma as pessoas pagariam impostos mais justos. E esses impostos seriam injectados, por sua vez na infraestrutura económica interna e a divida seria cancelada.
Haveria prosperidade real, com dinheiro real na base, em vez de dinheiro-divida que é o que temos.
Quanto ao dinheiro que se deve aos bancos, bastava dizer ao banco central,  que imprimisse o dinheiro em divida, e o devolvesse aos privados, cancelando a divida.
É uma medida que está nas mãos do governo que apenas depende da vontade dele, pois é legal.
É demasiado óbvio que estamos a ser defraudados e roubados pelos bancos e pelo governo.
Que fazer para acabar com este crime? Para que as próximas gerações não vivam uma economia baseada sempre em dividas e escravizadas aos bancos.
  • O governo pode acabar com o excesso de impostos
  • O governo pode acabar com o excesso de peso da divida
  • O governo pode acabar com o regabofe criminoso dos bancos
  • O governo pode aliviar os portugueses da miséria 
  • O governo pode travar a inflação e o desemprego
  • Por esta razão politica e banca, sempre foram muito próximos no intercâmbio de profissionais.
Mais dados sobre o assunto. 
"Ao comprar dívida a juros de 7%, banca portuguesa ataca o país. Francisco Louçã acusou a banca portuguesa de estar a atacar o país através da especulação financeira. O dirigente bloquista salientou que os bancos portugueses emprestaram 350 milhões e vão cobrar 700 milhões de euros."

Mais um artigo... 
"Ao abrigo do artigo 123 do Tratado de Lisboa, os estados membros da União Europeia não podem recorrer ao Banco Central Europeu (BCE) para contrair dívidas, têm de o fazer através dos bancos privados.
Mas a banca financia-se junto do BCE pagando uma taxa de juro de apenas 1% e depois essa mesma banca empresta esse mesmo dinheiro às famílias, às empresas e ao estado cobrando taxas de juros de cerca de 5%.

Por outras palavras, o estado português paga 574 milhões de euros de juros à banca mas só pagaria 105 milhões se podesse financiar-se directamente junto do BCE.

O mesmo se passa com as famílias e as empresas.
Não admira que os quatro grandes da banca privada portuguesa lucraram 4,1 milhões de euros por dia no terceiro trimestre deste ano.
O economista Eugénio Rosa questiona: se não seria justo lançar um imposto sobre estes lucros extraordinários e sem risco da banca? Isto para já não falar no valor real do IRC pago pela banca, que é de cerca de 4,3%.

As medidas sociais e económicas drásticas que os governos tomam para pagar as dívidas, foram na realidade criadas pelos próprios, autorizando a criação monetária privada e a obrigação por partes dos estados a que os empréstimos sejam feitos pela banca privada. São os bancos e os grandes grupos financeiros que mais beneficiam com as crises.
Como dizia Henry Ford: "Ainda bem que as pessoas não compreendem o nosso sistema monetário e bancário, porque, se compreendessem, eu acredito que haveria uma revolução antes do amanhecer." octopedia.

Esta situação é um ciclo vicioso alimentado pelos impostos cada vez mais insustentáveis para os portugueses, pois ainda tem que alimentar outros parasitas.

Mota Engil sugadouro descarado 
SCUTS outro sorvedouro sem vergonha 
ETC ETC ETC, BASTA consultar a coluna à direita com a lista de despesas criminosas que por sua vez levam o estado a pedir emprestado à banca para se endividar cada vez mais em juros.... 




28 maio, 2012

3 milhões na Madeira para amigos, generosidade alheia gerida criminosamente?

corrupção politica ajustes avelino
Noticia do Público, o rei dos ajustes
directos, Avelino Farinha 

Assim de relance, parece uma simples história de sucesso, de uma empresa que vendia flores. Uma história que começa assim:
"Uma pequena empresa de São Vicente que se dedicava a vender plantas, flores e sementes hortícolas foi contratada pelo governo regional da Madeira para trabalhar.... " 
Até aqui nada suspeito, mas logo a história ganha contornos de filme de crime e mistério quando se completa a frase
...  "como empreiteiro nas obras de limpeza e desobstrução na sequência da intempérie que assolou a ilha em fevereiro de 2010." 
Mas o crime aprofunda-se e o mistério desvenda-se...
"Apesar de não ter alvará, a Celeiro Agrícola Trevo Amarelo viu serem-lhe adjudicados três milhões e 100 mil euros em operações de limpeza das zonas sinistradas nos meses seguintes na região e é o caso mais estranho nas denúncias entregues ao Ministério Público e que levaram o DCIAP, em Lisboa, a abrir um inquérito-crime sobre o rescaldo da catástrofe." Semanário Expresso

Manobras tipicas do império João Jardim, não são de estranhar: 
  • 400 mil euros indevidos, médico de João Jardim ou presidente da Junta?
  • Comissário executivo da contratante e sócio-gerente da empresa contratada???
  • Regabofe na Madeira. 3 milhões em enfeites de Natal... e ajustes directos em família.regabofe-na-madeira
  • Alberto J.Jardim dispara em todas as direcções, irracional mas devastador, eis a sua obra:
  • 196 mil em disco party?! Na Madeira.
A Madeira tem sido um sorvedouro de dinheiro, e será normal, que perante tanto dinheiro, sem dono, haja muitos que aproveitem a maré de regabofe, e neste caso a maré das cheias... 
O dinheiro entrou a jorros pela ilha, tal como as águas da chuva nos morros.
Foi o dinheiro dos seguros: Temporal na Madeira já custou 133 milhões às

27 maio, 2012

Capitalismo e banca dominam - versos



Abancado está na Banca,
o Capitalista Banqueiro,
que cioso,guarda o dinheiro,
que é,do Mercado,a alavanca.

Na Banca está o bancário,
mas quem manda no dinheiro,
é o Capitalista Banqueiro,
que sabe como ser usurário.

Almerindo Marques e o seu estranho rasto de destruição.

almerindo cargos favores

3 noticias num espaço de 2 meses, que em separado não parecem estranhas mas que juntas davam uma boa manchete.

Mas o governo não vê nada????? Não acha estranho o percurso de Almerindo Marques?? 
Se ele esteve a trabalhar ao serviço dos interesses do estado, com a obrigação de defender o estado e o povo,  num sector do governo onde pôde favorecer construtoras.... QUE FAVORECEU... JÁ SE SABE, POIS renegociou um contrato para pagarmos mais ao GRUPO ESPÍRITO SANTO, E AGORA DESCARADAMENTE VAI LIDERAR ESSA CONSTRUTORA???  
Que mais é preciso ele fazer para a justiça o deter? Avisar em discurso público que roubou milhões aos portugueses para favorecer um amigo que agora lhe garantirá tachos, e sabe-se lá mais o quê... para assim poder gozar um resto de vida regalada e parasitária???

"A primeira, de 16 de Março, a da renúncia - dois anos antes do termo do seu mandato - de Almerindo Marques à presidência da Estradas de Portugal (para que fora nomeado em 2007 pelo então ministro Mário Lino), declarando ao DE que "no essencial, estava feito o seu trabalho de gestão".
A segunda, de 11 de Maio, a de uma auditoria do Tribunal de Contas à Estradas de Portugal, revelando que, com a renegociação de contratos, a dívida do Estado às concessionárias das SCUT passara de 178 milhões para 10 mil milhões de euros em rendas fixas, dos quais mais de metade (5 400 milhões) coubera ao consórcio Ascendi, liderada pela Mota-Engil e pelo Grupo Espírito Santo.
Mais: que dessa renegociação resultara que o Estado receberá, este ano, 250 milhões de portagens das SCUT e pagará... 650 milhões em rendas. (Negócios ruinosos para o estado)
E a terceira, de há poucos dias, a de que Almerindo Marques irá liderar a "Opway", construtora do Grupo Espírito Santo." fonte

AGORA.... 16/09/012 -  ALMERINDO MARQUES
“Não voltarei a trabalhar no sector público. Não estou interessado em ser considerado gatuno” FONTE

Os que mais lesam o estado e o povo, são os que mais benefícios profissionais e monetários conseguem em Portugal. Quanto mais sujo o seu percurso, mais alto subirá e mais dinheiro terá. É esta a moral da corrupção em Portugal.... o crime compensa. 

Mais aventuras do BES
BES e a Lusófona
BES e os submarinos do Portas
Lusófona e o BES
BES e as grandes obras
Paulo Morais denuncia
As SCUT´s e o BES
BES o Favorito

26 maio, 2012

Portugal tem justiça eficaz para pobres. Ricos prescrevem....

justiça corrupção maçon
A JUSTIÇA PORTUGUESA ESTÁ DE PARABÉNS !!!!!!!!!
Depois de anos e anos a batalhar eis que surgem os primeiros resultados.
  1. · Desde a morte de Francisco Sá Carneiro e do eterno mistério que a rodeia,
  2. · Ao desaparecimento de Madeleine McCann
  3. · Ao caso Casa Pia
  4. . À saída do processo de Paulo Pedroso, sem sequer chegar a julgamento.
  5. · Do caso Portucale - com a ABSOLVIÇÃO de todos os arguidos ???!!! Só mesmo num País terceiro-mundista e corrupto até à medula...
  6. · Da compra dos Submarinos - em Portugal, afinal, não há corrupção, pelo que se prevê sejam todos ABSOLVIDOS…
  7. · Às escutas ao primeiro-ministro
  8. . Ao caso Freeport - EM Portugal só uns pequenos nabos tentam corromper alguém… pelo que,  também aqui serão apenas os gatos-pingados a ser julgados…
  9. . Ao curso tirado a um domingo...
  10. . Às casas que "projectou" na Guarda
  11. . Caso TVI
  12. . Caso Figo - Tagus Park
  13. . À Falência da Empresa de que Sócrates era sócio com Armando Vara.
  14. . À licenciatura de Armando Vara e ascenção meteórica até vice-presidente da CGD e Millennium
  15. · Do caso da Universidade Independente
  16. · Ao caso da Universidade Moderna
  17. · Do Futebol Clube do Porto
  18. · Ao Apito Dourado (Azulado?)
  19. · Da corrupção dos árbitros
  20. · À corrupção dos autarcas
  21. · De Fátima Felgueiras - Grande Povo este… vota-se esmagadoramente nos vigaristas. Afinal, estes autarcas são o espelho desta nação!!!
  22. · A Isaltino Morais
  23. · Da Braga Parques
  24. · Ao grande empresário Bibi
  25. · Das queixas tardias de Catalina Pestana
  26. · Às de João Cravinho
  27. . Do processo Costa Freire / Zézé Beleza (quem não se lembra ?)
  28. · Do miúdo electrocutado no semáforo
  29. · Do outro afogado num parque aquático
  30. · Das crianças assassinadas na Madeira
  31. · Do mistério dos crimes imputados ao padre Frederico
  32. · Do autarca alentejano queimado no seu carro e cuja cabeça foi roubada do Instituto de Medicina Legal
  33. · A miúda desaparecida em Figueira
  34. · As famosas fotografias de Teresa Costa Macedo. Aquelas em que ela reconheceu imensa gente 'importante', jogadores de futebol, milionários, políticos.
  35. · Os crimes de evasão fiscal de Artur Albarran
  36. · Os negócios escuros do grupo Carlyle do senhor Carlucci em Portugal com o inefável Mário Soares.
  37. · O mesmo grupo Carlyle onde labora o ex-ministro Martins da Cruz, apeado por causa de um pequeno crime sem importância, o da cunha para a sua filha.
  38. · E aquele médico do Hospital de Santa Maria, suspeito de ter assassinado doentes por negligência
  39. . O caso BPN e os inefáveis Dias Loureiro, Oliveira e Costa, etc etc.
  40. . O caso Face Oculta, onde o único condenado será o processo. 
  41. O caso do vereador da Câmara de Lisboa  Sá Fernandes 
  42. O caso escandaloso das SCUTS 
  43. O caso de Valentim Loureiro 
Pois é... a justiça portuguesa está de Parabéns!Depois de anos e anos a batalhar eis que surgem os primeiros resultados:

"MULTADO POR GUIAR BURRA EMBRIAGADO"? Um pobre miserável e perigoso condutor coloca em risco o futuro da nação?


O agricultor que há uma semana foi apanhado a conduzir embriagado uma carroça puxada por um burra, na EN 17, em Celorico da Beira, foi condenado, em processo sumário, a pagar 450 euros de multa,
pena que pode ser substituída por trabalho comunitário, (Pois este sr. trabalha e não vive com qualquer subsidio do governo)
Foi-lhe ainda aplicada, como pena acessória, a inibição de conduzir qualquer veículo motorizado por um período de sete meses.
A pena exclui a proibição de o arguido guiar a carroça puxada pela burra, o meio de transporte que mais utiliza, pese embora ter licença, segundo o próprio, para conduzir tractores e motociclos.
Até que enfim.... e em tempo recorde: 8 dias depois julgado e condenado !!!!!!!!!!!!!!
YEAAAAAAAAH!...
Agora sim, sinto-me mais seguro !!!
(Enviado por E.mail )

25 maio, 2012

A refinada humana,pulhice, inventa as mais absurdas razões, para fazer e desfazer Nações,



A refinada humana,pulhice,
inventa as mais absurdas razões,
para fazer e desfazer Nações,
e USA para tal,intriga e sacanice.
O anglo-saxão Imperialismo,
traçou do Médio,as fronteiras,
à fôrça do poder das canhoneiras,
e também do religioso fanatismo.

Porque é que nos dizem que votar é um dever e um direito?

votos dão milhões aos partidos


Todos sabemos que votar é uma farsa.. ou devíamos saber. 
Votar cegamente é uma farsa.
Deveríamos fazer do acto de votar um verdadeiro acto de cidadania, votando informados e de forma justa, livre de qualquer cegueira partidária. Votar, punindo os que lesam o país e premiando os que lutam pelo país, é assim que gradualmente se elimina a corrupção e os corruptos do regime. É assim que funciona nos países menos corruptos do mundo, as pessoas votam nos bons políticos e não no seu "clube" partidário.
Mas em Portugal as pessoas teimam em não participar. Teimam em não punir os maus nem em premiar os bons. E assim ao longo de décadas, os maus políticos proliferaram livremente no poder, sem temer a justiça do voto, pois sabem que os únicos que votam são quase sempre os fanáticos dos seus partidos.Nada nem ninguém se lhes opõe, ninguém os julga, os seus fãs são cegos e lealmente cegos, façam eles o que fizerem.
1º porque votamos nas pessoas que mais mentem e manipulam?
2º porque votamos sem avaliar o currículo ou avaliar o percurso passado de quem escolhemos e do partido que elegemos?
Temos que votar em quem mostra competência, honestidade, ou uma carreira fidedigna.
Mas muitos de nós, votamos crentes nos partidos e suas ideologias, ideologias que nem os militantes já respeitam ou se sentem obrigado a respeitar...

Não te esqueças, vota contra eles, os nossos impostos não podem continuar a sustentar partidos corruptos, e que ainda nos roubam.
Por isso dêem-se ao trabalho, informem-se e saibam quem é que afinal é corrupto e quem é apenas vitima de perseguição por denunciar corrupto.
"Se as próximas legislativas se aproximarem das últimas no número de votos expressos (5,5 milhões) os vários partidos vão receber nos próximos quatro anos qualquer coisa como 69,8 milhões de euros. Durante a última legislatura o PS recebeu anualmente 7,1 milhões; o PSD 4,5; a CDU 1,19; o CDS 1,14; o Bloco de Esquerda um milhão.
Além destes cinco partidos, as próximas eleições legislativas podem trazer uma novidade em termos de financiamento partidário. É que, com as alterações agora introduzidas à lei do financiamento, os partidos que obtenham mais de 25 mil votos podem aceder à subvenção estatal - até agora a barreira estava nos 50 mil.
O que significa que se o PCTP/MRPP de Garcia Pereira e o Partido da Nova Democracia (PND) repetirem os resultados de 2005, terão direito a financiamento. Os 48 mil votos do PCTP valem este ano 151 mil euros; os 40 mil do PND darão direito a 127 mil euros.
Mais dinheiro
As alterações já aprovadas no Parlamento, por unanimidade, quase dobram o valor máximo dos apoios que os partidos podem conseguir dos privados. E este não é o único mecanismo que pode aumentar o financiamento, nomeadamente em campanha eleitoral. A nova legislação estabelece que os partidos em campanha podem agora receber donativos de singulares, até ao limite de 60 IAS por doador (cerca de 25 mil euros)." 
DN
por enquanto, pois eles em breve tratarão de mudar isso com uma lei conveniente e aprovada por unanimidade...

24 maio, 2012

9 milhões de impostos para a tauromaquia/tortura de animais para diversão.

"No ano de 2011 o IFAP atribuiu subsídios no valor de €9.823.004,34 às empresas e membros das famílias da tauromaquia:
No passado dia 21/03/2012 foi publicada no Diário da República a lista dos subsídios atribuídos pelo IFAP no 2.º semestre de 2011, tal como se havia publicado a listagem relativa ao 1.º semestre de 2011 no dia 26/09/2011.

Desde 2006 as famílias da tauromaquia e suas empresas, receberam milhares de Euros, do IFAP, Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas... ou será de parasitas e toureiros?
Ortigão Costa - 1.236.214,63 €
Lupi - 980.437,77 €
Passanha - 735.847,05 €
Palha - 772.579,22 €
Ribeiro Telles - 472.777,55 €
Câmara - 915.637,78 €
Veiga Teixeira - 635.390,94 €
Freixo - 568.929,14 €
Cunhal Patrício - 172.798,71 €
Brito Paes - 441.838,32 €
Pinheiro Caldeira - 125.467,45 €
Dias Coutinho - 389.712,42 €
Cortes de Moura - 313.676,87 €
Rego Botelho - 420.673,80 €
Cardoso Charrua - 80.759,12 €
Romão Moura - 248.378,56 €
Brito Vinhas - 53.686,78 €
Romão Tenório - 283.173,89 €
Sousa Cabral - 318.257,79 €
Varela Crujo - 188.957,35 €
Assunção Coimbra - 330.789,44 €
Murteira - 137.019,76 €

Subsídios em sistema de regabofe? Afinal a economia de Portugal é sustentada pelo estado? É assim que se promove a produtividade? A competitividade? A concorrência leal? Que se desgasta o erário público? Uma lista que se prolonga por dezenas de páginas e onde se podem identificar nomes sonantes da Tauromaquia e seus familiares.
(Se quiser pesquisar os nomes nas listas basta abrir nos links que indico e quando estiver na página carrega nas teclas ctrl+g, que abre um caixa de busca no canto superior da página, depois é só escrever os nomes que quer pesquisar, e estes ficarão assinalados a cor.)
1º Semestre de 2011, 2º Semestre de 2011, 1º Semestre 2012, 2º Semestre 2012.
É assustador... Os poucos que trabalham neste país, e que ainda possuem emprego, são obrigados a sustentar tanto parasitismo?
Isto é uma vergonha, mesmo os que abominam as touradas, mesmo os que passam fome e não podem fugir aos impostos, têm que pagar subsídios a estes senhores... e bem chorudos...? Temos que sustentar luxos da igrejaE subsídios para teatros? Um em cada esquina? Não tens emprego? Tens fome? Abre um teatrinho ou pede subsídios ao IFAP!
Não há carga fiscal que aguente tanta má gestão e parasitismo dos nossos impostos.

Para o caso de querer conhecer mais a fundo, como vivem bem, estes senhores das touradas, que cobram bilhetes caros para torturar animais, mas ainda recebem milhares de euros do estado...

