26 novembro, 2013

DE ONDE VEM O PODER DA EDP SOBRE O GOVERNO? QUEM PAGA OS FAVORES?


VEJA ESTE VIDEO... E PERCEBA PORQUE SOMOS ESCRAVIZADOS PELOS AMIGOS DOS GOVERNOS. ESCRAVOS DA EDP, DA BANCA, DO BCE, DAS GRANDES ELITES/EMPRESAS NACIONAIS... SOMOS VITIMAS DA FALTA DE CORAGEM DOS QUE FINGEM QUE NOS GOVERNAM.
NÃO PERCA A ANEDOTA QUE ESTE VIDEO REVELA, A PARTIR DO MINUTO 2... SE NÃO FOSSE TÃO TRISTE ERA HILARIANTE. ANDAMOS A FINANCIAR OS ESPANHÓIS?




"Confraria Bancária Cavaquista" a sacar em grande da EDP!!!
"Este CGS (Conselho Geral e de Supervisão) da EDP é uma dourada manjedoura privada que o governo guarnece com dinheiros públicos - as escandalosas rendas! - que vai buscar aos salários e às pensões do povo solidário que nós somos.
À mesa posta está o Eduardo Catroga (recebe €45.000/mês) e mais 20 personalidades do arco da governação.
Estão, com aquele ar compenetrado da sua própria importância, e se dispõem patrioticamente a saquear a ralé, trabalhadores, intelectuais, professores, médicos, enfermeiros, engenheiros, militares, pensionistas, velhos e crianças, "pés descalços e barrigas ao sol".

Mas o  Eduardo Catroga afadiga-se por muitas mais remunerações. Olhem só o coitado: "Actualmente - diz-se no currículo que apresenta do site da EDP - é Presidente do Grupo SAPEC, Administrador da Nutrinveste, Administrador do Banco Finantia e Membro do Comité de Investimentos da Portugal Venture Capital Initiative, um fundo de capital de risco promovido pelo Banco Europeu de Investimento". Isto sim, é homem de muito alimento trabalho.

Vêem-se lá, no CGS da EDP, entre outros;
- Luís Filipe Pereira, ex-SE de Cavaco Silva e ex-min da Saúde de Durão Barroso,
- Jorge Braga de Macedo, ex-min das Finanças de Cavaco Silva,
- Maria Celeste Cardona, ex-min da Justiça de Cavaco Silva,
- Rui Pena ex-ministro da Reforma Administrativa do Governo PS/CDS, em 1978,
- Rocha Vieira, ex-Ministro da República para a Região Autónoma dos Açores e ex governador de Macau,
- Paulo Teixeira Pinto ex.presidente do BCP que recebeu 10 milhões de euros para largar o cargo e uma pensão de 40 mil euros por mês e se sente, "legitimamente", muito injustiçado porque o seu rival Jorge Jardim Gonçalves levou com uma pensão de 175 mil euros por mês.
- Também se sustenta àquele balcão da EDP o José Espírito Santo Ricciardi mas este  já não pertence aquele grupo de vassalos bem nutridos, este  pertence já ao grupo dos donos de Portugal e o que ganha ali não passa de uns desprezíveis trocos, ainda que façam jeito, é claro.” FONTE

Outros artigos interessantes sobre o loby EDP, lobies tão importantes só sobrevivem se forem amigos dos vários governos, PS, PSD, CDS... 
- PS criou as rendas excessiva da EDP
- Privatização da EDP, lesa portugueses em 117 milhões, investigação.
- Como eliminar pessoas que se opõem aos lobies, escândalo.
- Como aumentar o poder dos lobies?
- A equipa maravilha de ex políticos da EDP
- PS aumentou 500% os subsídios que se pagam à EDP
- 16 mil milhões para as barragens?
- Da politica para a EDP.
- PS ajuda a EDP
- EDP e o Moedas
- O esbanjamento
- Mais influencias...
- As amizades que já´vêm de longe
- A poderosa EDP, ganha terrenos
- Não perdem uma oportunidade para ir ao bolso
- Subsídios encapotados
- Os donos de Portugal


12 comentários :

  1. Este Catroga é o politinho que pouco interessa ao País para lesar pelo interesse público. Este paspalho era o que defendia o passos que era um bom politico que foi quase convidado para ministro das finanças. Mas este rastejante deste trapalhão foi o defensor da privatização da edp para ao final do mês levar 45.000€.
    Outra situação este palhaço tem uma reforma de 9.600€ portanto há 3 anos atrás multiplicam por 14. O que dá 134 mil €. Este palhaço alguma fez descontou 100.000€ para a segurança social. Logo num ano leva para casa 134 mil €. Claro que estas reformas se tornam insustentáveis.

    Fernando

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se o nosso governo é ele próprio também governado. Então, porque é que os sindicatos em vez de alugarem autocarros para as manifestações não fretam aviões para ir a Bruxelas protestar?
      Num mundo em constante mudança, qual a lógica de ainda sermos conduzidos por organismos incapazes de mudar? De se renovarem? Como podem essas entidades (partidos parlamentares incluídos) com velhas formas de actuar ter soluções para acompanhar as mudanças? Senão vejam qual o resultado das manifestações e greves.

