11 janeiro, 2013

Governo insiste em cortar o direito de viver a muitos portugueses.

"(...)Pedro Passos Coelho pretende reduzir o número de camas nos hospitais, por via da diminuição do período de internamento e aposta no ambulatório,(...) JN."

"Portugal tem 3,4 camas de hospital por mil habitantes, dos valores mais baixos da UE, revela OCDE.
Comparativamente com os 27 estados-membros da União, Portugal surge em 2010 como um dos 5 países com menos vagas de internamento. 
Seguem-se a Espanha (com 3,2 camas por mil habitantes), a Irlanda (com 3,1), o Reino Unido (3) e a Suécia (2,7).
Alemanha, Áustria, Hungria, República Checa e Lituânia são os 5 países com mais camas hospitalares por habitante." fonte
Aceda aqui ao Mapa Comparativo entre Países > Camas hospitalares per capita

O governo continua a exibir a sua incapacidade de escolher onde deve cortar, e falta de coragem de cortar, onde deve. Não possui a força ou vontade, para proteger aqueles que representa - A  maioria dos portugueses.
"(...) Abebe Selassie, (FMI) disse que a subida da dívida pública (portuguesa) se deve, em grande parte, às parcerias público-privadas (PPP) e das empresas públicas."

Ainda no dia 12/12/12 na TVI, (a partir do minuto 11 deste video) se noticiou, que a Estradas de Portugal, está a endividar-se a uma velocidade insustentável, devido ás rendas que paga diariamente, aos privados, com quem alguns políticos corruptos, assinaram contratos ruinosos das PPP.
Mas o governo continua a brincar ás escondidas, com investigadores, a fazer buscas nas casas dos criminosos, que tiveram anos ao dispor, para apagar as provas, que as pseudo buscas supostamente, encontrariam.
Em vez de tomar medidas imediatas e efectivas, anular as rendas e aliviar as vitimas. Passos Coelho deixa andar, e a situação agrava-se todos os dias, já que o tráfego nas ditas estradas baixou 40%, e continua a baixar. E quanto mais baixa o tráfego, mais cabe ao estado/portugueses, pagar, porque os privados donos do império, possuem o direito divino de jamais ter prejuízo e sempre que houver, o estado comprometeu-se a paga-lo.

Aos 6 minutos, deste video, Medina Carreira,  refere que o caso das PPP, é chocante, uma imoralidade e não se percebe a dificuldade do governo em acabar com isso...  Não se entende que raio de juristas eles têm lá dentro ... Se o estado está falido, deixou de pagar os salários na totalidade... Porque razão o estado falido é obrigado a pagar as PPP e não é obrigado a pagar aos seus assalariados??
Uma entidade falida não tem que cumprir aquilo a que estava obrigado. É a lei.
Sempre que começou a cortar as despesas que prometeu, tropeçava num amigo ou num poderoso e parava...? termina. 

Devemos concluir que existimos em Portugal para sustentar parasitas, insaciáveis?
Mira Amaral, que sabe do que fala, já andou por lá a fazer o mesmo,  afirmou hoje. "«O melhor que os portugueses competentes têm para fazer» é emigrar"

E é assim que o governo continua a sua poda, cortando em quem não deve e onde não deve, para alimentar amigos. Fazendo de Portugal um país insuportável para os cidadãos comuns e um paraíso para os corruptos.
*- Educação: "Governo corta o triplo do que a troika mandou. "
*- SNS: "A ‘troika’ mandou cortar 550 milhões e o Governo cortou mais 650 milhões e este ano vai cortar mais”, sublinhou.
*- Portugal reduziu em mais de 5% dos funcionários públicos entre dezembro de 2011 e setembro de 2012. Superando, assim, em mais do dobro a meta anual imposta pelo memorando da troika. 

* - " Morreram 1200 idosos na área de Lisboa, em 2011 sem assistência médica"
* - "Entre três mil e quatro mil doentes de cancro por ano não fazem tratamento de radioterapia devido à insuficiência deste tipo de equipamentos no País, segundo especialistas ouvidos pelo CM. Na União Humanitária dos Doentes com Cancro, são recebidos diariamente reclamações e protestos de doentes, que se queixam de esperar semanas ou meses por uma consulta de oncologia ou tratamentos.
A denúncia da insuficiência de equipamentos de radioterapia em Portugal surgiu ontem num estudo publicado na prestigiada revista científica ‘Lancet Oncology'.
Segundo a investigação, o nosso país tem uma taxa de 4,6 aparelhos de radioterapia por milhão de habitantes, um número abaixo da média europeia, que é de 5,3. Isto significa que 19 por cento dos tratamentos oncológicos não são realizados."  fonte

DESPESISMO NO SNS
Para inverter a situação recomenda-se, aos nossos caríssimos políticos, um pouco de contenção e vergonha. Os milhões que se gastam no SNS podem ser reduzidos sem sacrificar sempre o cidadão.
"TC critica despesismo injustificado na Saúde 
Em mais uma auditoria, o Tribunal de Contas (TC) volta a falar em desperdícios na Saúde, criticando os cerca de 150 mil euros de prémios pagos a três directores do SUCH. Prémios pagos por objectivos que não se cumpriram, 25 carros distribuídos para fins não apenas profissionais."FONTE


28 comentários :

  1. ZITA,

    Isso dos suicídios é factual?

    É que se isso for verdade há aqui matéria para os incriminar por homicídio por negligência grosseira(ou lá como se chama isso), o que dá cadeia.
    E aqui poderia dar entrada uma acção em tribunal bem séria.



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As imagens não são da minha autoria ou responsabilidade.Contudo a imagem contém as fontes.
      Apesar disso não se pode acreditar em tudo sem investigar mais.
      Temos que ver que a imagem não prova que os suicídios aumentaram mas sim que há muitos suicídios.
      Obviamente, e segundo se sabe, já pesquisei, na Itália e Espanha, os suicídios estão a aumentar, com a crise. Em relação a Portugal ainda não encontrei algo que se possa considerar relevante ao ponto de se associar a crime ou à crise .

      "Em 2011, suicidaram-se mais 53 do que no ano anterior. Só na Polícia houve 19 casos desde 2010. Professores também são profissão de risco." http://sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Interior.aspx?content_id=42916

      Eliminar
    2. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
      A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
      MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK

      http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

      Eliminar
  2. bom dia sra. Zita

    Agora com o relatório destes criminosos dos FMI. As taxas moderadoras, podem chegar a 40€ andam a brincar com a população portuguesa. Para quem ganha 500€, para renda agua, luz e gás. Mais uma consulta de 40€ e alguns medicamentos. Sinceramente vai aumentar o numero de mortos, sem assistência médica. Temos de fazer cair este governo, mas quem tem dinheiro para ir aos hospitais públicos? Mas se é para pagar caro, vale mais ir a clínicas privadas.
    Estes moços do FMI, conhecem lá a realidade de Portugal. O salários praticados nesta república das bananas.
    Digo com toda a fraqueza se tivesse um salário acima de 2.500€ podia pagar taxas moderadoras a 40€ e combustíveis a 2€ o litro. Mas vamos ser sérios nestas questões qual o salário mínimo é 485€, portanto, mais de 70% da população activa ganha em média 600€ não tenham dúvidas.
    É inadmissível pagar 40€ por uma taxa moderadora.

    Os pilares fundamentais de um País estão a desmoronar saúde, educação e justiça.

    Outra questão Como é possível, Portugal é um dos País com mais policias por metro quadro da união europeia, mas ao mesmo tempo é dos Países que tem menos camas nos hospitais para internamentos. Mas Portugal não se justifica ter tantos policias, antes da crise tínhamos um pequena percentagem de assaltos violentos.
    Mas os políticos andam com medo da população, pensa que os polícias servem para alguma coisa. Se houver uma revolta a sério não há polícias que resistem, nem políticos ordinários que escapam à fúria da população indignada.

    Fernando

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema é que muitas vezes os polícias não aparecem para reforçar e garantir a segurança dos cidadãos mais pobres quando se torna necessário. Mas polícias...há e não são poucos!

      Eliminar
  3. Zita, amiga,
    já temos solução:

    http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2013/01/11/ps-ganharia-eleicoes-popularidade-do-presidente-aumenta

    ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lol a solução final, Portugal afunda-se de vez com a colaboração das vitimas e a exibição máxima do poder dos carrascos.
      Portugal no seu melhor, pobres dos que tem que viver neste país, lado a lado com os seus companheiros inimigos.

      José Seguro veio para nos salvar... Como todos os anteriores Messias políticos... mentirosos.
      Resolvi fazer a selecção de alguns vídeos que mostram, a forma ridícula, como os políticos fingem ser protectores do cidadão, manipulando descaradamente, fazendo promessas falsas, etc etc, tudo para obter, em boa verdade, uma vida fácil e regalada, de parasitismo e imoralidade.
      Para aqueles que acreditam que mudar de partido no Governo, resolve os problemas aqui ficam um perspectiva a longo prazo do que muda nos governos, cada vez que se muda de partido.

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/05/jose-seguro-veio-para-nos-salvar-como.html#ixzz2HgVFgh9L

      Eliminar
    2. Zita,
      Mas veja a cumplicidade dos me(r)dia, pois não divulgaram o numero da abstenção.
      Já tenho dito que os merdia são canalha mais infame que os pulhiticos.

      Eliminar
  4. "já temos solução:"

    Eh eh, ah malandro!!!!

    Venha dai o Carlos Zorrilho e Companhia. Agora é que vai ser.....
    Vem ai um novo "choque tecnológico"....


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É de bradar aos céus a falta de coerência dos eleitores. Quem paga somos todos.
      Seremos umas ratazanas incapazes de aprender? Caímos sempre no mesmo erro?
      Um video que pode mudar muitas coisas na tua intenção eleitoral.
      Para os que conhecem o video, Mouseland, e estão desde já com preconceitos partidários, adianto que eu sou apartidária, pelo menos no panorama actual.
      O importante é perceber a essência do video, despidos de preconceitos partidários e embuidos no espírito de cidadãos e humanos, que somos. Retirar do video aquilo que pode ajudar-nos a mudar o estado a que chegou o país.


      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/10/porque-somos-uns-ratos-desgracados-que.html#ixzz2HgVmk1md

      Eliminar
    2. Zita,

      As sondagens são aldrabadas.
      Apesar de a maioria do povo continuar a acreditar nos seus carrascos, as empresas de sondagens fazem parte do sistema Orwelliano em que vivemos.
      Eu nem acredito que eles cheguem a contactar ninguém. Eu nunca recebi uma chamada de uma empresa dessas a perguntar em quem pretendo votar.
      Aquilo é tudo aldrabado.

      Eliminar

    3. Zita,

      Eu acho que as sondagens nem são feitas na realidade. E nem sempre acertam. Só as que são feitas á boca das urnas(essas sim são reais) é que são certeiras. As que são feitas com umas semanas antes das eleições falham bastante.
      Elas são uma forma de condicionar o voto, de encaminhar o eleitores para determinado rumo.
      Qualquer otário sabe que com o descontentamento total neste governos será o PS a ter mais votos, mas não muitos mais pois ainda existe a memória fresca do Socretinismo.

      Eu defendo a abolição total de sondagens. Obrigaria o eleitor a votar pelo programa politico em aí de cada partido e não na condicionante de votar no menos mau para evitar que um outro vença. São uma forma de ajudar a confinar os votos aos mesmos de sempre, os do sistema.


      Eliminar
    4. O programa politico é um calhamaço de centenas de páginas que ninguém entende ou tem coragem de ler. Eu acho que deveria ser obrigatório ninguém votar em criminosos com provas dadas de incompetência e má fé.

      A memória fresquinha do socrates em nada nos salva. Sabe quantos Emails, comentários no facebook, e outros feed-backs recebo a defender o socrates, a ofender-se pelo que divulgo do socrates, a dizer que a culpa é só do passos e vice versa?
      Infelizmente a memória é curta e funciona à base do ROBOT E DO empurra, PS ERRA- VOTAR PSD, PSD ERRA- VOTAR PS... E ASSIM SUCESSIVAMENTE ATÉ AO FINAL DA HISTÓRIA. Não sabem mais... foram muitos anos de treino e de medos do bicho papão "É melhor não arriscar e votar em partidos estranhos, estes são mais seguros" o pavor da ditadura é muito eficaz.

      Eliminar
    5. Zita,

      Há um bom desenho na net para representar essa triste realidade:

      http://www.digdang.com/media/images/the_march_of_tyranny_1419.jpg

      Use-o aqui no blog quando se adequar.

      Eliminar
    6. Era bom que o povo o ouvisse... mas não

      Eliminar
  5. Alternativas? Já ouviram falar do http://pdp.org.pt
    e vários grupos de discussão sobre Democracia Direta Participativa.
    Ex: https://www.facebook.com/groups/vinteseisabril/
    Estão em vigor atualmente na Suiça, Islandia e Uruguai.

    ResponderEliminar
  6. Nós precisamos de um poder político afastado do poder económico.
    Nós precisamos de uma clara separação de poderes.
    Nós precisamos de assumir de vez que não podemos viver sem princípios fundamentais.
    Nós necessitamos de ter um contrato social caríssimo.
    Nós temos de saber de vez com que sectores económicos queremos viver e com que estruturas económicas.
    O País é uma faixa litoral é um território rectangular, com umas ilhas e um mar imenso?
    Em democracia temos de encetar um caminho onde a mentira, a farsa, o opacidade, a corrupção tem um ponto final definitivo.
    ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A RAIZ DE TODO O MAL E O CERNE DA QUESTÃO --- por muitas soluções que se conheçam para Portugal, todas teriam de começar por solucionar o mais grave problema - COMO ACABAR COM O REGIME E O PODER INSTALADO? -- PARA ESTE problema ninguém conhece a solução, e sem ultrapassar este percalço, mais nenhum funcionará.
      Eles jamais abdicarão do glorioso império que demoraram décadas a construir e a proteger

      Eliminar
    2. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
      A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
      MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK

      http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

      Eliminar
  7. «Não sabem mais... foram muitos anos de treino e de medos do bicho papão "É melhor não arriscar e votar em partidos estranhos, estes são mais seguros" o pavor da ditadura é muito eficaz.»

    Certíssimo cara Zita.
    E não pense que é só a "massa simples" que está dopada. Ainda ontem "discutia" com um procurador e o homem acredita piamente que isto precisa é de novas eleiçoes.
    Já nem se lembram do circo eleitoral grego.....
    abraços

    ResponderEliminar
  8. Tenho 33 anos e desde que sou eleitor nunca falhei nenhuma eleição de qualquer tipo, nem nenhum referendo. Mas uma coisa é certa após o 25 de Abril so há 3 partidos de governo PS, PSD e CDS. Portanto é só merda e os deputados são os representantes dos partidos. Todos governavam bem é na oposição que criticam o governo e dizem mentiras que o povo gostava de ouvir. Não andámos a brincar o Paulo da Feiras (o portinhas), estava na oposição criticava o preços dos combustíveis para baixar o ISP. Foi para o poleiro alguém o ouviu acerca de baixar o combustivel?.

    Fernando

    ResponderEliminar
  9. Os meus parabéns aos autores do blog pelo que aqui apresentame denunciam.
    Como sabem, até melhor que eu, situaçã em que o país se encontra é grave, não se compadece com lamentações e com opiniões de circuntância.
    Já aqui se falou em algumas individualidades, pois bem, que comecem a promover debate publicos, conferências,que vão envolvendo a sociedade, criando-se um debate alargado sobre o que é preciso mudar, vamos todos participar com ideias, dando visivilidade a pessoas honestas e competentes para que possam avançar para cargos politicos e afastar aqueles que apenas se querem servir da politica para seu beneficio pessoal e dos grupos económicos que os apoiam.
    Anda o Governo a dizer que ninguem na oposição apresenta propostas alternativas aos cortes já efectuados e às medidas propostas pelo FMI.
    Pois bem, já vi neste blogue muitas medidas alternativas, e era útil ao país que fossem apresentadas e debatidas em publico.
    Haja coragem para avançar com um movimento civico para debater e criar uma identidade programática que sirva com seriedade o povo português.


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O blog é individual, sou apenas eu que publico, com a colaboração de alguns comentadores que assiduamente enriquecem os meus artigos. Sem eles já há muito teria desistido, mas como conto com o apoio de alguns cidadãos que também já estão fartos de ver os politicos serem tratados nunca da forma que mereciam, vamos aguentando por aqui a denunciar a vergonha que eles fazem, para ver se um dia levam o tratamento que merecem.
      Infelizmente fomos educados no sentido de respeitar sem sequer questionar, tudo que fosse doutor, politico ou usasse gravata... e ainda temos milhões de portugueses a obedecer a essas regras de ouro...
      Existem muitos movimentos que já foram criados, de debate, mas infelizmente o povo não possui a capacidade de se organizar. Eles os politicos , já levam décadas de avanço e experiencia na área... nós cidadãos, não estamos preparados para enfrentar uma organização mafiosa que se apoderou da justiça, do nosso dinheiro e do nosso poder.

      Eliminar
    2. Nunca desista Zita!!! Tem muitos leitores sérios e provávelmente só o facto de não possuírem o seu ''dom da palavra''ou quiçá alguma falta de tempo, os abstem de fazerem os comentários mais adequados aos muito importantes temas que apresenta. Lamento que eu seja um desses leitores embora a minha abstenção, neste momento seja por razões diferentes.
      O meu respeito também para os comentadores usuais anónimos e não anónimos pelo contributo que tem dado na denúncia da corrupção, na partilha de interessantíssimas ideias de forma transparente e comprensível para a maior parte dos cidadãos.Têem sido muito elucidativas.

      Reconheço também ser um daqueles que teve uma educação em que foi imposta a obrigação de respeitar todo o tipo de gente com formação superior (ou engravatados) e frequentemente desprezar os de formação nula ou inferior como se de parias indianos se tratassem.
      Mesmo assim e apesar de uma parte significativa dos meus antepassados terem tido uma formação superior, sempre me opus a essa irracional antiquada atitude e a outras estranhas regras de obediência cega mas o resultado amargo não se fez esperar. Piorou mais ainda quando, ainda muito jovem, ao ser quebrada parte da amaldiçoada censura, alguns relatos de guerra e outras grandes injustiças já então em grande escala cometidas contra o pobre povo português e africano me foram dadas a conhecer, invertendo drásticamente a indoutrinação a que a sociedade me tinha sujeitado tornando-me obviamente um verdadeiro inimigo do Estado Novo. Combinei com muitos amigos da época e que partilhavam das mesmas ideias ( e eram muitos) que não deveríamos colaborar com esse maldito governo e não havendo alternativa, abandonar o país pois só assim se poderia fazer alguma coisa que invertesse essa situação, o que após alguma ponderação, todos concordaram.

      A minha expectativa era enorme, a força era muita mas....Acabei por partir sózinho......!!
      Como de costume, à última hora ninguém apareceu!!!!

      Obs. -Ao comparar este pequeno relato pessoal com a situação actual observo com muita tristeza um trágico paralelismo bem conhecido na nossa atrasada, mesquinha e medrosa sociedade portuguesa pois apesar da atual lamentável situação, bem semelhante à de outrora - tudo se diz, tudo se ouve e..... nada se faz ou quer fazer!!!.
      Parece que nada muda com os tempos...

      As minhas desculpas pelo desabafo!!

      Os meus sinceros cumprimentos e agradecimentos para si e para todos os comentadores ativos deste blog que têem corajosamente tentado inverter positivamente o rumo da nossa história.


      Eliminar
    3. Muito obrigada pelo seu apoio, e parabéns pela sua coragem, uma raridade nos dias que correm. Hoje em dia é mais importante pertencer e alinhar-se em rebanhos do que sermos nós próprios e arriscar entrar em conflito com alguém.
      Basta ver que actualmente as pessoas não conseguem viver sem pertencer a grupos em quase todas as áreas da sua vida.
      Há que pertencer a grupos politicos, seitas religiosas, clubes de futebol, o grupo dos fãs da novela X e o grupo de fãs da novela y, os bairristas, os nortenhos e os do sul, os que usam modas dos betinhos, dos punks, dos hippies, enfim , há para todos os gostos. Há que pertencer a algum para se ser aceite.

      Uma das minhas maiores lutas neste blog é precisamente mostrar que devemos assumir quem somos e enfrentar quem nos prejudica. Jamais aceitar tudo apenas para pertencer a algo.
      A outra luta é desmistificar a aura divina que envolve os politicos. Respeitados por milhões de portugueses, por mera ignorância ou porque foram ensinados a adorar os "engravatados" sem questionar a sua competência, a sua honestidade e a sua moral.
      Temos que ter a capacidade de avaliar as pessoas por aquilo que são e não pelo que representam, por aquilo que são e fazem, e não pelo personagem que encarnam.
      A máscara tem que cair, o povo tem que perceber que por trás da personagem que mente, manipula, distorce realidades, beija idosos nas feiras, defende o povo nas campanhas, etc está um ser humano ganancioso, que pretende chegar ao poleiro a qualquer preço, onde desfrutará do poder e dinheiro máximo, dos portugueses e do país.

      Eliminar
  10. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK

    http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar