09 outubro, 2011

REGALIAS SEM SENTIDO NA TAP E OUTRAS EMPRESAS PÚBLICAS

"A Soflusa dá mais de 100 mil viagens grátis por ano. 
Os filhos dos sete mil trabalhadores da TAP não pagam bilhetes de avião nesta operadora aérea até aos 25 anos e alguns mantêm a regalia mesmo depois de os pais já se terem reformado. Na Carris, estar de baixa compensa porque a empresa garante ao trabalhador o salário sem descontos.
Numa altura em que um relatório revela que as empresas públicas ou controladas pelo Estado devem mais de 38 mil milhões de euros, em que as administrações têm de reduzir as despesas em 15% e cortaram 10 % nos salários, a manutenção de algumas destas benesses é considerada ainda «mais escandalosa».«Há situações que são imorais. E que têm vindo a acumular-se ao longo dos anos», afirma Marques Mendes. Muitos desses privilégios foram herdados do antigo regime, adaptados e renegociados em acordos de empresa com os sindicatos: «A maior parte das administrações destas empresas foi conivente com a situação. Foram pactuando e acrescentando regalias», recorda o ex-líder do PSD.Marques Mendes defende, por isso, que este é o momento para se alterarem certos benefícios: «A situação é de emergência e as empresas não têm condições para continuarem a manter regalias que não são financeiramente suportáveis. Se se cortam salários, porque não se cortam regalias?».fonte

Actualizado (12/11/2013) Viagens financiadas para familiares de trabalhadores dos transportes
O ministro da Economia, António Pires de Lima, esclareceu que “não vai ser sonegado aos trabalhadores e familiares das empresas de transportes o direito a puderem ser financiados nas viagens que fazem”. Pires de Lima anunciou aliás que esse subsídio vai aumentar. fonte
Para conhecer a afronta de mais regalias, consulte este link a não perder.
(Acrescento que as regalias das viagens grátis também abrangem os maridos ou "namorados", não apenas os filhos. E dessa forma há muito mais pessoas que usufruem dessas viagens grátis, basta dizer que são namorados.
A somar aos salários dos funcionários existem vários subsídios que engordam o que se recebe, por exemplo o subsidio de aterragem, ou de pernoita, que contam a dobrar aos domingos e feriados.
A TAP, possui ainda acordos com hotéis de 5 estrelas, que oferecem descontos de 50% a todos os funcionários e acompanhantes, nas férias, desconheço as contrapartidas que a TAP tem que pagar para ter o desconto.)
Quanto ganha um piloto da TAP? Pilotos da TAP têm salário médio mensal bruto de 8.600 euros. 26/09/2009
"Segundo o jornal económico, os pilotos da TAP ganham em média 8600 euro por mês. Segundo outras fontes o salário médio de uma hospedeira ronda os 4500 euro.Um piloto entra para a Lufthansa com um salário aproximado de 3000 eur e no topo de carreira chega aos 8000. Aqui importa recordar que na TAP o salário médio é superior ao topo de carreira na maior companhia do mundo. Fora outras regalias como o prémio de reforma (20000 eur), etc."

NA CP, E ESTA SERVE APENAS DE EXEMPLO, QUE PERMITE DEDUZIR AS REGALIAS DAS RESTANTES E.P.
«O salário dos maquinistas, por exemplo, engloba abonos de produção, subsídios fiscais, ajudas de custo e subsídio de agente único», explica fonte oficial da empresa pública. «Só por se apresentar ao trabalho, cada maquinista recebe mais de seis euros por dia, devido ao subsídio de assiduidade».Os diversos subsídios são resultado das negociações entre as várias administrações que têm passado pela empresa e os sindicatos de trabalhadores ao longo dos anos. Ao todo, representam mais de metade – 54,3% – dos encargos totais com salários.Apenas em subsídios de condução, a CP gasta cerca de 4 milhões de euros, aos quais se juntam 2,4 milhões de euros em prémios de condução e 3,3 milhões de euros em prémios de chefia. Já as diuturnidades (antiguidade) custam 3,3 milhões de euros à empresa e os gastos o pagamento por trabalho em dias de descanso não compensados ascendem aos 4,5 milhões de euros.
Os trabalhadores da CP dispõem de 195 itens que contribuem para ‘engordar’ a sua remuneração variável no final do ano. O número atípico de apoios, ajudas e subsídios tem contribuído para que a empresa engrosse a factura com remunerações. Em 2009 foi de 104,5 milhões de euros anuais FONTE

