22 maio, 2012

Como e onde os políticos decidiram tomar Portugal para seu serviço e deleite.

politicos roubaram portugal
Foi muito fácil para os políticos, colocarem Portugal neste caos, e ao serviço dos seus interesses pessoais.
Bastava copiar a constituição de um país decente e teríamos de novo uma real democracia, onde o povo não teria de assistir impotente ao saque dos seus impostos, ao desmantelamento da economia da nação, ao empobrecimento forçado dos que trabalham, ao enriquecimento ilícito dos parasitas.

O que os políticos fizeram aos portugueses, explicado de forma simplista. 
O povo é o Patrão dos políticos (é o que realmente deveríamos ser). Os políticos são os empregados, (é o que realmente eles deveriam ser), do país e do povo. 
Mas a realidade inverteu-se e o quadro actual é este -  os empregados (políticos) da grande empresa (Portugal), decidiram que teriam de ser eles a fazer e a aprovar as normas da empresa...Sem que o patrão se apercebesse mudaram as leis... 
Fácil será calcular o que os empregados fizeram ao patrão, protegidos por essas leis!!! 
Primeiro tiraram-lhe os direitos de interferir. Depois saquearam-no, sem vergonha, sabendo que ele não podia interferir. Tomaram a empresa de assalto.
Decidiram quem ganhava quanto, quem tinha direito a cargos top, quem  ganhava balúrdios e finalmente decidiram que o patrão viveria na miséria, para sobrar mais para eles. Decidiram que eles tinham impunidade, mas o patrão não. Decidiram que eles jamais poderiam deixar de ser ricos e distribuíram o dinheiro da empresa por amigos e família, inventaram reformas, subsídios, para o parasitismo se prolongar até á morte, etc.etc Decidiram que podiam ganhar as eleições, mesmo com votos insignificantes, decidiram que a abstenção é para ser usada em seu proveito. 
O resto da história é sobejamente conhecida... No entanto deixo-os com os factos históricos... pelas palavras de um amigo.
"Este impasse, que todos sentimos, só se desfará - democraticamente - com a constituição de um novo partido político empenhado, em devolver o poder constitucional ao Povo de quem, matreiramente, foi retirado:
Em 1976, foi aprovada pela Assembleia Constituinte (AC) a Constituição da República Portuguesa.
A AC foi eleita democraticamente, pelo voto popular, do mesmo modo que hoje se elege a Assembleia da República, mas expressamente para elaborar a Constituição.
O Grande Golpe terá estado nos números 1 dos artigos 285 e 286, a seguir transcritos:
Artigo 285.º
1.A iniciativa da revisão compete aos Deputados.
Artigo 286.º
1.As alterações da Constituição são aprovadas por maioria de dois terços dos Deputados em
efectividade de funções.
Ou seja, o voto popular foi, afastado para sempre, das revisões constitucionais, permitindo que 2/3 dos deputados a ajeitem, como entendam conveniente, na defesa dos interesses da classe, maquilhando-os de “interesse nacional”.
Ter-se-à criado assim, mais um lobby, enriquecendo à custa dos pagadores de impostos (parvos do costume).
O próximo passo, para repor a democracia, será exigir o sancionamento eleitoral para qualquer revisão constitucional pois, se foi o voto popular quem definiu a constituição original, só a ele poderá ser reconhecida legitimidade para a alterar.
Apenas deste modo - exceptuando actos revolucionários - se poderá impedir os golpes à minoria dominante, que hoje em dia utiliza o nosso voto legislativo, para aumentar e eternizar - constitucionalmente - as suas benesses…" 
Desabafos de um traído.

