30 setembro, 2011

A saga continua, milhões da troika ao serviço da má gestão.

Roubar portugal
CONTINUEMOS A VOTAR NOS MESMOS
Em apenas uns dias estas são as noticias que podem resumir o quadro que vivemos, e que mancham a actualidade ensombrando o futuro de Portugal.
São tantos os buracos para tapar que dificilmente as ajudas externas poderão ajudar o país a emergir, quando muito, poderão adiar o seu afundamento.
Serão dizimados milhões de euros em infrutíferas injecções de dinheiro nas empresas públicas, cuja especialidade é dar prejuízo e transformar negócios em ruínas.  Desta forma promove-se o seu habitual,  parasitismo, de há décadas, onde se esgotam os dinheiros do povo e das ajudas externas.
Extractos de noticias abaixo mostram que os buracos não páram de aparecer. E pior que isso, não são tapados, são alimentados e continuam no seu percurso invariavelmente descendente e ruinoso.
Acrescente-se a esta lista recente, o já muito falado buraco da Madeira e BPN e outros que tais... e fica-se apreensivo. A troika esvai-se como é costume. Teremos alguns momentos de ilusória fartura, como quando recebíamos muitos dinheiros europeus, mas quando as fontes externas se esgotam os estragos ficam de novo expostos, temos uma nação arruinada, despesista, e corrompida e isso não há dinheiro que cure. 

1 - "O passivo das 77 empresas do Estado ascendia em Dezembro de 2010 a 38 mil milhões de euros, representando mais de 70% dos activos dessas empresas. fonte 

2 - "O Estado pode ser obrigado a pagar indemnizações de centenas de milhões de euros, caso anule a construção do troço de alta-velocidade ferroviária Poceirão-Caia. Segundo os juristas ouvidos pelo SOL, o Estado terá de compensar os privados não só pelos trabalhos já feitos, mas também pelos lucros cessantes.

3 - Pagamento de 225 milhões de euros da dívida.(RTP) Este investimento é feito depois de as Finanças Públicas já terem feito a aquisição do arquivo da empresa, por 150 milhões de euros.
Segundo dados relativos às contas do primeiro semestre, a RTP tem actualmente um passivo bancário de 717 milhões de euros e os capitais próprios são negativos em cerca de 500 milhões de euros. fonteRTP parasitando sempre. Actualização; RTP renegociada a favor dos privados e contra o estado.

4 - "O Estado vai liquidar a dívida da Fundação para as Comunicações Móveis (FCM), que deverá ultrapassar os 65 milhões de euros, antes de extingui-la.
Criada em 2008 a FCM  ficou responsável pela gestão dos programas de atribuição de computadores portáteis e.escola e e.escolinha., no entanto este valor poderá ascendeu a 73 milhões de euros". fonte

5 - "O secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, disse hoje que o Estado «não pode viver com níveis de absentismo nas empresas públicas 5 a 6 vezes superior ao sector privado». fonte

6 -"Marinho Pinto apelou ainda ao Governo para que cumpra os seus "compromissos" o acesso dos cidadãos mais carenciados à Justiça e aos tribunais" tem de ser pago.
Estado deve hoje, segundo declarações do bastonário da Ordem dos Advogados, 25 milhões de euros aos advogados que prestam apoio judiciário, relativos aos honorários dos primeiros cinco meses de 2011.  fonte

7 - "A Caixa Geral de Aposentações (CGA) vai pagar, a partir de Julho, mais 30 reformas acima de 4 mil euros, oito das quais superam os 5 mil euros. Assim, e segundo os cálculos feitos pelo i com base nas listas mensais da CGA, desde Janeiro já foram atribuídas 276 reformas milionárias (173 acima de 4 mil euros e 79 superiores a 5 mil euros). Representa um crescimento de 64% face ao mesmo período de 2010." fonte 
"Neste momento, ao todo, existem 5.448 Reformados do Estado com pensões de luxo, 4 mil euros. Feitas as contas, estas reformas custam à caixa Geral de Aposentações (CGA) cerca de 20 milhões de euros por mês, o que dá ao fim do ano perto de 285 milhões de euros, se ao valor da reforma somarmos os subsídios de férias e de Natal. "fonte,  O descalabro da corrida ao ouro... do povo, não deixam nada para os velhos do futuro.

8 - A dívida acumulada pela gestora das infraestruturas ferroviárias já supera seis mil milhões de euros.
No último ano, as empresas públicas não-financeiras somaram um passivo de 32,4 mil milhões de euros.

9 - A Parque Escolar, agravou a dívida em 379,8% durante o último ano. Desta forma, a Parque Escolar fechou o exercício de 2010 com uma dívida global de quase 666 milhões de euros, 527 milhões acima do patamar do ano anterior.

10 - No ano passado, a gestora do Parque das Nações encerrou com uma dívida de cerca de 289 milhões de euros, mais 5,7% que no exercício de 2009.

11 - No lote de empresas públicas não-financeiras obrigadas ao limite de 7%, a Transtejo foi outra que ignorou esta limitação, elevando a dívida em 18%, de cerca de 103 milhões para 121 milhões de euros. fonte

12 - A gestão danosa do Centro Hospitalar do Médio Tejo, já causou um buraco financeiro de 47 milhões de euros, só em em 2009 e 2010, anuncia uma auditoria da Inspecção Geral das Finanças.
Uma das revelações mais curiosas desta auditoria é o facto de haver médicos que recebem 75 euros só na hora de almoço. fonte

13 - Os prejuízos acumulados dos hospitais públicos já atingem 1341 milhões €fonteE muitos mais prejuízos se avistam com a gestão criminosa do património da nação.

14 - Estado renegoceia concessões ruinosas oferecendo dinheiro público aos privados. 


29 setembro, 2011

Esgota-se o dinheiro da TROIKA a pagar dividas de maus gestores.

Empresas públicas prejuízo corrupção
"O passivo das 77 empresas do Estado ascendia em Dezembro de 2010 a 38 mil milhões de euros."
Isto é apenas a prova de que as empresas públicas são muito bem geridas. Vergonhosamente quase todas apresentam prejuízos elevados, no entanto os seus gestores sempre foram premiados pela má gestão, com salários muito acima dos gestores que dão lucro, premiados com aumentos, bónus e muitas regalias inerentes como neste caso.
A melhor forma de explicar esta estúpida gestão do dinheiro público, ruinosamente, é a RTP. Ao longo dos anos esta empresa foi subsidiada, com valores que rondavam os 260 milhões/ano, contudo e conforme noticia os anexos em baixo, têm dividas de 717 milhões de euros?
Se as TV´s privadas, sem roubarem 260 milhões ao povo, conseguem dar lucro, porque razão a RTP com os 260 milhões oferecidos de mão beijada e roubados ao povo, mais as taxas audiovisuais que perfaz 140 milhões, também rapinados ao povo, mais as diversas protecções legais, assim como direitos especiais, consegue dar prejuízo???? 
Mas como se isto não bastasse para ensinar uma lição, o governo decide, que já não vai privatizar a RTP, apesar de querer privatizar empresas que ainda dão algum lucro como a REN e os CTT!
Talvez porque estas empresas, CTT e REN, não tem concorrência, e portanto ninguém que se oponha á sua privatização, já os concorrentes da RTP devem ter mostrado ao nosso governo que não gostavam muito de ter mais um concorrente. Sendo assim os interesses do privado e dos políticos, sobrepõem-se mais uma vez ao interesse na nação. Não fosse a nossa elite politica conhecida por manter a sua carreira bivalente entre a politica e os negócios.
Medidas de eficácia duvidosa são as apresentadas pelo Ministro, que visam usar outros canais para o famoso serviço público, aquele serviço que a única coisa que tem de público é o dinheiro que recebem com a desculpa de prestarem serviço público.
ANEXOS E CITAÇÕES "O passivo das 77 empresas Estado ascendia em Dezembro de 2010 a 38 mil milhões de euros, representando mais de 70% dos activos dessas empresas.As empresas de transportes são as que, neste aspecto, apresentam piores resultados. Por exemplo, «as dívidas de curto prazo da Refer são 20 vezes superiores às vendas desta empresa num só ano, o Metro de Lisboa precisa de cinco anos de facturação para pagar as suas dívidas de curto prazo», exemplificou João Carvalho, coordenador do estudo." 
"Pagamento de 225 milhões de euros da dívida (RTP). Um valor que pesará muito no Orçamento do Estado,
Este investimento é feito depois de as Finanças Públicas já terem feito a aquisição do arquivo da empresa, por 150 milhões de euros.
Segundo dados relativos às contas do primeiro semestre, a RTP tem actualmente um passivo bancário de 717 milhões de euros e os capitais próprios são negativos em cerca de 500 milhões de euros.
RTP Internacional e a RTPN são "a grande aposta" do Executivo, para a concretização do serviço público de televisão". 
fonte

