31 março, 2014

ABUTRES DO PATRIMÓNIO NACIONAL, ROUBAM PELA CALADA, ASSIM É QUE É.




Após a divulgação desta reportagem/ bomba, o normal seria, que todos os órgãos de comunicação falassem sobre o assunto. Mas neste país, onde quase tudo que é importante, se ignora e oculta, não há quem exija verdade e seriedade, ninguém comentou a reportagem. Se fossemos cidadãos a sério e um país a sério, as exigências seriam mais elevadas, mas mantemos uns padrões demasiado baixos.

Hospital de Arroios, vendido pelo estado por 10 milhões, a um privado que no mesmo dia, lucrou 11 milhões a vende-lo novamente, por 21 milhões aos espanhóis.
Como costuma dizer Paulo Morais, o sector imobiliário corrupto, em Portugal é mais lucrativo que o tráfico de droga. Temos traficantes no governo?
Para facilitar a coisa... a Estamo tem o direito, que eles decidiram, de não ser obrigada a abrir concurso público, pode vender a quem quiser, como quiser e pelo preço que quiser... aquilo que é público?

30 março, 2014

A superioridade alemã ficou clara: os alemães conseguem ser corruptos mesmo quando não há ninguém para corromper?


boca inferno ricardo apodrecetuga alemanhaO humorista e colunista da revista Visão, Ricardo Araújo Pereira, faz uma analogia e, respetiva, distinção entre “o corrupto português”, referindo-se ao caso dos submarinos, e “o Pai Natal”.

Corrupção não entra aqui
Era uma vez uma empresa alemã que vendeu dois submarinos a Portugal.
Uso esta formulação porque, tendo em conta que os factos ocorreram há sete anos, tudo parece pertencer já ao domínio da fábula.
Na Alemanha, houve um julgamento no qual certos intervenientes no processo foram condenados pelo crime de corrupção.
Em Portugal, houve um julgamento no qual certos intervenientes no processo foram ilibados do crime de corrupção.

29 março, 2014

A NOSSA MANSIDÃO PROMOVE A CORRUPÇÃO. SEJAMOS EXIGENTES, NÃO MANSOS.


Só mesmo alguém que não teme nem respeita a justiça e o povo, é que responde a um inquérito sobre um crime como o BPN, com piadinhas e gargalhadas. Oliveira e Costa, o destemido...
Medo de quem, já agora? O povo é manso, o resto é só amigos.




Em democracia é assim, nada é dado, tudo é conquistado.

Se não exiges democracia, terás ditadura
Se não exiges verdade, terás mentiras
Se não exiges justiça, terás criminosos
Se não exiges direitos, terás apenas deveres
Se não exiges honestidade, terás corruptos
Se não exiges competência, terás incompetentes
Se não exiges liberdade, terás opressão
Se não exiges frontalidade, terás demagogos
VOTAR É A FORMA DEMOCRÁTICA DE EXIGIR. Votando contra o que não queres exiges e mostras o que queres.
Portugal é como uma empresa. Nós povo, somos o patrão, eles políticos, são os funcionários.
Sê um patrão exigente, atento, critico, justo e isento para que a tua empresa seja bem gerida. Patrões que não punem nem premeiam, desleixados, desligados da empresa e mal informados, vão à falência. Portugal está falido.

"A nossa mansidão
Há dias, um tribunal resolveu notificar o sr. José Oliveira Costa para o julgamento de um novo "caso" do sr. Duarte Lima.
Para grande espanto do tribunal e da generalidade dos portugueses, o sr. Costa tinha desaparecido.
Passaram uns dias. A sra. ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, declarou em público que achava "muito estranha" a dificuldade de encontrar um indivíduo com "uma pulseira electrónica" no tornozelo (ou no pulso).

28 março, 2014

Hospital de Gaia, com derrapagens à vista. Concurso público amigo.


A Corrupção alastra..
Eis um novo caso. Um concurso público, pouco acessível ao público, mas muito acessível para alguém especial? Como garantir que um concurso público seja um concurso privado?
O Centro Hospitalar de Gaia lançou um concurso que afronta os profissionais, a quem se destina, pelo descaramento da ilegalidade.
Um "concurso" em que a base é menos de um quarto do valor real para o volume da obra?
Os encargos do licenciamento ficam a cargo do autor do projecto?
O autor têm cerca de um mês para fazer o projecto?
60 dias sem nenhum pagamento?
TOTAL ILEGALIDADE. Palpita-me que é mais um BOY que se quer governar antes DE PERDER O POLEIRO.
A ordem dos arquitectos denuncia a ilegalidade...
Prazos impossíveis de cumprir, para assim eliminar propostas de arquitectos que não conheciam, de antemão, as exigências.
Falhas da avaliação que colocam em causa a qualidade da obra.
Obrigar os contratados a tratar do licenciamento do projecto?
A ordem dos arquitectos avalia ainda que o preço base é estranhamente baixo?
A Ordem dos Engenheiros também apresentou denúncia deste mesmo concurso.
É muito comum utilizar este tipo de truques nas adjudicações públicas. Fazem-se exigências, que apenas os que forem amigos do adjudicante, poderão satisfazer, por possuírem informação privilegiada e facilitada. Um empresário vitima destes esquemas conta como se faz, neste video, ao minuto 19.

27 março, 2014

OS LUXOS DO BANCO DE PORTUGAL, SERÃO PRÉMIOS POR COMPETÊNCIA?

vitor constancio bdp
Os portugueses estão cansados de saber que a austeridade fica à porta do Banco de Portugal (BdP), e que enquanto uns vivem à grande, outros caem na miséria.
Recentemente compraram mais uns carros de luxo, BMW´s adquiridos por esta instituição que teima em levar uma vida de rico num país de pobres.
No final de Fevereiro, o BdP lançou mais um concurso o concurso público para "aquisição de mobiliário geral" pela módica quantia de 625 mil euros
Como é do conhecimento público e além fronteiras, as contas não são o ponto forte desta casa (basta lembrar a supervisão (-não- feita) ao BPN e BPP, por exemplo. Por isso ao chegar a Março lá, descobriram que se tinham esquecido de comprar cadeiras, e eis que lançou o respectivo concurso público no valor de 198 mil euros, em cadeiras... ah pois. 
Naturalmente, na azáfama das compras ninguém tem tempo para pensar em muito mais ou fazer trabalhos complexos e assim o BdP lá decidiu gastar mais 195 mil euros na aquisição de serviços de avaliação de candidatos. 
As compras são viciantes, um BMW por 30.652,37 euros e outro BMW GT por uns módicos 32.381,65 euros. Já antes do Natal tínhamos assistido à compra de oito veículos topo de gama.

26 março, 2014

POLÍTICOS RECUSAM FALAR DE CORRUPÇÃO, NEM SE ATREVEM A MENCIONAR A PALAVRA.


Discurso de Passos Coelho, acabadinho de chegar de Marte. Surpreendido com a justiça?
Neste video assista a uma compilação de depoimentos para perceber as diferenças entre o discurso dos que lutam contra a corrupção e dos que a querem manter.