Se o poder foi retirado ao povo desta forma, definitiva e descarada, em boa verdade... estamos perante uma ditadura. Democracia ("demo+kratos") é um regime de governo em que o poder de tomar importantes decisões políticas está com os cidadãos (povo)...
Alguém acredita que foi o povo que decidiu pagar as dividas de 10 mil milhões do Dias Loureiro e companhia? Alguém acredita que foi o povo que escolheu vender uma das mais rentáveis empresas de Portugal (EDP), a estrangeiros? Alguém acredita que foi o povo que decidiu proteger a TAP, o banco de Portugal, a CGD e a justiça dos cortes salariais? O povo escolheu proteger os ricos para sobrecarregar mais os pobres?.... mas alguém acredita que foi o povo que aceitou renegociar as SCUTS oferecendo milhões aos privados, de mão beijada?? MAS ALGUÉM ACREDITA QUE ISTO É UMA DEMOCRACIA?????
Quando as leis são feitas, alteradas e aprovadas pelos mesmos e para os mesmos, o povo não tem poder e é facilmente subjugado sem que os seus direitos tenham algum valor...
Estamos numa ditadura, à qual chamam democracia, para ver se alguém acredita. Estamos perante um caso grave, de usurpação do poder e da nação. Um punhado de chicos espertos, tomaram de assalto o nosso Portugal... e jamais largarão o poleiro repleto de dinheiro e poder, de mão beijada. 
Apenas com intervenção militar, em defesa do que os militares representam ... o interesse do povo e da nação.  Não a defesa dos interesses da elite que nos saqueia e se protege com a criação de leis à sua medida. Tornando-se impenetráveis e intocáveis, impunes para prosseguirem e aperfeiçoarem a sua fortaleza contra o povo.




22 comentários :

  1. Pois... Agora faça convencer os seus empregados, de que a roubaram a si e a todos nós, gerentes desta tal empresa, Portugal. Estes empregados dizem que não foram eles, foram os outros que já foram despedidos! Agora vejamos os empregados que esta empresa já teve, e quantos foram sérios? Nenhum. Por isso uma empresa que só emprega ladrões! O que lhe acontece? Vai à falência, e fica ao abandono, à espera que um bando de delinquentes lhe chegue o fogo. Eu já disse muitas vezes, que em Portugal não há ninguém competente para governar este país, e quem disser o contrário, mente, ou é cego. Porquê? Porque, em Portugal fala-se muito, há muitos charlatães na TV a falar bonito, mas no fundo, é tudo igual, quando chegam ao poder, logo vêem que é tão fácil roubar, que só um parvo é que não aproveita.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que estes empregados dizem já não tem muito crédito. As pessoas começam a perceber que o saque é transversal a todos os governos. Apenas com o consentimento do PS, PSD e CDS era possível levar a cabo um desfalque como o BPN. Pois todos sabemos que este saque se prolongou por vários governos, e foi finalmente silenciado por este... que como é obvio, mostrou um silencio muito forçado.

      http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/03/o-bpn-albergava-boys-de-varios-partidos.html

      http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/10/maior-roubo-ao-estado-portugues-e.html

      http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/02/vitor-gaspar-em-compadrio-descarado-nao.html

      http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/10/paulo-portas-perdeu-pica-toda-contra-o.html

      Eliminar
    2. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
      A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
      MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

      Eliminar
  2. Se o patrão é o povo! O povo é o culpado. Agora digo eu: Se os empregados são maus e o patrão é cego e não faz nada para que as coisas mudem! Como é possível mudar o sistema? Com o povo que temos, que se acobarda perante situações tão graves, e consente, então não há nada a fazer. Eu fui a manifestações de protesto, fiz reportagem fotográfica e em vídeo, publiquei no facebook e no meu blogue, tive o trabalho, porque sei que as televisões não mostram nada em pormenor! E para quê? ninguém vê, ninguém participa, o que eu vi foi um desinteresse assustador. No 1º de maio, onde é que estavam as pessoas? Num supermercado, à pancada por causa de uma promoção, que tinha que ser naquele dia, na manifestação 12 de maio, dos indignados, em Lisboa 800 pessoas, no Porto muito menos, quase invisível. Então! É porque está tudo bem.

    ResponderEliminar
  3. Excelente post, e excelente observação: ELES aprovam as leis e decidem o que ELES querem, mesmo contra a vontade do povo. Não é de facto democrático.
    Mas a verdade é que como dizia Victor Hugo do século XIX:
    "ENTRE UM GOVERNO QUE FAZ MAL E O POVO QUE O CONSENTE, HÁ UMA CERTA CUMPLICIDADE VERGONHOSA"
    Parabêns pelo blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo apoio. Essa é precisamente a citação que faz o cabeçalho do meu facebook :)
      O povo em parte tem culpa porque apesar de não poder fazer muito, pelo menos podia não ter votado sempre nos que já se sabe que não nos defendem... décadas e décadas de saque não foi suficiente, para os portugueses perceberem? O povo consente...