Águas de Portugal dá prémios de 2,3 milhões em crise.

Estado esbanja
O Tribunal de Contas detectou irregularidades nas ÁGUAS DE PORTUGAL, com prejuízos de 75 milhões distribui 2,3 em prémios.
Como vem sendo prática comum.
O  TC estranha que numa situação económico-financeira débil se façam gastos de 4,8 milhões de euros com viaturas de serviço, prémios de incentivo, 478 mil dos quais respeitantes a combustível. Carros de luxo

Contudo a justificação das AdP surge certeira, e ficamos todos esclarecidos do porquê de se gastar o dinheiro do povo a premiar maus resultados. -
"Mesmo uma empresa em situação económica difícil pode atribuir prémios aos trabalhadores, Trata-se de premiar o trabalhador pelo seu mérito e se quero ter bons trabalhadores, e quero, tenho de premiar os melhores, disse o presidente do grupo."
Como se existisse o risco de perder os preciosos gestores públicos, alguém consegue imaginar vê-los a a abdicarem dos tachos mais ambicionados de Portugal? É preciso prémios para convencer gestores a permanecer em "Tachos Dourados"? Essa é nova.
Muito mal justificado este despesismo. Um bom profissional, não precisa de receber milhões de prémios para o continuar a ser, UM BOM PROFISSIONAL ENTENDE QUE EM FASE DE CRISE NA EMPRESA, SE DEVE ABDICAR DE ALGUMAS REGALIAS, principalmente, se a crise é na empresa... e no país, e a empresa é do país.
O TC detectou ainda irregularidades na aplicação das tarifas, que as AdP justificaram como sendo "tarifas de equilíbrio", que são usadas apenas no espaço de tempo em que as infraestruturas estão a ser preparadas mas não usufruídas pelo público, como tal estas tarifas não visam o equilíbrio financeiro da empresa.
Só devemos lamentar que esta politica aplicada ás tarifas não tenha também sido aplicada aos prémios chorudos dos gestores, deveriam ter também oferecido, aos tais bons profissionais que dão prejuízo, apenas o ordenado base, para equilíbrio e não prémios chorudos para enriquecimento, enquanto o estado da empresa se apresenta DÉBIL. Seria o "salário de equilíbrio", tais como as "tarifas de equilíbrio", até a empresa se fortalecer financeiramente.
Mas isto quando se trata de favorecer amigos e esbanjar dinheiro público,  as politicas sofrem metamorfoses que a própria razão desconhece. 
NOTICIAS QUE ATESTAM O ACIMA ACIMA ESCRITO O presidente da empresa “Águas de Portugal”, Pedro Serra, disse, que os prémios aos funcionários “são totalmente justificados”. "Mesmo uma empresa em situação económica difícil pode atribuir prémios aos trabalhadores, disse Pedro Serra, em declarações à SIC.
Trata-se de premiar o trabalhador pelo seu mérito e se quero ter bons trabalhadores, e quero, tenho de premiar os melhores. O TC exortou a empresa a encontrar uma “solução célere para regularizar os desvios tarifários que têm vindo a ser contabilizados", algo que Pedro Serra relevou. “As nossas contas são auditadas todos os anos. Se os auditores considerassem os desvios tarifários irregulares não as aprovariam”, disse, em defesa de visões diferentes sobre os mesmos números. “Há um diferente entendimento sobre o nosso modelo de negócio”, disse.Os défices tarifários resultam de um modelo de negócio em que, até que estejam aptas as infra-estruturas necessárias à prestação do serviço, são praticadas "tarifas de equilíbrio" e não as "tarifas necessárias" ao equilíbrio financeiro e económico da concessão. fonte 
Águas de Portugal' com prejuízos de 75 milhões distribui 2,3 em prémiosRelatório denuncia gastos exagerados com viaturas de serviço e prémios de incentivo"Situação económico-financeira débil" e gastos de 4,8 milhões de euros com viaturas de serviço e prémios de incentivo. O Tribunal de Contas não poupa o grupo Águas de Portugal e recomenda a "imediata reestruturação".O Tribunal de Contas, num relatório em que analisa a actividade da holding entre 2003 e 2006, aponta como causas da má situação económico-financeira a internacionalização do grupo, que se traduziu num "falhanço empresarial" e "a excessiva fragmentação do sector", por via da criação de "demasiadas unidades empresariais", algumas das quais "não estão a conseguir ser auto-sustentáveis".O TC realça que "a política de atribuição dos prémios não está assente num sistema indubitavelmente claro e transparente, nem está associado à concretização de objectivos, já que no grupo não existe avaliação de desempenho por objectivos, orientado para resultados". O Tribunal de Contas sublinhou, igualmente, que as empresas do grupo atribuem viaturas de serviço, com plafond de combustível, a administradores e a alguns funcionários. No período em análise, e nas sete empresas consideradas no relatório, foram gastos 2,5 milhões de euro, 478 mil dos quais respeitantes a combustívelfonte

27 setembro, 2011

POLITICA SERVE DE TRAMPOLIM PARA SUCESSO E IMPUNIDADE.


políticos cadastro publico privado
HÁ DÉCADAS, OS MESMOS DE SEMPRE.
Veja quantos funcionários se 
A melhor profissão de Portugal? Politico!!! Sem dúvida.
Os ministros após abandonarem os cargos, arranjam facilmente empregos/tachos, alguns até em áreas que tutelaram durante o período de governação.
E de facto são vários os ex-governantes que ocuparam ou ocupam altos cargos de empresas, tanto no sector público como no privado. 
Os currículos de ministros e secretários de Estado mostram que o Governo é um trampolim para uma carreira de sucesso.

Pires de Lima perde 750 mil euros por ano no Governo.  2013
O ex-presidente executivo da Unicer ganhou mais de 826 mil euros em 2012, sendo que actualmente como ministro da Economia, António Pires de Lima, vai perder, pelo menos, 750 mil euros por ano, face aos rendimentos que apresentou no ano passado. Receberá cerca de 5 mil euros por mês. fonte

Após ler a lista escabrosa que se segue e caso queira continuar esta viagem alucinante pelo reino dos tachos, incompetências e até crimes, siga este link e ainda este.

