29 março, 2013

Sócrates, mentiu, manipulou e distorceu. Nada de novo nos nossos políticos sem ética.





As mentiras de Sócrates, neste video, expostas por José Gomes Ferreira. A prova de que, os nossos adorados políticos  INSISTEM EM TRATAR OS PORTUGUESES COMO ATRASADOS MENTAIS. 
1ª MENTIRA- Afirmou que Portugal podia ter feito como Espanha e Itália e evitar a troika... Mas todos sabemos que Teixeira dos Santos, o seu ministro, disse-lhe que já só havia dinheiro para um mês de salários. Está dito escrito e documentado. (apesar de ser outra mentira, pois agora todos sabemos para quem foi o resgate)
2ª MENTIRA - Sócrates diz que a divida pública sobe 30% de 2010 para 2012, insinuando que foi o PSD o culpado pela divida.
Esta é a maior mentira que se pode dizer a um povo, pois esse aumento resultou de a troika ter chegado e ter exposto o verdadeiro deficit do estado que estava escondido. É uma vergonha esta mentira.
3ª MENTIRA - Sócrates afirma que os encargos líquidos das PPP que ele deixou, era de 23 mil milhões de euros, mas citando o estudo de uma consultora que ajudou a criar estas parcerias, e contribuiu para o descalabro, conclui que, os encargos líquidos das PPP todas, incluindo as 8 de Sócrates, são de 32 mil milhões de euros. Encargos brutos, 45 mil milhões.
4ª MENTIRA - Cavaco Silva não foi a oposição, foi sim conivente, mais uma vez ficou calado, enquanto o governo Sócrates se metia neste descalabro de endividamento das Estradas de Portugal. E o presidente foi avisado.

A história repete-se há décadas, foi desta forma que o PSD ganhou ao PS...  e o PS irá ganhar ao PSD, mas Portugal e os portugueses, são os que perdem sempre, por pura burrice e ingenuidade.
Os abutres, oportunistas, aparecem quando alguém está moribundo. (Quando um governo está em crise, aproveita-se para se meter outro mau governo)
Os cobardes ganham força, quando o inimigo está caído.(foi o que fez Passos Coelho a Sócrates e está a fazer Sócrates ao Coelho, e o povinho não percebe, algo tão óbvio?)
Os incompetentes, chegam a parecer competentes, quando reina o caos.
Os corruptos parecem santos, quando o diabo está à solta.
As crises provocadas por todos eles, servem de arma para os colocar de novo no poleiro. A responsabilidade pelas desgraças provocadas por todos, são facilmente empurradas, para quem está no poleiro.

E é assim que ao longo de mais de 3 décadas se elegem criminosos e incompetentes...
Os eleitores, encurralados que nem carneiros mansos, vitimas de uma realidade óbvia e secular - "Depois de mim virá, quem bom de mim fará." - continuaram a alternar entre os mesmos do costume. Os manipuladores da verdade, engenheiros da finança, malabaristas dos números... Mentirosos compulsivos, desonestos, incompetentes reconhecidos. Ambiciosos desmedidos, que tudo fazem para conquistar o poder e o dinheiro público.
E Portugal será de novo o sacrificado...
de cofres mais vazios.
mais serviços sociais, extintos.
mais injusto para os pobres, e um paraíso para os ricos,
mais despido de portugueses.
mais povoado de pobres.
mais atrasado nos padrões de desenvolvimento.
mais saqueado à descarada.
mais despojado de justiça, um verdadeiro far-west. 
E com uma classe politica e amigos, cada vez mais poderosa e rica. 
Os portugueses dividem-se, não entre escolher o correcto ou o errado para o seu próprio bem ou de Portugal, mas escolher entre o meu partido e o dos outros, ou simplesmente, seguindo a armadilha, já tão óbvia, sem alternativa "Depois de mim virá, quem bom de mim fará.", sem a mínima capacidade de se questionar ou avaliar.
Sócrates mentiu descaradamente, como só estes amantes do poder e do dinheiro público, conseguem fazer, distorceu, mas disse o que todos queriam ouvir, pois nisso são peritos. Por alguma razão pagamos, com os nossos impostos, um regimento de especialistas em psicologia, manipulação, demagogia, imagem, etc, que eles contratam para os ajudar a enganar os eleitores, com o dinheiro dos eleitores... brilhante?!

