30 agosto, 2011

Carris aumenta preços, para o povo tapar os buracos dos ricos.

luxos gestores arruinamSe os passes e os bilhetes da carris vão aumentar, o povo tem que saber porquê.
BÓNUS PARA GESTORES, AUMENTOS SALÁRIOS PARA GESTORES, 
PRÉMIOS DE MÁ GESTÃO PARA GESTORES
CARROS NOVOS PARA GESTORES...ETC
Mas o PEC impõe o congelamento dos salários na Função Pública, assim como impõe os aumentos na electricidade, na água, nos transportes, nas taxas da saúde e nos impostos.... Para pagar os luxos deles!
É crime a ostensão de uns ás custas dos sacrifícios de outros.
Que gestão é esta?? Todo e qualquer cidadão se deve sentir ofendido quando vê os aumentos e regalias que se dão a uns, quando se pedem sacrifícios ao povo. É o mesmo que dizer: 
- Portugueses vamos lá cortar mais nas vossas economias que o sr milionário da Carris, ou da CP ou das Águas de Portugal precisa de um aumento de 65% no seu salário de 6 mil euros e precisa de um carro novo que o seu Mercedes, já tem 2 anos!!! 
Já tinha feito referencia á mesma situaçao na CP AQUI , Nas águas de Portugal. Todos estes organismos tem sido o exemplo de como se gerem em Portugal empresas do estado -  prejuízos de milhões e mesmo assim continuam no cargo os autores do "crime" e brindados com prémios, aumentos, carros etc e etc.

Em baixo podemos ver o exemplo da CARRIS e os seus luxos ...ás custas dos aumentos dos preços dos bilhetes. 
Ao longo dos últimos tempos, o que as notícias escrevem sobre a CARRIS.

CASO 1 - A Carris renovou, em 2010, a frota da administração com quatro carros de luxo, ano em que a empresa pública fechou as contas com um buraco de 775,5 milhões de euros, avança o Correio da Manhã. Alugou um Mercedes E350, um BMW 320D e dois Audi A6 2.0, no valor total de 176.182 mil euros. Com estes carros, a Carris gastou 3613 euros por mês no ano passado, escreve ainda o CM.
CASO 2 - Após os cortes salariais na Função Pública, o presidente ganha 6577 euros brutos mensais e cada vogal 5727 euros.
CASO 3 - A Carris apresentou 30 novos autocarros articulados, equipados com o serviço Carris Net Bus, fruto de uma parceria estabelecida entre a empresa de transportes lisboeta e TMN, que envolveu um investimento de 11 milhões de euros por parte da Carris. FONTE
CASO 4 - Outro exemplo é o da Carris. A empresa, que em 2009 teve cerca de 41 milhões de euros de prejuízo, viu, por decisão governamental, os ordenados dos seus gestores igualmente aumentados em  2009. O presidente ganhava 4.204 euros e passou a auferir de um ordenado mensal 6.923 euros (mais 65 por cento). Já os vogais passaram de 3.656 para 6.028 (mais 65 %). FONTE
CASO 5 - Quanto aos custos com pessoal, a administração da Carris recebeu um total de 420.556 euros em 2010, traduzindo-se num aumento nos vencimentos dos cargos de topo de quase 33 mil euros em comparação a 2009. FONTE
CASO 6 - Silva Rodrigues ( Presidente da Carris) admitiu que a Carris precisa de diminuir o pessoal, mas disse que a empresa "não tem dinheiro" para fazer rescisões. "Temos de nos endividar para o fazer [rescisões] e, neste momento, há limites ao endividamento. fonte
( Esta é sem dúvida hilariante... não têm dinheiro para rescisões? Não tem dinheiro para nada... estão num buraco... mas têm dinheiro para aumentos dos chefes e para carros... que anedota.)
CASO 7 - A Refer apresentou ontem os resultados com os prejuízos de 146,5 milhões de euros em 2010. Só a dívida acumulada conjunta da CP e da Refer atinge os dez mil milhões de euros. Para Silva Rodrigues, a mobilidade é um serviço essencial a todos mas "as empresas não podem continuar a vender barato para todos". fonte

Está à vista de todos, a causa dos buracos que as empresas públicas APRESENTAM... contudo os gestores públicos e os políticos teimam em olhar para o lado e fingir que não sabem. 
- Luxos para gestores 
- Excesso de pessoal devido ás cunhas
- Salários milionários 
- Aumentos de 65% em época de crise.
- Prémios de produtividade aos que dão prejuízos de milhões (produzem prejuízo)
- Gestores mesmo com resultados negativos não são despedidos.
- Carros de luxo. 
- Caso da CP, motoristas ganham 50 mil euros 





3 comentários :

  1. É do conhecimento de á muitos governos o prejuízo da Carris sabe-se, conhecem-se as razões mas nunca se fez nada para resolver, pois esta como muitas empresas públicas servem para colocar ex-governantes: ex-ministros secretários de estado, chefes de gabinetes, asessores pior é que os custos de pessoal representam valores altíssimos, que as receitas não conseguem suportar, os encargos fixos são na maioria 4 a 5 vezes superiores. A má gestão da Carris deve-se á carga salarial, ao regime contratualizado com previlégios e beneficios praticados apenas nesta empresa com prejuizos e danos para todos nós.

    ResponderEliminar
  2. Consta-me que a nova Administradora da Carris, Maria João .... não vai ter direito a carro, e o vencimento vai ser inferior ao que auferia na empresa onde trabalhava. Serão verdadeiras todas as noticias acima descritas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como pode constatar as noticias são dos orgãos de comunicação nacional, eu apenas reúno e compilo.

      Eliminar