De políticos a gestores.
1- Manuel Pinho ainda a recuperar da sua demissão, recebeu uma chamada do empresário Joe Berardo, se Pinho quisesse teria emprego na Fundação.
Em Junho de 2010, Pinho viria a assumir a presidência de uma fundação, mas não a Berardo: a Arpad Szènes-Vieira da Silva.
Pinho, que chegou a ser apelidado de "ministro das Renováveis", começou em 2010 a dar aulas na School of International and Public Affairs (SIPA) da Universidade Columbia, uma instituição que recebeu da EDP (empresa aliada do Governo na defesa das energias renováveis) cerca de 3 milhões de euros. 

2 - Quem também encontrou emprego numa fundação, foi Maria de Lurdes Rodrigues (arguida por favorecer amigos com dinheiros públicos) - ex-ministra da Educação - que é desde 1 de Maio presidente da FLAD.

3 - O ex-ministro das Obras Públicas, Mário Lino, tornou-se presidente do Conselho Fiscal das companhias de seguros do grupo Caixa Geral de Depósitos. Lino é engenheiro civil, não tendo currículo na banca.

4 - O ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, António Mexia, terminou o mandato em 2005 e, no ano seguinte, foi escolhido para presidir a EDP. Antes de passar pelo governo, Mexia já contava com currículo na área, tendo ocupado cargos como CEO da Galp (durante quatro anos).

5 - O ministro da Economia de Durão Barroso, Carlos Tavares, volta a um cargo público 1 ano após o mandato: em 2005 tornou-se presidente da CMVM (Comissão de Mercado de Valores Imobiliários). Carlos Tavares - que estudou na mesma faculdade que o ministro Fernando Teixeira dos Santos e com quem manterá boas relações - foi nomeado já durante o Executivo de José Sócrates.

Da pasta das Finanças para cargos na banca são vários os exemplos:

6 - Luís Campos e Cunha, para o Banif em 2006,

7 - Guilherme d'Oliveira Martins, para o BPN Efisa em 2003,

8 - Miguel Cadilhe, para o BPA em 1990,

26 setembro, 2011

SLN E BPN SEMPRE METIDOS EM BURACOS FINANCEIROS. POVO PAGA


BPN SLN arruínam empresas
Mais uma empresa que representa um buraco de milhões nas contas da SLN e BPN, a Cimentos Nacionais e Estrangeiros cujos prejuízos serão herdados pelo povo/estado, como vem sendo hábito.
Não há forma de contrariar esta tendência antidemocrática e injusta que penaliza em larga escala o povo e o país.
Nós não somos consultados e, pura e simplesmente, decide-se nacionalizar ou assumir dividas de empresas que acumulam prejuízos, fruto de má gestão e falta de controle, de amigos e políticos. Que durante anos as conduzem até à ruptura e nesta altura "oferecem-se" os prejuízos, as dividas, os funcionários inúteis e os problemas ao estado /povo.
CITAÇÕES DAS NOTICIAS que atestam o acima referido.
"A Cimentos Nacionais e Estrangeiros, a chamada cimenteira da SLN, declarada insolvente em Setembro de 2010. Em cima da mesa estão os planos de insolvência da própria Cimentos Nacionais e Estrangeiros (CNE), com a CGD à cabeça de um grupo que inclui o maior credor o BPN, no sentido de recuperar o funcionamento daquela companhia, que tem um total de dívidas de 153 milhões de euros. O plano de insolvência da CGD prevê o pagamento dos créditos sobre a insolvência "até ao valor máximo de 42 milhões de euros, deduzido dos valores de amortização antecipada, até ao montante máximo de 1,3 milhões de euros" com perdão das dívidas restantes. O plano da CNE prevê o pagamento de 70 milhões de euros aos credores e a manutenção da totalidade dos trabalhadores, segundo o seu plano de insolvência. O documento da CGD refere, por outro lado, que "o plano de insolvência do devedor não será o que melhor serve os interesses dos credores, tanto porque se revela estruturalmente frágil, pouco consistente e completamente desadequado da realidade do mercado do cimento em Portugal, como por, claramente, ser economicamente inviável caso sejam corrigidos os pressupostos irrealistas em que se baseia". fonte
"BPN. Ao nacionalizar o banco, o Estado não herda apenas o "buraco" de milhões de euros. Fica também com um volume de créditos do banco relativos às empresas do grupo da SLN, que empregam mais de seis mil pessoas. Resta saber o que o Estado vai fazer: manter o financiamento às empresas, cortá-lo ou desfazer-se delas para compensar os custos. O BPN era o principal financiador destas operações que actuam em áreas que vão desde o imobiliário, até à saúde, passando pela agro-indústria, já que o banco, mesmo com os problemas financeiros e de solvabilidade, era o principal activo da SLN. Em causa está um universo de 150 participações que empregam cinco mil efectivos, excluindo os do banco. O excesso de dependência destas actividades do banco e da exposição deste às empresas da SN já tinha sido identificado por Miguel Cadilhe, que procurou limitar esta situação de duas formas . Por um lado, as empresas foram aconselhadas a procurar fontes alternativas de financiamento. Por outro, foram colocados à venda um conjunto de mais de 30 activos e participações de controlo ou minoritárias em empresas de vários sectores, onde se destacam o Grupo Português de Saúde, a Real Seguros, a Cimentos Nacional e Estrangeiros ou a OMNI." fonte
NÃO PODIA DEIXAR DE CITAR ESTA EXPLICAÇÃO DE UM CRIME DISFARÇADO DE MÁ GESTÃO, QUE NÃO FOI MAIS QUE UM GOLPE DURO E BAIXO E QUE ENQUADRA PERFEITAMENTE NO CONTEXTO. 
"Não há memória de maior roubo ao Estado Português. Feito à luz do dia, ao longo de anos, narrado nos jornais com todos os pormenores, sem que a polícia ou os tribunais lhe pusessem cobro.
O BPN/SLN foi urdido, criado e gerido, expressamente para roubar os depositantes e o Estado português. Uma associação criminosa formada por governantes do PSD, incluindo o actual Presidente da República, que, com o PS nacionalizou o banco falido, comprando só o lixo, e que agora que com o PSD o privatiza, vendendo só o que tem valor, aos mesmos apaniguados do PSD.
Um prejuízo de 10 mil milhões, para Portugal!
Um lucro de 10 mil milhões, para a gatunagem no poder!
Uma manobra de gatunos bem combinados e coordenados.
Não é o Estado que é mau gestor. São os governos do PS e do PSD que são associações criminosas dedicadas ao roubo do Estado". FONTE

23 setembro, 2011

Madeira, a ilha do Dubai? E o burro sou eu?


Tropecei nestas belas imagens, do que se tem feito e fará de obras na Madeira, e decidi partilhar.
O momento pareceu-me oportuno já que todos vamos ser chamados a pagar por obras megalómanas, desprovidas de enquadramento económico e social, no pequeno país que temos e na gigantesca divida que continuamos a alimentar.
Algumas das imagens levam-nos a pensar que estamos no Dubai e não na Madeira, aquele povo sacrificado e bafejado com regalias fiscais e subsídios de insularidade, dadas as condições de pobreza!????
Pobreza... sim, mas de espírito, é o que tem demonstrado os nossos governos permitindo que alguém abuse do povo desta forma.
É  uma ofensa gastar 3 milhões de euros em 100 metros de areal, para fazer uma praia artificial?? Isto é crime em qualquer sitio no mundo.... (à excepção do Dubai)
Mas nós não temos as riquezas naturais do Dubai... as únicas fontes de riqueza que sustentam este país desgovernado, são os impostos INUTILIDADE DAS OBRAS
"Avançam as obras na praia.  São Três milhões de euros para pouco mais de cem metros de areal dourado (Data: 2008 " fonte 
Resta-nos decidir....  ou vamos viver para o Dubai, onde os dinheiros que sustentam a excentricidade e megalomania dos governantes advêm das riquezas naturais do país...
Ou vamos viver para a Madeira onde temos um pequeno Dubai, sustentado pela riqueza advinda quase exclusivamente dos impostos do povo continental, sobrecarregado.
Passaremos a pagar menos impostos e a ter mais para usufruir... subsidio de insularidade...e estas belas infraestruturas.