Todos ansiavam pelas palavras sábias do saudoso Sócrates -  "Passos Coelho falhou, e eu sei fazer melhor." 
Estranhamente, nunca o ouvi falar de corrupção, não o incomoda. Talvez ele nunca tenha ouvido falar de corrupção em Portugal!??
Os portugueses não estranham? Por todo lado se tropeça na corrupção, várias provas de corrupção chovem todos os dias na TV, jornais e nas palavras de pessoas dignas e fidedignas. Mas ninguém estranha que os demagogos políticos ansiosos pelos poleiros, nem toquem em tal assunto... criticam-se uns aos outros, trocam galhardetes, mas numa coisa estão de acordo, - nunca falar de corrupção - jogar o jogo da politica, mas sem o expor ou estragar. Jamais desmascarar actos ou personagens corruptos. E Sócrates manteve-se fiel à seita... É tudo a fingir, claro. São as regras do jogo, senão acabava o teatro para todos.

Não falam por uma razão muito simples, porque nesse famigerado sector que nos arruína, os números falam por si, e de forma gritante. A corrupção não cresce desde 2010, nem desde 2005, nem tão pouco cresceu no mandato de A, B ou C, cresce há décadas... e é comum a todos os governos, não travada por nenhum deles... E é ela o ganha pão dos criminosos que nos governam e dos seus anexos, família e amigos.
Mas mais uma vez,  milhões de portugueses serão sacrificados por um punhado de traidores minoritários, que irão, cedo ou tarde, eleger de novo o PS. E em seguida o PSD...
Desta vergonha eles não falam, mas os fanáticos, não acham estranho?
Ou destes saques descarados. 
Enganam quem? Já todos sabemos, porque insistimos em os deixar mentir e fingir?
Tão ladrão é o que vai à horta como o que fica à porta?
Os embustes que os lutadores por poleiros, nunca referem.


Comentário interessante de um amigo 
"O país real é uma pura abstracção na mentes dos governantes deste país.
Ainda José Sócrates recentemente na TV como 1,6 milhões de espectadores e a manipulação"democrática", nesta sociedade onde a mentira é falaciosa e demagogicamente apresentada como a verdade possível e com toda a naturalidade aceite pelos cidadãos, que nem sequer param para se interrogarem!
Este estado a que chegámos num país em que a verdade é ofensiva e olhada com desdém, e na maioria das vezes até como algo de revolucionário, e logo perigoso e um atentado à segurança da sociedade e à verdade conveniente e pregada pelos arautos da dita democracia, só configura que estamos perante uma sociedade doentiamente demente.
Os factos nada significam e até faz parte desta dialéctica da "verdade conveniente" argumentar contra os próprios factos, como se estes fossem parte de uma qualquer realidade virtual, que pode ser também manipulada no instante e adequada ao quadro mental de quem argumenta.

Governa-se pois o país dos argumentos convenientemente esgrimidos conforme se adequam ao momento e dos factos criados virtualmente.
Perante este quadro só se pode ter um diagnóstico para o actual estádio da sociedade, comandada e manipulada por políticos doentiamente afectados por uma psicopatia grave e galopante.
Para que situemos melhor esta patologia do foro psiquiátrico, deixo-vos a descrição clínica da mesma, para que possam fazer a devida reflexão sobre o que acabo de mencionar:
Caracterização clínica de um psicopata -
"A psicopatia é um distúrbio mental grave caracterizado por um desvio de carácter, ausência de sentimentos genuínos, frieza, insensibilidade aos sentimentos alheios, manipulação, egocentrismo, falta de remorso e culpa para actos cruéis e inflexibilidade com castigos e punições." Francisco Gonçalves - facebook