1 - Parte-  2.600.000,00 € dos contribuintes gastos em subsídios para as Touradas nos Açores de 2004 a 2010!!
  • 8.000,00 € - Associação Regional de Criadores de Toiros da Tourada à Corda (Portaria n.º 416/2004 de 6/7)
  • 8.000,00 € - Associação Regional de Criadores de Toiros da Tourada à Corda (Portaria n.º 428/2004 de 1/6)
  • 13.250,00 € - Associação Regional de Criadores de Toiros da Tourada à Corda (Despacho n.º 399/2004 de 25/5)
  • 2.000,00 € - Tertúlia Tauromáquica Terceirense (Despacho n.º 399/2004 de 25/5)
  • 1.000,00 € - Mário Miguel Simão Fernandes Silva – Terceira (Despacho n.º 399/2004 de 25/5)
  • 1.000,00 € - Tiago Sousa Pamplona Reis – Terceira (Despacho n.º 399/2004 de 25/5)
  • 1.000,00 € - Jorge Humberto Ávila Silva – Terceira (Despacho n.º 399/2004 de 25/5)
  • 66.000,00 € - Associação Regional de Criadores de Toiros da Tourada à Corda (Portaria n.º 634/2005 de 13/12)
  • 923,78 € - Luísa de Fátima Dias Cota Rocha – Terceira (Despacho n.º 1212/2005 de 25/10)
  • 1.500,00 € - Tiago Sousa Pamplona Reis – Terceira (Despacho n.º 1212/2005 de 25/10)
  • 1.500,00 € - Tiago Sousa Pamplona Reis – Terceira (Despacho n.º 1212/2005 de 25/10)
  • 250,00 € - Tertúlia Tauromáquica Terceirense (Município de Paia da Vitória em 2006)
  • 1.250,00 € - Tourada Estudantes Sebastião Bendito (Município de Angra do Heroísmo em 2007)
  • 1.000,00 € - Tertúlia Tauromáquica Terceirense (Município de Angra do Heroísmo em 2007)
  • 19.484,00 € - António Manuel da Rocha Ferreira - Aluguer de toiros de lide para Sanjoaninas 2009 (Culturangra)
  • 17.622,60 € - Transporte de 12 cavalos de lide, entre Lisboa e a ilha terceira, Sanjoaninas 2009 (Culturangra)
  • 25.000,00 € - Sanjoanionas 2007 (Listagem 1/2008 de 22/1)
  • 8.740,00 € - Delegação dos Açores da Casa do Pessoal da RTP (Listagemº 1/2008 de 22/1)
  • 109.448,00 € - Associação Regional de Criadores de Toiros da Tourada à Corda (Portaria n.º 491/2008 de 24/7)
  • 45.000,00 € - Associação Regional de Criadores de Toiros da Tourada à Corda (Portaria n.º 225/2008, de 15/4)
  • 12.500,00 € - Casa do Pessoal da RTP da Ilha Terceira (Portaria n.º 486/2008 de 24/7)
  • 250,00 € - Tertúlia Tauromáquica Terceirense (Município de Paia da Vitória em 2008)
  • 2.500,00 € - Tertúlia Tauromáquica Terceirense (Município de Angra do Heroísmo em 2008)
  • 750,00 € - Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande (Município de Paia da Vitória em 2008)
  • 1.000,00 € - Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande (Município de Paia da Vitória em 2008)
  • 22.885,60 € - Sociedade Tauromáquica Progresso Terceirense - Cedência da Praça de Toiros Terceira em 2009
  • 6.000,00 € - Grupo de Forcados Amadores Tertúlia Tauromáquica Terceirense - Sanjoaninas 2009 (Culturangra)
Parte 2º
  • 29.776,00 € - Aluguer de toiros de lide para a Feira de São João, Sanjoaninas 2009 (Culturangra)
  • 60.000,00 € - Contratação do toureiro El Juli para as Sanjoaninas 2009 (Culturangra)
  • 30.000,00 € - Contratação do cavaleiro tauromáquico Vítor Ribeiro, Sanjoaninas 2009 (Culturangra)
  • 24.000,00 € - Contratação do cavaleiro tauromáquico Manuel Lupi para as Sanjoaninas 2009 (Culturangra)
  • 25.000,00 € - Contratação do matador Pedrito de Portugal para as Sanjoaninas 2009 (Culturangra)
  • 25.520,00 € - Contratação do cavaleiro tauromáquico Marcos Tenório Bastinhas para Sanjoaninas 2009 (Culturangra)
  • 18.374,00 € - Oldemiro Mendes Toste - Aluguer de toiros de lide para Sanjoaninas 2009 (Culturangra)
  • 19.484,00 € - António Manuel da Rocha Ferreira - Aluguer de toiros de lide para Sanjoaninas 2009 (Culturangra)
  • 17.622,60 € - Transporte de 12 cavalos de lide, entre Lisboa e a ilha terceira, Sanjoaninas 2009 (Culturangra)
  • 8.000,00 € - Tiago Sousa Pamplona Reis – contratação de toureiros 2009 (Culturangra)
  • 1.452,55 € - Grupo de Forcados Amadores da TTT (Município de Angra do Heroísmo em 2009)
  • 8.350,00 € - Tertúlia Tauromáquica Terceirense (Município de Angra do Heroísmo em 2009)
  • 21.500,00€ - Sociedade Tauromáquica Progresso Terceirense, SA (Culturangra, EEM - Sanjoaninas 2010)
  • 30.228,00 € - António Manuel Rocha Ferreira (11 novilhos para a Feira de São João 2010 – Culturangra)
  • 25.000,00 € - Contratação do cavaleiro Rui Fernandes para Sanjoaninas 2010 (Culturangra)
  • 40.000,00 € - Contratação do cavaleiro Luís Rouxinol para Sanjoaninas 2010 (Culturangra)
  • 25.000,00 € - Contratação do cavaleiro Tiago Carreiras para Sanjoaninas 2010 (Culturangra)
  • 25.000,00 € - Contratação do toureiro José António Ferrera San Marcos para as Sanjoaninas 2010 (Culturangra)
  • 25.000,00 € - Contratação do toureiro Ruben Pinar Rubio para as Sanjoaninas 2010 (Culturangra)
  • 57.500,00 € - Contratação do toureiro Miguel Angél Perera para as Sanjoaninas 2010 (Culturangra)
  • 2.500,00 € - Grupo de Forcados Amadores da TTT (Município de Angra do Heroísmo em 2010)
  • 7.700,00 € - Tertúlia Tauromáquica Terceirense (Município de Angra do Heroísmo em 2010)
  • 1.745.394,30 € - Ganadaria Rego Botelho  (Subsídios do IFAP)
O dinheiro público nas touradas, é legitimo? O que se poderá chamar a isto?
Diário da República, 2.ª série — N.º 185 — 26 de Setembro de 2011:
.CASA PRUDENCIO — SOCIEDADE AGRO -PECUARIA LDA . . . . 33 301,81
. FRANCISCO ANTONIO MOURA ROMAO TENORIO . .. . . . . . 138 534,22
.JOAO ANTONIO ROMAO DE MOURA. . . . . . . . . .. . . . . . . . 42 402,55
Diário da República, 2.ª série — N.º 235 — 6 de Dezembro de 2010
.CASA PRUDENCIO — SOCIEDADE AGRO -PECUARIA LDA . . . . .156.551,63
FRANCISCO ANTONIO MOURA ROMAO TENORIO . . . . . . . . . 41.368,8
Diário da República, 2.ª série — N.º 73 — 15 de Abril de 2010
CASA PRUDENCIO — SOCIEDADE AGRO-PECUARIA LDA . . . . 123 130,27
Diário da República, 2.ª série — N.º 63 — 30 de Março de 2011
CASA PRUDENCIO - SOCIEDADE AGRO-PECUARIA LDA . . . . . . 193 243,46
Diário da República, 2.ª série — N.º 73 — 15 de Abril de 2010
.IRMAOS TOSTE COELHO — SOCIEDADE AGRO PECUARIA LDA . . 35 199,57
Diário da República, 2.ª série — N.º 228 — 24 de Novembro de 2008
CASA PRUDENCIO - SOCIEDADE AGRO-PECUARIA LDA . . . . . . 193 243,46
Diário da República, 2.ª série — N.º 42 — 2 de Março de 2009
CASA PRUDENCIO — SOCIEDADE AGRO-PECUARIA LDA . . . . 263 570,2

NÃO CAIAM MAIS NO RIDÍCULO de DIZER QUE NÃO HÁ SUBSÍDIOS PARA A TAUROMAQUIA EM PORTUGAL!!!

Seguem-se alguns exemplos, porque são milhares, e ao longo de anos e anos, mas ficam apenas alguns.
C.M. de Albufeira 2010
O Município de Albufeira pagou 15.000,00 € à Toiro das Sesmarias - Sociedade de Investimentos Hoteleiros e Similares, SA, para fazer publicidade à IV Grande Corrida RTP Algarve. (contrato de 17/08/2010)

C.M. de Alcochete 
Acta de 25/1/1/2010 -10.000,00 euros para apoio à Direcção do Aposento do Barrete Verde. 
Acta de 01/09/2010 -Subsídio ao Aposento do Barrete Verde 40.000,00 euros mais 5.120,00 euros, montante em falta para perfazer o mesmo valor de 2009.
Acta de 07/07/2010 -Proposta de atribuição de um subsídio ao Aposento do Barrete Verde de 40.000,00 euros. Apesar das dificuldades e da crise económica que o país atravessa, a C.M. irá manter o mesmo montante de 45.000,00 euros mas por motivos de cabimentação, são propostos agora 40.000,00 euros e os restantes 5.000,00 euros em Agosto. Aceite.
Acta de 09/06/2010 -Grupo de Forcados Amadores de Alcochete subsídio de 4.000,00 euros em duas tranches de 2.000,00 euros.
Acta de 12/10/2011 -Subsídio de 3.700,00 euros ao Aposento do Barrete Verde para despesas decorrentes das suas actividades.
Acta de 20/07/2011 -Subsídio de 35.000,00 euros ao Aposento do Barrete Verde.
Acta de 11/05/2011 - Grupo de Forcados Amadores 3.700,00 euros ,Clube Taurino de Alcochete 400,00 euros

C.M. de Aljustrel
Acta de 10/08/2011 - Irmandade Misericórdia N. Senhora da Assunção realização da tourada de 15/8/2011 250,00 euros.
Amareleja --A freguesia de Amareleja gastou 11.000,00€ para usar a Praça de Touros de Amareleja durante o ano 2010, pagos à Gestoiro Eventos, Lda em 16/07/2010.

