PAULO PORTAS PERDEU A PICA TODA CONTRA O CRIME BPN



Paulo Portas, neste video, exultante, acusa Victor Constâncio de incompetência e inacção na investigação do caso BPN e afins.
Outrora PAULO PORTAS exibiu uma coerência e tenacidade que neste momento se esvaiu, onde?? 
O velho e ridículo teatro na luta desesperada pelo poleiro, esse sonho tão desejado, que equivale a muito dinheiro e poder.
Já faz parte da corja, portanto, silêncio?? 
É deveras vergonhoso o que estes senhores fazem para ganhar a confiança do povo e votos, fingem-se muito zangados com os criminosos, ralham muito com eles, puxam as orelhas, cospem discursos raivosos de ódio por aqueles que saqueiam a nação...e nada fazem para a defender...  e de repente, não se fala mais nisso... e até ajudou a vender o banco por uma bagatela, para apressar o silencio.
"O líder do Bloco de Esquerda, Francisco Louçã, acusou o ministro, Paulo Portas, de ser «mais rápido que a própria sombra» ao negociar a venda do BPN em Luanda.«Paulo Portas começou em Angola a negociar as condições para vender o BPN, ainda o Governo não tinha decidido. Louçã classificou o caso BPN como um «cambalacho» e uma das razões para a crise financeira que Portugal vive.«O Estado foi dono do BPN durante quase três anos e não cobrou ao homem mais rico de Portugal [Américo Amorim]», recordou, referindo que «não há regra nenhuma para quem tem a compreensão do Governo».«Tudo é possível. Tornar-se Américo Amorim, o mais rico de Portugal e ser em simultâneo o maior devedor de Portugal», observou. «Não é por causa dos reformados, trabalhadores, desempregados, professores, enfermeiros que há crise financeira. É da irresponsabilidade por encontrar os ladrões, é o desequilíbrio, é a sociedade do cambalacho», acrescentou Francisco Louçã." Lusa/SOL

1 comentário:

  1. TEMOS OS POLITICOS QUE MERECEMOS SOMOS NÓS QUE OS MOLDAMOS
    UM POVO QUE NÃO VOTA NEM SABE USAR O VOTO JAMAIS SERÁ REPRESENTADO, TEMIDO OU SEQUER RESPEITADO E JAMAIS SABOREARÁ AS VANTAGENS DA DEMOCRACIA...
    Em Portugal vence sempre a abstenção e a ignorância e os corruptos.
    O povo não sabe que o voto não serve apenas para votar a favor dos que mais se apoiam, serve também para votar contra os que mais roubam e mentem.
    O critério decisivo da democracia é a possibilidade de votar contra os partidos que há 40 anos destroem o país
    Karl Popper, sobre democracia, responsabilidade e liberdade.
    (…)
    Inicialmente, em Atenas, a democracia foi uma tentativa de não deixar chegar ao poder déspotas, ditadores, tiranos. Esse aspecto é essencial. Não se tratava, pois, de poder popular, mas de controlo popular. O critério decisivo da democracia é – e já era assim em Atenas – a possibilidade de votar contra pessoas, e não a possibilidade de votar a favor de pessoas.
    Foi o que se fez em Atenas com o ostracismo. (…)
    Desde o início que o problema da democracia foi o de encontrar uma via que não permitisse a
    ninguém tornar-se demasiado poderoso. E esse continua a ser o problema da democracia. (…)

    ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/09/o-criterio-decisivo-da-democracia-e.html#ixzz3qcV7Aoi8

    ResponderEliminar