23 novembro, 2012

Portugueses querem salvar o mundo. Mas não salvam Portugal.

censura pinto balsemão opressão pide
Enquanto os portugueses se indignam com as ditaduras do mundo, o governo marca pontos a impor a sua, em Portugal.
Enquanto os portugueses se indignam com os iluminati e outras forças obscuras, os nossos governos obscuros, conspiram contra a soberania de Portugal.
Enquanto os portugueses se indignam com toda a fome do mundo, ela vai-se instalando, em Portugal.
Enquanto os portugueses se indignam com todos os oprimidos do mundo, a opressão instala-se em Portugal.
Enquanto os portugueses se indignam com a violência dos políticos sobre os cidadãos, por todo o mundo, instala-se a violência em Portugal.
Enquanto os portugueses se indignam com a chacina em Gaza, o governo marca pontos na chacina dos  mais fracos portugueses.
Enquanto os portugueses se indignam com o sucesso económico da Alemanha, o governo marca pontos a arrasar a economia portuguesa.
Enquanto os portugueses se indignam com a falta de democracia que grassa pelo mundo, o governo marca pontos a destruir a de Portugal

A noticia em baixo, deixa-nos adivinhar que a censura vem aí.
A verdade sobre a corrupção está a ser ameaçadoramente difundida e isso incomoda os seus beneficiários, políticos e elites económicas dominantes.
Havia um grande respeito associado a todos os senhores que envergassem um fato e uma gravata, ou fossem políticos. Ninguém ousaria chamar-lhes ladrão, mentiroso, ou pior. Mas essa imagem, de divindade oca, está a dissipar-se, pior, está a conquistar demasiados inimigos, sedentos de justiça, sedentos de quase tudo, já não medem as palavras nem os actos.
As pessoas estão a perder os respeito pelos políticos, a perceber o que eles são, o que eles fazem e o que fizeram, ao país. E isso está a dificultar os planos dos político, de viverem, tranquilos, as suas vidas de luxo e impunidade, que conquistaram, graças ao silencio e à ignorância do povo.
Agora sentem-se forçados a garantir o silêncio, que tão bem os tem protegido. Já ninguém os respeita, então que seja imposto pela lei da censura. 
Partindo do principio que, em Portugal, jamais se consegue provar um acto politico corrupto, e todos sabemos porquê, os corruptos estarão absolutamente protegidos, pois eles possuirão, assim, o direito de decidir que os divulgadores de actos corruptos, sem provas, são "desinformadores", para os quais irá ser inventada uma lei, dura e desincetivadora.
Quem decide o que é desinformação? Os mesmos que decidiram retirar ao povo o poder de aprovar ou vetar alterações à constituição? Os  mesmos que decidem dar pensões , subvenções, subsídios, fundações, etc a eles próprios, aos amigos e família?  Os mesmos que decidiram que o voto em branco, o voto nulo e a abstenção não produzem qualquer impacto eleitoral, silenciando a vontade popular?
Simples e eficaz e silencioso.

Os mais atentos, conseguem ler nas entrelinhas a pretensão de censurar os que andam a incomodar o regular andamento corrupto, dos interesses burgueses instalados.
"Pinto Balsemão admite que será necessário "limitar desinformação" da Internet.
O papel da Internet e das redes sociais foi hoje questionado num debate em Coimbra, "tendo o empresário Pinto Balsemão admitido a necessidade de limitar o que for “desinformação”."
"Francisco Pinto Balsemão, disse que na Internet, incluindo nas redes sociais, são veiculadas informações com importância noticiosa, mas referiu que, “misturado com isto tudo, há rumores que nunca são confirmados”."
(Os tais "rumores" de corrupção jamais confirmados porque a justiça é também corrupta.)
(E agora o golpe de mestre, fingem que a preocupação é a privacidade das pessoas e a liberdade de expressão???)
"Uma “grande parte” das pessoas “abdica da sua privacidade para publicar informação sua na ‘net’ e nas redes sociais”, afirmou Pinto Balsemão.
Os cidadãos “que defendem a liberdade de expressão” poderão ser levados a exigir que “sejam colocados limites a essa desinformação”, acrescentou.
“Até que ponto devemos ser tolerantes com a intolerância?”, perguntou o fundador do semanário Expresso, afirmando que ele próprio já foi “vítima disso” na Internet.
Nos meios de comunicação virtuais, “há dificuldade em saber quem é quem”, criticou.
Pinto Balsemão referiu que, para reagir a estes problemas, importa que “os meios ditos tradicionais mantenham as suas funções de mensageiro de filtrador, de veiculador de opiniões e de ‘aguilhão’ da opinião pública”.
Também o ex-eurodeputado Pacheco Pereira considerou que “não é possível haver sociedade democrática sem haver mediações”, as quais podem ser efetuadas através “do saber, do conhecimento profissional, do tempo institucional, do direito e das regras”. Fonte
Eles utilizam todos os meios para manipular e enganar o povo, TV, imprensa, internet, etc. 
Nós povo, apenas possuímos a Internet para nos defendermos e informar... Até quando?