      Vejam a satisfação de Assunção Esteves com o facto de continuarmos a “bater com a cabeça na parede”. Assunção Esteves optou por não elucidar os portugueses a irem protestar lá fora. Visam frustranos ao vermos que os protestos e greves são inconsequentes, e com isso impulsionar-nos para elevermos o revolta.

      Não será a alternância partidária (PS/PSD/PS), um ciclo dentro de uma alternância maior? Alternância de regime? Ditadura/Democracia/Ditadura? Não nos devemos enganar com os apelos de violência que começam a surgir. Ao contrário de outros países europeus o fascismo em Portugal nuca ganhará eleições, mas chegará ao poder pelo caos social. Vejam a história.

      Os comentadores (Marcelo, Sócrates, Marques Mendes, Morais Sarmento) são utensílios da roda da alternância política.
      PS/PSD se fossem de facto partidos democráticos e que não fomentassem a alternância política nunca aceitariam condições desiguais, nomeadamente em tempo de eleições ficarem com a “fatia de Leão” nos debates televisivos.

      Estamos reféns deste governo. E só nos livramos do cárcere no final da legislatura. Querer eleições antecipadas é fuga à cadeia sem escapatória e com agravamento da pena.

      Sempre que há uma mudança de regime os líderes do novo regime centram-se nas televisões. Esse deve ser o alvo do povo portugués e não a Assembleia. Será que estamos tão mentalmente controlados que não aprendemos com o passado?

      Cidadãos abnegados e altruístas estão constituíndo movimentos e organizações com vista a orientar a sociedade portuguesa para um futuro melhor. Fazem-no por nós todos. Que conhecimento tens tu desses movimentos? O que tens feito para que esses movimentos florescam? O que fazes para além de insultar os políticos na nett, se é que pelo menos isso fazes?

      Devemos acarinhar os cidadãos que têm preparação académica, experiência e acima de tudo que revelam uma moral muito acima da média e estão dispostos a partilharem a visão que têm para a sociedade.

      A minha proposta é exigirmos (por petição pública, ou manifestação, ou outra forma melhor) tempo de antena em sinal aberto para que uma televisão divulgue a mensagem dos diversos movimentos/organismos cívicos e também pequenos partidos de forma periódica à semelhança do que fazem os comentadores acima referidos. A mensagem tem que sair da nett. (Porque não se fala na suite 605)?

      Perante as efidências de que até agora de nada serviram as formas de luta tradicionais. Se não te lembras duma proposta melhor. Divulga esta mensagem. Se tens medo e és incapaz de te superar outros farão a tua parte.

      Eliminar
    2. No que toca ao crime, a procuradora assegura que os gangues estrangeiros estrangeiros não têm fronteiras e estão por todo o lado. Vai mais longe e garante que "há uma máfia portuguesa que tem gente de Leste, tem gente brasileira, tem gente africana, tem gente dos mais variados sítios do resto da Europa, tem gente do Oriente e do resto do mundo. E todos têm as suas actividades mais ou menos camufladas no País e de características diversas". http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1962445

      Eliminar
    3. Luis Mateus, os sindicatos não vão a Bruxelas por várias razões.
      Primeiro porque a ideia de meter os manifestantes em autocarros, foi uma forma certamente negociada pelo governo que não gosta nada de pessoas a manifestar-se... assim em autocarros nem se mexem, nem gritam nem dá nas vistas... e a carneirada alinha.
      Depois não adianta ir a Bruxelas porque Bruxelas sabe muito bem o que se passa em Portugal, sabe do caso BPN, sabe do caso das PPP, da EDP, das fundações, etc.... mandou o governo cortar mas desistiu, porque o governo arranja sempre maneira de fazer as exigencias da troika, cairem sempre sobre mais sacrifícios no povo, para não tocar nos parasitas:
      Bruxelas só quer é que os juros sejam pagos, se somos corruptos ou não, isso não é problema deles.

      Quanto ás petições , isso só funciona em democracias... coisa que não temos em Portugal. SABIA QUE PORTUGAL VIVE NUMA DITADURA? http://apodrecetuga.blogspot.pt/2013/03/sabia-que-portugal-vive-numa-ditadura.html#.UpSSFcRYNXY

      Eliminar
    4. Obviamente estava sendo irónico quanto a Bruxelas! Claro que sei. Em cerca de vinte anos como eleitor apenas por uma vez votei. Autárquicas incluídas. Petições dirigidas à A.R. não são ouvidas. Dirigidas a meios de comunicação social alguma vez foram tentadas? E manifestações dirigidas a essas entidades?
      Caso tenha uma proposta, por favor, apresente.