Como afirma Daniel Oliveira.
(...) Deixou muito por explicar: o congelamento por dois anos dos ordenados da função pública para os poder aumentar em ano de eleições; a nacionalização do BPN; a falta de discurso europeu que o manteve até ao chumbo do PEC4 numa posição acrítica e servil; a política de austeridade que ele próprio começou com os PEC e que agora considera errada. E foi criativo na cronologia da crise, fingindo umas vezes que nada sabia em 2009 e outras que tudo já estava a acontecer no início de 2008." fonte

Miguel Esteves Cardoso. 
"Estava doido por falar, como qualquer um de nós. Está melhor como comentador, livre e manipulador, sincero e adversário, do que como primeiro-ministro." Público 

Outra opinião sobre a intervenção Socretina
"OS PERIGOS DE UM AJUSTE DE CONTAS ENTRE ESCROQUES
Decorreu ontem, por entre polémicas, parangonas, propagandismo de pacotilha e o protesto sibilino de uma múmia, o regresso à vida política de José Sócrates. E, a julgar pelo teor da entrevista e pelas paixões e comentários que suscitou, parece que temos telenovela mexicana para uns tempos.
Mas, muito objectivamente falando, que novidade trouxe a intervenção de José Sócates para o debate político ou para o quotidiano dos portugueses para a tornar a coqueluche noticiosa do dia e, ao que se prefigura, dos próximos tempos?

Recordo um cão velho na quinta onde cresci que enterrava os ossos, os deixava marinar enterrados por vezes durante anos, e, por fim e à força de escavar incessantemente a terra, acabava por os desenterrar e roía-os com o ar deliciado de gourmet que saboreia um queixo de cabra bem seco. E a pergunta surge natural: porque diabo estamos a falar da paixão de um cão por ossos velhos?
Porque é essa a novidade! Um osso velho e já meio putrefacto que todos já rilhamos, que alguns já esqueceram mas muitos não, e que agora nos é reproposto em horário televisivo nobre por uma figura em que abundam os dotes de comunicação na mesma proporção que a escassez de princípios éticos ou autoridade moral para opinar sobre o que quer que seja. 

E que revela o filósofo? Aquilo que já todos estavam podres de saber desde a década de 90: que Cavaco é um manipulador maquiavélico cuja tacanhez de espírito e manifesta falta de rudimentos educacionais fazem assemelhar a uma espécie de Richelieu de tamancos.
Mas isso não é novidade desde os tempos em que foi fazer a rodagem da viatura e acabou eleito presidente do PSD. E tirando isso, o filósofo apenas fez aquilo que se esperava dele: reconhecer a possibilidade teórica de pedir desculpas por eventuais erros governativos passados e recusar a assunção de qualquer tipo específico de culpas na situação presente do país. Ou seja, um pouco como aprovar entusiasticamente na generalidade para rotundamente chumbar na especialidade.
O problema é que o filósofo, quando posto em confronto com a múmia, ganha aos pontos no que toca a dotes de comunicação e que hoje, foram já várias as vozes que hossanaram a sua imaculada condição restaurada miraculosamente e em directo a abrir a Semana Santa.

Igualmente preocupante é que isto ocorre num momento em que o chumbo do orçamento pelo tribunal de contas pode conseguir o que a falta de decência e vergonha nas fuças da corja governaleira não permitiram até ao momento presente: a queda por putrefacção de um governo que acha que o cheiro de decomposição que dele emana provém de uma incompatibilidade cutânea com o desodorizante. No mesmo momento em que o principal partido da oposição passa de um longo abstencionismo cúmplice e criminoso para a apresentação de uma moção de censura. No momento em que uma sondagem coloca a quadrilha laranja a bater de cornos nos mais baixos índices de popularidade.

