08 agosto, 2013

"OS PARTIDOS EXISTEM PARA SERVIR LOBIES E SOCIEDADES SECRETAS."





Neste video, Elisabete Tavares, jornalista do Expresso e Exame, afirma que os partidos não servem o país nem a economia, servem a banca e as sociedades secretas. 
Garante ainda que não podemos esperar que sejam os partidos a mudar o caos, pois eles gostam e da-lhes jeito, temos que ser nós a mudar.

Portugal é o paraíso dos corruptos, com um povo obtuso e desligado da politica, um povo que odeia falar de politica e odeia que lhe falem de politica. Desta forma tornou-se num  país onde tudo é permitido, porque os portugueses não querem saber de nada. 
Um povo que se queixa, porque a justiça não faz justiça , mas é ele próprio incapaz de fazer justiça, quando chega a hora de votar, insiste em eleger os corruptos que há décadas, criminosamente, nos destroem.

O povo permite tudo... se o Al Capone vivesse em Portugal, teria direito a albergar o seu gang ao abrigo do estatuto de fundação, teria direito a ser Primeiro Ministro ou Presidente da República? Teria abrigo na Maçonaria? E sairia ileso na nossa justiça, de qualquer saque ao estado, por muitos mil milhões, que roubasse. E o mais impressionante, é que seria eleito pelos que roubaria?
Os nossos impostos mais parecem um fundo ao serviço do crime, em Portugal. 
Os nossos impostos servem os ricos, os parasitas e os criminosos, por isso jamais serão suficientes para o seu propósito inicial e social. Onde se esgotam? Será que não sabemos? 
A lista, à sua direita, neste mesmo blog, mostra alguns exemplos, de como se desvanecem, em vão, os impostos dos portugueses. 

"Mais de 80 maçons em cargos influentes - 12 novembro 2011
Miguel Relvas, um dos ministros mais influentes, Carlos Zorrinho, líder da bancada do PS, autarcas como Moita Flores ou Isaltino Morais, ex-ministros como Rui Pereira, ex-presidentes da AR como Almeida Santos, empresários como Jorge Coelho, deputados e muitas personalidades da sociedade fazem parte desta organização semi-secreta. As figuras, a história, os valores, as cerimónias e as polémicas". Fonte

Investigação do Diário de Noticias, sobre a maçonaria- 28/01/1013
"Conhecida como 'maçonaria branca', o Opus Dei tem mais de 1500 membros em Portugal. Apesar de negar a existência de uma estratégia de poder, conta com figuras de destaque na banca e na política.
O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, colocou recentemente uma das mais importantes áreas da governação nas mãos de um cooperador do Opus Dei: o secretário de Estado Manuel Rodrigues. O novo homem-sombra de Vítor Gaspar nas Finanças junta assim duas áreas às quais a obra é constantemente associada: a política e a banca, nas quais sempre teve membros influentes." Fonte

Este artigo do CM poderá ser outro exemplo... 
Um palácio avaliado, por um perito, em 10 milhões de euros, mas que para efeitos de IMI, vale 983 827 euros???
"Os valiosos imóveis da Fundação do Grande Oriente Lusitano.
O Grande Oriente Lusitano (GOL), maior obediência da maçonaria em Portugal, terá um património imobiliário com um valor superior a 30 milhões de euros. A escritura de constituição da GOL, à qual o CM teve acesso, revela que esta entidade, mesmo sem ter ainda todos os bens do GOL no seu acervo, já conta com um valioso conjunto de prédios urbanos e rústicos.
A escritura da Fundação GOL, que foi constituída em Lisboa a 24 de Março de 2008, apresenta como património desta entidade um conjunto de 12 imóveis dispersos por Lisboa, Porto, Coimbra, Alcobaça e Évora. E os mais valiosos estão concentrados na capital, em particular no Bairro Alto, na Praça da Figueira e na Lapa, três das zonas mais caras da capital.
Entre esse universo de bens, assume destaque o palácio maçónico, em Lisboa, sede do GOL: sendo um dos mais valiosos imóveis desta obediência, conta com um valor patrimonial, atribuído pelo Fisco para efeitos do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), de 983 827 euros. A preços de mercado, numa conjuntura económica estável, este imóvel poderá valer, segundo fonte conhecedora, mais de dez milhões de euros. (mas paga apenas IMI sobre 983 827 euros)
De qualquer forma, um universo diversificado de imóveis não foi integrado no património da Fundação do Grande Oriente Lusitano. E tudo porque, precisa a mesma fonte, "a escritura foi apenas um acto jurídico necessário para obter o reconhecimento e a atribuição do Estatuto de Utilidade Pública." Com este estatuto, dado pelo Governo, as fundações passam a ter benefícios fiscais na sua actividade.

