23 outubro, 2011

Ferreira do Amaral, na maior, ao abrigo da impunidade.

Ferreira do Amaral negócios lesam estado
Otários, bons negócios é comigo!
Mais um tacho ou contrato bem feito contra o estado e a favor dos privados.
Por causa de um inenarrável contrato assinado em 1994, a Lusoponte tem o exclusivo rodoviário na travessia do Tejo a jusante da ponte de Vila Franca de Xira.
Quem negociou tão original contrato?
O ministro das Obras Públicas, Engº. Joaquim Martins Ferreira do Amaral.
E por causa desta exclusividade, a Lusoponte poderá vir a receber uma compensação por causa da construção da terceira ponte sobre o Tejo .
Quem é que está contente?
O presidente do Conselho de Administração da Lusoponte, Engº. Joaquim Martins Ferreira do Amaral.
Isto é o mesmo que ter uma discussão com nós próprios... Saímos sempre a ganhar. 

"Os portugueses todos, têm de ganhar a consciência que esta canalha de gente nos destruirá. Dizimar-nos é o objectivo central do grande capital financeiro. Fá-lo-ão de qualquer maneira, sabedores que são, que o seu sistema político não lhes resolve o problema de enriquecimento ilícito ao mesmo tempo acompanhado de algum bem-estar social de décadas atrás. O capitalismo tem como meta a atingir a dominação total dos povos e reduzi-los a uma nova forma de escravatura."

1 comentário :

  1. Não admira. Este pançudo Ferreira do Amaral descende de outro criminoso que foi Ministro da Monarquia nos últimos meses e a traiu. Foi agraciado pelo Partido Republicano com um cargo de Governador de Macau. Como era um vigarista, acabou assassinado pela máfia chinesa do ópio.

    ResponderEliminar