27 outubro, 2011

Médicos sem fronteiras... No salário!

Médicos sem fronteiras... No salário!
"Médico de hospital público ganhou 10 vezes mais o seu salário base.
De acordo com o ranking de 10 profissionais com melhores remunerações, o médico mais bem pago em 2009 ganhou um total de 744.655,65 euros, o que dá uma quantia mensal superior a 53 mil euros, apesar de a remuneração base mensal ser de 5.523 euros.

O restante auferido por este chefe de serviço do Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio é alcançado com outras remunerações, nomeadamente horas extraordinárias, prevenções, produção adicional, entre outras.
Neste top 10, o ordenado total mais baixo é de 255 mil euros anuais, que perfaz 18 mil euros mensais, quando a remuneração base por mês é de 3.960 euros.

Em 2009, tal como em 2008, o maior número de médicos com as remunerações globais mais elevadas trabalhavam em unidades hospitalares do Alentejo.
Os cinco médicos que mais recebem por unidade ganharam 34 milhões de euros em 2009, mais do dobro de todos os membros dos conselhos de administração de todos os hospitais. fonte

Outro Caso, no reinado de João Jardim...
E ainda o caso dos cirurgiões - 
"Hospital de São João tem 30 cirurgiões que nunca foram ao bloco operatório." Fonte

Já que se estranha tamanho rendimento e não sabe como se pode ter estes ordenados no SNS, passo a informar o método mais fácil e talvez o mais usado. Algumas dicas?...
Ser contratado para fazer algo que poucos fazem.
Tentar fazer o mínimo possível durante anos, para as listas de espera crescerem para níveis humanamente humilhantes para quem está doente, e deixar qualquer cidadão, e o próprio governo, vulnerável e receptivo a tudo que solucione o dantesco quadro.
Forçar um governo a acabar com as ditas listas de espera, onde muitos pacientes são apenas fantasmas, usando a técnica de incentivos, que soma ao salário base.
Colocar todos os que participam nas intervenções de abate à lista de espera a ganhar o dobro para ninguém falar sobre o que se passa.
Operar doentes em lista normal (no ordenado normal, os tais 5 mil euros) entre as 10 e as 12.30h
Operar Doentes em lista especial de espera (pagos ao dobro e extra no ordenado) das 12.30 ate as 17.30h
Ir para casa ás 17.30, cobrando e enganando o contribuinte entre as 12.30 e as 17.30 pois sobrepõe horários.
Este método aprimorado ao longo de anos é praticado em qualquer hospital com lista de espera... ou serviço de transplantes... fonte

A propósito deste escândalo escreveu no Expresso; 
" 744 mil euros, para sermos exactos, foi o montante que um médico algarvio conseguiu arrecadar em 2009 (Jornal de Notícias, 15 de Outubro). Eu já fiz várias contas, e não consigo encaixar este montante. 744.000 a dividir por 14 dá 53.000. É muito, não é? Então agora acrescentem um novo elemento à fórmula: o salário base do dito médico é de 5523 euros. Agora expliquem-me como é que se salta de 5500 euros para 53.000 euros mensais. Como? Horas extraordinárias? Com certeza. Mas, caramba, este médico trabalhou todas as horas de 2009? Não foi a casa? Não dormiu durante aquele ano?"

3 comentários :

  1. Bem,com o neo-Liberalismo e a norma do salve-se
    quem puder» e dado que a profissão de médico é uma profissão liberal tal como a de advogado,é de ver que cada qual puxa a brasa à sua sardinha
    Pois se até os Padres vendem missas,não admira que a saúde pública seja um negócio dentro dum sistema em que é o MERCADO quem mais ordena.
    E a respeito de mercado e de negócios,direi:
    Há quem na taberna venda/vinho para embebedar/
    e o Padre vende no Altar/missas por encomenda.
    Os meus desabafos em poesia/são a forma que tenho à mão/para criticar,dêste mundo cão/
    a pulhice e a velhacaria.

    ResponderEliminar
  2. pois...Salazar continua a ser o centro de atenções no que respeita a honestidade, embora muita coisa má tenha praticado.Mas ladrão não era, e se sabia que alguem procedia mal moralmente estava à pega com ele.Ditadura não! mas Honestidade não morre mesmo que seja enterrada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. TEMOS OS POLITICOS QUE MERECEMOS SOMOS NÓS QUE OS MOLDAMOS
      UM POVO QUE NÃO VOTA NEM SABE USAR O VOTO JAMAIS SERÁ REPRESENTADO, TEMIDO OU SEQUER RESPEITADO E JAMAIS SABOREARÁ AS VANTAGENS DA DEMOCRACIA...
      Em Portugal vence sempre a abstenção e a ignorância e os corruptos.
      O povo não sabe que o voto não serve apenas para votar a favor dos que mais se apoiam, serve também para votar contra os que mais roubam e mentem.
      O critério decisivo da democracia é a possibilidade de votar contra os partidos que há 40 anos destroem o país
      Karl Popper, sobre democracia, responsabilidade e liberdade.
      (…)
      Inicialmente, em Atenas, a democracia foi uma tentativa de não deixar chegar ao poder déspotas, ditadores, tiranos. Esse aspecto é essencial. Não se tratava, pois, de poder popular, mas de controlo popular. O critério decisivo da democracia é – e já era assim em Atenas – a possibilidade de votar contra pessoas, e não a possibilidade de votar a favor de pessoas.
      Foi o que se fez em Atenas com o ostracismo. (…)
      Desde o início que o problema da democracia foi o de encontrar uma via que não permitisse a
      ninguém tornar-se demasiado poderoso. E esse continua a ser o problema da democracia. (…)

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/09/o-criterio-decisivo-da-democracia-e.html#ixzz3qcV7Aoi8

      Eliminar