Este é mais um discurso, de Passos Coelho, que vem comprovar que, a luta contra a corrupção, na esfera politica, continua a ser ignorada. Recusam-se a assumir que existe e que é um problema grave que todos os portugueses querem ver eliminado. O discurso, no video, é mais uma prova disso. Apesar do tema central do discurso ser um acto de corrupção que saiu impune por corrupção, Passos Coelho recorre a todos os eufemismos possíveis para nunca usar as palavras proibidas.

25 março, 2014

4 mil milhões ilegais. Ex secretário de estado da energia, denuncia o saque da EDP.


henrique gomes demissão a verdade edp
O anterior Sec. de estado da energia, Henrique Gomes, que se demitiu porque foi impedido por Passos Coelho, de denunciar e reduzir as rendas ilegais da EDP, enfrentando o poderoso lobby, continua a tentar alertar os portugueses, para o descalabro.
Apesar de perder o cargo recusa-se a ficar calado sobre tamanho desplante da EDP e do próprio governo, a quem acusa de apoiar a EDP e não apoiar o Ministério da Economia neste confronto com o gigantesco loby .
O seu atrevimento, acabou por o levar ao pedido de demissão, no dia em que Passos Coelho o proibiu de falar das rendas da EDP. Escândalo que culminou na posterior demissão do Ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, que tal como Henrique Gomes, tentou defender o interesse nacional, reduzindo as rendas/saque da EDP.
No entanto cedo perceberam quem manda em Portugal... não são os Ministros, nem o Primeiro Ministro, e muito menos os Secretários de estado.

O povo, como sempre sereno, ignora o que deveria saber.
Ignora o poder da EDP.
Ignora a incapacidade do PM, e do Ministro das Finanças para defender o país.
Ignora as acções do Ministro da Economia e do seu secretário de estado.

24 março, 2014

COMO SE DESFAZEM DO PATRIMÓNIO PORTUGUÊS PARA CALAR UNS E ENRIQUECER OUTROS


NESTE VIDEO CONHEÇA MAIS ALGUMAS "ALDRABICES" DE SÓCRATES, QUE TODOS VAMOS PAGAR... UM HOMEM COM VISÃO, diz o Santana Lopes... mas deve ser visão curta.


VEJA O VIDEO, PORQUE CONTADO NINGUÉM ACREDITA.
EM 2010, O MINISTÉRIO DAS FINANÇAS VENDEU 466 IMÓVEIS, E OBRIGOU OS CONTRIBUINTES A PASSAR A PAGAR RENDAS, DO QUE ERA SEU. Tudo para fazer entrar milhões nos cofres do estado, e tapar buracos, porque sabem que as rendas serão uma despesa diluída que passará despercebida.
Mas segundo os cálculos, em 10 anos, o dinheiro arrecadado com as vendas, já foi gasto nas rendas, deixando assim para as gerações futuras despesas fixas insuportáveis.
Vendeu inclusivamente hospitais dos mais importantes de Lisboa, pena não ter vendido a casa dele e a da mãe, para tapar os buracos.
Para agravar o cenário, ainda obrigaram o estado a pagar multas devido a atrasos e incompetências durante os processos de venda e venderam edifícios por valores inferiores ao seu preço.
Caiado Guerreiro, fiscalista, explica que este tipo de manobras financeiras, nem deviam ser permitidas e a UE, devia proibi-lo, pois serve apenas para ludibriar os resultados do deficit e arruinar o país.
- A venda do hospital S. José e o Curry Cabral são os casos mais chocantes ou graves. Venda realizada em 2010.
Hospital S. José pagamos de renda, 2,798 milhões/ano
Hospital Curry Cabral, aluguer de algumas partes e serviços, renda de 1,400 milhões/ano.

PREJUÍZOS DE MAIS DE 65 MILHÕES DE EUROS? JUROS DE 73 MILHÕES?
Parpública já não consegue comprar mais imóveis ao Estado - Um dos artifícios mais utilizados por Teixeira dos Santos atingiu o ponto de ruptura
Foi uma das formas encontradas pelos governos Sócrates para baixar o défice: a venda de imóveis públicos a empresas públicas. Por um lado entrava receita nos cofres públicos, por outro, e como as transacções eram feitas através de empresas do grupo Parpública, a despesa não contava para o Orçamento do Estado e, logo, contabilisticamente falando, o défice reportado a Bruxelas baixava. Só em 2009 e 2010, o Estado conseguiu encaixar mais de 600 milhões de euros a vender imóveis a si próprio – baixando desta forma o défice.

22 março, 2014

NARCISO -MAIS UMA VITIMA DOS LOBIES QUE QUEREM, PODEM E MANDAM?

praia carcavelos lobies asae

Por Luis Narciso Felix:
Por mais suspeito que eu possa ser, nada me impede de tornar publico o que muito poucas pessoas sabem:
A VERDADE SOBRE ESTA INJUSTIÇA!!!!!!...ou seja:
O "Velho" Narciso, mais propriamente, o SR.NARCISO LUIZ GRAVE JUNIOR, progenitor da família Narciso, e ilustre mentor do Projeto Particular mais arrojado da Costa do Estoril na época dos anos 50/60.
O Edificio Narciso, construído pelo próprio, com os recursos do trabalho familiar e de todos os sacrifícios que daí advieram, sempre criaram invejas injustificáveis.
Inveja do srº Narciso, que teve a coragem de esperar 19 anos pela autorização camarária para iniciar a construção de um edifício, que viria a ser ícone da Costa do Sol, e posteriormente Costa do Estoril.

21 março, 2014

Passos Coelho sujeito a avaliação de desempenho. O lado obscuro?


passos coelho cadastro justiça Recentemente Passos Coelho veio gabar-se "Eu como gestor sempre me dei bem com a avaliação de desempenho"
"Em várias empresas que administrei, a avaliação de desempenho foi sempre um critério objectivo para melhorar resultados e poupar nos resultados de exploração.”
Passos Coelho acrescentou ainda que as empresas portuguesas que “pretendam ser mais produtivas” possam também passar a utilizar processos de avaliação de desempenho. FONTE

Estas frases de Passos Coelho trouxeram-me à memória alguns artigos, do blogue "O verdadeiro lápis azul", que compilava casos obscuros sobre Passos Coelho e o PSD. Quem avaliou Passos Coelho? A justiça? O padrinho Angelo Correia? O país? 
Mas em 2011, estranhamente, este blogue, calou-se.

@ - Passos Coelho: Gestão desastrosa do New Energy Fund
Passos Coelho gaba-se da sua experiência como administrador, mas esta é um desastre. Senão vejamos, o Grupo Fomentinvest de que Passos Coelho era administrador executivo geria, por exemplo, o “New Energy Fund” que integra vários projectos empresariais (com resultados desastrosos desde a sua constituição com uma desvalorização acumulada de 17% em apenas 15 meses e diversas empresas do Grupo sobre suspeita).  É esta a sua experiência! Consulte aqui todos os investimentos do “New Energy Fund”.
passos corrupção água privatização expresso
Semanário Expresso
fonte 

20 março, 2014

O sucesso das medidas de austeridade para os ricos, está à vista.



doentes sem medicamentos

A MISÉRIA PORTUGUESA

As cifras negras de Portugal, quase 40 anos após o "25 de Abril de 1974".
Pobres em Portugal: 3 milhões de pessoas.
Desempregados: 1.500.000 indivíduos.
População ativa em Portugal: 5.587.300 indivíduos.
População Prisional: 12.681 reclusos
Emigrantes Portugueses (até à 3.ª geração): 31,2 milhões pelo mundo fora.
Crianças portuguesas com fome assinalados nas escolas: 12 mil.
Portugueses com fome: 300 mil.
Idosos na solidão: 23 mil idosos a viverem sozinhos ou na solidão (Censo da GNR).
Portugueses sem Médico de família: 700 mil pessoas.
Pessoas sem-abrigo: 3.500.
Pessoas sem água canalizada ou esgotos ao domicílio: 700 mil.

19 março, 2014

A crise visa criar contribuintes e escravos, que sustentem as elites.





As alterações às leis do Trabalho e da Segurança Social que o Governo PSD/CDS está a levar a cabo configuram, como sempre denunciámos, uma verdadeira declaração de guerra aos trabalhadores portugueses e submeterão o Povo a uma situação de fome e de miséria ao mesmo nível, senão mesmo pior, que os piores tempos da governação Salazarista.
Com efeito, as novas leis laborais – quer as já em vigor ou já aprovadas no Parlamento quer as que o Governo prepara em surdina – consubstanciam um verdadeiro novo Código do Trabalho de drástico embaratecimento e de liberalização dos despedimentos e um brutal abaixamento dos salários e aumentos dos tempos de trabalho, ou seja, de verdadeiro roubo dos salários e do próprio trabalho.
E os novos regimes fiscais e da Segurança Social – com
- o confisco de dois meses de salário, 
- a redução uniformemente acelerada, em valor e em duração, dos diversos subsídios sociais,
- do subsídio de desemprego
- ao de doença
- e de maternidade,
- e a diminuição das pensões
- e o adiamento da idade de reforma –
farão esse tipo de direitos e garantias, tão duramente conquistados pelos operários e demais trabalhadores, descer a níveis inferiores aos dos mais dramáticos tempos do fascismo.

18 março, 2014

Cura de Cancro na Fundação Champalimaud, falso alarme. Desmentido.


Circula na Internet, o boato de que existe uma cura para o cancro, na Fundação Champalimaud, é uma noticia distorcida e está a ser difundida sem parar, causando falsas esperanças a doentes de cancro, o que é muito cruel e de mau gosto, por isso me senti impelida a repor a verdade.
O tratamento existe mas não cura o cancro, apenas elimina o tumor, tal como uma cirurgia ou a radioterapia vulgar. Mas como se sabe, isso não é o mesmo que curar o cancro.
Tem vantagens claro, não se pode negar, é menos dolorosa que uma cirurgia, exige menos sessões de radioterapia, menos danos colaterais na remoção de tumores, mas não cura o cancro. 
Juntamente com esta ideia de que o cancro já tem cura, ainda agravaram a situação ao afirmarem que esta pseudo salvação estava vedada à maioria das pessoas, pois era muito cara e não havia no SNS.
Não é justo falsear a verdade quando há pessoas a sofrer muito e a ansiar por salvação, e perdem tempo com noticias distorcidas. Se receber por email, ou tropeçar neste boato, não a divulgue, os doentes de cancro agradecem.

Os alarmistas criaram este texto que circula na Internet e está a criar falsas esperanças nos doentes de cancro. 
Sinto que esta é uma daquelas informações que não se pode deitar ao lixo sem passar a TODOS amigos e conhecidos. 
É possível evitar muito sofrimento
Curar o cancro com 1 só sessão, em Portugal. Fundação Champalimaud. Tratamento disponível desde 2012 Março.
Convém estarmos todos informados.Vejam e divulguem
Curar o cancro com uma só sessão, em Portugal. Fundação Champalimaud. Radioterapia que elimina tumor numa só sessão chega a Portugal.
Pode eliminar o cancro numa única sessão, mesmo com o tumor já espalhado. É indolor e tem menos custos que a radioterapia convencional.
Por agora, a Fundação só recebe doentes particulares, tendo já acordos com oito instituições com seguros de saúde. O custo para o sistema de saúde é muito mais baixo. 
Não basta reclamar solidariedade do sistema. É preciso nós sermos solidários com nós próprios, para podermos ser com os que nos rodeiam. Quem não sabe receber, nunca aprenderá a dar(texto parcial)

Para esclarecimento, uma compilação de artigos sobre o tema... 

17 março, 2014

E que tal o governo divulgar o orçamento da corrupção, com gráficos e números coloridos.

orçamento corrupção

Governo publicou o “Orçamento Cidadão”, para resumir e simplificar as 236 páginas de gráficos e números do Orçamento de Estado, e assim responder ás dúvidas dos cidadãos.
"Em que valências é aplicada a despesa pública?
De onde vem a receita do Estado?
Como se distribuem as pensões de velhice?
Em que projecções se baseia o Governo para prever as receitas e as despesas?"
A ideia de lançar este projecto, explicou Paulo Trigo Pereira, surge enquadrada “numa iniciativa de transparência orçamental à escala mundial”, o Open Budget Initiative, para “tornar acessível aos cidadãos o processo orçamental”, com gráficos, quadros coloridos, explicações curtas, informações simplificadas ou um pequeno glossário. fonte

16 março, 2014

O regresso de Relvas... Aquilo que vem nos jornais já não demite ministros??


Quando nada os detém... nem justiça, nem vontade popular, nem comunicação social, nem vergonha...
O voto é a arma do povo, dizem alguns crentes e ingénuos,  mas não sabem como usa-lo e passam a vida a dar tiros no próprio pé e a deixar ilesos quem a arma deveria abater, os que o enganam e roubam à descarada.
Se o voto é a arma do povo, porque saem os criminosos que roubam e enganam o povo, ilesos? Ricos? Risonhos? Felizes? E regressam sempre, ao local do crime, sem medos e sem vergonha?

Ricardo Araújo Pereira escreveu sobre "No tempo em que os jornais contavam", eu sinto-me tentada a escrever, um dia, sobre "Os países onde o voto conta para alguma coisa"
Mas enquanto o povo repete e assimila estas ideias idiotas de que está armado, de que está livre, de que vive em democracia, de que tem o poder... jamais lutarão para que isso seja verdade, a mentira-lha basta-lhes.
Se a democracia é isto, porque o povo a defende? Se a democracia é ser roubado e enganado por pessoas impunes, com morada identificada, com o gang montado e organizado de forma permanente há 40 anos, sem medo, sem vergonha e sem justiça... será isto democracia ou gagsterismo?

"No tempo em que os jornais contavam
No tempo em que os animais falavam, havia tamanha quantidade de ocorrências alegóricas que
ninguém se lembrava de assinalar que a existência de animais falantes também era notável. Os fabulistas eram gente que se maravilhava mais depressa com os prodígios morais do que com os prodígios naturais, e por isso deram muita atenção aos primeiros e nenhuma aos segundos. Como se não fosse mais frequente encontrar na natureza uma lebre fanfarrona, uma cigarra preguiçosa ou uma raposa hipócrita do que um único bicho falante.