Claro... 
"Tribunal de Contas detectou 3,85 mil milhões de ilegalidades nas contas da Madeira" 13 Junho 2013, por Lusa
PENA É ESTAREM QUASE TODAS AO ABANDONO E A GASTAR MAIS IMPOSTOS EM MANUTENÇÃO. E TEREM SERVIDO APENAS PARA ENRIQUECER EMPRESAS AMIGAS.



Madeira luxos obras buracoFórum Machico
Este centro cultural é composto por um auditório com capacidade para 503 pessoas, está praticamente abandonado.
(sociedade desenvolvimento metropolitano)







Madeira luxos obras
Pavilhão Multiusos do Funchal (em Projecto) 










19 setembro, 2011

LÍBIA O QUE NINGUÉM QUER SABER.

LÍBIA O QUE NINGUÉM QUER SABER.
ESTA É A PROVA VIVA DA FACILIDADE COM QUE SE VARRE UMA NAÇÃO DO MAPA, QUANDO INCOMODA OS  IMPERIALISTAS,  DONOS DO MUNDO.
CRIANÇAS, HOSPITAIS, INFRAESTRUTURAS E ECONOMIA, SÃO INOCENTES... PORQUÊ DESTRUÍ-LOS SE O QUE BUSCAM É UM HOMEM? 
QUESTIONA-SE: NOS ESTADOS UNIDOS, QUANDO A POLÍCIA PROCURA UM CRIMINOSO, BOMBARDEIA O SEU BAIRRO INTEIRO? MATA AS VITIMAS INOCENTES, DO CRIMINOSO? ENTÃO PORQUE RAZÃO, COM A DESCULPA DE ELIMINAR "TIRANOS", A NATO DESTRÓI NAÇÕES INTEIRAS? PORQUE RAZÃO O MUNDO FECHA OS OLHOS E DEIXA? 
(Passo a transcrever um mail que me foi enviado, pesquisei a fonte, mas são tantos os que divulgam este texto que desconheço a origem.)


"O que os Média NÃO vão mostrar, NUNCA :
KADDAFI, POR PIOR QUE SE QUEIRA CONSIDERAR OU JULGAR, TEMOS QUE REFERIR E DAR A CONHECER O QUE A ONU CONSTATOU NA LÍBIA, RAZÃO PELA QUAL A NATO, OS AMERICANOS, FRANCESES, ETC., ESTÃO A DESTRUIR A LÍBIA :
*1 - Maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de África ;
*2 - Ensino gratuito até à Universidade;*
*3 - 10% dos alunos universitários estudam na Europa, EUA, etc... e com tudo pago;
*4 - Ao casar, o casal recebe até 50.000 US$ para adquirir seus bens;*
*5 - Sistema médico gratuito, rivalizando com os europeus. Equipamentos de última geração, etc...;*
*6 - Empréstimos pelo Banco estatal sem juros;*
*7 - Inaugurado em 2007, maior sistema de irrigação do mundo, que vem tornando o deserto (95% da Líbia) em fazendas produtoras de alimentos.;*


*II - PORQUE DETONAR A LÍBIA ENTÃO?....

**1 - Possuir o seu petróleo, de boa qualidade e com volume superior a 45 bilhões de barris em reservas;*
***2 - Fazer com que todo mar Mediterrâneo fique sob controle da NATO. Só falta agora a Síria;*
***3 - E, provàvelmente, um dos maiores motivos, é que o Banco Central Líbio não é atrelado ao sistema mundial Financeiro.*
*As suas reservas são toneladas de ouro, dando cobertura ao valor da moeda, o dinar, e desatrelado das flutuações do dólar.*
*O sistema financeiro internacional ficou possesso com Kaddafi, por ter apresentado e quase conseguir, que os países africanos formassem uma moeda única desligada do dólar.*


*III - O QUE É O ATAQUE HUMANITÁRIO PARA LIVRAR O POVO LÍBIO:*
*1 - A NATO comandada pelos EUA, já bombardearam as principais cidades Líbias com milhares de bombas e mísseis. Os prédios e infra estrutura de água, esgoto, gás e luz estão sèriamente danificados;*
*2 - As bombas usadas contem DU (Uranio depletado) tempo de vida 3 bilhões de ano (causa cancer e deformações genéticas);*

*3 - Metade das crianças líbias estão traumatizadas psicológicamente por causa das explosões que parecem um terremoto e racham as casas;*
*4 - Com o bloqueio marítimo e aéreo da NATO, principalmente as crianças sofrem com a falta de remédios e alimentos;*
*5 - A água já não mais é potável em boa parte do país. De novo as crianças são as mais atingidas;*
*6 - Cerca de 150.000 pessoas por dia, deixam o país através das fronteiras com a Tunísia e o Egito. Vão para o deserto ao relento, sem água nem comida;
*7 - Mesmo que o bombardeio terminasse hoje, cerca de 4 milhões de pessoas estariam precisando de ajuda humanitária para sobreviver: Água e comida. De uma população de 6,5 milhões de pessoas.*
*Em suma: O bombardeio "humanitário", acabou com a nação líbia. Nunca mais haverá a nação Líbia. Foram varridos do mapa.


SIMPLES ASSIM, COMO SE ESSAS VIDAS NADA REPRESENTASSEM..., A FAVOR DE UMA LIBERDADE QUE SÓ OS EUROPEUS E AMERICANOS CONHECEM, E QUANDO LHES CONVÉM... 
ASSISTA NESTE VIDEO UMA REVELAÇÃO ASSUSTADORA.

18 setembro, 2011

Pedofilia á vista do mundo inteiro, pelo mundo inteiro.

Pedofilia á vista do mundo inteiroEm Gaza assistiu-se a um casamento de gala com 450 casais, eles entre os 25 e 40 elas era apenas crianças.
Os noivos receberam 500 dólares cada, dos hamas;
"Nós oferecemos este casamento como um presente para o nosso povo que segue firme diante do cerco e da guerra", discursou o homem forte do Hamas no local, Ibrahim Salaf.
Estima-se que existam 51 milhoes de noivas infantis e na maioria islamicas em paises muçulmanos.