Que se desanque publicamente a múmia presidencial e que tal ocorra em horário nobre é algo de divinamente aprazível.
Que a merda governaleira caia é igualmente motivo de júbilo.
Agora que aquilo que não vai além de um simples ajuste de contas entre dois escroques seja usada para perpetuar uma democracia de alterne esse é um perigo real num momento em que não basta mudar de moscas, num momento em que é imperativo remover toda a merda!" (No facebook, autor não identificado)

Ainda a propósito
Os partidos dão muito dinheiro
Os cortes que eles nem falam
A viagem alucinante pelo mundo da máfia que nos arruína.




20 comentários :

  1. Cerca de 50 actores dominam a poliitica nacional.

    Hoje na política, amanhã nos bancos, no outro dia no estado, no dia seguinte nas empresas públicas, sempre apoiando os donos do betão.

    Foram promovidos pela banca e pelas construtoras, que financiaram as suas "carreiras" políiticas...
    De facto, a política é um palco, onde se representam boas intenções mas, os seus produtores são os nossos declarados ladrões.

    Roubam-nos a carteira, com a cumplicidade dos actores políticos que iludem, mentem e traem para manter o teatro a funcionar indeterminadamente.

    E não é que nós, continuamos a comprar-lhes os bilhetes e a aplaudir sempre a mesma tragicomédia?

    ResponderEliminar
  2. Comentário de Marcelo Rebelo de Sousa:

    O desmoronamento da economia Portuguesa por ação das politicas erradas que tem sido levadas a cargo pelo governo conjunto de, Passos Coelho e Paulo Portas, será uma realidade com que os Portugueses terão de se confrontar num futuro muito próximo se as politicas que têm vindo a ser aplicadas na Governação de Portugal, não forem radicalmente alteradas a curto prazo.

    Politicas desastrosas aplicadas nos sectores mais vitais e ao mesmo tempo, mais frágeis da Sociedade Portuguesa. Sectores esses, que sustentavam em grande parte a economia nacional por via do consumo interno e pela empregabilidade que garantiam a milhares de Portugueses.

    As bases de sustentação da economia Portuguesa que têm criado a verdadeira riqueza pela via do consumo da produção e da criação de emprego, foram e continuam a ser atacadas de tal forma e de maneira tão inconsciente e impiedosa, que nos próximos anos curar as chagas de tão vis ataques, apresenta-se como uma tarefa hercúlea de dificil execução.

    Se nada for feito já, para impedir a continuidade destas políticas desastrosas, a grande maioria dos Portugueses, estará condenada a um futuro sem futuro e á pobreza extrema, dependendo de esmolas.

    Agora eu pergunto-me, qual destes merece mais crédito?
    O Sócrates fez despesa com a ajuda a oposição, mas fez obra, mas este está a aruinar o país de tal forma que trde vai regressar a ser um país independente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas é assim que os portugueses tem que pensar? Seremos nós alguns selvagens, que temos que nos contentar em decidir escolher para nos governar, não quem é honesto e competente, mas quem rouba menos e é menos incompetente? Mas porque não podemos ser exigentes?

      A Islândia já condenou ministros e banqueiros responsáveis pela crise, e continua a julgar mais.
      A Grécia já condenou , no caso dos submarinos , os culpados, está agora a condenar ministros corruptos...
      O Chipre das primeiras coisas que fez, quando rebentou o caos, foi demitir os culpados, baixar os salários aos políticos, e começar a perseguir com a justiça os responsáveis....

      AQUI NESTE PÂNTANO COM CHEIRO A ESGOTO AINDA temos que escolher os criminosos e os responsáveis, para nos governar? Temos que mudar de mentalidade ou isto irá ser sempre assim. Nós temos direito a justiça e a políticos decentes, mas temos que os saber exigir.
      Porque nós portugueses mentalizamo-nos e habituamo-nos a viver neste esgoto demente, e já nem conseguimos perceber que existe outra coisa. Pensamos que temos apenas que escolher entre o que está no esgoto? Não conseguimos ver mais além?