      Eliminar
  4. Muito bem,Zita.Parabéns.
    Este post e esta forma simples de colocar as coisas,leva a compreensão da engrenagem a todas as pessoas,independentemente da sua capacidade intelectual ou nível de instrução.
    A Zita está a fazer um trabalho meritório.
    Partimos de uma situação desfavorável,com a imprensa nas mãos dos grupos de comunicação com estreitas ligações ao poder corrupto.
    Mas,o agravamento das condições económicas e sociais vai gerar muito descontentamento e as pessoas vão estar mais interessadas em perceber como o paraíso prometido em 74 se tornou num Infernus dantesco.
    Todos nós podemos contribuir um pouco para o esclarecimento recíproco e geral.
    Não veremos resultados imediatos,mas o caminho faz-se caminhando.
    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  5. Um breve comentário.
    Aprecio e felicito o trabalho deste blogue, que vem em seguimento do que há muito idealizava fazê-lo por considerar imperativo e necessário. Com diferenças é certo, mas no essencial cumpre alguns objetivos que me propunha. Parabéns pela audácia e coragem. A liberdade tanto quanto a prudência me aconselha não é um dado adquirido. Existe a defesa e a imunidade para muitos dos criminosos, o mesmo não acontece para com as vítimas e pessoas mais modestas. Por estas razões não circulo na internet com o nome próprio. Partilho da opinião expressa neste post há já algumas décadas mas muito cético quanto a estratégias vulgares para recuperarmos a democracia.
    Manifestações, revoluções, movimentos militares, etc, e até o próprio voto, têm-se revelado meros instrumentos de outros interesses. Afinal tudo isto tem acontecido não passando de “Franchisings” de interesses alheios.
    A opinião pública desde que esclarecida, a meu ver ainda é uma força que poderá reunir e criar condições favoráveis a eventos novos de ações conducentes a uma democracia saudável que nunca a tivemos. É parte do que penso.
    Sendo o conteúdo deste blogue já um patrimônio a meu ver valioso sem paralelo existente que conheça permita-me recomendar-lhe, faça cópia de segurança, mesmo que nunca seja necessária assim faço votos.
    Os meus cumprimentos,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Rogoneto, o facto de ocultar o seu nome na net não o protege de nada, as pessoas são localizadas e identificadas por IP e coordenadas.
      A minha liberdade é muito limitada, apesar de escrever muito a maioria do que escrevo é da responsabilidade de outros órgãos de comunicação, eu apenas coloco as coisas de uma forma mais visível e despida de eufemismos, tentando chegar a mais pessoas.
      Eu não possuo uma equipa de investigação nem uma equipa de advogados nem tenho contactos que me permitam saber coisas novas, apenas me baseio nas noticias da actualidade para depois dar a minha opinião e simplifica-las.

      Obrigado pela sua dica, mas não sei como fazer cópia de segurança???

      Eliminar
    2. Cara Zita,

      Os meus cumprimentos permita-me retribuir-lhe a cordialidade de tratamento.
      Contextualizando o tema da sua referência à minha ocultação do nome na net que não dará qualquer proteção uma vez que as pessoas são localizadas e identificadas por IP e coordenadas, tenho plena consciencia e conhecimento disso.
      Todavia não mudarei de postura e opinião uma vez que os riscos na comunicação não envolvem apenas as entidades com meios e capacidades para essa identificação.
      Quem comunica expõe-se a um universo de “sete biliões” de pessoas com propósitos também na grande maioria ocultos. Basta lembrar como alguns cartonistas dinamarqueses foram forçados a viverem escondidos para segurança própria só por terem publicado um “desenho” que alguem não gostou.
      Há muitos exemplos que não se deseja aconteça em nossas vidas. E como também sabe há muitas situações que nem os bons advogados as sabem resolver.
      Em resumo, em matéria de segurança e riscos facilitar ou expor-se à hostilidade externa não será muito prudente. Mas é apenas a minha opinião e a forma como
      encontrei para com modestos recursos poder falar com alguma tranquilidade para toda a humanidade no interesse comum, denunciando o que numa perspetiva própria pode constituir um rumo perigoso e tomar as iniciativas e ações possíveis adequadas ao contexto.
      “Apesar de escrever muito a maioria do que escrevo é da responsabilidade de outros órgãos de comunicação”. Totalmente de acordo e também será uma excelente atitude.
      Como fazer cópia de segurança??? Bom, não será nada difícil manter em suporte Word ou PDF todo o conteúdo do blogue com a mesma organização
      e respetivos links. Ainda que selecionando o que mais valoriza.
      Isto porque as tecnologias, as legislações nacionias e internacionais por vezes podem surpreender-nos limitando o acesso do público à nossa mensagem.. E caso aconteça o trabalho não se perderá recuperando a informação para publicação de novo se assim o entender.. Camões teria exemplar único dos Lusíadas, e soube defendê-lo para assim perdurar por 500 anos após. Não conheço outra maneira, embora saiba que se possa imaginar outras formatos de cópia.
      Com os meus agradecimentos, felicidades para sí com este seu trabalho que
      nesta data me parece já ter contribuido em muito com efeitos sociais rumo à dignidade.
      Vou continuar atento comentando o que me parecer de oportunidade.