O tempo em que os jornais contavam parece agora tão distante como o das fábulas. Não sei se o leitor se lembra: um jornal dava uma notícia que embaraçava um membro do Governo e este, movido por vergonha própria ou pressão alheia, demitia-se. Hoje, há pouca pressão e ainda menos vergonha. Aquilo que vem nos jornais já não demite ministros.

Tanto no tempo em que os animais falavam como no tempo em que os jornais contavam, as histórias acabavam com uma moralidade. As histórias de hoje, sendo menos morais, não deixam de ser instrutivas. Tão pedagógica é uma história moral como uma história imoral. E talvez sejam mais divertidas porque, embora ouvir um ser irracional proferir declarações sensatas dê vontade de rir, ouvir um ser racional proferir declarações absurdas também é humorístico.

Talvez por se terem desabituado de ler fábulas, os analistas não foram capazes de captar a verdadeira lição da história de Miguel Relvas. 
O grande escândalo do Portugal contemporâneo não é que um ministro queira controlar a comunicação social. O escândalo é não haver razão para controlar a comunicação social.
O nosso problema não é termos políticos prepotentes, é termos políticos que perdem tempo com tarefas inúteis.
Parece óbvio que Miguel Relvas tentou pressionar um jornal. E toda a gente pergunta: "Como se atreve?" Ora, a questão é: "Para quê?" Desperdiçou energia que teria sido mais bem aplicada em novas trapalhadas - ou até, quem sabe, na governação. Se Relvas não caiu depois destas notícias, não há nada que se publique em letra de forma que o possa fazer cair. Para quê preocupar-se com o que sai na imprensa? Tanto faz. O ministro deve dar às notícias que lhe apontam contradições gravíssimas o mesmo destino que deu ao clipping sobre a viagem de George Bush ao México: lixo com elas.  Ricardo Araújo Pereira

Mais, algumas compilações sobre o suspeito passado do Relvas
  1. Terá algo de fiável no currículo de Relvas?
  2. As teias de Relvas, Branquinho e Aguiar Branco
  3. Relvas de confiança?
  4. Relvas o artista e Angola... 
  5. Relvas o abusador
  6. Relvas e o currículo... 
  7. A Lusófona muito bem ligada
  8. Relvas doutorado em banha da cobra
  9. Relvas arrogante
  10. Relvas e Passos Coelho... que passado?
  11. Relvas e o BPN (nrº40 desta lista)
  12. Relvas o capanga de Passos Coelho?
  13. BES e a Lusófona
  14. Relvas e a RTP

15 março, 2014

Perguntas que eu gostaria de fazer sobre o "milagre económico"


a verdade sobre economia portugalPacheco Pereira - "Público" - 15/02/2014
Como é que o Governo pode pensar que em Portugal se vai dar um milagre económico com a pauperização do principal sector dinâmico da sociedade, a classe média?

1. Tendo em conta que dos objectivos iniciais do Memorando, considerados fundamentais (e que eram apresentados como a cartilha inexorável do governo até à demissão de Vítor Gaspar), se contava conseguir controlar o défice para os seguintes números: 5,9% em 2011, 4,5% em 2012, 3% em 2013 e se chega ao final de 2013 com o défice previsto de 5%, como é que se pode afirmar que o cumprimento do Memorando foi um sucesso??

2. Tendo em conta que a dívida máxima prevista no Memorando era de 114,9 % do PIB, e a dívida no final de 2013 era de perto dos 130% do PIB, como é que se pode afirmar que o cumprimento do Memorando foi um sucesso?

14 março, 2014

OS GASTOS DO BRAVO PORTUGUÊS, O GRANDE LUTADOR CONTRA A CORRUPÇÃO E CONTRA AS MORDOMIAS DOS POLÍTICOS: SÓCRATES

despesas do ps crise abuso
As Despesas de Sócrates Durante a Crise... (Clique nas imagens para ampliar.)
O verdadeiro furacão do estado social, que conseguiu despejar os cofres a grande velocidade, sempre inventando subsídios parasitas e que nunca chegavam a quem mais precisava.
O grande distribuidor de rendas parasitas dos impostos dos portugueses.
O verdadeiro malabarista da verdade. Contorcionista das contas públicas e ocultador de buracos gigantescos, continua a cantar e a encantar...
E a prova disso são os nomes dos grupos que se criam para apoiar a sua causa nobre...
( Relembro aos tacanhos de espírito que, expor a verdade sobre Sócrates, não é birra nem inveja, é cidadania. E não é defender o Passos Coelho, é defender o interesse nacional, porque qualquer pessoas coerente sabe que tanto o PS, como o CDS e o PSD, são muito semelhantes quando toca a arruinar o país e a desfalcar o orçamento.)

luxos de socrates gay - Conheça a «loja mais cara do mundo», onde Sócrates faz compras.
A loja mais cara de Rodeo Drive só aceita um cliente de cada vez e por marcação, vendendo cada par de meias a 50 dólares e os fatos a 50 mil dólares.
Para além de José Sócrates, também Steven Spielberg, Vladimir Putin, Bill Clinton ou George W. Bush (um dos mais entusiastas) frequentam esta luxuosa loja instalada em plena Beverly Hills. É normalmente considerada «a loja mais cara do mundo». fonte


13 março, 2014

O regabofe que afunda as empresas públicas. O desbaratar de património nacional.


socrates coelho portas mentirososNão há vergonha.
São tantos a lesar e a burlar o estado, são tantos a passar impunes, que já não há esperança de que este país se erga da miséria e da falência.

O descaramento com que o fazem é uma verdadeira aberração. Há mesmo quem sinta náuseas perante tanta falta de ética e de vergonha
Este caso é um exemplo que mostra bem a falta de ética de quem gere dinheiro público e os interesses nacionais.
A comissão de trabalhadores (CT) da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto (STCP), denunciou a gestão danosa da administração da SCTP, acusando-a de favorecer os privados e lesar o estado. 
- Fecham um negócio do estado,  de autocarros turísticos panorâmicos da STCP Serviços, e pouco depois esse negócio passa a ser explorado pela empresa privada, Douro Azul? 
O estado está sempre pronto para comprar o que dá prejuízo e vender o que dá lucro. É impressionante.
- vendem viaturas Mercedes por um valor muito abaixo do valor de mercado "sem abertura de concurso ou anúncio para venda",
- criticam ainda a  STCP por estar a reparar motores por 25 mil euros quando os mesmos motores novos e com garantia de 18 meses custam 11.500 euros.
A CT condena ainda a promiscuidade de cargos da CA e do STCP, 66%  do CA são quadros da Metro do Porto"

Será que as empresas públicas não são mais que agências de corrupção e albergues de boys, sedentos de dinheiro fácil e fama gratuita?
Parece que as coisas funcionam assim...
Quando já não há espaço no governo para albergar mais boys e para lesar o estado, vai-se para as empresas públicas, quando já não há nas empresas públicas, vai-se para as câmaras e afins, quando já não há lugar nas câmaras, vai-se para as empresas municipais, quando já não há nas empresas municipais ainda podem ir para as fundações, institutos, observatórios e outras inutilidades, que eles vão inventando, para que todos tenham acesso ao poder e ao dinheiro público e o possam usar em seu proveito. Um exemplo recente, foi a criação de mais um tipo de agência de corrupção e albergue de boys, conhecida com o pomposo nome de Comunidades inter municipais. 

