05 junho, 2013

Políticos portugueses, são como a panela Bimby


cumplice da corrupção votarA nomeação de Berta Cabral, para Secretária de Estado da Defesa, foi mais um exemplo de como funcionam as máquinas partidárias, semeando boys e poder por todo governo.O artigo em baixo, é uma forma muito interessante de expor a situação onde se compara a pseudo polivalência dos nossos políticos, com a Bimby, a panela, neste caso o tacho, polivalente. Serve para tudo, sabe fazer tudo.

"MAIS UMA VERGONHA;  OUTRA NOMEAÇÃO PARTIDÁRIA, CLIENTELISTA... 
É isto que ninguém percebe e é isto que desgraça a política e o país.
Berta Cabral, militante do PSD que perdeu recentemente a corrida ao Governo Regional dos Açores, vai agora parar à Secretaria de Estado da Defesa. 

Quando não vão para uma coisa, vão para outra. A mesma pessoa que se candidata a um Governo Regional, também dá para Secretária de Estado da Defesa. Mas podia ser da Agricultura. Ou da Segurança Social. Ou mesmo da Administração Interna. Qualquer coisa. Os políticos são bons para tudo. São autênticas Bimbys. Fazem tudo. Um Governo, uma Secretaria de Estado, uma caldeirada de peixe. Diga o Leitor. Eles fazem, com certeza.
E na verdade, Berta Cabral, não obstante o modus operandi dos partidos, até podia ter algum currículo nesta matéria. Em teoria, acho que uma pessoa que se candidatou a líder do Governo Regional dos Açores não deve ir minutos depois para a Secretaria de Estado da Defesa, mas podia ser que tivesse algumas luzes sobre o tema. Leio, porém, o seguinte, no Público: «Berta Cabral foi escolhida para o cargo pelo seu currículo ligado a vários cargos de gestão financeira, nomeadamente no Conselho de Administração da SATA, a companhia aérea açoriana.»
Ou seja, este país tem milhares de especialistas em Defesa e em Gestão. Pessoas altamente qualificadas, algumas com especialidade na área de Gestão Militar e de Defesa. Mas quem é que vai para à Secretaria de Estado da Defesa? É a Berta Cabral, que é muito amiga do ministro Aguiar Branco.
Mas não será só por ser amiga, calma. Como já vimos, o currículo é invejável nesta área. Então, até foi administradora da SATA. A SATA também tem aviões. E também tem farda. É quase uma instituição militar.
Vergonhoso, na verdade. Vergonhoso para o país, que é governado pela camaradagem. 
Vergonhoso para o ministro, que tem de chamar amigos que percebem tanto daquilo como ele, para não ser confrontado com a sua incompetência. E é também vergonhoso para Berta Cabral, que ainda há poucos meses estava a apresentar-se aos açorianos como candidata a líder do Governo Regional, mas agora vai ali para o Governo da República, dar uma mãozinha.
Enfim, Berta vai nos próximos dias instalar-se no gabinete e no dia em que começar a perceber alguma coisa do assunto, vai constatar que já não está no Governo. Até lá, imagino o sofrimento dos altos funcionários da Defesa, a terem de explicar tudo outra vez a mais um político Bimby.
Isto é um atraso enorme para o país e um completo desperdício financeiro - a incompetência não representa menos de 50% do PIB." fonte
Mais sobre as escolhas de tachos que nos arruínam. 




18 comentários :

  1. Que eu saiba a Bimby é cara, mas ajuda muito.

    Estes canalhas são apenas caros. Além de não ajudarem, inibem.

    Pela incompetência curricular, pelos esquemas financeiros que protegem e se envolvem, pela traição descarada às esperanças de quem os elegeu.

    Portam-se como esbirros de uma sovietização capitalista do mundo, tornando cada país um Arquipélago de Gulag, controlado por capatazes a soldo de potências estrangeiras os quais, para conquistarem o poder, não hesitaram em recorrer à mentira eleitoral e posterior tortura social dos desfavorecidos.

    Vivemos de novo em ditadura.

    Desta vez, financeira e internacional, executada em cada país por marionetes, cujos cordeis são manobrados nas off-shores onde traficantes de armas, droga e polícos corruptos depositam o produto dos seus saques.

    Na UE, Gibraltar, Madeira, Luxemburgo, Mónaco, Liechtenstein, S. Marino, Andorra, Chipre... esqueçamos o Vaticano e a vizinha Suissa, são vergonhosas off-shores financeiros.

    Que espera a poupadinha e austera Merkle - que governa a Europa ao estilo dos presidentes do politburo soviético ou seja, com absoluta defesa dos interesses alemães em detrimento dos restantes - para produzir uma directiva ilegalizando qualquer fluxo financeiro dos 27 com estes antros de crime?

    Será que Merkle seria, pessoalmente, prejudicada?




    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse é um tabu que todos teimam em manter intocável, sem esses paraísos onde se ocultam os dinheiros roubados, os saqueadores que são ao mesmo tempo os decisores, ficariam sem motivação.

      Eliminar

  2. Como eles se servem de nós: Hoje, em foco, o Gnomo Gaspar:

    http://paginaglobal.blogspot.pt/2013/05/portugal-marques-mendes-diz-que-gaspar.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas claro que este senhor tem cumprido todos os passos de subserviência necessários para poder integrar esse santuário.
      Basta ver como ele negociou a divida e a quem deu a maior fatia..

      Condições para a Grécia, segundo o video.
      PONTO 1 - A Grécia conseguiu uma redução dos juros de 1% (6 pontos base)com a desculpa que o seu empréstimo é bilateral (Alemanha e França)
      PONTO 2 - Conseguiu também uma redução de 0,1% (10 pontos base) à comissão que o fundo cobra à Grécia, e esse nem desculpa deram para não se aplicar a Portugal...
      PONTO 3 - A Grécia conseguiu alargar o tempo de vigência da divida de 15 para 30 anos... Portugal não precisaria de 30 anos, mas um pouco mais de espaço fazia-nos geito.
      PONTO 4 - E o mais escandaloso e injusto, é que a Grécia conseguiu um período de carência de 10 anos...
      segundo ele vai ser muito prejudicial para a economia nacional e das famílias, obrigar os portugueses a que em 2014 tenham que pagar 14 mil milhões de euros de amortização de divida, em 2015 pagaremos 17 mil milhões de euros e em 2016, 20 mil milhões de euros.
      E a Grécia? Nada!!!!
      Chipre tem 22 anos para pagar empréstimo de 10 mil milhões + juros a 2,5%; fonte
      Portugal tem menos de 10 para pagar 78 mil milhões + juros a 3,55% !!!!

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/12/vitor-gaspar-insiste-em-nos-conduzir.html#ixzz2VM9Pxhuh

      Eliminar
    2. Eu creio que um ponto base corresponde a 0,01 pontos percentuais assim o vosso ponto 2 está certo mas o 1 carece correcção, para não induzir os leitores em erro.

      Eliminar
  3. A inutilidade prática da conversa parlamentar, só é equiparável ao seu preço!

    Que resulta para os nossos impostos de dias e dias, semanas e semanas, meses e meses de ping-pong oral, de retórica inerte, inconsequente e irresponsável?

    Já que o país está em crise, algum de vós que proponha a redução de deputados de 230 para 180 - a Constituição permite-o, artigo 148 - e proporcional corte no orçamento da AR.

    Ou os sacrifícios são só para os parvos, e os deputados funcionam como espertos chulantes?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Propor a quem? Acha que estes senhores que se apossaram de Portugal e da constituição, estão abertos a propostas? Aceitam pedidos populares? Ou sugestões? Tudo que sirva para os lesar, nem que seja em tostões, jamais será aceite por eles. Eles sabem defender-se muito bem de nós.
      Mas mais lhe digo.. acha que estes mafiosos que conspiram contra todos nós, como afirma Paulo Morais, estão dispostos a abdicar do seu reino intocável?
      Ainda há poucos anos pediram foi que lhe aumentassem o nrº cargos para poderem colocar mais uns amigos a mamar... pois veja este descaramento

      """Adivinhem a quem vai pagar entre 4,6 e 7 milhões de euros por ano para amparar mais este golpe?
      Os deputados... esses desgraçados sem regalias, trabalhadores exasperados sempre cheios de serviço, servis e fieis protectores do povo e da nação, sentem que já não conseguem ter mãos a medir com tanto trabalho. Quase todos os deputados acumulam o cargo de deputado com outros cargos, como empresários ou advogados. Por isso há que contratar um assistente, pago pelo povo, para o ajudar.
      Como diz Paulo Morais, "o parlamento é uma central de negócios", onde a promiscuidade entre os interesses dos negócios privados dos deputados, se sobrepõem aos interesses nacionais. Como tal um assistente pessoal, pago pelos contribuintes, nunca é demais.
      Os nossos governantes já nem sabem que mais inventar para albergar tantos parasitas, criam novas leis para duplicar ou triplicar tachos e cargos, na assembleia.
      2. "Cada Deputado tem direito a :
      a) Gabinete próprio e individualizado na sede da Assembleia da República;
      b) Assistente individual, a recrutar nos termos da lei; (2007) "

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/search?q=assistente+pessoal#ixzz2VMAwqzz7

      Eliminar
    2. A Zita, na minha opinião, já devia estar a recolher assinaturas, são precisas 7500, para formar um novo partido para concorrer às próximas legislativas...