C.M. de Arronches
Acta de 28/03/2011-Associação Cultural de Arronches "Amigos da Festa Brava" festival tauromáquico a favor do fundo de assistência do grupo de forcados 1.000,00 euros.
Acta de 23/05/2011- 8.000,00 euros para os Bombeiros organizarem uma tourada.
Acta de 12/09/2011- Câmara paga o policiamento das corridas de touros que devia ser pago pelos "Amigos da Festa Brava". Não é referido o montante.
C.M. de Arruda dos Vinhos
Acta de 05/09/2011- Apoio de 3.075,00 euros ao Piriquita Associação Cultural para largadas de touros.

C.M. da Moita
Acta de 24/09/2010 - Adesão à União de Municípios Taurinos, inscrição 1.000,00 euros, quota mensal 60,00 euros.
Acta de 31/08/2011- 2.300,00 euros para o Grupo Tauromáquico Moitense - entradas e largadas de touros.
Acta de 06/07/2011 --Grupo tauromáquico 750,00 euros.
Acta de 13/04/2011- Grupo de forcados Aposento da Moita 1.100,00 euros
Grupo de forcados da Moita 800,00 euros
Grupo Tauromáquico Moitense 400,00 euros
Clube Taurino da Moita 600,00 euros

Denúncia “Portugal utiliza fundos Europeus para financiar a tauromaquia” – "Dois deputados catalães, Raul Romeva (ICV) e Oriol Junqueras (ERC), pediram hoje à Comissão Europeia para parar o financiamento às instalações taurinas em Portugal com fundos comunitários do desenvolvimento rural."
Os deputados acusam a Portugal de utilizar recursos para obras de desenvolvimento rural em instalações de tourada e preparam já uma série de perguntas a realizar na comissão:
“A Comissão tem conhecimento deste financiamento de instalações para espectáculos tauromáquicos com fundos destinados ao desenvolvimento rural? Considera reprovável que instalações tauromáquicas sejam financiadas com fundos comunitários? A reabilitação desta praça de touros é conforme ao Tratado de Lisboa, nomeadamente às suas disposições relativas ao bem-estar animal? A Comissão tem conhecimento de outras utilizações de fundos europeus em obras e projectos relacionados com a tauromaquia?.”
Para os dois deputados o uso de dinheiro público para financiar a reforma de uma praça de touros “implica uma falta de respeito para com as regiões europeias com maior desigualdade económica e que necessitam de tais fundos para realizar obras de infra-estrutura e projectos necessários”.

Dinheiro Público para escolas privadas de Toureiros?
A Escola do Toureiro José Falcão vai receber da Câmara Municipal de Vila Franca um apoio de 50 mil euros para ajudar a custear as obras de recuperação do Tentadero do Cabo.
Os trabalhos efectuados incluíram aterros e drenagens na zona envolvente para evitar inundações, construção de sanitários, substituição de curros, colocação de 10 burladeros e de novo piso no tentadero. A casa que alberga a escola e a vedação exterior, também foram recuperados num investimento total de 116 mil euros.
Na última reunião, a autarquia decidiu também atribuir um subsídio de 560 euros ao Clube Taurino Vilafranquense para apoio às refeições dos participantes da Semana da Cultura Tauromáquica.
Assento Parlamentar (BE) por Leonardo Silva.
Touradas S.A. Foi anunciado que, por alturas da Feira de Santiago, haveria uma tourada. Esta foi feita com dinheiros públicos, 15.000 € ofertava a Câmara Municipal de Setúbal com o apoio incompreensível do Vereador dos Verdes André Martins para um retrocesso civilizacional.
O Executivo presidido por Maria das Dores Meira visa reabilitar a Praça Carlos Relvas em sistema de Parceria Público Privada, sendo que em 216 000 € investidos pelo privado (Empresa Aplaudir) para gerir o espaço durante 12 anos, 120 000 € vêm do erário público municipal, pago em prestações "suaves" que comprometem os próximos 6 anos, ou seja, este e o próximo executivo.

... que pensar quando se sabe que esta verba permitiria atenuar com alguns dos problemas por que passa, a Associação de Apoio aos Deficientes e Amigos de Setúbal? Esta ainda aguarda resposta para os mais simples auxílios. Uma cadeira de rodas eléctrica custa 2600€, parece-nos que a exigência de apoio para adquirir pelo menos cinco, feita à Presidente, para funcionarem em sistema de partilha. os valores implicados nesta espécie de PPP são pornográficos e socialmente criminosos. Não podem usar o dinheiro de todos setubalenses, para manchar o chão da cidade com bárbaras torturas sobre os animais, nem o podem usar sem critérios sabendo das grandes necessidades desta nossa gente. A Câmara não deve e não tem de pagar mais de metade do investimento privado.
Pelos Animais e pelas Pessoas, não são tempos para usar dinheiros públicos em touradas. Haja decência!

 Câmara Municipal da Moita apoia a Tauromaquia, " aprovou, na sua última reunião pública, a atribuição de subsídios de apoio, no valor total de 3150 euros.
Foram aprovados os respectivos subsídios: Grupo de Forcados Amadores da Moita, 800 euros; Grupo de Forcados Amadores do Aposento da Moita, 1100 euros; Grupo Tauromáquico Moitense, 500 euros e Clube Taurino da Moita, 750 euros. A Câmara Municipal deliberou ainda atribuir um apoio financeiro no valor de 500 euros, à Associação dos Romeiros para a Tradição Moitense."

Câmara Municipal de Santarém gastou 104.763 euros em bilhetes para oferecer para as três corridas de toiros que se realizaram em Junho na Monumental Celestino Graça. A aquisição foi feita à empresa que explora o recinto, a Aplaudir, e os ingressos distribuídos à população através da câmara e das juntas de freguesia.
A aposta do presidente da câmara, Francisco Moita Flores (PSD), em dar vida nova à velha praça de toiros tem sido feita também com a ajuda dos contribuintes, o que motiva críticas do candidato da CDU à presidência da câmara. “Assim é fácil encher praças de toiros. Os 65 mil habitantes do concelho não têm que pagar touradas a 4 ou 5 mil”, diz José Marcelino, referindo que desconhece os critérios para a atribuição dos bilhetes.
São comprados dois mil bilhetes, a preços entre os cinco e os 10 euros, sendo dados mil para serem distribuídos pelas juntas de freguesia. Os restantes são para o município oferecer. Mas os contratos por ajuste directo celebrados entre a autarquia e a empresa revelam números superiores: nas corridas de 6, 10 e 14 de Junho a câmara comprou bilhetes no valor de 33.334 euros, 42.857 euros e 28.572 euros, respectivamente.
Câmara não é uma agência de espectáculos”
Autarquia tem também apoiado as comissões de festas populares neste Verão pagando a contratação de artistas de nomeada. Alguns exemplos: Marco Paulo esteve na Ribeira de Santarém por 19 mil euros; Herman José recebeu 15 mil euros para actuar em Vaqueiros; Quim Barreiros actuou em Pernes e São Vicente do Paúl por 12 mil euros cada concerto; Susana Félix encaixou 15 mil euros para cantar em Abrã; a dupla Miguel e André actuou na Moçarria por 9 mil euros.

Pelas suas contas, a câmara gastou no primeiro semestre de 2009 cerca de um milhão de euros em espectáculos. “Esta não é seguramente a política cultural que pretendemos para o concelho. A Câmara de Santarém não pode ser uma mera agência de espectáculos”, refere.
E acusa o presidente da câmara de “não ter a menor noção do custo do dinheiro”. “Não sabe planear, não sabe controlar-se e as coisas são feitas em cima do joelho”, acrescenta, ressalvando: “Não tenho nada contra os grandes espectáculos, mas têm que se pagar a si próprios”.