12 março, 2014

EPAL, num só dia gasta 390 mil euros em viagens... o abuso e despesismo


As empresas públicas e o despesismo: EPAL
Num só dia, a EPAL adjudicou a três empresas 390 mil euros em viagens, noites em hotéis e aluguer de automóveis. Parece impossível, mas eis as provas...

(clique nas imagens para ampliar)
viagens epal num dia

Como podem ver, recorrem a um truque usual nestes contratos, que é a divisão em parcelas e que serve para escapar ao concurso público, e, não sendo obrigados a escolher quem faz melhor preço, podem escolher as agências que quiserem... é o regabofe dos ajustes directos. Tem limite? Divide-se em 3 já ninguém nota?? E o povo dorme... sereno?
"Quais os limites previstos para os ajustes diretos?
O ajuste direto pode ser usado em empreitadas de obras públicas até 150 mil euros, compras de bens e serviços de até 75 mil euros e outros contratos até 100 mil euros. A lei permite fazer “lotes” para um mesmo fornecimento o que na prática eleva o limite legal até um milhão de euros, mas em casos excecionais. " fonte

Cabazes de natal
25/1/2011 - 124 mil euros na compra de Cabazes de Natal para trabalhadores e reformados.
epal abuso dinheiro impostos

















7/1/2010 foi para cabazes 123 mil euros

11 março, 2014

Mais de 80 autarcas investigados! Impostos gastos em hot clubs, prostitutas, etc.

politicos criminosos crimes politicos
A compilação de crimes, deste artigo, é apenas uma gota de água no oceano, bem sabemos. Mas a intenção não é revelar apenas os crimes, mas expor também a impunidade, a reincidência, o descaramento, a imoralidade, a injustiça, o desfalque, a desonestidade, o abuso e o caos, que se apoderou deste pobre país. Um país que se transformou num paraíso para os corruptos, que sabem que podem contar com a abstenção crónica do eleitorado português, que assiste ao saque e nada faz nem tão pouco vota contra quem o saqueia... um povo manso.
O regabofe é grande mas a impunidade ajuda a que se mantenha e expanda, sem controle. A corrupção é já uma festa multipartdária... porque haverão os corruptos de se privar de roubar, se o povo não os punirá por isso?
Navegue pelos casos abaixo compilados e indigne-se com imoralidade dos que elegemos...
Mais de uma centena de autarcas envolvidos nas investigações num total de 80 processos. Penas incumpridas e sempre suaves.
A grande lista negra... Principais casos de autarcas e afins, que foram julgados e/ou condenados em Portugal:

- PAREDE/CARCAVELOS 2014 -  PSD/CDS - João Magno, o tesoureiro da junta de Freguesia da Parede no anterior mandato e cinco funcionários daquela autarquia do concelho de Cascais foram acusados pelo Ministério Público de desvios de dinheiros públicos, para fins pessoais, da ordem dos 410 mil euros. 
A filha do ex-presidente, já falecido, terá levado mais 30 mil. O orçamento anual da junta da Parede andava pelos 760 mil euros. Em três anos, as suas receitas e despesas rondaram assim os 2,3 milhões de euros. Durante três anos desapareceram 410 mil euros. Conclusão: foi durante três anos possível desviar anualmente quase 20% da receita total da autarquia sem ninguém dar por nada.

- GUARDA 1998: - Abílio Curto (PS) Presidente da câmara, foi condenado pelo crime de corrupção passiva, no âmbito de um processo em que terá exigido a dois empresários 20 mil euros para emitir uma licença de utilização de um edifício.
Foi ainda condenado a 3 anos e 6 meses de prisão no âmbito do «caso do Matadouro», pelo crime de fraude na obtenção de subsídio. Esta pena foi reduzida em 2 anos devido a cúmulo jurídico e a título de perdão do tribunal. Saiu, após cumprir metade da pena de prisão.

- PONTA DO SOL, MADEIRA - António Lobo (PSD). Recebia dinheiro de licenciamentos
Condenado em 2007 a seis anos de prisão pela prática dos crimes de prevaricação e corrupção passiva para ato ilícito. O tribunal deu como provado que o ex-presidente do município recebia pagamentos para aprovar licenciamentos de obras particulares, verbas que revertiam a seu favor. O processo, conhecido como "Lobo", remonta a 2004, quando, na sequência de uma denúncia de um promotor à PJ de que teria de pagar 15 mil euros para obter a aprovação da câmara para um projeto imobiliário na freguesia da Madalena do Mar, o presidente da autarquia foi detido.
A pena terminaria em 2013, mas o autarca saiu em 2011, em liberdade condicional. O mesmo autarca foi absolvido em Janeiro de 2010 de um outro processo em que era acusado de burla qualificada e corrupção passiva para ato ilícito.

10 março, 2014

Ex Presidente de associação e esposa, acusados de desviar 8,7 milhões de fundos da UE.


desvio de fundos europeus presidente PME
Portugal sufoca, moribundo, nas mãos dos mais impiedosos sacanas, imorais que insistem no saque constante.
- Ex-presidente da Associação das Pequenas e Médias Empresas (PME Portugal), Joaquim da Rocha Cunha, mais a esposa Lurdes Mota Campos e Paulo Lima Peixoto, acusados de desviar 8,7 milhões de euros de fundos comunitários, sendo que deste valor, mais de um milhão foi enviado para 60 offshore, um deles localizado nas Caraíbas, conta o Jornal de Notícias.
De 11 milhões de euros vindos do Fundo Social Europeu, não foi justificado o gasto destes 8,7 milhões. (2008)
 Noticia completa,fonte

O mais escandaloso é que, já em 2005 foi denunciado, e continuamos na mesma?
Mota Campos&Cunha apelidos do casal.
Autoridades alertam... 
No relatório pode ler-se que em Dezembro de 2005 já tinham sido feitos alertas pela estrutura de controlo de primeiro nível "para a necessidade de dar atenção redobrada aos projectos desenvolvidos por esta entidade [PME Portugal] devido ao eventual relacionamento com a empresa Mota Campos & Cunha ou com alguns dos seus outros fornecedores". Segundo este alerta, referido no relatório, a Mota Campos & Cunha adopta, para a realização das acções de formação, a denominação social IPME, SA, cuja morada coincidia na altura com a morada pessoal e de trabalho da presidente da assembleia geral da associação, Maria de Lurdes Mota Campos. São também enumerados exemplos de "facturação à associação das PME por parte de entidades que ou se situam na mesma morada, ou são sua propriedade, ou têm responsáveis comuns."
Noticia na fonte



09 março, 2014

Votar contra a corrupção pode ser a solução. Cidadania e civismo.