Pedofilia á vista do mundo inteiroO mais conhecido de todos os clérigos muçulmanos deste século, o Aiatóla Komeini, defendeu em discursos horripilantes a prática da pedofilia:
"Um homem pode obter prazer sexual de uma criança tão jovem quanto um bebê. Se um homem penetrar e machucar a criança, então ele será responsável pelo seu sustento o resto da vida. A menina entretanto, não fica conta para o limite das suas quatro esposas permanentes. O homem não poderá também se casar com a irmã da menina... É melhor para uma menina casar neste período, antes de menstruar, para que isso ocorra na casa do seu marido e não na casa do seu pai. Todo pai que casar sua filha tão jovem terá assegurado um lugar permanente no céu. (pedofilia em nome da religião)
Pedofilia á vista do mundo inteiroOs referidos "pedófilos", noivos dos vídeos, vieram desmentir, alegando que eles não iam casar com as meninas que aparecem no video, elas apenas eram convidadas. Mas... onde estão então as noivas adultas? O elemento mais importante da cerimonia não aparece na imagem?? Porquê? Talvez porque não havia noivas adultas....
No entanto as coisas assumem contornos bem reais quando sabemos que o youtbe está repleto de vídeos e a Internet de histórias de adolescentes que após estes casamentos preferiram suicidar-se ou imolar-se para se libertarem da vida horripilante marcada por barbárie e pedofilia". fonte
video no youtube da cerimonia.(encontre as noivas!!??)
outro video. Jovens preferem queimar-se para os maridos as abandonarem.Video. Outro video. Mais uma rapariga abusada. uma reportagem sobre o tema. Mais um caso. ONDE ESTÃO OS MILHÕES QUE SE DÃO ÁS ORGANIZAÇÕES QUE PROTEGEM OS INDEFESOS?

Mas há mais paises a permitirem e apoiarem...aliás, a forçarem crianças a ser vitimas de pedofilia.
Pedofilia á vista do mundo inteiroNesta imagem denuncia-se matrimónios infantis no Bangladesh
A menina afegã da foto chama-se Ghulam. Tem 11 anos e está sentada, com desconfiança, ao lado de um homem de 40 anos que não é seu pai. Comprou-a e é com o dinheiro da venda, que o pai vai alimentar os seus irmãos...
Esta imagem de um casamento forçado foi eleita a melhor fotografia instantânea do ano pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF)
Os estados mais afectados com o casamento infantil são:

  1. Rajastão = 5.61%
  2. Madhya Pradesh = 3.71%
  3. Bihar = 3.36%
  4. Uttar Pradesh = 3.23%
  5. Jharkhand = 2.76%
  6. Orissa = 2.56%
  7. Uttaranchal = 1.21%
  8. Goa = 1.03%Himachal = 1.00%
  9. Kerala = 0.82%Child Marriage Around the World. fonte

Percentagem de casamentos de raparigas antes dos 18 anos
1 Niger 76.6
2 Chad 71.5
3 Bangladesh 68.7
4 Mali 65.4
Pedofilia á vista do mundo inteiro5 Guinea 64.5
6 Central African Republic 57.0
7 Nepal 56.1
8 Mozambique 55.9
9 Uganda 54.1
10 Burkina Faso 51.9
11 India 50.0
12 Ethiopia 49.1
13 Liberia 48.4
13 Yemen 48.4
15 Cameroon 47.2
16 Eritrea 47.0
17 Malawi 46.9
18 Nicaragua 43.3
19 Nigeria 43.3
20 Zambia 42.1
Fonte: ICRW 2007

Egito, Afeganistão, Bangladesh, Etiópia, Paquistão, Índia e Oriente Médio: Nas aldeias rurais destes países muitas jovens raramente são autorizados a sair de suas casas a menos que seja para trabalhar nos campos ou para se casar.
Pedofilia á vista do mundo inteiro
Preferem imolar-se para se libertar do marido
Essas meninas são muitas vezes iletrados e forçadas a casar na tenra idade de 11. Algumas famílias permitem que com apenas 7 anos de idade possam casar. É muito incomum para uma rapariga, alcançar a idade de 16 anos e não ser casada.
No Afeganistão, acredita-se que entre 60 e 80 por cento dos casamentos são casamentos forçados.
Mesmo que a idade legal para se casar no Egito seja de 16, e na Índia e na Etiópia é de 18, estas leis são muitas vezes ignorados.
Os problemas de saúde, para estas crianças são grandes.
Para além da maternidade precoce, ainda correm elevados riscos de sofrer de Fístula ( danos provocados por partos em crianças, que provoca a destruição das membranas que separam o aparelho intestinal da vagina e uretra, ficando danificado, provoca uma deformação grave e debilitante que causa também incontinência cronica) Para além disso esta doença acaba por provocar a ostracismo e abandono destas raparigas pelo marido e sociedade. Existem aproximadamente 2 milhões de raparigas a viver com Fístula, e 100.000 novos casos a somar todos os anos. Para além disso existem variadas lesões internas provocadas por práticas sexuais com crianças, assim como traumas e problemas psíquicos, jamais tratados ou ultrapassados. fonte


Estaremos a assistir a uma revolução no obscurantismo do estado?

confissões de políticos
As revelações, as confissões e as acusações começam a surgir em catadupa. Os meios de comunicação bombardeiam o povo com noticias cada vez mais reveladoras da causa real da crise em Portugal.
O estado é gerido em plena falta de respeito pela nação e pelo povo, o estado é o habitat natural do crime politico. O estado está em desgoverno. O estado é um caos de interesses que de tanto se cruzarem e acumularem, começaram a "tropeçar" uns nos outros e os dedos começaram a ser apontados.
Paulo Morais,  Marques Mendes e Marinho Pinto  têm contribuído para a revelação do que alguns pretendem ocultar. Mas a "crise" com a Madeira está a trazer também à superfície, muitas das revelações, numa guerra" aberta ... os "tiros" surgem de todos os lados... esperemos que "tombem" finalmente muitos dos culpados.
É certamente o momento ideal para o povo se unir e entender que, já não se trata de defender ou acusar partidos mas de derrubar uma classe aristocrática - a classe politica - que precisa de ser desmascarada para salvaguardar os interesses de uma nação massacrada, PARA SALVAR PORTUGAL.

REVELAÇÕES A VALORIZAR, DADO QUE FORAM FEITAS POR QUEM CONHECE O MEIO.
1 - Marques Mendes  "Diz-se que determinada empresa é tutelada pelo Estado, mas o Estado não tem meios para tutelar nem fiscalizar nada. As empresas estão em autogestão, por isso é que há grandes orçamentos não controlados e um grande regabofe nas empresas públicas"fonte

2 - "Paulo Morais afirmou que "o centro de corrupção em Portugal tem sido a Assembleia da República, pela presença de deputados que são, simultâneamente, administradores de empresas".  70% são administradores ou gestores de empresas que têm diretamente negócios com o Estado"fonte  

3 - "Duas pessoas ligadas à empresa Smith & Pedro testemunham que Manuel Pedro, o sócio português da empresa de consultoria Simth & Pedro, disse várias vezes que pagou 500 mil contos (2,5 milhões de euros) ao então ministro do Ambiente e actual primeiro-ministro, José Sócrates, para que o projecto do centro comercial Freeport fosse autorizado do ponto de vista ambiental, para que pudesse avançar o processo de licenciamento, noticia hoje o semanário “Expresso”.
"Uma assessora de Manuel Pedro, da empresa promotora do Freeport, a consultora Smith & Pedro, disse em 2004 à Polícia Judiciária (PJ) de Setúbal que durante o licenciamento do Freeport, houve o pagamento de “avultadas comissões”, incluindo ao actual primeiro-ministro, que terá recebido “400 mil” – sem que seja especificada a unidade monetária – noticia hoje o diário “Correio da Manhã”. fonte

4 - "Mas não confio e tenho razões para não confiar", referia, sublinhando que nos sufrágios realizados na Região "há 'chapelada' e da grande", afirmou António Fontes. fonte

5 - "José Silva Lopes disse hoje que se Portugal tivesse uma lei que punisse os violadores das regras orçamentais, o presidente do Governo Regional da Madeira não seria eleito há mais de duas décadas.
"As pessoas que violassem regras orçamentais teriam de ter uma punição. Aos políticos, defendo que a punição teria de ser a não reelegibilidade durante dez anos", afirmou Silva Lopes.
"Esse senhor é um incompetente, foi um colaboracionista dos governos comunistas de Vasco Gonçalves e foi um desastre quando esteve no Governo", declarou o social-democrata Alberto João Jardim." 
fonte