Já deram inicio a mais formas de repressão. Numa época de crise profunda e de cortes salariais, eis que surge uma classe estratégica, que até recebe aumentos. Ninguém acha estranho. 
- "Forças de segurança vão receber um aumento de 10,8% OE 2013. Miguel Macedo garante aumento na ordem dos 10,8% para PSP, GNR e SEF O ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, disse hoje que as forças e serviços de segurança vão receber, em conjunto, um aumento de 10,8 por cento em 2013."

- "Portugal é o terceiro país da Zona Euro com mais polícias. Portugal está na frente do pelotão europeu em duas vias: despesa pública com segurança e ordem pública e número de polícias por habitante. No primeiro caso, o Estado português é apenas ultrapassado pelo eslovaco na dimensão dos seus gastos nesta área, com 2,4% do seu Produto Interno Bruto (PIB) aí alocado, o que compara com 1,8% na média da Zona Euro."

- "A despesa de Portugal com Defesa é superior à média da Zona Euro ultrapassando-a no pagamento de salários e nos consumos intermédios."

Seremos apenas nós que andamos a ver mal? 
Artigo no Jornal de Angola com mais verdade do que a esmagadora maioria da opinião publicada em toda a comunicação social portuguesa. 
Manifestantes em Portugal feridos com gravidade pela polícia
"Mário Soares não deu com a língua nos dentes nem escreveu um testamento sobre as violentas cargas policiais em frente à Assembleia Nacional, ruas limítrofes e Cais do Sodré. Dezenas de pessoas foram parar ao hospital, algumas gravemente feridas, devido às agressões dos agentes da polícia de choque. 
Francisco Louçã, o frade trapeiro da esquerda, não entrou no parlamento aos gritos, exigindo uma condenação contra o Governo Português por ter violado gravemente os direitos humanos nas ruas de Lisboa, a decrépita capital imperial.
As máfias organizadas da política à portuguesa ficaram em silêncio face à brutalidade policial. Alguns até elogiaram os agentes, por terem atacado à bruta e atirado para o hospital dezenas de portugueses que o único crime que cometeram foi manifestar a sua indignação. Não têm trabalho nem pão e ainda por cima o seu governo tira-lhes o pouco que resta para dar aos banqueiros nacionais e da Troika.
A RTP fez a cobertura dos acontecimentos mas escondeu parte da verdade. A SIC mostrou tudo mas sem filtro ou colou às imagens uma mensagem que deturpava a verdade dos factos. A TVI foi mais longe e às imagens associou palavras de um repórter que garantia aos telespectadores que os feridos mais graves foram feitos pelos próprios manifestantes! Os portugueses um dia destes regressam ao tempo em que os polícias davam tiros para o ar e acertavam nas partes baixas dos manifestantes. Os direitos humanos estão em perigo em Portugal e os angolanos não podem ficar em silêncio porque estamos a falar de um país que faz parte da CPLP.
Se há reuniões de emergência por causa da situação política e humanitária na Guiné-Bissau, é hora de convocar todos os líderes da comunidade para avaliar a situação dos direitos humanos em Portugal. 
É chocante ver agentes da polícia bater num idoso no chão, até lhe partirem a cabeça. Ou em mulheres que estavam a passar no local errado à hora errada. Ninguém pode ficar indiferente ao sangue que na quarta-feira correu em Lisboa.
(...) Em Lisboa aconteceu um verdadeiro massacre sobre manifestantes indignados e as máfias fingem que não percebem o que aconteceu. (...) Ninguém se levanta em defesa dos pobres portugueses que estão a morrer de fome." 
Álvaro Domingos - 