POLÍTICOS SÃO ALÉRGICOS A IMPOSTOS MAS MUITO RECEPTIVOS A SUBSÍDIOS, MARINHO PINTO EXPLICA QUANTO RECEBEM OS PARTIDOS E TERMINA DIZENDO QUE ESTE TIPO DE MORDOMIAS DEVIAM ESTAR SUJEITOS A DEBATE NACIONAL, NUNCA DEVERIAM SER DECIDIDOS PELOS POLÍTICOS E ÁS ESCONDIDAS.

VAMOS TENTAR ALGO DE NOVO? ESTÁ NA HORA DE VOTAR CONTRA A CORRUPÇÃO, MAIS DO MESMO NÃO. ABSTENÇÃO VOTOS NULOS E BRANCOS, DÃO O PODER AOS DE SEMPRE, PORQUE SÓ VOTAM OS AMIGOS DOS MAIORES PARTIDOS.
não votar revolução abstenção
A opção de 47,4% de portugueses, de não participarem nas últimas eleições autárquicas, foi claramente uma opção deliberada e totalmente inócua. Poderiamos ter destronado alguns dinossauros que há décadas propagam a corrupção, mas nada se passou.. tudo continuou como sempre.
Ora, a partir do momento em que os portugueses optem por não votar, os políticos e a lei interpretam isso como mero desinteresse e para eles é benéfico, pois permite eleger os partidos de sempre, sem grande esforço, bastando para isso os militantes votar e mais alguns amigos.
abstenção revolta

Por isso é importante que os portugueses comecem a votar. Na era da informação, já é possivel um voto inteligente, fundamentado e informado.
As pessoas já não precisam de votar no partido que os pais mandam, ou os amigos recomendam.
Há que votar avaliando os partidos e os candidatos.
Conhecer o percurso e história de cada um, Qualquer pessoa que procure informação sobre o PS, sabe que existe imensa informação sobre actos de corrupção deste partido. Se fizerem o mesmo sobre o PSD e CDS, também encontrarão.
Portanto há que começar a fazer esse exercício de cidadania e ser um eleitor informado, para ser justo nas urnas e não votar em corruptos. Não votar em partidos sem palavra, com vícios e sem moral.
A constituição protege-os e dá-lhes a capacidade de fazer o que querem, impunemente. Está nas nossas mãos fazer a nossa justiça e escolher pessoas que dão mostras de querer mudar.
Como queremos mudar se somos incapazes de parar de alimentar aquilo que queremos matar?A abstenção dá-lhes força. Se continuamos a abster-nos dando força aos que votam nos corruptos?
SE QUEREMOS EXIGIR UMA VERDADEIRA DEMOCRACIA, TEMOS QUE EXERCER CIDADANIA, VOTANDO INFORMADOS E SEM ESPÍRITO DE CLUBISMO.

08 março, 2014

CIDADÃO QUE DESAFIA E PROCESSA O GOVERNO, NOVAMENTE RETIRADO DA AR PELA POLICIA.


processo em tribunal cavaco silvaMais uma vez Ivo Margarido, decide falar por Portugal... e denunciar.
Interrompeu o debate no Parlamento e desafiou o governo, a denunciar o esquema, usado há décadas, que favorece as elites e destrói os países, as sociedades e o povo, e que continua a ser encoberto e apoiado pelos governos.
O sistema financeiro, (a banca), suga os recursos do estado e dos países, e que os distribui pelos amigos que os ajudam no saque.
A corrupção é o maior aliado de todo este esquema cujo objectivo primordial é assegurar a riqueza e bem estar das elites, a qualquer preço, mesmo falindo e matando inocentes.
Aliás para eles, as mortes dos pobres, representam apenas mais um dos seus macabros objectivos.
Assim Ivo Margarido, interrompeu Passos Coelho, para lhe perguntar porque não denuncia e trava este descalabro. Os governos insistem em perpetuar o saque, pois todos os esforços e sacrifícios, exigidos ao povo, se têm concentrado em salvar a banca. Mesmo as rendas das PPP, EDP, e outros desvios de impostos que todos conhecemos, têm como beneficiário final, a banca.
O resgate a Portugal do BCE, representa algo que já todos devíamos ter percebido... arranjaram 10 milhões de clientes/escravos subservientes, dependentes, impotentes, que pagarão juros agiotas, ao BCE.
E mais uma vez é retirado do parlamento, pela força, enquanto gritava; "O actual sistema monetário é a maior VIGARICE de sempre ... e beneficia de total protecção dos sucessivos Governantes..."
Mas as acções deste cidadão não se ficam pelas intervenções... também já colocou vários processos em Tribunal, contra diversas figuras e actos do governo.
Neste link outras das suas acções

Neste video, a denúncia e explicação da insustentabilidade do actual sistema financeiro.



Ex.ma Sra. Presidente da Assembleia da República,
Dra. Assunção Esteves,
Permita que me apresente de novo. O meu nome é Ivo Margarido; sou o Cidadão que ontem interrompeu pela terceira vez a Sessão Parlamentar, com total legitimidade em conformidade com o Artº 21 da Constituição da República Portuguesa.
Venho comunicar-lhe que não compactuo com o crime e muito menos com aqueles que o apoiam. Provo a todos os portugueses que também a Sra. Presidente da Assembleia da República apoia o crime organizado; não poderá alegar desconhecer a fraude do sistema monetário e as graves consequências que dela resultam para a sociedade, uma vez que eu próprio lhe enviei toda a informação necessária. Não poderá ainda alegar desconhecer que, na sequência da denúncia criminal que apresentei, a Procuradoria-Geral da República não procedeu à abertura de inquérito, alegando que “não existe um dever de investigar e proceder relativamente a todas as denúncias”.

07 março, 2014

As PPP´s que minam Portugal, um crime impune, onde há corrompidos e corruptores.


Tribunal de Contas critica PPPs nas águas, Parcerias Público-Privadas neste sector garantem lucro excessivo a privados.
O tribunal concluiu que a maioria dos contratos "têm cláusulas que prejudicam o interesse público".
Os privados, de capital nacional e estrangeiro, gerem a água de 23% da população portuguesa. fonte
Maioria das concessões de água a privados obriga câmaras a suportar as quebras no consumo
Auditoria do Tribunal de Contas conclui que não há uma partilha do risco entre as câmaras e as concessionárias e que os contratos beneficiam sobretudo os privados.


A impunidade dos traidores que nos gerem, tem destas coisas... e a sua falta de vergonha, agrava-as.
As PPP´s são já consideradas, na sua maioria, um crime contra Portugal, portanto traição e, grave, dado que garantem mais de 50 mil milhões euros, dos nossos impostos, para os bolsos dos privados, em contratos ruinosos, onde não está defendido o interesse nacional.
Tudo foi feito para que o estado ficasse com todos os riscos e prejuízos e os privados, com todo o lucro e segurança, de uma renda fixa. Pois se baixar o lucro nas PPP, somos nós, estado que pagamos. 
Mais... os contratos foram também realizados de forma a serem inquebravéis e longos. E claro, os nossos governantes, assinaram por baixo.