Câmara Municipal de Montijo realiza a sua reunião pública, hoje, dia 13 de Maio de 2009
PROPOSTA Nº. 1542/09 – Atribuição de um subsídio à Tertúlia Tauromáquica do Montijo, no valor de € 1.500,00.
Nesta reunião, a Câmara Municipal da Moita aprovou a atribuição de uma verba, no valor global de 2 900 euros, ao Clube Taurino da Moita (600 euros), ao Grupo de Forcados Amadores do Aposento da Moita (1 100 euros), ao Grupo de Forcados Amadores da Moita (800 euros) e ao Grupo Tauromáquico Moitense (400 euros). A atribuição desta verba vem na continuidade do apoio que a Câmara da Moita tem dado a este sector, garantindo o desenvolvimento de diversas iniciativas ligadas à tradição tauromáquica, muito enraizada no concelho da Moita.

Dinheiros Públicos patrocinam Touradas! O uso dos nossos impostos para patrocinar um espectáculo degradante em que o homem maltrata cruelmente os animais.

Num Portugal em que a crise está para ficar, onde há fome e o desemprego aumenta diariamente, continuam alguns a gastar dinheiros públicos sem quaisquer escrúpulos, para o gáudio de um público sedento de ver sangue, tortura e morte de animais.
A Câmara Municipal de Elvas gastou mais de 75.000 Euros, dos quais 65.600 Euros para a aquisição de uma Praça de Touros desmontável para Vila Fernando, também o Município de Portel gastou 74.600 Euros para a compra de uma Praça de Touros amovível, no Alandroal o município gastou 40.000 Euros no aluguer de touros e contratação de Cavaleiros tauromáquicos, dos 92.000 Euros gastos na Azambuja mais de 76.000 foram gastos na aquisição de bilhetes para duas corridas de touros.
Mas os piores exemplos são os de Angra do Heroísmo, que através da Culturangra EEM gastou mais de 275.000 Euros em touradas, a maioria deste dinheiro nas Sanjoaninas de 2009 e da Câmara Municipal de Santarém que só na aquisição de bilhetes para oferta para Touradas e Espectáculos Tauromáquicos dispendeu 168,000 Euros!

Estas ou outras autarquias também gastaram milhares de euros em cada um dos seguintes casos: Na aquisição de ar condicionado para um núcleo tauromáquico, na compra de livros de toureiros, em contratação de touradas, nos cartazes para anunciar as corridas de touros.

ACTA N.º 30 Mandato 2009-2013 Reunião de 29 de Novembro de 2010
AQUISIÇÃO DE BILHETES PARA OFERTA - CORRIDA DE TOIROS DO DIA DEZOITO SETEMBRO DOIS MIL E DEZ – RATIFICAÇÃO
--- Pelo senhor Jaime Santos, Secretário do senhor Vereador António Valente
--- Três - Considerando ainda que a corrida de toiros em questão é organizada em apoio à Santa Casa da Misericórdia de Santarém. ------------------------------------------------------
--- Quatro - Assim, e em virtude da sua importância para o Concelho, deverá a Autarquia proceder à oferta de bilhetes aos funcionários do nosso Município e às Juntas de Freguesia do Concelho, como tem vindo a acontecer em anos e eventos anteriores
ACTA N.º 30 Mandato 2009-2013 Reunião de 29 de Novembro de 2010
pelo que se torna necessário proceder à aquisição de bilhetes. --------------------------------
--- Cinco - Considerando que a Corrida em questão irá realizar-se em recinto da Monumental Celestino Graça que está concessionado à empresa Aplaudir, pela Santa Casa da Misericórdia de Santarém, proprietária do edifício, e que esta é a organizadora do referido evento, possuindo, por isso, os direitos exclusivos de venda de bilhetes, foi-lhes solicitado orçamento referente à aquisição dos bilhetes.
--- Considerando que o preço contratual apresentado na referida proposta é inferior a cinco mil euros, podendo a entidade adjudicante recorrer ao procedimento por ajuste directo, no seu regime simplificado, previsto no artigo cento e vinte e oito do Código dos Contratos Públicos.
--- b) A adjudicação do fornecimento em causa à empresa Aplaudir – Sociedade Unipessoal, Limitada, para a aquisição de bilhetes para a corrida de toiros a realizar no próximo dia dezoito de Setembro, na praça de toiros "Monumental Celestino Graça", no valor total de quatro mil novecentos e cinquenta euros, com IVA incluído à taxa de cinco por cento, distribuídos por bilhetes para os diferentes sectores da praça.

A Protoiro tem a lata de afirmar que o financiamento público é um mito. Milhões de euros dos nossos impostos são gastos a alimentar esta barbaridade e a corja que dela vive. mas alguém acredita que sem esses subsídios as touradas ainda existiam! Eu dou-vos números e factos.
A Associação Portuguesa de Criadores de touros de lide recorre à CAP para obter apoios do Programa de - Desenvolvimento Rural e criou uma empresa que dá pelo nome de Bovibravo com a finalidade de recorrer a ajudas comunitárias.
- Praça de touros de Estremoz: 2,5 milhões de euros para recuperação, 80% dessa verba provem de fundos comunitários.
- Azambuja 600 mil euros para renovar a praça de touros uma vez mais com fundos comunitários.
- Praça de touros de Évora, autarquia gasta 2,5 milhões de euros em obras.
- Em 2009 a Câmara Municipal de Santarém gastou 9.000,00 euros na compra de 200 exemplares do livro "João Patinhas - Um Forcado". O dinheiro entrou nos cofres da Associação de Forcados Amadores de Évora. No mesmo ano, a mesma Câmara, gastou 150.000,00 euros na compra de bilhetes para quatro touradas. Novamente em 2009 dos cofres da Câmara Municipal de Coruche saíram 10.271,43 euros para a empresa de Artes Gráficas César Castelão & Filhos para pagar 500 exemplares do livro "António Telles - 25 Anos de Alternativa, uma Foto-biografia". A juntar a este montante a mesma autarquia paga à "Montra Cultural" a quantia de 23.994,00 euros para a realização de uma exposição do núcleo tauromáquico.
- Em 2010 o Muncípio de Alandroal pagou à Lasix - Eventos Tauromáquicos, Lda a quantia de 7.000,00 euros pela actuação de João Salgueiro na corrida de touros de 6 de Setembro.
- Em 2010 o Município de Vila Real de Santo António contrata um espectáculo tauromáquico em Monte Gordo com a empresa Toirolindo - no montante de 20.000,00 euros.
- Em 13/4/2011 a Câmara Municipal da Moita atribui 2.900 euros de subsídios a várias associações tauromáquicas.
- A Câmara Muncipal de Setúbal apoiou financeiramente a empresa tauromáquica "Aplaudir" para a reabilitação da praça de touros. A autarquia financiará com 20.000 euros anuais a dita empresa durante 6 anos o que perfaz a quantia de 120.000 euros.
- A empresa tauromáquica "Aplaudir Unipessoal" do ex forcado João Pedro Bolota recebeu das Câmaras Municipais de Santarém, Setúbal, Crato e Azambuja cerca de 100.000 euros para financiar touradas. Desde 2009 que esta empresa já recebeu mais de 300.000 euros das Câmaras principalmente através da venda de bilhetes para touradas. Isto é só uma pequena amostra de como os dinheiros públicos são gastos a subsidiar a tauromaquia.”

