AS MENTIRAS, DESCARADAS, DE PASSOS COELHO




ASSISTA NESTE VIDEO À FORMA COM QUE PASSOS COELHO LUDIBRIOU O POVO.

Estas mentiras ainda são mais ofensivas quando sabemos que houve países que realmente fizeram o que Passos Coelho prometia, e não fez. Países onde não roubaram os pobres, onde as medidas de austeridade permitiram maior justiça social, ITÁLIA E FRANÇA.
  1. Portas mente... 
  2. Passos Coelho sabia
  3. O antes e o depois
  4. Portas era contra o BPN??
  5. Manipulação barata.. 
  6. Pagamos para eles nos mentirem?
  7. Portas era tão amigo do povo!!!

5 comentários:

  1. Uma pergunta se coloca de forma impertinente: SABEM DE ONDE É QUE ELE VEIO??????? E OS OUTROS???? POIS É!!!

    ResponderEliminar
  2. Que engano!!Quem beneficia pelo não voto é sempre a esquerda!!Porque vocês nunca deixam de votar!!Por isso, o País está neste estado!!

    ResponderEliminar
  3. Votar é um dever se queremos retirar do poder aqueles que há décadas se apoderaram do país.
    Não votar apenas serve os interesses dos que nos saqueiam, pois tem sido assim que eles se tornaram intocáveis. Ninguém os pune, ninguém os julga, ninguém vota contra eles.
    O voto em branco ou abstenção tem o mesmo valor do voto nulo. Em suma ninguém pode dar um sentido diferente ao voto daquele que a lei lhe confere.
    valor voto
    Criticar a impotência dos votos, a manipulação do voto, a incapacidade do voto de representar o povo e defender os direitos do povo, não é apelar à abstenção, é criticar e exigir votos que realmente mudem o que está errado, travem os que nos roubam, penalizem os que agem mal, e não os inocentes.

    ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/11/o-poder-do-voto-voto-em-branco-e-nulo.html#ixzz3PbCLBOrA

    ResponderEliminar
  4. Votar é um dever se queremos retirar do poder aqueles que há décadas se apoderaram do país.
    Não votar apenas serve os interesses dos que nos saqueiam, pois tem sido assim que eles se tornaram intocáveis. Ninguém os pune, ninguém os julga, ninguém vota contra eles.
    O voto em branco ou abstenção tem o mesmo valor do voto nulo. Em suma ninguém pode dar um sentido diferente ao voto daquele que a lei lhe confere.

    Criticar a impotência dos votos, a manipulação do voto, a incapacidade do voto de representar o povo e defender os direitos do povo, não é apelar à abstenção, é criticar e exigir votos que realmente mudem o que está errado, travem os que nos roubam, penalizem os que agem mal, e não os inocentes.

    ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/11/o-poder-do-voto-voto-em-branco-e-nulo.html#ixzz3PbCLBOrA

    ResponderEliminar
  5. TEMOS OS POLITICOS QUE MERECEMOS SOMOS NÓS QUE OS MOLDAMOS
    UM POVO QUE NÃO VOTA NEM SABE USAR O VOTO JAMAIS SERÁ REPRESENTADO, TEMIDO OU SEQUER RESPEITADO E JAMAIS SABOREARÁ AS VANTAGENS DA DEMOCRACIA...
    Em Portugal vence sempre a abstenção e a ignorância e os corruptos.
    O povo não sabe que o voto não serve apenas para votar a favor dos que mais se apoiam, serve também para votar contra os que mais roubam e mentem.
    O critério decisivo da democracia é a possibilidade de votar contra os partidos que há 40 anos destroem o país
    Karl Popper, sobre democracia, responsabilidade e liberdade.
    (…)
    Inicialmente, em Atenas, a democracia foi uma tentativa de não deixar chegar ao poder déspotas, ditadores, tiranos. Esse aspecto é essencial. Não se tratava, pois, de poder popular, mas de controlo popular. O critério decisivo da democracia é – e já era assim em Atenas – a possibilidade de votar contra pessoas, e não a possibilidade de votar a favor de pessoas.
    Foi o que se fez em Atenas com o ostracismo. (…)
    Desde o início que o problema da democracia foi o de encontrar uma via que não permitisse a
    ninguém tornar-se demasiado poderoso. E esse continua a ser o problema da democracia. (…)

    ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/09/o-criterio-decisivo-da-democracia-e.html#ixzz3qcV7Aoi8

    ResponderEliminar