Nada se faz contra os criminosos que corromperam nem contra os que se deixaram corromper, por isso, e já que o sector das estradas, hospitais e colégios, está saturado, os parasitas decidiram explorar também o sector da água. O crime compensa e isto das PPP´s é o negócio da china.
E eis que nos mesmos contornos, com o mesmo descaramento e sob os mesmo esquemas lesivos do interesse público, se está a entregar a água pública a exploradores gananciosos, através de PPP´s.
Desta forma, tal como vem sendo habitual nas PPP, e até na EDP... se os clientes não derem o lucro que os privados exigiram, ou porque baixam o consumo ou porque cada vez há mais gente a deixar de pagar, ou de ter sequer água e luz... o governo assumiu por todos nós, que estas empresas jamais podem ter prejuízo, aliás têm que ter lucro, e se não for através de clientes, será através do orçamento do estado...

06 março, 2014

COVILHÃ- DESVIO DE MAIS DE 714 MIL EUROS DA UE, AGORA O POVO PAGA?

proder desvio dinheiro ue
Sessão de esclarecimento PRODER.
 para distrair a audiência?
E que tal mais este esquema brilhante de ir ao pote dos contribuintes?
Pedem-se subsídios à UE ou ao estado, (isto é a gente a imaginar, que ninguém se ofenda, qualquer semelhança com a realidade, é pura coincidência)... depois utilizam-se, para comprar carros  e outros luxos pessoais, ou rechear contas offshore. Entretanto vem a fiscalização, descobre que nada do que estava planeado para aqueles subsídios está feito, portanto, exigem a devolução do subsidio... a quem? À câmara, claro, ao zé povinho...

- A Câmara da Covilhã foi notificada, em Fevereiro, para pagar 714 mil 801 euros ao Programa de Desenvolvimento Rural – PRODER por valores disponibilizados, e nunca aplicados, para a electrificação e beneficiação de caminhos agrícolas.
Vítor Pereira diz “que isto é um caso de polícia” dado que os valores, pedidos pelo anterior executivo, e antecipados pelo PRODER, foram “indevidamente recebidos”.
O Presidente da Câmara da Covilhã referiu que a autarquia recebeu dez ofícios a solicitar a devolução desse dinheiro ameaçando com execução fiscal caso a autarquia não devolva o montante em causa.(...)
Verbas que foram pagas em diferentes datas desde Março de 2012 até 28 de Agosto de 2013 “vejam bem, já em cima da campanha eleitoral” referiu o autarca, acrescentando que no documento consta que “o município da Covilhã formalizou a desistência da operação em assunto, que foi aceite pela autoridade da gestão do PRODER”.
Vítor Pereira denunciou que o anterior executivo não aplicou o dinheiro (714 mil 801 euros) na eletrificação e beneficiação de caminhos agrícolas, finalidade para o qual foi atribuído, “sabe-se lá para onde é que foi gasto, não sei onde foi gasto temos que descobrir onde foi gasto”.
O presidente da Câmara da Covilhã sublinhou que a autarquia tem agora 30 dias para pagar os valores em causa, “sob pena de execução coerciva”. fonte
- MAS HÁ MAIS... Este caso difere um pouco. Neste a obra avançou mas o dinheiro não chegou a quem fez a obra, ficou no bolso de alguém?
A União de Freguesias de S. Pedro do Sul, Várzea e Baiões corre o risco de ter que devolver milhares de euros que a antiga junta de Várzea recebeu do PRODER (Programa de Desenvolvimento Regional) para fazer um caminho agrícola. O projeto foi executado mas a antiga autarquia não pagou a parte que lhe competia. Se não liquidar a verba em falta, a União das Freguesias pode agora ser obrigada a devolver em dobro o dinheiro que a ex-autarquia recebeu dos fundos comunitários para executar o projeto. A autarquia de S. Pedro do Sul reconhece o problema e garante que está a procurar uma solução (VFM). fonte

A nossa agricultura deveria estar no auge??
- Em 2013, PRODER pagou mais de 60 Milhões de euros, em média, por mês.
O conjunto das medidas florestais disponíveis no PRODER já permitiu aprovar mais de 4.140 projetos e atribuir um apoio PRODER global de mais de 355 Milhões de euros, alavancando um investimento total de 595 Milhões de euros.
Globalmente, o PRODER já aprovou mais de 5.150 projetos de investimento na Agricultura e na Agroindústria, com um apoio global associado de cerca de 850 Milhões de euros, o qual viabiliza um investimento total superior a 2,7 mil Milhões de euros, que abrange, maioritariamente, os sectores da pecuária, hortofrutícolas, vinho e azeite. Veja mais dados, sobre esta fonte, que não pára de jorrar dinheiro, e que certamente não deve estar a ser investido onde deveria... fonte

- Somos grandes produtores agrícolas, ou pelo menos grandes consumidores de subsídios? 
Onde estão as hortas, os latifúndios? Os empreendedores?
Veja as listas dos subsídios aprovados, até cansa, neste link e neste, aceda ás listas, milhares e milhares de subsidiados?? 
Mas não se assuste, pois às da UE ainda temos que somar as 125 páginas, com mais de 10 mil subsidiados, pelo Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas, I. P. A nossa agricultura anda bem apoiada, e ninguém nota nada? Consulte aqui as listas...
E não se enerve, pense apenas que está a contribuir, com os seus impostos, para subsidiar sabe Deus, quem.
Paulo Morais explica neste video como se distribui o dinheiro público pelos amigos, com amigos no parlamento. Ao minuto 4 refere mesmo o caso dos subsídios agrícolas.

- O regabofe é grande, o dinheiro anda perdido nas mãos dos maiores sacanas de Portugal. 
Ex-presidente da Associação das Pequenas e Médias Empresas (PME Portugal), Joaquim da Rocha Cunha, mais a esposa Lurdes Mota Campos e Paulo Lima Peixoto, acusados de desviar 8,7 milhões.  
Desviaram 8,7 milhões de euros em fundos comunitários, sendo que deste valor, mais de um milhão foi enviado para 60 offshore, um deles localizado nas Caraíbas, conta o Jornal de Notícias.
De 11 milhões de euros dados por Bruxelas, no âmbito do Fundo Social Europeu, não foi justificado o gasto destes 8,7 milhões. (2008) fonte

Convido ainda, a conhecer a gestora do PRODER, e a sua forma economizadora e minimalista de se vestir... Para haver subsídios há que poupar na roupa.





05 março, 2014

REFORMADO RECEBE 50 MIL EUROS/MÊS, POR ACUMULAR 13 TIPOS DE PENSÕES?


PERGUNTA A PPC - TEMOS 1 MILHÃO DE DESEMPREGADOS,  MAIS DE 300 MIL 
PESSOAS SEM QUALQUER TIPO DE APOIO SOCIAL, NO ENTANTO O NUMERO DE
 MILIONÁRIOS AUMENTOU... O QUE VAI FAZER??? 