Convidam-se todos os partidos que estão contra o estado caótico para onde esta a ser conduzido Portugal, a abandonar o Parlamento, se realmente são contra o que por lá se passa e faz. Se permanecem lá é porque concordam e pactuam. 


23 comentários :

  1. Bom dia sra. Zita

    mais uma vez um bom texto, realmente esta classe corrupta, parasita começa finalmente a ter medo do povo. Estamos fartos de ser comidos como burros e que não se preocupam com as politicas.

    Não podemos continuar com estas situações.

    Mas em certa parte a culpa é dos portugueses. Como é possível que um povo se fosse mais culto. Se virem as sondagens dos programas mais vistos na televisão, o mais visto é a casa dos segredos 3. É inamissível que um povo veja em massa este triste programa. Vamos por partes, este blog sim é serviço nacional e inclusive devia ter um programa nacional nem se fosse só 15 minutos de antena podia até ser na rpt2. Mas apostava se viesse a concretizar que teria pouca audiência na estatística dos mais vistos. Para seremos críticos, temos de conhecer factos de injustiça.

    Num País a sério conhecendo os casos de corrupção como expliquem que o Alberto Jardim, a Fátima Felgueiras, o Isaltino Morais e o Valentim Loureiro ganhem as eleições como esta normalidade. É impossível quando há factos de corrupção, jamais podiam ganhar.

    Tenha um bom dia sra Zita e todos os leitores deste blog

    Assino Fernando

    ResponderEliminar
  2. Como estes parasitas, ganham as eleições é só com mentiras, com jogadas de bastidores. Nós, os Portugueses não podemos confiar em ninguém, ninguém nos protege nem defende de nada. Os parasitas, corruptos, minam tudo. Então o Paulo Portas quando estava na oposição falava que tinha de mexer no isp (imposto sobre o petróleo), esta taxa é variável conforme aumenta o preço do petróleo também aumenta o respectivo valor do isp. Ganham as eleições, este parasita nunca mais falou acerca dos combustíveis .
    Quando estão na oposição, dizem coisas que o povo gosta de ouvir, que baixam os impostos, que vão criar emprego. Mas quando ganham as eleições, metem sim os boys que nada servem parasitas autênticos, aumentam o iva, tocam no irs, queria agora mexer na tsu.

    O Passos Coelho nem para chefe de família, serve quanto mais para primeiro ministro.

    Temos de mudar, tem de haver outra revolta, mas desta forma não com cravos. Mas sim com fuzilamentos. E tudo que é jotinha é tudo farinha do mesmo saco.

    ResponderEliminar
  3. Bom dia Zita,

    Foi curioso acordar e ler que Pinto Balsemão defende a "achinesização" de Portugal. O melhor seria fechar todos os blogs, bloquear as redes sociais e cortar certas palavras chave em motores de busca.

    Será desinformação dizer que se ganha muito mal em Portugal e que se tem das cargas fiscais mais elevadas da Europa? E um nível de preços superior ao de França em vários produtos?

    Será desinformação dizer que a principal despesa do Estado são as negociatas com as PPP, e com os vários organismos inúteis criados para dar tacho e um dinheirinho extra a politicos e boys? Será desinformação dizer que as regalias e "direitos adquiridos" a politicos, boys e ex politicos são uma despesa incomportável? Será desinformação dizer que Portugal está a envelhecer drasticamente porque ninguém que seja jovem quer meter os pés neste País e que os velhos só não saem porque já não têm horizontes nem esperança para tal?