      Eliminar
    2. Caro Luis Leal:

      O sr pertence à zona populacional que vive um dilema sério: Afinal é melhor o Cócó ou a Porcaria?
      E têm, de 4 em 4 anos, a suprema honra de escolher entre uma e outra.

      Só que existe uma outra zona populacional que já entendeu que o Cócó e a Porcaria são exactamente a mesma coisa.
      E não quer mais votar nela.

      E procura alternativa credível, daquelas que se não deixam vender aos donos do país (bancos e betão).

      Que tarda em aparecer, reconheço.

      "
      Agora eu pergunto-me, qual destes merece mais crédito?
      O Sócrates fez despesa com a ajuda a oposição, mas fez obra, mas este está a aruinar o país de tal forma que trde vai regressar a ser um país independente."

      A questão não é "fazer despesa". A questão é que TIPO de despesa?
      Se excluirmos as energias renováveis, com compensações exageradas (convirá perceber aqui a relação entre Sócrates e Carlos Pimenta), nada mas nada, o rapaz fez que possa ser uma mais valia económica para o país.

      Tudo foi feito para "dar de comer" aos bancos e às construtoras: auto-estradas, hospitais-"empresa", portos, marinas, estádios de futebol... enfim, "investimento" louco, desprogramado, sem qualquer contrapartida ou objectivo que não fosse a caça ao voto e o encher dos bolsos aos donos da finança do país (os lucros dos bancos e os salários dos gestores de então, riam-se da palavra "pornográficos"...)

      Toda este devaneio poderia dar de comer, muito emprego, mas TINHA DE TER um triste fim. A única questão era quando.
      A crise do subprime nos EUA e o BPN, dos amigos do Cavaco, por cá, foram apenas as espoletas...

      Eliminar
  3. Sócrates mentiu!!!! Mas o Passos o Gaspar o Marcelo e toda a comandita de que você faz parte, falam verdade! Confesse meu caro que entre o TC a Moção e o regresso de Sócrates, com a "Grandola à mistura, vocês estão aterrados!
    BPN (Sócrates?)
    Madeira (Sócrates?)
    Submarinos (Sócrates?)

    Um anti-Sócrático até há pouco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É de Anónimos fieis como você que o Cavaco, o Duarte Lima, o Oliveira e Costa, o Sócrates, o Passos, o Portas, o Vara, o Relvas e outros, vivem... e bem.

      Vocês são a prova provada, em como condicionar as massas com uma pequena peça de teatro na tv, é fácil... e útil.
      A vossa privilegiada cabeça apenas suporta um dilema: PSD ou PS.

      Qualquer alternativa é pecado. É um salto no escuro. É apoiar o oculto.

      Nem queira saber o medo que eu tenho desta gente...
      É tanto, que se cruzo com algum deles na rua, só espero conter o meu vómito de pânico.

      Pérfido





      Eliminar
    2. Socrates privatizou o BPN? Como é que ele pode ter apoiado um saque tão grave ao país? Oferecer um buraco de 9 mil milhões de saques do PSD ao povo? Ele gosta mesmo é do PSD...
      E como é que ele escondeu o défice com imensa engenharia, deve ser do curso tirado ao domingo...
      Estamos aterrados sim, com portugueses que assim de repente passam a adorar mentirosos. Que apoiam a sua destruição do país.
      Aterrorizados com pessoas que chegam aqui a um blog que denuncia corrupção de todos os partidos, e nem tem a capacidade de descobrir essa evidencia, pensando que é mais um blog que defende seitas partidárias...
      e com a mesma perspicácia , consegue descobrir que afinal o Sócrates é muito melhor que o Coelho, para nos roubar.
      Ainda bem que com a sua perspicácia, que realmente nos aterra, já descobriu quem prefere, para o roubar.