As 306 fundações contabilizadas pela Inspecção-Geral de Finanças (IGF) receberam, de 2007 a 2008, subsídios estatais no valor de 166,5 milhões.
A auditoria da IGF detectou falhas na gestão financeira destas entidades. "O seu desempenho económico-financeiro tem revelado resultados globais sistematicamente negativos e acumulação de dívidas por pagar, nomeadamente empréstimos bancários", relata a IGF. Já o inventário de bens "nem sempre está actualizado".
FERNANDO LIMA: DA CONSTRUÇÃO A LÍDER MAÇÓNICO
Fernando Lima, advogado e gestor que concorreu ao lugar de grão-mestre do GOL com o apoio do seu antecessor, António Reis, foi eleito em Junho com a maior votação de sempre.
No percurso profissional, Lima liderou as construtoras Abrantina e Engil (antes da venda ao grupo de António Mota) e passou pela antiga SLN, a que deu o nome de Galilei.
O pedido do reconhecimento da Fundação Grande Oriente Lusitano está pendente na Presidência do Conselho de Ministros. O projecto dessa entidade foi apresentado, em 2008, por António Reis, então grão-mestre do GOL, na Presidência do Conselho de Ministros (PCM), que era então tutelada por Jorge Lacão, secretário de Estado da PCM." Fonte

EM BAIXO, DEIXO A LISTA DOS NOMES E PARTIDOS, DOS MAÇONS... 
Eles andam por aí, a lutar pela sua sociedade
E CONSEGUEM FRUTOS, POIS SÃO CONSIDERADOS UMA FUNDAÇÃO, PARA QUE TODOS OS PORTUGUESES SEJAM OBRIGADOS A SUSTENTA-LOS,  PORQUE FOI APROVADA COMO TENDO UTILIDADE PÚBLICA?? 
Realmente tem ajudado muitos portugueses... mas não é qualquer um... ajudam apenas as elites a enriquecer, a ter mais poder e a nunca estar sem tachos.

Personalidades de maior relevo da lista de 1950 nomes do Grande Oriente Lusitano 
Na lista já desactualizada, abundam as personalidades de grande relevo político e social. 
Destaco (e peço aos leitores que me ajudem no radar, indicando na caixa de comentários do blogue, outras personalidades importantes):
PS: António Almeida Santos, António Arnault, João Soares (o pai foi iniciado no Grand Orient de France), Jorge Coelho, António Vitorino, João Cravinho, Carlos Zorrinho, Jorge Lacão, Capoulas Santos, Alberto Martins, José Conde Rodrigues, António Castro Guerra, Edmundo Pedro, Luís Parreirão, Elísio Summavielle, José Miguel Boquinhas, José Lamego, Torres Couto, João Proença, Vitalino Canas, Rui Carlos Pereira, Vítor Ramalho, Vasco Franco (a CMLisboa é um viveiro...), Rui Oliveira e Costa (Eurosondagem), Rui Cunha - e José Almeida Ribeiro (que não é do PS mas que foi a eminência parda do socratismo).
PSD: Almeida Henriques (secretário de Estado Adjunto da Economia e do Desenvolvimento Regional e presumido candidato à Câmara da católica Viseu...), Emídio Guerreiro, Luís Campos Ferreira, Rui Gomes da Silva, Luís Fontoura, José Vieira de Castro, Fernando Condesso, Francisco Moita Flores.
CDS-PP: Abel Pinheiro (além de Nuno Magalhães, salvo pelo gongo do «N»...).
magistrados: Alberto Fernandes Brás (presidente da secção regional da Madeira do Tribunal de Contas), Mário Belo Morgado, Ricardo Cardoso e outros referidos noutro poste do José da Porta da Loja (além dos outros guardados da vista dos profanos).
militares: muitos, mas entre os de maior relevo, Vasco Lourenço, Costa Braz, Rodrigo Sousa e Castro, Costa Neves, Carlos (Alberto Idães Soares) Fabião, Campos de Andrada, Sanches Osório, e ainda o contra-almirante Silva Ribeiro e o coronel Luís Alves de Fraga. E polícias como o ex-diretor da PSP Oliveira Pereira, além do juiz Mário Belo Morgado que também chefiou esta polícia.
imprensa: Emídio Rangel, Henrique Monteiro, António Ribeiro Ferreira, Afonso Camões, António Borga, Orlando Raimundo, Rui Romano, António Valdemar.
finança e empresas: destaquem-se o grão-mestre do GOL Fernando Manuel Lima Valadas Fernandes (da Galilei, Abrantina, etc.), Fernando Dias Nogueira (presidente do ISP), Francisco Cardoso dos Reis, Maldonado Gonelha,Francisco Bandeira, José Penedos.
diplomacia: José Fernandes Fafe, Fernando Reino, Américo Rodrigues Madeira Bárbara.
universidade: muitos, entre eles, e além do falecido A.H. Oliveira Marques, Manuel de Almeida Damásio (líder da Universidade Lusófona), Luís Reto (do ISCTE), Jorge de Sá (da Aximage), António Montenegro Fiúza (Lusófona), Manuel van Hoof Ribeiro (professor de Sócrates no ISEL, a quem deu 18 valores), José Jorge Letria, Moisés Espírito Santo e José Faria e Costa (ex-presidente do Conselho de Fiscalização dos Serviços de Informação da República).
advocacia: muitos, entre eles, Ricardo Sá Fernandes, Nuno Godinho de Matos, Rodrigo Santiago, António Pinto Pereira, Diamantino Lopes. José António Barreiros, cuja coragem é de louvar, não consta da lista porque já não pertence à organização.
médicos: Lesseps dos Reis, Santana Maia, Salvador Massano Cardoso - e não consta José Germano Rego de Sousa, que o Público, de 12-11-2001, dizia que «pertence ao Grande Oriente Lusitano».
outros: o ex-presidente timorense José Ramos Horta, Estêvão José Pedro Kachiungo (ex-candidato à presidência da Unita), Vitorino Hossi (ex-Unita e atual ministro luandense), Vidal de Oliveira, José Nuno Martins, Mário Zambujal, Alfredo Tropa, os cantores Carlos Mendes e Fausto, Paulo Sargento, José Troufa Real (o arquiteto da Igreja-Mesquita do Restelo) e António Boronha, dirigente desportivo que se notabilizou na defesa de Carlos Cruz.