Portugal é o país europeu com mais rendimento, concentrado nos mais ricos.
Em 2011, os 10% mais ricos reuniam 27,3% do rendimento global das famílias portuguesas num ano.
Na prática, um décimo das famílias portuguesas concentra 27,3% do rendimento global amealhado por todas durante um ano. A percentagem tem vindo a aumentar e era, em 2011, últimos dados disponíveis, a mais elevada da União Europeia, ficando fica 3,4 pontos percentuais acima da média comunitária. fonte
Américo Amorim e Belmiro de Azevedo sobem na lista dos mais ricos do mundo- Américo Amorim sobe 49 lugares no rank da Forbes e Belmiro de Azevedo sobe 337 posições. Crise? Ou roubo? fonte

Cerca de 80% dos pensionistas vivem com uma prestação de 364 euros por mês, mas há 56 REFORMADOS QUE GANHAM MAIS DE 16 MIL EUROS. Estamos a falar de uma pensão anual, acima dos 150 mil euros, segundo os números ontem revelados pelo Governo.
Há, pelo menos, um reformado em Portugal que recebe 50 mil euros mensais por acumular 13 tipos de pensões diferentes.

04 março, 2014

NOVO BURACO NO BPN, FICA PARA O ESTADO PAGAR? NÃO TEM FIM?

O Estado / Zé povinho está condenando, pela (in)justiça, a pagar prejuízos financeiros que resultem de acções contra o BPN. E desta feita, saíram mais 4,5 milhões do bolso dos portugueses.
Isto é um saque sem fim à vista.
Como vem sendo hábito, os defensores do estado e dos portugueses, adoram assumir prejuízos alheios. Sentem prazer em lesar os inocentes e proteger os criminosos. Adoram negociar contratos onde os portugueses ficam com os prejuízos e as partes más, e os criminosos ficam com o lucro e as partes boas.
Desta vez, o estado, que já não nos surpreende, assumiu todas as desgraças que apareçam, em nome da divindade do BPN, os pseudo defensores do estado português, certificaram-se de que os interesses do BPN, dos seus novos e velhos donos, ficassem bem protegidos, em prejuízo dos interesses dos portugueses, que continuam a ser arrastados pela lama, e, sem ninguém que os defenda, são chamados a pagar tudo que os corruptos precisem.

OS BURACOS MAIS RECENTES DO BPN... 
O Supremo Tribunal condenou o BPN a pagar indemnização ao dono dos cafés Delta, mas é o Estado quem paga os 4,2 milhões. No âmbito da privatização do BPN, o Estado ficou com a responsabilidade de assumir os prejuízos financeiros que resultem de ações contra o BPN". O jornal indica ainda que o valor corresponde a 3,5 milhões de euros de indemnização, acrescidos de juros remuneratórios devido desde 1 de janeiro de 2008. fonte
Mas como não bastava os 3,5 milhões, ainda atrasam o processo, para a conta passar a ser de 4,2?
É sempre a esbanjar, 6 anos de atraso custam mais 700 mil euros... o que vale é que somos um povo rico e podemos pagar a injustiça e os atrasos da injustiça.

Mas há mais... quem negociou estas condições brilhantes foi a nossa querida Maria Luís Albuquerque, quando servia o governo Sócrates.
Mais uma vez a exemplar Ministra das Finanças a negociar contra os portugueses e a proteger os larápios?

03 março, 2014

Mais uma fraqueza do sistema, explorada. Depilação a laser, paga pela ADSE?




Doze funcionárias do Hospital de São João, no Porto, receberam comparticipação da ADSE por tratamentos dermatológicos, mas afinal iam à depilação.
Médicas e enfermeiras, foram acusadas de falsificar documentos.
Com o esquema revelado pelo Jornal de Notícias, as mulheres obtinham pagamentos da ADSE para tratamentos dermatológicos quando na verdade fizeram depilações a laser.
O primeiro caso relacionado com esta alegada burla ocorreu em 2009.
Na clínica privada onde foram feitas as depilações, também no Porto, uma médica que está entre as arguidas deste caso passava um documento que garantia que as mulheres tinham sido sujeitas a um ato médico dermatológico.
Com este documento as 12 mulheres, médicas, enfermeiras, técnicas e uma fisioterapeuta, todas do hospital de S. João, obtiveram o respetivo reembolso.
A acusação do Departamento de Investigação e Acção Penal do Porto menciona os crimes de falsificação de documentos, burla e tentativa de burla.
Ao todo foram devolvidos um pouco menos de 2 mil euros indevidamente, mas foram pedidos reembolsos de 5700 euros. O prejuízo para a ADSE não chegou a esse valor porque alguns pedidos foram recusados.
O esquema foi detetado por uma auditoria interna ao S.João que depois alertou a administração do hospital. FONTE

Dinheiro público, para necessidades e vícios privados.
Artigos sobre a ADSE.


02 março, 2014

Isto é para enganar o utente? Ou é para fazer saltar os olhos das órbitas?


tac craneoencefalica taxa moderadora
"Tirei o curso de medicina no Hospital de topo no "ranquing"; fiz a cadeira de Anatomia com o mestre Arménio Cardoso! Andei a fazer medicina hospitalar durante 37 anos!
Mas... peço desculpa a todos os meus doentes...só hoje me apercebi que AS ÓRBITAS FICAM FORA DO CRÂNIO!"
Rui Pato

01 março, 2014

As mentiras de Sócrates continuam a exibir o seu carácter e fome de poder. Enganar tolos?


A falácia do aumento da dívida pública
Fonte: Pordata, Banco de Portugal Evolução da dívida pública
(mil milhões de Euros) e em % do PIB (%)
Uma das 3 pessoas que faz o sacrifício de ouvir o comentário de Sócrates aos Domingos na RTP, tratou de informar as redes sociais que o antigo primeiro-ministro se queixou ontem do aumento da dívida pública nos anos do governo PSD-CDS. Os números, de facto, não enganam, como podem ver no gráfico.
Evolução da dívida pública (mil milhões de Euros) e em % do PIB (%)

A tendência desde o último ano completo de governação Sócrates é de facto assustadora: subiu 53 mil milhões de euros, qualquer coisa como 35% do PIB em apenas 3 anos. Excepcionalmente, Sócrates diz a verdade. Se quisesse levar a retórica mais longe, até poderia dizer que se acumulou tanta dívida pública desde que ele deixou o governo como no total dos seus mandatos.

Claro que é de esperar que a dívida suba enquanto existirem défices públicos.
Comentadores como Sócrates que defendem metas mais fléxiveis para o défice dificilmente se poderão queixar que a dívida pública aumenta. Não podem defender ao mesmo tempo que haja défices mais altos e depois criticar que a dívida pública resultante desses défices aumente. A dívida pública é isso mesmo: o resultado da acumulação de défices.
Mas será mesmo assim? Para analisar a veracidade desta relação económica, podemos observar abaixo a evolução do défice das contas pública e o crescimento da dívida pública.

Evolução do défice das contas públicas e crescimento da  dívida
pública (mil milhões de Euros) 
Fonte: Pordata, Banco de Portugal
A relação efectivamente mantém-se. Na maior parte dos anos a dívida pública aumenta no mesmo montante do défice público com umas pequenas diferenças, os chamados ajustamentos défice-dívida. Estes ajustamento são quase sempre bastante pequenos, mas há uma notável excepção: os anos imediatamente a seguir à saída de Sócrates. Nesses anos, a dívida pública aumentou bastante mais do que o défice das contas pública, levaria a pensar.