    Quanto ao que se passou na manifestação, condeno tanto certas acções da polícia como as 2 horas de apedrejamento.

    As pessoas têm de perceber que são elas também responsáveis pelo estado do País. Preocupa-se tudo mais com o Benfica, o Porto, o Sporting, o Ronaldo, o Messi, a casa dos segredos, os idolos em vez de realizarem verdadeiros movimentos de cidadania para encontrar soluções. Se em vez de darem dinheiro para os milionários do futebol e das produtoras se preocupassem mais em apoiar as economias locais, por exemplo, talvez estivéssemos melhor.

    Eu um dia destes gostaria de promover encontros entre várias pessoas, com entrada livre, destinado a promover espaços de conversa entre pessoas que realmente se preocupem com o País e queiram propor soluções e caminhos para a evolução do nosso Povo...

    ResponderEliminar
  4. Então as gorduras do estado, não são cortadas, principalmente as PPP´S (parceiras públicos privadas), é muito simples estes negócios foram feito com os parasitas amigos ou familiares. Escumalha, idiotas, tudo rouba o estado (o contribuinte), uma coisa é certa se estas PPP´s fossem feitas com o Zé da esquina claro que teriam sido renegociadas ou simplesmente anuladas. Mas como é com os amigos e familiares não se pode cortar a mama dos mesmos.

    Como se explica que as scuts como tiveram uma quebra de passagem de carros o estado vai ter de indemnizar a brisa pela respectiva quebra. É ridiculo, é imoral se fosse o oposto passagem o dobro do carros sera que a brisa iria pagar algo mais ao estado? Claro que é resposta é NÃO. Assim Portugal continua na cada da Europa.

    É o País com mais desigualdades sociais. Não podemos continuar a tolerar isto. É só porcaria. Todos roubam o estado , e claro para manter as mordomias dos parasitas aumenta-se os impostos, o iva, o imi, o irs. Assim não, quem trabalha é que governa a Escumalha.

    Como se pode admitir que um ex-presidente da república tenha as mesmas mordomias que o actual, ou seja, que gaste por ano certa de 300.000€. Mas qual País é que pode comportar isto???

    Quem não se Revolta com isto tudo. E querem cortar no Estado Social.

    Andam a Brincar connosco. Não podemos deixar isto tudo Igual.

    Fernando

    ResponderEliminar
  5. O Balsemão, como vocês devem saber é o único Português que está presente em todas as reuniões do Grupo Bilderberg. Normalmente vai acompanhado de 2 ou 3 "novatos" da politica ou dos negócios.
    Esta conversinha do "combater a desinformação" é evidente que o que se pretende é eliminar opiniões "fora da box" e permitir apenas as opiniões formatadas, tipo Marcelo Rebelo de Sousa e afins.
    Este Balsemão é uma dos maiores trastes que existe em Portugal.
    Quero ver se a SIC dá cobertura ao lançamento do novo livro sobre camarate que vai ser lançado hoje e que promete ser escaldante.

    ResponderEliminar
  6. Quero lançar mais um assunto, que é do interesse de todos. Então nem um politico, ministro ou deputado (idiota, chulo, corrupto), toca no assunto. Preocupam com a elevada taxa de mortalidade nas estradas portuguesas. os políticos bandidos , querem é que a polícia ande no caça a multa, nem é a prevenção. Mas sim facturar em prol do estado. Mas a verdadeira questão é a seguinte o parque automóvel em Portugal é demasiado velho. E sabiam que em Portugal quem compra um carro novo tem uma dupla tributação, paga o imposto automóvel e o iva. Mas justifica-se que um carro utilitário tenha um ia tão elevado.

    Neste País nada acontece ao acaso, tudo está feito, para não funcionar correctamente.

    Fernando

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde, então o Pinto Balsemão defende a "achinesização" de Portugal. O melhor seria fechar todos os blogs, bloquear as redes sociais e cortar certas palavras chave em motores de busca.