      Eliminar
  4. Sócrates Pinto de Sousa é um bipolar.
    É um homem que usa a abusa da gritaria histérica para conquistar espaço no poder.
    Trata os seus seguidores - indivíduos de impossível classificação numa escala de dignidade humana, como o Silva Pereira - muito abaixo de cão.
    Chama-lhes nomes que envergonhariam uma parede, atira com tudo o que tem na secretária para o chão, disfarça a sua ignorância sobre quase tudo com afirmações com tanto de redundantes como de banais e sistemáticas.
    Este, o grande homem que os portugueses elegeram para primeiro-ministro.
    Porque volta ele agora?
    Para evitar que Seguro tenha uma vitória esmagadora nas autárquicas.
    Para obrigar Seguro a negociar com ele, nomes dos seus amigos para as câmaras e, mais tarde, para deputados nas legislativas.
    Sócrates Pinto de Sousa vem agora para defender a sua matilha, reduzindo o apoio interno ao PS de Seguro nas autárquicas (daí que Relvas o tenha contractado) e condicionar candidaturas do PS à Pr da República.
    Este homenzinho que nunca teve um emprego nem nunca estudou, o melhor que terá feito na vida foi ser transfuga da jsd para a js de Castelo Branco, terra do Guterres, que o foi buscar, aos 30 anos, logo para deputado.
    O pior que Guterres fez ao país, foi ter nomeado Vara e Sócrates ministros.
    Esta dupla viveu para um objectivo: o saque.
    Seguro também foi ministro de Guterres.
    Veremos...

    ResponderEliminar
  5. Mas porque é que vêem o Sócrates? Porque é que lhe dão importância? EU JURO QUE NÃO VOS PERCEBO...Porque é que aquela coisa é noticia?...Fogo! Há tanto assunto que nos interessa...Mas continuam a insistir ...é chover no molhado ! Para mim é lixo com saco fechado com nó e dentro do contentor...FenIX! ENCAREM A REALIDADE! ESTAMOS FARTOS DE POLITIQUISses E JÀ NÃO NOS ENGANAM! Áh pois é...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não vejo o socrates, mas acha que se deixarmos de o ver ficamos mais seguros? Claro que não, ele não é um assunto enterrado, ele deveria ser um assunto de justiça, e temos que ter esperança que um dia Portugal seja um país justo.

      Eliminar
  6. Todos este comentarios merecem o meu aplauso. Mas nao passam de comentarios. Essa gente precisa de comecar a levar umas chapadas nas trombas, Literalmente!!. Nao ha outro modo de os arredar da teta.

    ResponderEliminar
  7. anonimo 10 june 2013
    tenho estado a ler os artigos e com os meus 80 anos tenho mais visao da situacao aconselho procurem na net ou comprem o livro ( Builberg os senhores do mundo de Daniel Estulins) ficao a saber quem escolhe para nos em quem devemos votar os ladroes sao toda a alta financa a nivel mundial nos nao somos os unicos nisto ja aconteceu em 1929 temos que voltar a ser ignorantes epobres foi essa aminha juventude por isso sei do quefalo tenho a qurta classe por pouco nao fiqueu analfabeta tive emigrar aos 17 anos efoi noutro pais que consegui alargar os neurones e sintome orgulhosa com oque consegui equero transmitir aos jovems muito mlhor preparados que vao em frente aqui nao havera futuro por muito tempo only job for thes boys como podem observar ate domino o ingles com alguma qualidade lutem e procurem saber quem sao os ilumnados que querm uma nova mundial

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas essas forças internacionais apenas conseguem saquear e arruinar países governados por corruptos que vendem a soberania e a dignidade. Esses poderosos apenas conseguem dominar países cujos povos são ignorante e mansos e cujos políticos são traidores, com o apoio do povo.