OS JUÍZES TAMBÉM SOFREM
"Recebem um subsídio de renda de casa no valor de 700 EUR mensais, mesmo que residam em casa própria. E, se forem casados com outro magistrado, habitando em casa própria cada um deles recebe esse subsídio (logo, 1400 EUR). A situação atinge mesmo o absurdo já que até os magistrados aposentados incorporam esse subsídio nas suas reformas, nas mesmas condições dos que se encontram no activo. Mais ainda: O subsídio de renda de casa dos magistrados está isento de IRS, após acórdão do STA, ou seja, decisões dos magistrados." FONTE
Outras regalias em empresas públicas, apesar dos resultados ruinosos.

19 comentários :

  1. No que respeita a benesses nas Emprêsas Públicas
    Marques Mendes cita apenas os maquinistas da CP e destaca os benefícios dos seus trabalhadores, mas porque não referiu os ordenadões dos Carolas
    que estão na Direcção desta Emprêsas Públicas e todas as regalias extra ?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. TEMOS OS POLITICOS QUE MERECEMOS SOMOS NÓS QUE OS MOLDAMOS
      UM POVO QUE NÃO VOTA NEM SABE USAR O VOTO JAMAIS SERÁ REPRESENTADO, TEMIDO OU SEQUER RESPEITADO E JAMAIS SABOREARÁ AS VANTAGENS DA DEMOCRACIA...
      Em Portugal vence sempre a abstenção e a ignorância e os corruptos.
      O povo não sabe que o voto não serve apenas para votar a favor dos que mais se apoiam, serve também para votar contra os que mais roubam e mentem.
      O critério decisivo da democracia é a possibilidade de votar contra os partidos que há 40 anos destroem o país
      Karl Popper, sobre democracia, responsabilidade e liberdade.
      (…)
      Inicialmente, em Atenas, a democracia foi uma tentativa de não deixar chegar ao poder déspotas, ditadores, tiranos. Esse aspecto é essencial. Não se tratava, pois, de poder popular, mas de controlo popular. O critério decisivo da democracia é – e já era assim em Atenas – a possibilidade de votar contra pessoas, e não a possibilidade de votar a favor de pessoas.
      Foi o que se fez em Atenas com o ostracismo. (…)
      Desde o início que o problema da democracia foi o de encontrar uma via que não permitisse a
      ninguém tornar-se demasiado poderoso. E esse continua a ser o problema da democracia. (…)

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/09/o-criterio-decisivo-da-democracia-e.html#ixzz3qcV7Aoi8

      Eliminar
  2. Os ordenados dos carolas como diz também estão aqui no Blog divulgados, e sim também são uma ofensa ao povo sacrificado.

    ResponderEliminar
  3. Qual o custo para a TAP de os funcionários terem viagens de "borla", eu digo-lhe, residual, todos os custos indirectos que a TAP tem são suportados pelos ditos "borlas", handling e taxas de aeroporto. Os ditos "borlas" só embarcam se existirem lugares disponíveis. As viagens ditas de borla, são a quantia exurbitante de uma, e ao fim de 10 anos 2. Hoteis de 5* com 50% de desconto é regalia????? Minha Sra. eu tenho vários cartões que me dão isso. A TAP não paga nada, ZERO, para os funcionários em vez de pagarem 400 euros por noite pagarem "só" 200€, a Sra. vive em que mundo.
    A Sra. preocupou-se em saber à quanto tempo os funcionários TAP não são aumentados? Não, pois não, mas eu digo-lhe em 10 anos 1 vez e sabe porquê, porque os funcionários TAP tem orgulho no que fazem e aceitaram as condições impostas pelo Eng. Fernando Pinto, para salvar a companhia, não foi por causa da troika, não foi pelo governo foi pela companhia. Quantos funcionários de outras companhias públicas ou privadas aceitavam uma situação destas. Não se preocupe com as ditas regalias da TAP, uma das poucas empresas do Estado que dão lucro numa situação de concorrência, preocupe-se sim com a falta de regalias de outros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro anónimo caso não tenha reparado o que acima escrevo são citações de órgãos de informação conhecidos, tal como pode constatar pelas fontes, por isso não precisa de ficar ofendido comigo pois eu apenas resumo e compilo noticias para se tornarem mais acessíveis e fáceis de consultar.
      No entanto, e para seu descontentamento talvez... eu já trabalhei na aviação e conheço de perto o espírito de poupança que se vive na TAP, e em nada se assemelha ao que tenta aqui apregoar.
      Talvez até seja verdade que agora os hotéis e as viagens sejam borlas... mas todos sabemos que isso são coisas recentes e a TAP tem essas regalias desde os tempos em que tudo isso era bem caro.
      No entanto o despesismo da TAP não se fica por aí. E é sobejamente conhecido os elevadíssimos salários que se pagavam a comandantes e aos administradores da TAP.
      Por ultimo devo recordar-lhe que ainda recentemente a TAP se esquivou aos sacrifícios de todos, não para salvar a companhia, mas para salvar Portugal...

