30 novembro, 2011

Relvas quer a massa cinzenta a trabalhar em Portugal, o país onde apenas as cunhas arranjam emprego?

" Relvas quer manter “massa cinzenta” em Portugal defendendo a necessidade de impedir a massa
cinzenta e os jovens de deixarem o país.
"É importante que não retiremos de Portugal a massa crítica e massa cinzenta de qualidade que tem de existir em todo do território nacional", frisou o ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, durante a sessão de apresentação dos trabalhos da Academia RTP." Fonte

"Por dia emigram 408 portugueses. 3,5 milhões de portugueses vivem no estrangeiro. A crise sentida nos últimos anos está a levar cada vez mais pessoas a emigrar."fonte

Mas o cinismo é 
obvio ... Pois todos, neste país desgovernado, sabem há já muito tempo que os empregos, os verdadeiros empregos dignos de pessoas com a tal massa cinzenta, estão há muito tempo reservados despoticamente à elite de políticos e amigos, gestores públicos e assessores, primos e sobrinhos, netos e afilhados, genros avós... uma "massa associativa" criada por uma democracia distorcida, onde o mérito e a "massa cinzenta de qualidade" são insignificantes e postergados.
Desta feita os nossos jovens sentem-se desmotivados e sem perspectivas de alguma vez poderem pertencer ás grandes empresas que determinam o futuro de Portugal e o deles próprios. Sentem que sem cunha dificilmente se terá um emprego e muito menos uma carreira.
Das duas uma... ou atempadamente se inscreveram num partido e cedo ou tarde o futuro será garantido...
Ou então, resta lutar pelos poucos cargos que sobram dos gananciosos políticos e afins, disponíveis democraticamente no mercado de trabalho normal, para ser disputados pelo povo comum.
Para agravar mais ainda a carência de empregos estes prepotentes e incompetentes senhores, chegam ao desplante de ocupar 10, 20, 30 ou mais cargos per capita.
 Mais noticias sobre esta matéria.
1 - "No Brasil, os estrangeiros que mais procuram oportunidades de trabalho são os portugueses. No ano passado, a regularização de passaportes pelo Ministério da Justiça contemplou 276.703 portugueses até junho.
De janeiro a junho deste ano, esse número pulou para 328.826 - 52.123 a mais do que no período anterior. Em seguida, aparecem os bolivianos."Fonte

2 - «Hoje não há praticamente pessoas a entrar em Portugal vindas do exterior», afirmou o secretário de Estado das Comunidades, adiantando que «pode haver um caso ou outro, mas o que há é pessoas a sair. O que é evidente porque não há empregos».
«Pontualmente há emigração mais qualificada. O Canadá e a Austrália têm fluxos migratórios periódicos para gente muito qualificada, mas não é fácil entrar», disse.
Os principais destinos são Suíça, França e Angola, locais procurados por oferecerem oportunidades de emprego, explica o secretário de Estado, acrescentando que também começa a haver procura para o Brasil.e inclui já pessoas de 40 e 50 anos, disse à Lusa o secretário de Estado das Comunidades. sol

6 comentários :

  1. O Ministro ficou com receios agora? Há pouco estava a mandar os jovens para o estrangeiro. Conforme a politica dos Centros de Emprego, de pedir os jovens para emigrarem. Tambem foi a declaração do Secretário do Estado dele.

    Creio que não. E mesmo cinismo total. Até os malucos conseguem ver que mandar os jovens para o estrangeiro é um beco sem saida.

    É obvio que os mais aventureiros, os mais dinamicos e tambem muitos dos mais espertos são dos primeiros a saírem.

    Mais um escandalo :-(

    ResponderEliminar
  2. O mais engraçado, é que enquanto querem alterações às leis do trabalho para mais fácil despedimento, pretendem-no apenas para despedimento dos trabalhadores pouco qualificados ou operariado em geral mais antigo; que já atingiu um nível salarial minimamente decente. Os chamados Quadros, continuam a somar cargos até aos 70 e mais anos. Cinicamente, pretendem convencer-nos que o mal do desemprego jovem está na dificuldade de despedimento, e nos legítimos direitos dos trabalhadores face ao poder do patronato; como se o número de jovens desempregados licenciados não tivesse, como felizmente tem, tão grande expressâo. E felizmente apenas por tantos jovens poderem hoje licenciar-se e qualificar-se. Amanhã...não sei.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
      A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
      MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/03/aristocratas-arrogantes-e-petulantes.html#ixzz4cBcYCbtr

      Eliminar
  3. Caro Larsen, Os primeiros a sair serão certamente os que tem esse perfil... é muito bem visto, só o nosso governo, de vistas curtas, é que não tem essa capacidade. Nesta altura em que já estamos prestes a entregar a autonomia de Portugal aos terroristas financeiros do FMI, penso que era preferível entregar a "gestão" de Portugal a uma equipa de políticos nórdicos, que aí sim parece que ainda existe ética, moral e competência. Tal como se contratam serviços externos para fazer o trabalho público, sugiro que contratem o Bill Gates, ou o governo da Finlândia, ou da Islândia para tratar de meter Portugal na linha.
    (post sobre a perda de soberania portuguesa aqui) http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/10/acrescentar-mais-divida-divida-tornar.html

    ResponderEliminar
  4. É precisamente esse o CINISMO que caracteriza os nossos governos, chamamos-lhe manipulação também, vergam a verdade para justificar medidas ilegítimas e a roçar sempre a injustiça social. Não existe uma postura de gente decente nos governos, como se ser governante implicasse ser sempre má pessoa, mau profissional e cinismo.
    Com a desculpa de pagar a divida fazemos mais dividas, com a desculpa de realizar dinheiro para os cofres do estado, cortam-se direitos essenciais, com a desculpa da crise sobem-se impostos, inventam-se impostos e escondem-se impostos ( como é o caso da EDP e as SCUT´s.)
    http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/10/roubo-e-extorsao-dos-cidadaos-para.html
    http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/10/o-saque-nas-scuts-e-nos-juros-ao-estado.html
    O cumulo dos cúmulos com a desculpa da crise afunda-se Portugal.
    E no cinismo a que nos habituaram, continuam a engordar o monstro que nos consome alimentando os luxos da elite de políticos e afins.

    ResponderEliminar
  5. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar