11 outubro, 2011

SAQUE E EXTORSÃO NAS SCUTS E NOS JUROS AO ESTADO.

Cavaco Silva esconde saques

Para não variar o estado brinda-nos quotidianamente com as suas incompetências flagrantes e o seu saque disfarçado de luta contra a crise... que mais parece uma luta contra o povo... 
Estes são mais uns exemplos, que provam que os nossos sacrifícios não servem o nobre fim de salvar o país, servem apenas o sujo e triste projecto de enriquecer as nossas elites, os nossos políticos e ex-políticos, agora armados em gestores, como se pode ver aquiou aqui.
Paulo Morais expõe nas citações que se seguem, a realidade que está à vista de todos mas que muitos teimam em não ver. As SCUTS já estão pagas há muito, nós ja fomos obrigados a pagar as SCUTS pelo menos 3 vezes...senão veja

OS DONOS DO REGIME saqueiam o povo fingindo que financiam o estado. A banca e a construção civil, roubam, mas com o apoio e incentivo dos nossos governantes.
"A cobrança de portagens nas SCUT, ao ser implementada, é claramente imoral. Ao longo dos anos, sucessivos governos garantiram-nos que as SCUT seriam pagas inicialmente por fundos europeus (paga 1 vez), mais tarde através de uma componente do imposto sobre produtos petrolíferos(paga 2 vezes) e, bem mais recentemente, em 2005 e já com Sócrates, com as receitas provenientes do aumento do IVA.( paga 3 vezes) De mentira em mentira, até hoje. Continuam a esconder-nos que o contrato celebrado é ruinoso, pois garante às concessionárias rentabilidades da ordem de 14% e permite ainda, nos próximos anos, um crescimento das tarifas muito para além da inflação." Este calamitoso negócio para o Estado só tem paralelo com o modelo de financiamento da dívida pública, com recurso a juros usurários da ordem dos 6. O Governo poderia colocar dívida no mercado interno, através de títulos do Tesouro, desde que estes fossem remunerados de forma atractiva. Mas não, opta por recorrer a empréstimos junto dos bancos, pagando-lhes juros de seis por cento, quando aqueles se financiam junto do Banco Central Europeu a um por cento. A consequência imediata é a de que, por causa dos juros, o défice se agrava exponencialmente. E, além disso, escasseia o financiamento para as empresas. Seca-se assim o investimento privado, provocando uma recessão na economia.Os donos do regime, bancos e construtoras, exultam. Para garantir ao sector financeiro o negócio chorudo e sem risco que é o de financiar o Estado, aumenta-se o IVA e reduzem-se os salários a centenas de milhares de portugueses. Para satisfazer a gula das construtoras, aplicam-se novas portagens." fonte
É apenas mais um exemplo que aparentando incompetência grave e danosa trata-se afinal de exploração do povo e usurpação de dinheiros públicos.
Para os mais distraídos poderia pensar-se - " Mas que cambada de incompetentes que não sabem negociar os juros dos bancos... nem sabem fazer contratos lucrativos com as concessionárias das SCUT..." desenganem-se, não é incompetência, é apenas corrupção, rapinagem, saque, exploração, enriquecimento ilícito e outros derivados.

"A Comissão Europeia acabou por considerar que a cobrança de portagens nas antigas autoestradas "Sem Custo para os Utilizadores" é ilegal e alerta que se Portugal não alterar as normas que violam o direito comunitário, enviará o caso para o Tribunal de Justiça da União Europeia. 
Para Ricardo Oliveira, sócio da PLMJ da Área de Prática de Direito Europeu e da Concorrência, o parecer de Bruxelas deverá ter o mesmo impacto em todas as SCUT, uma vez que "a legislação em causa é de caráter geral, embora a Comissão deva presumivelmente estar mais preocupada com as SCUT que sejam mais utilizadas por cidadãos de outros Estados membros que se desloquem a Portugal, em particular as próximas da fronteira com Espanha"." fonte

"Cada um de nós, por cada quilómetro percorrido, em SCUT ou em caminho de cabras, paga, só através do imposto sobre produtos petrolíferos, uma média de 13 cêntimos. Onde pára todo esse dinheiro?
Nas SCUT, como em todas as parcerias público-privadas, os políticos que nos dirigem privatizam lucros, garantem rendas a empresários insaciáveis, enquanto oferecem ao povo o risco e os prejuízos.
Basta! Com o nível de impostos rodoviários que temos, com a afectação de parte do IVA para pagar SCUT" , a intenção de cobrar portagens é literalmente um roubo. Ainda vão inventar mais qualquer coisa para cobrar nas estradas para engordar parasitas, porque nestes governos gananciosos o dinheiro é sempre pouco e qualquer desculpa serve para extorquir dinheiro ao português manso.
  1. Autoestradas nacionais perdem 14% de tráfego
  2. Governo negoceia corte nos pagamentos às concessionárias das ex-SCUT
  3. Isenções nas ex-SCUT acabam a 30 de junho
  4. Áreas de serviço das ex-SCUT com quebras até 60%
  5. SCUT: "Luto pelo Algarve" antes do início da cobrança (vídeo)
  6. Portagens nas SCUT ameaçam turismo do Centro
  7. Portagens nas SCUT a partir de 8 de dezembro
  8. Cavaco promulga portagens nas SCUT




1 comentário :