6 - Vera Jardim "Até porque este regime de devolução existente em Portugal "é para fugir à proibição da UE de isentar a Igreja de IVA." (Contorno da lei para "dispensar" 100 milhões do estado.) fonte


7- Paulo Morais, "algumas empresas municipais são sedes partidárias disfarçadas", onde disse haver uma "grande promiscuidade entre as máquinas partidárias e os poderes autárquicos. a maioria desse tipo de empresa "não tem atividade", não sendo mais do que "um departamento municipal a fingir de empresa".fonte

8 - " Rouba-se aqui. Rouba-se acolá. Nunca ninguém é julgado. Nunca ninguém presta contas." sustentou.
Sobre eventuais novas "surpresas" em termos de dívida escondida, Medina Carreira disse que em Portugal "tudo é possível em matéria de dinheiro" num Estado "onde realmente não há rigor, não há seriedade, não há verdade", sublinhou." 
FONTE

9 -  "Marinho Pinto, afirmou que o Ministério da Justiça é gerido “por uma coutada de familiares e amigos” de Paula Teixeira da Cruz.
Disse que o ministério “está entregue a João Correia [ex-secretário de Estado da Justiça do Governo de José Sócrates], cunhado da ministra”, Paula Teixeira da Cruz, criticando ainda a nomeação de assessores por parte da ministra." 
fonte

NÃO PODEMOS PERMITIR QUE ISTO CONTINUE ATÉ AO NÍVEL ZERO. TOMEMOS A ISLÂNDIA COMO EXEMPLO... DE QUEM JÁ ESTEVE NESSE NÍVEL E FINALMENTE RECONHECEU COMO SE CHEGA LÁ. SE NA ISLÂNDIA ERAM 20 OU 30 PESSOAS EM PORTUGAL SÃO 60 OU 90 OS CABECILHAS DO SAQUE. MAS O QUADRO É O MESMO.
"A Islândia foi saqueada por cerca de 20 ou 30 pessoas. Uma dezena de banqueiros, uns poucos empresários e um punhado de políticos formaram um grupo selvagem que levou o país inteiro à ruína: 10 dos 63 parlamentares islandeses, incluindo os dois líderes do partido que governou quase ininterruptamente desde 1944, tinham empréstimos pessoais concedidos por um valor de quase 10 milhões de euros por cabeça. Está por demonstrar que isso seja delito (embora pareça que parte desse dinheiro servia para comprar acções dos próprios bancos: para fazer inchar as cotações), mas pelo menos é um escândalo enorme.
Na Islândia presidente Ólagur Grímsson, que considera "uma loucura" que os seus concidadãos "tenham de pagar a factura da banca sem serem consultados"
fonte

16 setembro, 2011

Impostos esgotam-se em derrapagens e má gestão. IMPUNES!!??


NESTE VIDEO PERCEBA COMO SOMOS ESPECIALISTAS E TOP 1 MUNDIAIS NA CORRUPÇÃO DAS DERRAPAGENS

Apesar de nos outros países europeus, o peso do estado se aproximar do de Portugal, nos outros países a intervenção e apoio do estado aos cidadãos é mais visível e justa.
Por muito que o contribuinte se sacrifique...sofra e se esforce, quase todo o dinheiro que ele fornece ao estado, se esgota em fugas provocadas maioritariamente por incompetências, desleixo, má gestão, falta de fiscalização e abuso de poder. 
Em baixo dados que mostram a carga fiscal versus algumas fugas conhecidas por "derrapagens" mas que na realidade são ilegalidades e má gestão, como refere o próprio tribunal de contas.
Impostos esgotam-se em derrapagensPrincipais fontes de imposto de 2010 : IRS - 9.100 milhões. IRC 4.297 milhões. IVA - 12.149 milhões. IMPOSTO DE SELO - 1.495 milhões  fonte
ECONOMIA: 3ª PIOR DO MUNDO
"(...)os cofres estatais - que esperam embolsar mais de 34 mil milhões de euros este ano (cerca de 3240 euros por cada português). O fiscalista Tiago Caiado Guerreiro critica a pesada carga dos impostos, que crescerá este ano:
(IRC e IRS), despesas (IVA e imposto de selo), consumos (impostos sobre álcool e bebidas alcoólicas, produtos petrolíferos e energéticos ou tabaco), património (imposto de selo e também impostos municipais sobre imóveis e sobre transmissões onerosas), compra e circulação de automóvel... tudo é taxado. Há ainda as taxas presentes em muitas facturas (como nas de água, luz e gás). E até a Segurança Social, "que, para nós, funciona como imposto... porque nunca vamos ter direito a uma reforma justa com aquilo que estamos a descontar", atira Tiago Caiado Guerreiro. "Os impostos existem para prejudicar quem trabalha e quem cria riqueza. Em vez de haver um estímulo para se produzir, trabalhar mais, há uma perseguição a quem cria riqueza. Pior: quem ganha 580 euros já é considerado rico e tem de pagar taxas disto e daquilo!", critica o fiscalista.  "O que eu digo dizem também a OCDE ou a Comissão Europeia. Esta carga fiscal só prejudica o País, só leva a desperdício e aos chamados jobs for the boys. Temos um Estado pesadíssimo e nós somos pagantes", continua o advogado. Depois conclui: "O nosso sistema fiscal explica porque a economia portuguesa será a terceira pior do mundo em 2011 [segundo um estudo da revista The Economist, que prevê um crescimento negativo de 1,2% em 2011]."
Fonte

Igreja, instrumento de manipulação politica, caro.

Madeira igreja 2,6 milhões,
Igreja inaugurada na Madeira custou ao estado 2,6 milhões, aos quais devemos adicionar as isenções de impostos de que beneficiaram em toda a obra, e posteriormente, no seu usufruto. Esta quantia ascenderá a mais uns milhões... pagos pelo povo, para não variar.
Os cortes têm que ser feitos, em nome da sagrada crise, mas apenas se assiste a esbanjamento em inutilidades e cortes em sectores vitais da sociedade.
A gravidade torna-se ofensiva pelo facto de este despesismo especifico ser realizado em nome de um credo que não é de todos... num estado supostamente democrático, somos forçados a apoiar financeiramente um credo que repudiamos ou não escolhemos. Uma fantasia da idade média.

OS BENEFÍCIOS FISCAIS ILEGAIS
"As declarações do presidente da AAP referem-se aos benefícios fiscais às várias instituições religiosas ao nível do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e devolução do IRS, ambas retiradas na proposta do Orçamento de Estado (OE) para 2011.
(...)acusa o Executivo socialista de «usar um poder discricionário a favor de uma das confissões».
Carlos Esperança sublinha que em tempo de crise os benefícios fiscais deveriam ser retirados a todas as igrejas e não «só a algumas», pelo que exige a revogação da decisão, para que seja «reposta a igualdade» entre as várias confissões religiosas, mas também «entre todos os cidadãos». Fonte

O PREÇO QUE PAGAMOS PARA OS SANTOS LUXOS QUE SÃO UM PECADO!
"Nova igreja de Câmara de Lobos custou mais de quatro milhões
A nova igreja de Santa Cecília, em Câmara de Lobos, Madeira, um investimento superior a quatro milhões de euros.Tem capacidade para mil pessoas num concelho com cerca de 35 mil habitantes. O governo regional de João Jardim apoiou a obra com 2,6 milhões de euros.
À Lusa, o sacerdote adiantou que o complexo, além da igreja, tem 8 salas para reuniões, um auditório, um centro de dia e outro de convívio, além das áreas adstrictas à actividade litúrgica. fonte

Claro... "Tribunal de Contas detectou 3,85 mil milhões de ilegalidades nas contas da Madeira" 13 Junho 2013, por Lusa

MAS A LISTA É LONGA - 


15 setembro, 2011

485 milhões em comunicações, 5 vezes mais que o previsto em estudos.