      EIS A NOTICIA FRESQUINHA.
      "O Executivo autorizou a TAP a manter os salários intactos por se tratar de uma empresa em concorrência e em fase de privatização.
      "Foi permitida alguma flexibilização relativamente aos salários", afirmou a mesma fonte, justificando a decisão com o facto de se tratar de "uma empresa em concorrência e que está em fase de privatização". A manutenção dos salários sem os cortes de 3,5% a 10% impostos ao restante setor empresarial do Estado" fonte

      "A TAP voltou a registar perdas na primeira metade do ano (2011), acumulando em seis meses prejuízos de 137 milhões de euros, mais 58 milhões de euros do que em igual período do ano passado." fonte

      Acesse o Artigo Original: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/03/governo-continua-espalhar-injustica.html#ixzz1sueUC3h3

      Citando a sua frase: "Não se preocupe com as ditas regalias da TAP, uma das poucas empresas do Estado que dão lucro numa situação de concorrência, preocupe-se sim com a falta de regalias de outros."
      Uma coisa não exclui a outra, temos que nos preocupar com a falta de regalias de muitas empresas e de pessoas, isso é sim mais importante. Mas não podemos fingir que não sabemos que muitas das perdas de regalias que temos tido, são provocadas por excessos de empresas públicas que provocam despesismo insustentável, pois como diz Marques Mendes, vivem em auto-gestão e Regabofe. E atenção que não estou a falar da TAP... existem casos, que inegavelmente, que correspondem a esta descrição de Marques Mendes.
      http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/08/carros-de-luxo-para-as-aguas-de.html

      Eliminar
    2. Desculpe viajo frequentemente e vejo voos em que cerca de 20% são pessoas a viajar "à pala" da familia TAP. Desculpe-me se estou errado: o consumo de um avião não sobe astronomicamente e proporcionalmente ao peso que carrega.

      Eliminar
  4. Cara Zita, eu não me vou alongar mais, sei perfeitamente que existe despesismo em muitas empresas do ESTADO, e também acredito que na TAP também exista. Mas considerar despesismo uma dita "borla" na passagem de avião e um desconto, é simplesmente rídiculo. O caso do desconto então é de bradar aos céus. Caso não saiba os funcionários TAP, têm um clube para o qual pagam quotas, por serem associados tem direito a alguns descontos em hoteis, lá está, isto também é despesismo? Para finalizar só quero deixar um reparo, esta notícia é uma citação de MARQUES MENDES, esse Sr. fez parte de um dos governos mais despesistas da história recente de PORTUGAL, agora aparece como virgem ofendida. Acho que deve escolher melhor as fontes.

    Atentamente
    Carlos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Carlos, quando eu entrei para a aviação ainda não eram borlas, e não foi assim há tanto tempo. Tínhamos direito a reserva. Quanto aos contratos com os hotéis na altura eram negociados com a empresa aérea. O que é que ela oferecia em troca de tais regalias não sei, mas sabendo que as empresas do estado se pautam por ser muito generosas a oferecer o dinheiro dos nossos impostos, paira sempre no ar essa sensação, que lhe garanto, não foi inventada do nada.

      Citar Marques Mendes num ataque ao governo em geral, e numa postura critica, nada tem a ver com o ser ou não do PSD ou ser ou não de um partido despesista. Creio que para si também é claro que apesar de podermos fazer parte de uma empresa despesista e corrupta, PODE NÃO fazer de nós despesistas e corruptos. E não nos retira o espírito critico.
      Não estou a dizer que Marques Mendes será o caso, pois não o conheço, mas o que ele afirma para mim em nada perde valor, pelo enquadramento politico do autor. Até porque o contexto em que ele o diz, faz todo o sentido e parece-me que infelizmente é mesmo a nossa realidade.

      A gestão de empresas, fundações, governos, etc por incompetentes é quase uma realidade incontornável e presente todos os dias na nossa vida.
      EX: Empresas importantes geridas por qualquer um?
      http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/11/em-portugal-os-cargos-sao-moeda-de.html

      contratos despesistas...claramente
      http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/08/160-milhoes-de-euros-em-software.html
      http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/09/485-milhoes-em-comunicacoes-5-vezes.html
      http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/09/portugal-vai-assumir-mais-um-negocio.html

      Se as pessoas já desconfiam de todas as empresas públicas será talvez porque elas contribuíram assiduamente para criar essa imagem.
      As regalias mais absurdas e despesistas apenas são exercidas em empresas sustentadas por dinheiros alheios.
      Fazendo jus ao ditado... "Patrão fora, dia santo na loja."
      O Banco de Portugal é mais um exemplo, vergonhoso.
      http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/02/banco-de-portugal-eles-querem-eles.html

      Eliminar
  5. ah ah ah e mais ah ah ah

    Então a Tap oferece viagens aos seus funcionarios ? Mas isso é uma politica otima.
    Sendo a TAP uma empresa publica, esta a dar a uns o que é de todos! bravo! bravissimo.

    Suponho que por andar a dar prejuizos continuos, é que os seus funcionarios ficaram isentos dos 3,5 e dos 10%, mas compreende-se perfeitamente, é que estes SENHORES, quando vão ao supermercado, apresentam o seu cartão da TAP, e o kilo de bananas que a mim me custa 80 centimos, a eles deve custar 1,80 € !!!!

    Tambem o combustivel que a mim me custa 1,5, a eles deve custar 2 €.

    Sim porque a barriga desses senhores aos olhos desta cambada é certamente maior que a minha.

    TENHAM VERGONHA !

    AFINAL QUANDO È QUE ESTE POVO ACORDA E SE REVOLTA !

    ResponderEliminar
  6. O povo não está a dormir...está de uma maneira ou outra,comprado. Os Portugueses são todos(95%) corruptos, só que não sabem.
    Quem se queixa(como eu), normalmente é porque "não lhe toca nada", porque quando "toca" a conversa muda de figura.Exemplo disso são pelo menos a Madeira,Oeiras e Gondomar.As pessoas que lá votam sabem que eles roubam o estado, mas como fazem "alguma coisa" não se importam.Basta fazer uma piscina uns jardins ou dar uns frigorificos e o povo vai lá fazer o "X" no sitio certo. "Ele rouba mas tambem rouba para mim" ou "ele rouba mas todos roubam, este pelo menos faz alguma coisa"... é o nosso grau de exigência. tipo... este é menos mau que os outros????...não tenho duvida que se os cidadãos destas zonas tivessem de pagar o dinheiro que os seus governantes roubaram, haveria revolta, e de bestial passariam a bestas.Mas enquanto tiverem a "mamar" está tudo bem.É isso que temos de mudar. Resumindo: Os Portugueses têm (mudam os) principios mediante pagamento.

    ResponderEliminar
  7. Gostaria apenas de esclarecer a opinião pública de uma coisa: a regalia das viagens aos funcionários da TAP não dá nenhuma despesa à empresa, ao Estado nem aos contribuintes. Os funcionários apenas têm direito a viajar se houver lugar no avião. Se o avião estiver lotado os funcionários não viajam. Acham que isto dá despesa??? Acham que a TAP ganha alguma coisa se os funcionários não viajarem??? A mim parece-me "inveja" de algumas pessoas que gostariam de ter a mesma regalia. Cada um tem as regalias da empresa onde trabalha. Por exemplo, os banqueiros, têm um spread mais baixo quando comparado com os clientes.

    Relativamente aos descontos em Hoteis a TAP não tem qualquer despesa ou proveito. Os acordos apenas interessam aos Hoteis que fazem esses acordos com o Clube TAP. É uma forma (estratégia de marketing) de angariarem mais alguns clientes que, doutra forma, poderiam fugir para a concorrencia. Isto também não tráz qualquer despesa para o Estado, para a empresa ou para os contribuintes.