      Nada teremos de propor ou pedir a ninguém.
      Devemos, em nome da verdade, da dignidade e do futuro dos nossos filhos IMPOR a limpeza necessária, que outros apregoam, mas não mostram qualquer interesse em concretizar.

      Eliminar
    3. Não tenho conhecimentos para ir para politica... e comovo-me demais com as injustiças, ficava doente no primeiro dia.

      Eliminar
    4. A propósito da redução de deputados vejam aqui quem é o campeão da demagogia e que por isso não convence ninguem sendo apenas mais um produto (medíocre) saído da partidocracia vigente.
      http://www.tvi24.iol.pt/videos/video/13712464/10

      Eliminar
  4. Mas que mas linguas!! Ela ate ja trabalhou com avioes! Imaginem que estao apensar comprar abioes(submarinos foi da outra vez e correu mt bem).Ela vai ser importante.Sejam bonzinhos e aprendam mas é a votar. Que nao foi com escada que eles para lá subiram ..isso foi com os votos, vê como é mais facil tira-los que acertar no totoloto.

    ResponderEliminar
  5. Acho que se esqueceram doutra qualificação altamente relevante para a escolha de Berta Cabral:

    Tanto quanto julgo saber é esposa de um militar (creio que os media noticiaram que o marido é Coronel do Exército).

    Assim, Berta Cabral, por osmose, está qualificada para lidar com assuntos de Defesa.

    É mais uma variante da aquisição de qualificações e competências académicas e profissionais ao bom estilo Relvas.

    É preciso "é ter esperto no cabeça".

    ResponderEliminar
  6. O marido da sra., que eu saiba não é militar, trabalhou nos últimos anos no grupo das empresas Marques, esquemáticos do tipo mota & companhia só com escala menor. O sr. Viabilizava as porcarias que a empresa precisava. Esta sra. Destruiu a cidade que governou, quer em termos urbanísticos, quer em termos económicos, é claro com a ajuda do governo do medíocre Carlos César e o projecto do criminoso Que ainda anda à solta a destruir Lisboa, Manuel Salgado, que fez a aberracção que dá pelo nome das Portas do Mar.

    Há outra coisa que é preciso lembrar, esta gente é escolhida sobretudo para ajudarem à destruição do País e nisso eles são mestres.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Existe uma corja que ao emanar fragilidades se esforça em disfarçá-las como intelectualiades.

      Deste grupo, faminto de poder para muito mandar e pouco fazer, destacam-se os feirantes de vaidades que grudam aos políticos mediatizados em época eleitoral.

      Salgado - este não precisa de brilhantina - pertence à corja. Mais para quê?


      Eliminar
  7. Sabem que as compras hiper-milionárias da chamada defesa estão, por lei, isentas de concurso público? (Segredo militar, percebem?).

    São, normalmente, adjudicadas a quem mais der "por fora".

    Daí que para titulares da pasta da "defesa", haja toda a conveniência em nomear quem seja, absoluta, comprovada e seguramente, boy ou girl ou... Paulo Portas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa informação, essa desconhecia, apesar de já ter reparado que as compras para a defesa têm sido realmente realizadas por esse meio... mas ainda não tinha percebido que estava assim estipulado....

      Agora é mais fácil perceber tantas compras

      """- 51 milhões de euros em 37 tanques (2009)
      - 130 milhões de euros em 10 helicópteros (2011)
      - 1 026 mil milhões em submarinos (2010) fonte
      - 14 milhões/ano só salários de generais.
      - 1057,8 milhões de euros com salários (55,7% do orçamento)
      - Governo pede que dispense 3 mil praças para fazer face à crise. O exército contratou mais de 1000 sem autorização. (2011)
      - Estado português gastou 32,2 milhões de euros em 2010 em armamento, formação e obras para os dois novos submarinos da Marinha. Em 2011, os compromissos financeiros respeitantes à manutenção dos dois submarinos ascendem a 24 milhões de euros: 21,4 milhões para «Fornecimento Logístico», 2 milhões para «Armamento Mísseis» e o restante na «Missão Construção e Material»."""" fonte

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/07/exercito-nao-esta-em-crise-vai-de-vento.html#ixzz2VNiJa25E

      Eliminar
  8. É fácil falar só nos k estão no poder e os k já saíram que deixaram nosso pais neste estado, que me lembre só dois partidos governaram depois do 25 de abril, os portugueses tem memória de peixe ou são mesmo hipócritas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O sr deu-se ao trabalho de olhar sequer para a lista do lado direito do blog? É que este blog denuncia corrupção desde que haja registo, 1974 e por aí fora. A este blog não interessam os partidos , apenas a verdade e a justiça.
      Se pesquisar nos motores de busca do blog encontra muita corrupção do PS, PSD , CDS... e mais alguns... basta procurar, de preferência antes de julgar erradamente.

      Eliminar