13 junho, 2011

Arruinar a segurança social é fácil. Os exemplos que em Portugal não se aplicam. Suiça




 Veja a forma como a Suiça evitou a ruína da segurança social, um problema que tem assombrado os portugueses.
Explica-se também que a fórmula utilizada em Portugal, será sempre insustentável. 
Milhares de políticos, funcionários públicos e afins recebem reformas de luxo vitalícias mesmo descontando apenas 6, 7, ou 8 anos uma ínfima percentagem daquilo que irão receber. 
nos últimos 10 ANOS SUBIU 400%  o nrº dos reformados que as exigiram. aqui
Reformas na Suiça com tecto máximo de 1700 euros...
QUEM ESTÁ A FALIR A SEGURANÇA SOCIAL?
As reformas deveriam servir para salvaguardar as pessoas de cair na miséria, quando já não podem trabalhar? Ou servem para continuar a enriquecer aqueles que já têm património e dinheiro para nunca saber o que é a miséria durante várias gerações?
vote ladrões
NA SUÍÇA as reformas não servem propósitos gananciosos e milionários.
Um sistema que poderia servir de exemplo EM PORTUGAL, para que, os que descontam uma vida inteira possam viver com dignidade os últimos anos da sua vida.
MAS QUEM FAZ AS LEIS CONTINUA A PROTEGER as elites com reformas milionárias, que segundo o GOVERNO SUÍÇO, SÃO ESTAS AS RESPONSÁVEIS PELA FALÊNCIA DA SEGURANÇA SOCIAL.

NA segunda parte do video, explicam como funcionam as democracias verdadeiras, onde realmente o estado serve e respeita o povo e a intenção não é servir-se do povo. Em Portugal os políticos fazem tudo para afastar o povo do poder e poderem destruir o país à vontade.


Sem comentários :

Enviar um comentário