19 junho, 2011

Como funcionam os nossos governos, só amigos e família!?

tachos corrupção
 Seja politico em Portugal 

A real função dos governos é defender o interesse dos cidadãos e do país...
Mas em Portugal e outros paraísos de corrupção, isso é apenas uma utopia. Em Portugal lesa-se o cidadão e o interesse nacional para ajudar políticos, famílias e amigos.
TODOS OS GOVERNOS se pautam por uma característica imutável - Trabalhar para si próprios e para os seus compinchas, é a única COISA A QUE SÃO VERDADEIRAMENTE LEAIS.
VEJAMOS COMO OS LAÇOS DE AMIZADE PERMITEM QUE O MÉRITO PROFISSIONAL seja delegado para segundo plano e permite SEREM PAGOS a peso de ouro, PROFISSIONAIS QUE NEM PROVAS PRECISAM PRESTAR... É só entrar.


1 - Ex-ministro António Mexia (actual presidente executivo da EDP) CONTRATOU Pedro Santana Lopes assessor jurídico (MAIS UM JOB) e vai ganhar cerca de 10.000/mês. QUANDO SANTANA LOPES ERA 1º MINISTRO também fez o "favor" ao sr António Mexia de o contratar para ministro. (É assim mesmo amigos é para os tachos, pessoal competente é que não interessa nada. Agora metes-me tu... depois meto-te eu.)

2 -  A Caixa de Previdência e Abono de Família dos Jornalistas é dirigida por uma comissão administrativa cuja presidente é a mãe do ministro António Costa (PS) e de Ricardo Costa, do Expresso. Maria Antónia Palla Assis Santos
O Ministro José António Vieira da Silva (PS) declarou, que esta Caixa manteria o mesmo estatuto! Isso inclui regalias e compensações muito superiores às vigentes na função pública (ADSE), SNS e os outros subsistemas de saúde. (Ajudar a família é uma das primeiras obrigações dos políticos)

3 -  Um quadro superior da GALP, admitido em 2002, saiu com uma indemnização de 290.000 euros, em 2004. Tinha entrado na GALP pela mão de António Mexia (PSD) e saiu de lá para a REFER, quando Mexia passou a ser Ministro das Obras Públicas e Transportes. (Os amigos são para levar para onde quer que se vá. Temos que aproveitar para nos governar-mos a nós)

4 O filho de Miguel Horta e Costa (CDS-PPD), recém licenciado, entrou para lá ( REFER) com 28 anos e a receber, desde logo, 6600 euros mensais. ( Mais uma vez ... Ser politico em Portugal é governar-se a si e aos seus)

5 - Freitas do Amaral foi consultor da empresa, entre 2003 e 2005, por 6350 ros/mês, além de gabinete e seguro de vida no valor de 70 meses de ordenado.

6 - Manuel Queiró (CDS - “o braço direito do Algarve”, casado com Celeste Cardona da Caixa Geral de Depósitos), do PP, era administrador da área de imobiliário (?) . OFERECERAM-LHE 8.000 euros/mês, 15 anos de antiguidade (é o que receberá na hora da saída), pagamento da casa e do colégio dos filhos, entre outras regalias.

7 - Guido Albuquerque, cunhado de Morais Sarmento, foi sacado da ESSO para a GALP. Custo: 17 anos de antiguidade, ordenado de 17.400 euros e seguro de vida igual a 70 meses de ordenado.

8 - Ferreira do Amaral, presidente do Conselho de Administração. Um cargo não executivo (?) era remunerado de forma simbólica: 3.000 euros por mês, pelas presenças. Mas, pouco depois da nomeação, passou a receber PPRs no valor de 10.000 euros, o que dá um ordenado "simbólico" de 13.000 euros...

Outros exemplos avulsos, ainda na GALP:
Um engenheiro agrónomo que foi trabalhar para a área financeira a 10.000 euros por mês;
A especialista em Finanças que foi para Marketing por 9800 euros/mês...
Neste momento, o presidente da Comissão executiva ganha 30.000 euros e os vogais 17.500.
Com os novos aumentos, Murteira Nabo passa de 15.000 para 20.000 euros mensais.
- Cada ministro EM PORTUGAL tem, para seu serviço pessoal e sob as suas ordens directas, uma média de 136 pessoas (entre secretários e subsecretários de estado, chefes de gabinete, funcionários do gabinete, assessores, secretárias e motoristas) e 56 viaturas, apenas CINCO vezes mais que no resto da Europa.
Caso queira continuar esta viagem alucinante pelo reino dos tachos, marcados por incompetências e até crimes, siga este link e mais este.


7 comentários :

  1. e depois disto tudo querem baixar o salario minimo isto é gatunagem nacional.pergunto eu quando é que o povo ACORDA e colocar a justiça a funcionar.Vamos copiar o que aconteceu na Islandia julgar os corruptos colocá-los na prisão e confiscar os bens

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
      A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
      MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

      Eliminar
  2. Preferia copiar a Revolução Francesa...

    ResponderEliminar
  3. poveiro ainda com medo05 outubro, 2014 20:08

    Perante os factos, ABENÇOADO SEJA O SALAZAR que morreu POBRE.

    ResponderEliminar
  4. português sem medo, MAS sem nome...05 outubro, 2014 20:23

    Afinal, a Manuela Ferreira Leite tinha razão quando disse: " precisamos de nova ditadura durante meia dúzia de anos para se colocar tudo em ordem, e depois... logo se vê."

    ResponderEliminar