      Eliminar
    3. Bato palmas e concordo ,porque nasci em 1934, e já vi muitas coisas neste país e no mundo !!! A minha experiência de vida, mesmo depois da luta antifascista, passando pelo Aljube e Caxias, fez-me compreender muito melhor como funciona o governo mundial com este sistema implantado desde quase a criação do homem ; a democracia é uma invenção humana para tirar o livre arbítrio ao homem e poder subjuga-lo ao jogo da natureza !... As leis naturais são implacáveis e ninguém as pode vencer ...as leis dos homens podem ser modificadas e adaptadas às diversas maneiras organizadas de viver, conforme o grau de instrução e educação que a sociedade proporcionou, mas quando as leis naturais são subvertidas as consequências começam a ser visíveis e a partir daí as tragédias podem acabar com a própria civilização existente !!! Quem conhece a história da humanidade sabe bem do que estou escrevendo !.Quantas civilizações já acabaram por muito menos do que se está a passar neste mundo hoje ? A degradação humana está num ponto tal em que os valores civilizacionais estão tão baixos que pouco resta para salvar ...o Egoísmo e a Prepotência conseguem anular a Solidariedade entre os povos ,começando no indivíduo ,na família, no país, nos continentes e no mundo !!! Quem nasce, cresce , vive e morre sem saber o que veio aqui a fazer a este mundo é que ainda não parou um pouco para pensar e poder compreender como a natureza funciona !!!ao donos do mundo e o seu governo global agradecem a ignorância !!!

      Eliminar
  6. Parabens Zita... e bem ajam os esclarecidos (poucos) deste pobre País... continue... apoiarei .. e divulgarei....
    Pedro Dias

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Pedro, creio que todos devemos aliar-nos a esclarecer este povo obtuso que ainda vota em criminosos.

      Este Blog pode ser uma ajuda nessa divulgação.

      Eliminar
  7. Meus irmãos portugueses; Me sinto indignado devido o que acontece em seu país. Achava que esse tipo de político só tinha no Brasil.
    Vamos rezar e pedir a Deus que nos proteja, contra esse grande mal, que nos afeta na nossa vida social.
    Sou solidário a vocês amigos. Vamos acabar com esses destruidores de sonhos, nas próximas eleições.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era bom era mas o povo português já tem quase 60% de abstencionistas e desta forma ganham sempre os ditadores criminosos... PSD; PS; CDS

      Eliminar
  8. Eu,um simples operário emigrante na Holanda desde 1964 e já velho (88anos),direi simplesmente que os pulhas,os velhacos,os cínicos, os hipócritas,os vigaristas da Alta,da Média,da Pequena Burguesia e até mesmo gente da Plebe,que sabiam como tirar o melhor partido da Ditadura clerical-fascista do Estado Novo,agora em liberdade e democracia e com o Liberalismo económico em que cada qual se safa como pode,ÊLES,seus apaniguados e «filhos da mesma escola»,muito melhor sabem como tirar o melhor partido desta Situação.Sòmente os bem intencionados ou os palermas como eu,é que foram,são e serão sempre as eternas vítimas.E não esquecer que ÊLES estão a vingar-se do 25 de Abril.

    ResponderEliminar
  9. Excelente post

    Vou colocar num grupo que foi criado no facebook pois resume muito bem a nossa realidade.
    Caso tenha curiosidade o grupo é o seguinte:
    https://www.facebook.com/groups/277244222389660/

    Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo interesse, já pedi para aderir ao grupo.

      Eliminar
    2. Obrigado

      É preciso que pessoas de iniciativa e com clareza se unam num objectivo para que algo possa mudar.

      Eliminar
    3. Posso perguntar com que nome solicitou adesão, não consigo identificar.

      Obrigado

      Eliminar
  10. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar
  11. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar