17 março, 2014

E que tal o governo divulgar o orçamento da corrupção, com gráficos e números coloridos.

orçamento corrupção

Governo publicou o “Orçamento Cidadão”, para resumir e simplificar as 236 páginas de gráficos e números do Orçamento de Estado, e assim responder ás dúvidas dos cidadãos.
"Em que valências é aplicada a despesa pública?
De onde vem a receita do Estado?
Como se distribuem as pensões de velhice?
Em que projecções se baseia o Governo para prever as receitas e as despesas?"
A ideia de lançar este projecto, explicou Paulo Trigo Pereira, surge enquadrada “numa iniciativa de transparência orçamental à escala mundial”, o Open Budget Initiative, para “tornar acessível aos cidadãos o processo orçamental”, com gráficos, quadros coloridos, explicações curtas, informações simplificadas ou um pequeno glossário. fonte


Convém realçar que a ideia de lançar este projecto, é mais uma das tais medidas que ajudam Portugal a subir no rank da Transparência Internacional, o observatório internacional que mede a corrupção. Com estas medidas evita-se ter que parar com a corrupção, evitam ter que fazer leis de combate à corrupção, ou prender corruptos. Ganham pontos, criando este tipo de projectos, que segundo eles, iluminam a transparência. Segundo nós, será mais um site de pseudo transparência, que uma percentagem mínima de pessoas saberá consultar, e que de nada serve, quando é preciso travar a corrupção.
Mais importante e elucidativo era que, para além do orçamento do cidadão, divulgassem "O orçamento da corrupção" a descriminar qual a receita e a despesa da corrupção, com gráficos e números coloridos?

Porque a conclusão do primeiro relatório da UE, sobre a corrupção, afirma que em Portugal, finge-se que se luta contra a corrupção, mas os resultados são nulos.
É comum encontrar-se nos sites das grandes empresas uma secção dedicada à ética e transparência, tudo para subirmos artificialmente no rank, mas sem qualquer eficácia na prática.
Tal como o site das despesas do governo, ou o das nomeações. Um grande passo para a transparência? Sim, deve dar bastantes pontos para não descermos no rank, mas na realidade é apenas um site, sado-masoquista, onde podemos ir consultar a forma como o dinheiro é esbanjado, por vezes de forma criminosa, e em choque, percebemos que não possuímos ferramentas para denunciar, para questionar, ou mesmo para os travar, o despesismo, os boys e o abuso.
Sites que ofendem a democracia, que exibem de forma cruel, o esvair dos nossos impostos, ao mesmo tempo que nos impedem de intervir.
O site das nomeações é outra ofensa, casos de nepotismo detectados descarados, excessivas nomeações, falta de mérito e de currículo, salários que ofendem, etc e depois? Para que serve o site? Para sabermos o quão impotentes somos? O quão desavergonhados eles são?

Eis um exemplo, de uma empresa, que tal como muitas outras, pela simples inclusão no seu site, de uma secção de ética, contribuem para a luta contra a corrupção... na teoria, claro.
SITE DE ÉTICA DA EDP 

1 comentário :

  1. Muito bem mencionado que acaba por ser um lavar de mãos de quem gosta de "mostrar" que faz muito sentado no sofá ou na televisão a "vender" banha da cobra - como sou idoso a banha da cobra do meu tempo de jovem -vendida nas feiras era um espectaculo que os mais novos nem imaginam a quantidade de papalvos que atraí-a.
    Mas devemos ser justos e para quem defende que devemos fazer a papinha e dá-la em doses individuais aos eleitores que deviam ser mais activos e procurarem as soluções activamente quando das consultas eleitorais- agora temos a mais importante a da UE e pelo que vejo os mais activos dos blogs nem uma mera referencia fazem ao que está em causa - quanto muito falam das palhaçadas dos candidatos, que como bem sabemos os que pensam ter lugar cativo nem querem ouvir falar de polémicas que acordem os cordeiros já prontos a tosquiar; mas os eleitores ou tomam as coisas a peito ou fazem o que chefes capangas mandam. Quando vejo as promessas que os peregrinos fazem a nªS. fatima vai-me a esperança a escorrer para o chão,mas quando vejo o entusiasmo que muitos , aqui no blog põem em eliminar as benesses dos polititcos e a corrupção endemica volta-me a esperança de que com inteligencia e entusiasmo eficiente as coisas se compõem. Vamos começar pelas europeias e venham daí as opiniões bem fundamentadas do que é importante discutir e os pros e contras dumas e de outras

    ResponderEliminar