(É de crer que, como disse, seja omitida a filiação maçónica de altos cargos do poder político, judicial, militar e dos média, e que tenham sido expurgados nomes desta lista.)

Neste link pode aceder a uma Lista, por loja, com os nomes de mais de 1950 membros do Grande Oriente Lusitano (GOL) (elaborada provavelmente em 2009/2010). Publicada, em comentário ao poste «A Maçonaria Em Portugal- uma História de Corrupção e Conspiração», no blogue Casa das Aranhas. Se quiser, aceda aqui à lista mais completa.

Mais sobre maçonaria, no blog 
  1. Novo Chefe maçon, era da SLN e agora da Galilei? 
  2. Património ultrapassa os 30 milhões!!
  3. Confissões de tráfico de influências 
  4. Vantagens da maçonaria, elites superiores?
  5. Nova loja
  6. Emidio Rangel 
  7. O governo e a maçonaria   
  8. Decorações maçonicas
  9. Universidade maçónica Lusófona 
  10. Relvas

11 comentários :

  1. Segundo a imprensa de hoje (08/08/2013) Joaquim Pais Jorge vai regressar ao seu antigo cargo nas Estradas de Portugal.

    http://www.dn.pt/politica/interior.aspx?content_id=3363435

    Não existem teorias da conspiração, não!!!
    Isso é coisa de maluquinhos que acreditam em fantasias como lobies e sociedades secretas.

    NWO

    ResponderEliminar
  2. Só não concordo que á partida se nomeie alguém só porque pertence a uma seita, um partido, um clube ou uma religião como bom ou mau. Devemos ser selectivos e não embarcar em praticas semelhantes a inquisição ou racismo! informar bem - se possível formando é que os eleitores precisam! guerras absurdas de que o meu clube é melhor e sério e o clube do vizinho é desonesto e mau pode ser muito apelativo mas é o princípio da máfia. Casos concretos e prováveis sim, generalizações abrangentes não.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem não quer ser lobo , não veste a pele.

      Eliminar
  3. A Democracia é 1 Farsa08 agosto, 2013 21:00

    Os Políticos estão ao serviço da oligarquia de interesses que domina o País. Esses interesses, com a Banca e a M*ç*n*r*a à cabeça, capturaram os Partidos para os usarem como cavalos de Tróia para chegarem ao Poder. Só não vê quem não quer. As eleições são uma farsa. PS e PSD são 2 faces da mesma moeda. É o bloco central dos interesses. Os restantes Partidos também fazem parte do “status quo”. Contentam-se em “apanhar as migalhas” que lhes calham. Os Jotinhas e ex-Jotinhas que hoje dominam os aparelhos partidários “venderam-se” a esses poderes não escrutinados democraticamente. São fracos e medíocres. Não passam de meros “testas-de-ferro”. O País está entregue a esses “travestis” da política que mais não são do que comissários desses interesses obscuros.

    ResponderEliminar
  4. Acho piada às bestas que acham que pertencer a uma seita secreta com interesses ligados à banca, à politica em que os seu membros são ladrões e corruptos com curriculum comprovado, é a mesma coisa que pertencer a um clube.

    É o mesmo que dizer que acho uma discriminação e até uma atitude racista que se nomeie alguém só porque pertence a uma quadrilha que faz assaltos à mão armada, ou ao ACP, ou uma associação de voluntariado.

    A maçonaria não é propriamente o clube de bordados de campo de ourique. Se uma seita é formada por ladrões e corruptpos, é porque é uma seita criminosa. Todos conhecemos os roubos descarados praticados pela maior parte das pessoas descritas na lista, e é por isso mesmo que é importante saber quem faz parte da maçonaria, para se perceber o que é e o que representa a maçonaria. Se a maçonaria fosse uma organização transparente e com fins beneméritos, não só não aceitava ladrões como associados, como não precisava de esconder o nome dos seus associados.

    A ocultação do nome dos seus associados, é exactamente para não se perceber que é uma associação criminosa, e a prova de que a organização não quer ser conotada com os ladrões que a compõem. Se a maçonaria fosse composta por gente decente, não só não precisava de esconder o nome das pessoas que a compunham, como teria orgulho nisso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, como dizia antes, quem não quer ser lobo não lhe veste a pele.
      Se as pessoas honestas não querem passar por desonestas, não se aliam a seitas com comprovadas acções desonestas e constantes.

      Eliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Aliás, a seita GOL por si só já é uma organização criminosa porque é uma falsa fundação, que só foi conseguida porque quem lhe conferiu o estatuto são membros do governo que ou pertencem à organização ou são obedientes a ela.

    O estatuto foi-lhes conferido apenas para fugir aos impostos dos mais de 30 milhões de euros em património. Fazem parte desta seita sócios da antiga SLN, agora Galilei e que passaram para o povo português através dos políticos corruptos, que ao nacionalizarem os prejuízos do BPN roubaram ao povo 7 mil milhões de euros (o mesmo que portugal gasta no serviço nacional de Saúde já com os roubos ao SNS incluídos). Claro que só nacionalizaram os prejuízos, os lucros ficaram na SLN como de costume.

    A prova de que os governantes são corruptos, e que o PS e o PSD roubam para os mesmos grupos económicos, é que o PSD agora no governo podia ir buscar o dinheiro do BPN à SLN que eram os proprietários do BPN na altura em que o PS de sócrates o nacionalizou, mas prefere ir retirá-lo às pensões dos reformados, aos deficientes e ao estado social em geral.

    Os pobres que paguem a crise que os ricos e os especuladores criaram. Mas nós continuamos a votar neles. Para os ladrões dos políticos somos mesmo "o melhor povo do mundo".

    Os brasileiros que não têm o problema de emprego que nós temos, já perceberam qual é o problema e já andam na rua a exigir mais justiça e menos corrupção. Pode ser que o povo português acorde e a bem ou a mal corra com os políticos corruptos dos governos.

    ResponderEliminar
  8. Já Kennedy referia os poderes ocultos em 1961, num discurso na associação de editores de jornais e a existência de sociedades secretas e os seus planos subversivos, para controlar os poderes democraticamente eleitos, utilizando uma “máquina” eficiente e afinada e recorrendo a meios obscuros e duma enorme abrangência.Conhecemos o seu fim.
    A luta de gangs mafiosos, com ou sem avental, com ou sem crucifixo ao peito, vai continuar com o objectivo de controlar uma maior fatia do bolo, que os escravos continuam a produzir. Salazar, jesuíta de gema, baniu a malta do avental, que depois se vingou no 25 de Abril. Entretanto o gang jesuíta, que desde há muito tempo manobra os centros de poder, conseguiu alcançar o poder supremo: elegeu um papa, que por sinal tem uma boa maquina de marketing e propaganda. 2013 também é um ano interessante: 20+13=33. Está giro...

    ResponderEliminar