    Acham que o estado vai ficar mais "gordo" se os funcionários da TAP não tiverem esta regalia??? Muito pelo contrário, pagam todas as taxas aeroportuárias (uma parte em impostos vai para o estado). Se perderam o direito às viagens, alguns (muitos) deixam de viajar. Em que é que isso contribui para "engordar" a receita do Estado???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O artigo que foi escrito por um jornal, que pelo seu comentário deve ser um jornal de invejosos, por divulgar a noticia. Todos os cidadãos tem o direito de conhecer os factos e de avaliar por si e julgar.
      Eu faço a minha análise, a cada um fará a sua.
      Se fosse verdade que isso não tem custos, poderia oferecer-se mais viagens a mais pessoas. Mas são perspectivas...
      Para nós contribuintes o despesismo será sempre encoberto a todo o custo. Quanto nos custam essas regalias e outras, deve ser coisa que desconheceremos por muitos e longos anos, ou talvez para sempre.

      Eliminar
  8. Se todos os cidadãos tem o direito de conhecer os factos já deveriam de saber a muito tempo, que o estado não tem qualquer encargo com TAP , que por imposição da União Europeia qualquer estado membro esta impedido de injectar capitais nas companhias de bandeira, neste caso a TAP, esta directiva comunitaria já deve estar em vigor à mais de 10 anos. Com isto podem descansar todos os contribuintes que o dinheiro dos vossos impostos não estão a ser gastos com regalias dos funcionários desta empresa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Mais dinheiro para a TAP. O Estado vai injetar 100 milhões de euros na companhia. O objetivo é assegurar as necessidades imediatas de tesouraria. A primeira tranche é de 50 milhões. Vai ser paga ainda esta semana. A operação financeira já estava prevista, mas por estar a decorrer o processo de privatização, a TAP não podia recorrer à banca. Por isso esta injecção de capital será feita através da Parpública. Em Janeiro de 2013 haverá nova injeção de capital." http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=613150&tm=6&layout=122&visual=61

      Ora um emprestimo sem retorno como é costume o estado fazer a certas empresas, por exemplo, ao Banif emprestou mais de mil milhões quando sabe que nem que se venda o banco todo, ele vale isso, portanto um empréstimo sem garantia e sem retorno.

      Já na TAP se passa o mesmo, emprestar 100 milhões quando estava a tentar vende-la por 20 milhões, obviamente que os 100 milhões são para esquecer.

      Os portugueses sabem que o estado tem sempre formas de injectar dinheiro onde quer.... e os portugueses tb sabem que esse dinheiro sai invariavelmente dos seus impostos.

      Mesmo que a UE proíba, ou a TROIKA ou a lei, todos sabemos que os nossos governantes são esplêndidos malabaristas, o que lhes falta em honestidade e competência, sobra em malabarismo.

      A Troika mandou fechar as fundações, institutos e observatórios e eles fingiram que fecharam...
      Mandou renegociar as PPP e eles fingiram que renegociaram
      Mandou cortar na Saúde e na educação e eles aí não fingiram e ainda cortaram mais do que o exigido.... para ajudar o pessoas parasita das fundações, das PPP etc

      Malabarismos... mas há mais, basta consultar a coluna ao lado direito.

      Até para beneficiar a igreja, inventam
      ""Tal como disse há tempos, Vera Jardim, "Até porque este regime de devolução existente em Portugal "é para fugir à proibição da UE de isentar a Igreja de IVA."

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/search?q=igreja+iva#ixzz2MfR1KLjm

      Eliminar
  9. Para terem uma ideia do salário e regalias das hospedeiras / assistentes de bordo na TAP, podem ver aqui:

    http://bonsempregos.blogs.sapo.pt/566.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo belíssimo link, muito bom.

      Eliminar
  10. http://www.noticiasaominuto.com/economia/62202/trabalhadores-da-tap-saem-mais-baratos-que-os-das-low-cost

    Cara Zita, parece-me que pode ser interessante o artigo sobre os vencimentos da TAP (ver no link acima).


    P.S.: Em 2013 sairam da TAP algumas dezenas de funcionários com 10/15/20 anos de casa para companhias no estrangeiro concorrentes (Alemanha, Inglaterra, Suiça, Singapura, Dubai, Kuwait, Malásia, Austrália, etc). Parece-me que uma das razões que os levou a isso não teve nada a ver com o facto de terem regalias a mais!!!


    Abraços,

    AMC

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os dados do link que me envia são de 2013, este texto aqui postado por mim é de 2011. Ou seja calcula-se que já tenha havido cortes, e o facto de ter havido saída de funcionários também altera a realidade de 2011.
      O assunto é importante, mas para elaborar um novo artigo, a este não altera nada, pois são realidades temporais diferentes.
      Mas obrigada, gosto sempre de saber dados novo sobre os assuntos.

      Eliminar