      Eliminar
    2. Exactamente quem tem mandado no jogo, são as altas finanças.
      Os senhores do dinheiro, os que controlam a criação da moeda, controlam as economias, políticos, media e até a justiça. Não é só em Portugal que existe corrupção ou mesmo a crise, apenas é mais falada cá. A globalização da crise, está ligada à globalização da corrupção, os políticos têm sido as marionetas perfeitas para banqueiros privados e manter a ilusão de que temos democracia ou soberania. Sem termos o controlo da emissão da moeda, a democracia vale zero.

      Eliminar
  8. Infelizmente o Sócrates é notícia. Só num país destes é possível este sr. notícia. Depois de sanear televisões privadas, impõem-se na pública, cada vez mais acredito que eles não prestam. Dizia, recentemente, que a ministra das finanças mentiu aos portugueses e que não tinha lugar no seu governo. Será que não tinha lugar no seu governo por mentir tão pouco?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A ministra das finanças já vem do governo socrates... mentir mentem todos, pena haver quem acredite neles.

      Eliminar
  9. É IMPERATIVO CRIAR TÉTO MAXIMO PARA UMA UNICA REFORMA APENAS POR PESSOA ,EX: 1700 € . VAMOS PERMITIR QUE ESSES REFORMADOS DESCONTENTES EMIGREM A PROCURA DE REFORMAS MELHORES ! VAMOS SALVAR OS NOSSOS FILHOS JOVENS ,PERMITIR UM SUSTENTO RAZOAVEL PARA PRODUZIREM EM PURTUGAL . QUE EMIGREM ESSES CHULOS ,VELOS E MENOS VELHOS QUE FICAM DESCONTENTES POR TEREM POUCA REFORMA .....SO ASSIM SEM ESSES CHULOS OS NOSSOS JOVENS CONSEGUIRAO VIVER NESTE PAIS . CLARO ESSES REFORMAS CHURUDAS LA FORA NINGUEM OS QUER , OBVIO NUNCA VALERAM NADA . SAO UM PESO PESADO PARA TODOS OS QUE TRABALHAM NESTE PAIS E PARA OS JOVENS QUE SAO NOSSOS. ...... ÁJA CORAGEM POLITICA , PERMITAM QUE ESSES CHULOS FIQUEM ZANGADOS E EMIGREM ...... VAMOS A ISSO POLITICOS , ARECEITA É ESTA E FACIL

    ResponderEliminar
  10. Comentadores e sabichões,temos muitissimos.
    Quem vota sempre nos mesmos? São os estrangeiros que veem cá votar?
    De que se queixam????
    Se são todos corruptos,como teem quase 80% dos votos..............permanentemente
    Assim,até nos chamam..............................piegas
    Temos a possibilidade de abrir os olhos. Continuar assim.............vamos ter o que merecemos
    A bem da Democracia,pensem bem antes de lá por a vossa "benção" nas urnas

    ResponderEliminar
  11. Caros comentadores, vivó pobo! Só não concordo com o facto de nos chamarem, quase sempre, BURROS ! Não snr.! Não somos burros, somos é ARTISTAS ! Porque ser BURRO já não é defeito, é ARTE !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AS PESSOAS ESTÃO À ESPERA DO POLITICO VIRGEM E PERFEITO PARA VOTAR?
      Esquecem que é precisamente ao contrário. Só quando o povo votar e começar a saber usar os votos, a punir os maus e a eleger os bons, é que os políticos começarão a esforçar-se por ser honestos e competentes, tementes ao poder do povo. E aos poucos e poucos os criminosos não sentirão que o seu futuro é na politica e que a impunidade é o seu trunfo, e já nem se atrevem a candidatar-se. Este é o processo que em Portugal precisa de ser iniciado, mas os manipuladores serviçais dos corruptos, continuam a fazer crer ao povo que votar nulo, branco ou abstenção é que é revolução, protesto e etc... e eles acreditam. Video que explica como a abstenção é inofensiva para os partidos que criticamos mais.

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/04/em-democracia-quem-decide-os-salarios-e.html#ixzz3XZZC3NLR

      Eliminar