AJUSTES DIRECTOS A EMPRESAS LIGADAS À TAUROMAQUIA, INTERESSANTE REPARAR QUE ESTAS EMPRESAS SÃO TAMBÉM AS QUE APARECEM NAS LISTAS DAS SUBSIDIADAS PELO IFAP, NAS LISTAS REFERIDAS EM CIMA:
-Dados de ajustes directos feitos pela Culturangra 20-12-2010, N.º Procedimento: 239820
Ajuste Directo, Listagem de entidades adjudicantes
NIF Nome entidade adjudicante 512099499 CULTURANGRA, EEM
Listagem de entidades adjudicatárias
NIF Nome entidade adjudicatária País 512009481 Sociedade Tauromáquica Progresso Terceirense – Promoção de Espectáculos Taurinos, S.A. Portugal
Objecto do contrato: Pagamento do estabelecido em protocolo para utilização de Praça de Toiros da Ilha Terceira durante a Feira de São João, inserida nas Sanjoaninas 2010.
Preço contratual: € 21.500,00
Prazo de execução: 10 dia(s) Local de execução:Portugal - Região Autónoma dos Açores - Angra do Heroismo 

-26-08-2010 N.º Procedimento: 198557 . Tipo: Ajuste Directo
Listagem de entidades adjudicantes NIF Nome entidade adjudicante 512099499 CULTURANGRA, EEM
Listagem de entidades adjudicatárias NIF Nome entidade adjudicatária País
120044412 António Manuel Rocha Ferreira Portugal
Objecto do contrato:Aluguer de 11 novilhos para a Feira de São João 2010 Data da celebração de contrato: € 30.228,00
Local de execução: Portugal - Região Autónoma dos Açores - Angra do Heroismo

-Data de publicação: 26-08-2010 . N.º Procedimento:198584 Tipo: Ajuste Directo . Listagem de entidades adjudicantes
NIF Nome entidade adjudicante 512099499 CULTURANGRA, EEM
Listagem de entidades adjudicatárias NIF Nome entidade adjudicatária País.
192562037 Maria Baldaya Câmara Rego Botelho Mendonça Cunha Portugal
Objecto do contrato:Aluguer de 24 novilhos para Feira de São João 2010, inserida nas Festas Sanjoaninas 2010. Preço contratual: € 33.920,44 Local de execução: Portugal - Região Autónoma dos Açores - Angra do Heroismo.

-Data de publicação: 26-06-2010 N.º Procedimento: 178633 Tipo: Ajuste Directo Listagem de entidades adjudicantes
NIF Nome entidade adjudicante 512099499 CULTURANGRA, EEM
Listagem de entidades adjudicatárias
NIF Nome entidade adjudicatária País
507167058 Sociedade Agrícola Courela da Eira, Lda Portugal
Objecto do contrato: Contratação do cavaleiro Tiago Carreiras para Sanjoaninas 2010
Preço contratual: € 25.000,00 Prazo de execução: 70 dia(s)
Local de execução: Portugal - Região Autónoma dos Açores - Angra do Heroismo

-Data de publicação: 26-06-2010 N.º Procedimento: 178634 Tipo: Ajuste Directo
Listagem de entidades adjudicantes NIF Nome entidade adjudicante 512099499 CULTURANGRA, EEM
Listagem de entidades adjudicatárias NIF Nome entidade adjudicatária País
505700018 Luis Vicente, Lda Portugal
Objecto do contrato:
Contratação do cavaleiro Luís Rouxinol para Sanjoaninas 2010
Preço contratual: € 40.000,00
Prazo de execução: 70 dia(s)
Portugal - Região Autónoma dos Açores - Angra do Heroismo

CASO QUEIRA CONTINUAR POR ESTE MAR DE DESPESISMO CONSULTE ESTE link....Site de denuncia do CAPT

Para além dos subsídios, dos ajustes directos e dos espétaculos com bilhetes pagos, ainda temos os tachos:
Nos termos do disposto nos n.os 5 e 6 do artigo 4.º do Decreto Regulamentar n.º 35/2007, de 29 de Março, determina -se o seguinte:
1 — É criada a Secção de Tauromaquia como secção especializada permanente, no âmbito do Conselho Nacional de Cultura.
2 — A secção de tauromaquia é composta pelos seguintes elementos:
a) O inspector -geral das Actividades Culturais, que preside;
b) O director -geral das Artes;
c) O director -geral de Veterinária ou um representante por ele designado;
d) O director -geral da Saúde ou um representante por ele designado;
e) O bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários ou um representante por ele designado;
f) Um representante da Associação Nacional dos Municípios Portugueses;
g) Um representante do Sindicato Nacional dos Toureiros Portugueses;
h) Um representante da Associação Nacional de Grupos de Forcados;
i)Um representante da Associação Portuguesa de Empresários Tauromáquicos;
j) Um representante da Associação Portuguesa de Criadores de Touros de Lide;
k) Um representante da Associação de Médicos Veterinários com Actividade Taurina;
l) Um representante da Associação Tauromáquica dos Directores de Corrida;
m) Um representante da União Internacional das Cidades e Vilas Taurinas;
n) Três individualidades de reconhecido mérito, tendo em conta a sua experiência e conhecimentos em matérias relacionadas com a tauromaquia.

Em apenas 5 anos (2006-2010) as grandes dinastias da tauromaquia receberam cerca de 31.243.390,52 € em subsídios do IFAP. (Dados recolhidos por um cidadão, que não consegui confirmar, dado que as listas dos subsídios, como puderam ver em cima, contém milhares de beneficiários.)
Mais de 6.000.000,00 € por ano em subsídios para os membros das grandes famílias da tauromaquia!
Passanha – 4.960.467,74 €
Palha – 5.165.790,10 €
Freixo (Herdade Pégoras) – 2.594.321,99 €
Brito Paes – 1.832.844,62 €
Ribeiro Teles – 2.655.121,13 €
Veiga Teixeira – 1.965.438,41€
Cortes de Moura – 872.868,13 €
Rego Botelho – 1.745.394,30 €
Ortigão Costa – 4.844.809,10 €
Romão Moura – 903.535,89 €
Brito Vinhas – 360.681,32 €
Charrua – 288.469,12 €
Câmara – 3.520.995,07 €
Sousa Cabral – 611.391,19 €
Varela Crujo – 766.506,23 €
Lupi – 1.675.751,25 €

UE mantém subsídios a touradas – 
22 Outubro 2014 -Foi hoje votada no Parlamento Europeu uma proposta do eurodeputado holandês Bas Eickhout para que os subsídios concedidos pela União Europeia no âmbito da Política Agrícola Comum deixassem de poder ser utilizados na criação de touros para a tauromaquia. O resultado foi de 323 votos a favor, 309 contra e 58 abstenções, o que não foi suficiente para a aprovação da medida, já que era necessária uma maioria absoluta (377 votos).

23 maio, 2012

A BANCA... em verso



A presente Crise Capitalista,
na terra do Tio Sam flibusteiro,
espalhou-se pelo Mundo inteiro,
devido á Política Imperialista.


Conluiados na mesma Cruzada,
que pretende a mundial Dominação,
com guerras,fome e destruição,
a Banca dá o apoio à cambada.

As prioridades da austeridade selectiva. Os nossos impostos onde andam?

Paulo Portas corrupção exercito

Em Portugal gastam-se milhões em armamento, mas o mais grave ainda é o facto de a maior parte das aquisições estarem envoltas em casos descarados de corrupção, alguns deles já provados nos países que fizeram as vendas e em países que fizeram o mesmo negócio que nós.
Mas em Portugal ninguém sabe de nada, ninguém é responsável por nada, e o dinheiro, fruto da corrupção, não é de ninguém...