E QUE TAL MAIS ESTA PPP? E QUE DIZER DA IMPUNIDADE? VEJA SE RECONHECE OS PERSONAGENS? E OS ESQUEMAS? 
Dias Loureiro? Santana Lopes, Oliveira e Costa? Sócrates? 

O Estado (nós) está a pagar por uma rede de comunicações do Ministério da Administração Interna um total de 485,5 milhões de euros, cinco vezes mais do que poderia ter gasto se tivesse optado por outro modelo técnico e financeiro.
A empresa a quem se adjudicou a obra tinha tido como consultor e administrador o Ministro, que no ano seguinte adjudicou a obra, no governo de Sócrates.
Pior ainda, todos os envolvidos no processo de decisões deste investimento público, tinham ligações com a empresa a quem se ofereceu o contrato de 538 milhões. (2008 foi o inicio desta renda de amigos)
SIRESP, S.A., a operadora da Rede Nacional de Emergência e Segurança resultante da parceria público-privada promovida pelo Ministério da Administração Interna e a detentora da maior fatia no negócio, a Galilei ex SLN.
Note-se ainda que outra parceira privada é a DATACOMP, que "POR ACASO" pertence também ao grupo Galilei. O que perfaz uma cota de 42,55%. Outros 42,55% pertencem à CGD(30,55) e à ESEGUR(12%) do grupo CGD, os restantes 14,9% à Motorola a única a fornecer equipamentos.... Que "belo cenário"..... Que "belo tacho"...



O resumo... 
1- Foi realizado um estudo para sistemas de comunicação de segurança em Portugal (SIRESP) presidido por Almiro de Oliveira. 
2- Conclui-se que iria custar entre 100 e 150 milhões de euros.
3- Sem explicação o contrato foi adjudicado, por Daniel Sanches, à SLN por um preço 5 vezes superior!!

14 setembro, 2011

Os "crimes" que os políticos cometem nunca serão crimes enquanto a lei o permitir.

corrupção impune
Qualquer pessoa que faça uma análise mesmo que superficial pelo percurso profissional - politico - académico - profissional ( por esta ordem) destes senhores " DONOS DE PORTUGAL" vai concordar com as palavras que Armado Vara dirigiu hoje ao juiz, classificando de "absurda" a acusação de tráfico de influências.
A segurança com que ele o afirma não se prenderá tanto com a sua inocência, mas com a certeza que as provas de tal crime são muito difíceis de processar - desde quando é crime, os políticos, após passagem pelo poder politico usufruírem da influência adquirida, em todos os sectores vitais na economia?
Se fosse possível punir ou julgar, ou mesmo vergar esta Vara, muita coisa teria que mudar em Portugal, muitos teriam que se vergar.

Coragem teria que ter um juiz, que um dia julgasse os administradores públicos por perdas de milhões, coragem era sim punir todos que usam o voto do povo para se tornarem posteriormente donos de Portugal embrenhados em jogos de poder, tráficos de influências, manipulações de interesses, favores ... ou seja usando o país em beneficio da classe politica e contra os interesses do povo.
Isso sim é crime...
O que lhe dará tanta segurança para se dirigir assim ao juiz? O que estará aqui em causa? Será a eficiência e isenção da justiça ou a inocência destes senhores?

"Armando Vara , arguido no processo Face Oculta, disse hoje que o juiz Carlos Alexandre precisa de ser corajoso para não o levar a julgamento...Considerando "absurda" a acusação de três crimes de tráfico de influências, o antigo administrador do Millenium/BCP considerou que o processo Face Oculta "morre mediaticamente" caso ele não seja pronunciado" ..Fonte

Os dados que se seguem, outrora disponíveis na Internet, foram "alterados" , faziam parte do perfil de Sócrates em vários mass media e na Wikipédia.
A Sovenco, criada em 1990, era uma Sociedade de Venda de Combustíveis. A sua constituição era; Armando Vara, Fátima Felgueiras, José Sócrates, Virgílio de Sousa.
-Armando Vara – condenado a 4 anos de prisão (pena suspensa); no entanto José Sócrates nomeia-o ADMINISTRADOR DA CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS, com 20.000,00 euros por mês, mais extras.
-Fátima Felgueiras – andou foragida da Justiça no Brasil dois anos;
-Virgílio de Sousa – condenado a prisão por um processo de corrupção no Centro de Exames de Condução de Tábua.
- Sócrates- ... Por apurar 

Em baixo um percurso exemplar deste senhor que em nada dá mostras de ser receptor e emissor de influências.
Deixemos as coincidências mais uma vez falar por si...
Enredo interessante, veja-se..
Secretário de Estado da Administração Interna (1995-97)
Secretário de Estado adjunto do ministro da Administração Interna.de 1997 a 99
Ministro adjunto do primeiro-ministro (1999-2000)
Fundou a Fundação para a Prevenção e Segurança, em 1999 que foi acusada de irregularidades, com fundos estatais.
2000 tomou posse como ministro da Juventude e Desporto
Licenciatura na Universidade Independente (2005) A mesma de Sócrates e outros políticos.
2005-2007 - conselho de administração da CGD (administrador não executivo)
2005-2007 - Conselho de Administração da PT (não-executivo)

CITAÇÕES QUE ATESTAM E COMPLEMENTAM O ACIMA ESCRITO.
"Próximo de Jaime Gama, já vereador na Câmara da Amadora, Vara aproximar-se-ia de Guterres, enquanto, em 1990, fundava uma empresa com o amigo José Sócrates, destinada à venda de combustíveis. Ao integrar o “governo-sombra” do PS nas áreas das Obras Públicas e Transportes, fácil era vaticinar-lhe promissor devir.

13 setembro, 2011

Estão explicados os €2.720,7 milhões gastos em formação.

Sócrates esbanja milhões formação
O desespero de pertencer a uma lista top de atribuição de diplomas, leva o estado a gastar 2.720,7 milhões de euros em formaçãoás cegas. Diplomas é o que importa ...  mesmo que vazios de esperança e de saber. Como evidência este estudo.
Não interessa que sejam totalmente desacreditados, profissionalmente, estes cursos.
Não interessa se levaram à obtenção ou não de empregos.
Não interessa saber que os formadores eram na sua maioria alvo de queixas de desleixo e incompetência.
Não interessa saber nada... apenas atribuir diplomas para ser glorificado pelas organizações internacionais e ficar bem na fotografia.
Se isso custou milhões aos portugueses, se isso permitiu uma falsa formação, incompatível com o mercado de trabalho?? Isso já não é questão que preocupe os governantes.
A superficialidade acima de tudo? Mesmo quando se trata de educação? Mesmo quando se trata de milhões do estado?


CITAÇÕES QUE ATESTAM O ACIMA ESCRITO.
"Novas Oportunidades" elevaram indicadores de instrução em Portugal. Empurrou Portugal para a maior taxa de obtenção de diplomas do ensino secundário no espaço da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económicos (OCDE).As Perspectivas da Educação 2011, apresentadas hoje oficialmente em Paris, salientam que Portugal tem a maior taxa de obtenção de diplomas do final do ensino secundário (96%) e apenas a Eslovénia rivaliza com uma taxa tão alta. A taxa subiu 34% de 2008 para 2009, refere o estudo da OCDE. fonte
Nuno Crato"Actualmente, a avaliação das Novas Oportunidades é «muito limitada», indicou, acrescentando que «é preciso saber o que serviu às pessoas, não só em termos de valor pessoal, mas profissional e de empregabilidade».fonte

Em 2010, a despesa pública consumiu 81,62 mil milhões de euros.


"Em 2010, a despesa pública consumiu 81,62 mil milhões de euros. Isto significa que, por cada 10 euros que a economia gerou, 4,79 euros foram gastos pelo Estado.
Caiado Guerreiro faz, contudo, questão de sublinhar que "esta engorda" do Estado se ficou também a dever ao aumento do número de organismos. "Assistimos, nas últimas duas décadas, ao aparecimento de centenas ou até milhares de novos organismos - fundações, associações, empresas -, que se alimentam do Estado e que agravaram, e muito, o peso da despesa pública no PIB.
Há casos desnecessários de duplicação de competências em alguns institutos, concorda Eugénio Rosa.
"Isto acontece porque temos todo estes institutos que dão emprego a milhares de pessoas e que simplesmente não produzem riqueza, mas que são antes uma fonte de despesa", salientou.
Tiago Caiado Guerreiro, o fiscalista recorda que, em muitos dos países em que a despesa pública tem um peso semelhante ao de Portugal, o modelo de Estado consagra mais apoios sociais, com evidente utilidade pra a população. "Em Portugal serve apenas para pagar os organismos que estão a mais", conclui." fonte




"Nos últimos 30 anos, a despesa pública aumentou de 29% para 45% do PIB.
Alimentada pela dinâmica de crescimento do peso das remunerações, com o aumento do número de funcionários, e reforçado por regimes de promoção automática.
Na despesa pública é fácil e popular subir degraus, contratar pessoas, dar mais regalias, abrir novos serviços. Mas, depois de o fazer, criam-se responsabilidades e direitos adquiridos que é difícil reverter."Fonte

Apesar destes estudos, nada parece fazer descer os valores que alimentam este monstro insaciável.
Esperam-se mesmo BATER recordes despesistas em várias áreas (2011).
- Combustíveis 47,5 milhões de euros em gasóleo ao serviço do Estado. Subida de 26,7% (mais 11,5 milhões de euros) apesar de se prever que o preço do petróleo aumente apenas 3,4%.
- Limpeza - aumentos em sete ministérios, terão os gastos mais elevados dos últimos sete anos
- Horas extras na Justiça, record de sempre, este ano: 24 milhões de euros, um aumento de 5,6 milhões de euros (23%). Aliás, feitas as contas, o valor orçamentado para horas extras este ano daria para pagar, a dez euros, 12 384 horas por dia.
- Seminários-O Executivo prevê investir MAIS em seminários ao longo dos próximos meses. O Ministério da Saúde (1 162 479), dos Negócios Estrangeiros (505 mil) e das Finanças (3 847 544) atingem o valor mais alto em eventos deste género em 2005.
- Contratações - Só neste primeiro semestre o estado já contratou mais 6.500 funcionário públicos, muitos deles para esses tais institutos inúteis.
Marques Mendes explica: "Diz-se que determinada empresa é tutelada pelo Estado, mas o Estado não tem meios para tutelar nem fiscalizar nada. As empresas estão em autogestão, por isso é que há grandes orçamentos não controlados e um grande regabofe nas empresas públicas".fonte

Devemos considerar sempre, como as mais válidas e sábias , as palavras dos que já estiveram do lado de dentro... este senhor certamente sabe do que fala.
81,62 MIL MILHÕES GASTOS EM REGABOFES E EM AUTOGESTÃO FAZEM MAL À NAÇÃO.
Contudo dou-me à liberdade de acrescentar mais algumas parcelas, despidas de eufemismos, para que a despesa tenha chegado a este ponto. Aliás este blog é precisamente isso que pretende fazer- um somatório das fugas do dinheiro público.
As parcelas estão na barra lateral direita... Para quem quiser consultar... e somar.
Deixo apenas 3 de amostra... É só somar. -- 70 milhões -- muitos milhões.

Video elucidativo dos parasitas que temos que sustentar 






12 setembro, 2011

Sobrecarregar os "milionários" de Portugal vai salvar a crise.

Portugal mais injusto austeridade


Já se tinha feito referência aqui, ao facto de tanto a França como a Italia terem, recentemente, tomado medidas para atenuar a crise aumentando os impostos apenas aos mais favorecidos.
França optou por anunciar um imposto especial entre 1% e 2% para os contribuintes cuja rendimentos fiscais superarem um milhão de euros, que lhe permite não penalizar os mais pobres e ao mesmo tempo arrecadar mais dinheiro, pois recai sobre rendimentos significativos.
A Itália prevê arrecadar 45 mil milhões, ao aumentar proporcionalmente:

- SALÁRIOS SUPERIORES A 90 MIL EUROS AO ANO, PAGARÃO MAIS 5%

- SALÁRIOS SUPERIORES A 150 MIL EUROS AO ANO, PAGARÃO MAIS 10%

- SALÁRIOS DOS PARLAMENTARES QUE GANHEM MAIS DE 150 MIL AO ANO, PAGARÃO MAIS 20%

- REDUZIR O NÚMERO DE PARLAMENTARES

- supressão das províncias com menos de 300.000 habitantes ou 3.000 quilómetros quadrados de superfície.

- aumento do imposto sobre os rendimentos financeiros, de 12,5% para 20%.

Ou seja, em ambos os casos geram mais dinheiro e poupam os mais desfavorecidos, em Portugal "rouba-se" misérias aos miseráveis para realizar tostões. Mais uma vez esta medida o demonstra, exibindo a falta de tacto dos governantes ao penalizar pessoas que ganham 1.300 euros, como se isso os fizesse pertencer a um escalão representativo de riqueza em excesso. Será que na cabecinha destes senhores roubar mais 7.99 euros a pessoas remediadas, vai encher os cofres do estado? Não terão estes senhores coragem de cobrar impostos a sério, a quem tem usufruído, a sério, dos benefícios do estado.
Funcionam sempre nesta cobardia de roubar migalhas aos pobres para não tocarem no ouro dos ricos?

"Basta ganhar um cêntimo acima dos 1.300 euros para ser afectado: é que quem ganha mais do
que esse montante vai ser confrontado com o facto de o valor já cortado ao subsídio de Natal não chegar para atingir a sobretaxa de 3,5%, em sede de IRS, anunciada pelo Governo.Os 1.300 euros constituem uma espécie de fronteira, limite a partir do qual os contribuintes são chamados, na verdade, a pagar mais de sobretaxa do que estavam à espera, segundo as contas do «Diário de Notícias» e do «Jornal de Notícias».Vamos à matemática: as taxas de retenção para rendimentos mensais ilíquidos de 1.300,00 euros são 11% (para dois titulares com dois dependentes), mas sobem para 12% logo a partir dos 1.300,01 euros.Ou seja, daqui resulta um vencimento mensal líquido maior logo no primeiro caso e, consequentemente, um corte no 13º mês também mais agressivo. Com o acerto feito em 2012, o casal que ganha 1.300 euros tem um reembolso de cinco euros, enquanto o que ganha mais um cêntimo terá de repor 7,99 euros." Fonte