      Eliminar
    5. Por nós vivermos uma ditadura devemos fazer o que qualquer lutador pela liberdade sabe que é a primeira coisa a fazer. Tomar o controlo da comunicação social e pô-la ao serviço da liberdade.

      Eliminar
    6. Nesse caso a primeira pessoa a tirar será o Xico Balsemão...

      Eliminar
  2. Exelente documentário ... para quem ainda não viu
    http://www.youtube.com/watch?v=9yjy1xYuZrQ#t=123

    ResponderEliminar
  3. Esqueçam os corruptos e patifes de Bruxelas, do governo, dos sindicatos, concentrem-se no Francisco Balsemão, no Ricardo Espírito Santo e seus acólitos... Depois há pequenas coisas que podemos fazer para nos defendermos e irmos minando e ganhando de volta o nosso país, por exemplo, pouco dinheiro em bancos, seguros ou outras tretas financeiras, se têm poupanças, comprem prata, ouro, coisas úteis, etc(há quem diga que estes metais devido aos esquemas mundiais ainda vão descer mais), enquanto ainda é possível. Tentem sempre que possível não dar dinheiro ás EDP, e multinacionais criminosas. Tenham comida, água, etc sempre para 2, 3 meses de segurança. Preparem-se porque desta vez isto é mundial. Portugal está ao que parece destinado a ser uma placa giratória (espécie de porto seguro) tal como na 2a guerra mundial. Há que ficar e lutar pelo que é nosso. Este cantinho é um luxo em qualquer parte do mundo. Temos um clima fabuloso, água e alguma paz... Por enquanto há que degender, resistir e ganhar.

    ResponderEliminar
  4. Desmintam ou confirmem. O TEMPO DIRÁ


    Admito que a noticia tem fundamento e não é só ali que se poderá
    explorar o Petróleo em solo Português tal como na nossa plataforma
    marítima também.

    Num altinho de Cabeça Gorda (acho que se chama assim), que fica entre Runa e Matacães a 3Km de Torres Vedras, por volta de 1974 , esteve a ser queimado durante mais de 2 meses gás natural.

    Ao fim de dois meses os técnicos mandaram selar o poço . Na sequencia disto, o Sr. Armindo , presidente da Junta de Freguesia de Matacães, suicidou-se.

    Um dos técnicos que esteve na análise deste poço já me confirmou que o gás lá encontrado dava para o nosso país pelo menos para mais de 2OO anos.

    O pai do Sr. Herman José foi um dos técnicos alemães que por lá andou.
    É pena já ter falecido para poder ele confirmar a história. Talvez o nosso humorista que tem boa memória consiga confirmá-la se é que alguma vez o pai lhe falou nisso.

    Talvez porque na altura da descoberta há quem diga que a Sacor é que mandou selar ( Sacor depois GALP )

    MAS.....o que mais me admira é ter aparecido há meia duzia de meses um(a) advogado(a) da dª Isabel dos Santos com interesse em comprar uns bocadinhos de terreno mesmo encostadinhos a dita serra que pertenciam
    ainda à minha bisavó . E o engraçado é que dizem que a Dª Isabel já comprou uma quinta encostada a esses terrenos . Que coincidencia...... ou há coisas que andam de dia e não se vêem.

    ResponderEliminar
  5. Esperemos que não exista lá nada de valor. Se ainda não perceberam o desastre que seria ambiental e mais tarde económico, se ainda não perceberam, informem-se...nos EUA até a Shell (rotschilds e clda.) já desistiram do "fracking"... Rezem, mesmo os não religiosos para que não exista petróleo e outras matérias que provoquem ganância desmesurada. Temos uma riqueza maior e mais importante que isso, mas que pode ser destruída e roubada por estes tarados da área das "energias/combustíveis" - a ÁGUA. Num país sísmico como o nosso e de pequena dimensão, com pouca terra boa para a agricultura, para alèm do flagelo do criminoso urbanismo, não precisamos deste tipo de exploração, são muito maiores e irreversíveis os custos do que os ganhos. 1cm de terra viva demora entre 1000 a 3000 anos a ser criado, o custo de despoluição, ou dessalinização da água também é enorme (energia e não só), há que preservar o pouco que nos resta. Já temos o azar de estarmos rodeados de centrais nucleares em Espanha e França, fora as outras loucuras criminosas Fukushima e afins... Acordem.

    ResponderEliminar
  6. Zita admiro a sua luta diária e titanica. Mas e' em vão. Como também e' a de Medina Carreira, Paulo Morais, Tiago Esteves e José G. Ferreira entre outras figuras menos badaladas.
    O povo português e' inconstante. Revolta-se, parte maquinas, barafusta, não bebe pepsi, sente-se ofendido, tira da gaveta o seu patriotismo para salvar a honra do rei, do comandante, do símbolo nacional. E a comunicação social esfrega as mãos...
    Mas para se unir contra a corja de parasitas que governa o pais, fica-se apenas pela ameaça e nada faz para se unir. Excepto se se e' mandado por uma central sindical.

    ResponderEliminar