Os portugueses têm de saber porque se agrava o deficit.
"O Estado gastou, no ano passado (2011), 296,7 milhões de euros em armas e equipamentos militares.
Ministério da Defesa usou 85% das verbas que tinha disponíveis para esse efeito (que, por sua vez, já tinham sofrido um corte imprevisto de 40% por imposição do Orçamento do Estado).
Força Aérea gastou 57 milhões na compra dos helicópteros EH101 e na participação no projecto cooperativo de construção dos helicópteros NH90.
Marinha 84 milhões de euros, a maior parte do dinheiro na modernização das fragatas Vasco da Gama, manutenção dos hélis Lynx e novas fragatas da Classe M.
O Exército70 milhões deu prioridade às viaturas blindadas de rodas Pandur (36 milhões de euros). O fabricante, no entanto, emitiu duas facturas de mais de 192 milhões de euros de juros de mora, que não foram ainda pagos. O Exército remeteu-as para o Ministério, que está renegociar o contrato das Pandur. Já foram entregues 166 viaturas (das 240 inicialmente previstas).
A prioridade da Força Aérea são os aviões C295M, que vieram substituir os Aviocar e que obrigaram a obras em várias bases áreas." SOL

22 maio, 2012

Como e onde os políticos decidiram tomar Portugal para seu serviço e deleite.

politicos roubaram portugal
Foi muito fácil para os políticos, colocarem Portugal neste caos, e ao serviço dos seus interesses pessoais.
Bastava copiar a constituição de um país decente e teríamos de novo uma real democracia, onde o povo não teria de assistir impotente ao saque dos seus impostos, ao desmantelamento da economia da nação, ao empobrecimento forçado dos que trabalham, ao enriquecimento ilícito dos parasitas.

O que os políticos fizeram aos portugueses, explicado de forma simplista. 
O povo é o Patrão dos políticos (é o que realmente deveríamos ser). Os políticos são os empregados, (é o que realmente eles deveriam ser), do país e do povo. 
Mas a realidade inverteu-se e o quadro actual é este -  os empregados (políticos) da grande empresa (Portugal), decidiram que teriam de ser eles a fazer e a aprovar as normas da empresa...Sem que o patrão se apercebesse mudaram as leis... 
Fácil será calcular o que os empregados fizeram ao patrão, protegidos por essas leis!!! 
Primeiro tiraram-lhe os direitos de interferir. Depois saquearam-no, sem vergonha, sabendo que ele não podia interferir. Tomaram a empresa de assalto.
Decidiram quem ganhava quanto, quem tinha direito a cargos top, quem  ganhava balúrdios e finalmente decidiram que o patrão viveria na miséria, para sobrar mais para eles. Decidiram que eles tinham impunidade, mas o patrão não. Decidiram que eles jamais poderiam deixar de ser ricos e distribuíram o dinheiro da empresa por amigos e família, inventaram reformas, subsídios, para o parasitismo se prolongar até á morte, etc.etc Decidiram que podiam ganhar as eleições, mesmo com votos insignificantes, decidiram que a abstenção é para ser usada em seu proveito. 
O resto da história é sobejamente conhecida... No entanto deixo-os com os factos históricos... pelas palavras de um amigo.
"Este impasse, que todos sentimos, só se desfará - democraticamente - com a constituição de um novo partido político empenhado, em devolver o poder constitucional ao Povo de quem, matreiramente, foi retirado:
Em 1976, foi aprovada pela Assembleia Constituinte (AC) a Constituição da República Portuguesa.
A AC foi eleita democraticamente, pelo voto popular, do mesmo modo que hoje se elege a Assembleia da República, mas expressamente para elaborar a Constituição.
O Grande Golpe terá estado nos números 1 dos artigos 285 e 286, a seguir transcritos:
Artigo 285.º
1.A iniciativa da revisão compete aos Deputados.
Artigo 286.º
1.As alterações da Constituição são aprovadas por maioria de dois terços dos Deputados em

21 maio, 2012

José Seguro veio para nos salvar... Como todos os anteriores Messias políticos... mentirosos.


NESTE VIDEO, José Seguro, o do PS, afirma que quer o governo, ou seja, o poleiro, mas não quer resolver problemas, "quem os criou que os resolva..."
Espero que o Sócrates, o Passos Coelho, o Barroso, o Sampaio, o Santana, o Cavaco, etc, ouçam isto e lhe obedeçam, e venham resolver os problemas ao Seguro.



Decidi fazer a selecção de alguns vídeos que mostram, a forma ridícula, como os políticos do arco da governação, fingem ser protectores do cidadão, manipulando descaradamente, fazendo promessas falsas tudo para obter, em boa verdade, uma vida fácil e regalada, de parasitismo e imoralidade.

20 maio, 2012

Estado portugues demasiado pesado.

Deputados assembleia
Em Portugal precisamos
de muito mais !!!

Aqui está a razão pela qual não se consegue reduzir a despesa, temos excesso de políticos. 

Mas o mais grave é que cada um dos abaixo mencionados, sente-se no direito de colocar mais uns boys e girls para assessor, assistente, etc etc
Mas que por sua vez também se multiplicam como coelhos. 
Por isso em 2007 foi aprovada a lei que permite aos deputados todos terem um assistente particular, apesar de a assembleia ter funcionários permanentes de apoio. 

Estado Português
3 governos no continente e ilhas
333 deputados no continente e ilhas
308 câmaras
4259 freguesias
1770 vereadores
30000 carros
40000(?) fundações e associações
500 assessores em Belém
1284 serviços e institutos públicos
Para a Assembleia da República Portuguesa ter um número de deputados equivalentes à Alemanha, teria de reduzir mais de 50%
O POVO PORTUGUÊS NÃO TEM CAPACIDADE PARA CRIAR RIQUEZA SUFICIENTE, PARA ALIMENTAR ESTA CORJA de PARASITAS. 

19 maio, 2012

Passos Coelho e Sócrates apanhados a roubar ( anedota)

Passos Coelho e Sócrates apanhados  roubar ( anedota)
Passos Coelho decidiu levar o Sócrates a um restaurante muito luxuoso, no qual até os talheres eram de ouro.
De repente, Passos Coelho vê o seu amigo do PS, que andava meio desesperado por dinheiro, roubar duas colheres de ouro e esconder no bolso.
P. Coelho não quis ficar atrás, afinal tinha que manter a sua imagem de espertalhão, decidiu que também ia roubar duas colheres.
Todavia, ficou nervoso (pois estava habituado a que fossem os seus ministros a roubar por ele) e atrapalhou-se e fez barulho demais. 

O Empregado atento, ouviu o barulho e perguntou ao P. Coelho se ele queria alguma coisa.
P. Coelho disse que estava tudo bem que podia ir para a cozinha. 
P. Coelho tentou de novo, mas uma das colheres caiu ao chão.
O Empregado de mesa ouviu outra vez o barulho, aproximou-se de P. Coelho e perguntou, outra vez, se queria algo, já meio desconfiado. 
P. Coelho pensou ... caramba enganei tantos portugueses e não me consigo safar desta? E então como exímio enganador, dissimulado e oportunista, teve uma ideia. Perguntou ao Empregado de mesa:
- Você quer ver eu a fazer truque mágico?
- Sim Sr. P. Coelho. - disse o empregado entusiasmado.
- Então pega nessas duas colheres de ouro e põe-nas no meu bolso.
O Empregado de mesa pegou nas duas colheres e colocou-as no bolso do Sr. P. Coelho.
- OK senhor, e agora?
- Agora conta 1, 2, 3 e elas aparecerão no bolso do meu colega.!!
O empregado assim fez e foi ao bolso de Sócrates confirmar e tirou de lá as 2 colheres.
Sócrates encavacado e o empregado aplaudiram. E PPC saiu mais uma vez feliz e contente com a sua esperteza para roubar e sair inocente.