    Será desinformação denunciar casos de corrupção? Este Balsemão faz parte do sistema, que não o podemos levar a sério. A corrupção tem de ser denunciada para se evitar mais corrupção. Quem faz parte do sistema, não quer que seja denunciado determinadas situações.

    Como se explica acerca do PDM (plano Directório Municipal), que determinados presidentes da câmara alteram os planos para ganharem fortunas na venda de terrenos em beneficio próprio.

    Não podemos pactuar com isto, e devemos denunciar o que deve ser denunciado. Corrupção torna Portugal mais pobre e temos de passar mais impostos para tapar os buracos devido a corrupção.

    Fernando


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O 1º parágrafo é da minha autoria sr. Fernando. E permita-me esclarecer-lhe que eu estava a ser irónico.

      Eliminar
    2. Boa tarde, sr. Pedro claro que o 1º paragrafo é da sua autoria, apenas me esqueci de meter as aspas quando transcrevi o 1 paragrafo. Foi para fazer um apanhado como introdução.

      Fernando

      Eliminar
    3. Não se preocupe com as aspas, aqui ninguém lhe vai cobrar direitos de autor ;)

      Era só para esclarecer a minha intenção ao ter escrito o parágrafo. Obviamente que nunca iria defender a censura neste País.

      "Posso não concordar com o que dizes, mas defenderei até à morte o direito de dizê-lo"

      O Sr. Pinto Balsemão deveria ler Voltaire...

      Eliminar
    4. Ele só lê o código de honra do Bildberg
      Roubar, escravizar e enriquecer.

      Eliminar
  8. Portugal um País Cínico, ajuda países africanos enquanto vê a pobreza a aumentar e nada faz.
    Em 2005 senão estou em erro, quando foi o tsunami na Indonésia apareceu um rapaz cerca de 12 anos, com a camisola da selecção de Portugal. E os nossos governantes a fazer campanha de gente preocupada. Receberam o menino e deram cerca de 40.000€ pelo que li na comunicação social. Quando que devemos ajudar os mais necessitados. Mas vamos por partes, antes de mais temos de ajudar os cidadãos que nascem e crescem em Portugal. Conheci um rapaz que tinha uma doença de mobilidade. A segurança social não ajudou esta mesma criança, teve de comprar uma cadeira de rodas eléctrica, quem ajudou em grande parte foi a cantora Agata, que deu um concerto e as receitas foram em prol da cadeira. Então esta criança não é mais importante que uma criança de outro País, que apareça com uma camisola de Portugal, como podia aparecer com uma camisola de outro País. Mas esta corja de políticos para agradar a entidades internacionais ajudas pessoas fora de Portugal e os portugueses podem morrer de qualquer forma em Portugal.

    Isto é muito mal, quando temos pessoas a passar fome, sem agua, sem luz e sem gás.A pobreza a aumentar e vemos a escumalha com carros de marca Audi, Mercedes, Bmw.

    Não pode ser, querem carros bons, que paguem do bolso deles.

    Fernando

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fernando,
      Isso é um problema crónico e profundo.
      Para mim não há maior provincianismo do que aquele praticam os nossos governantes(confiscadores), pois a coisa que mais adoram é lamber as botas a tudo o que estrangeiro.

      Sempre com a cauda a abanar quando recebem algum chefe de estado de outro pais, de forma pacóvia e subserviente.
      Uma nação honrada e com história como nós temos, não podemos agira assim, mas sim com frontalidade, com dignidade e de igual para igual com os outros. E claro, sem hostilidade, obviamente e com respeito.

      É nojento e decadente ver a forma como Cavacos, Coelhos, Portas, Seguros se apresentam perante chefes de estado de outras nações, sempre a cortejar e a querer agradar. O maior exemplo de tacanhez foi aquela do Vitor Gaspacho a pedinchar ao ouvido a um guru qualquer da banca da Alemanha.

      SÃO NOJENTOS, RASTEIROS, FEIOS, FALSOS.......

      Eliminar
    2. "Portugal oferece estádio à Palestina (2007)
      O novo Estádio Internacional da cidade, nos arredores de Belém, Cisjordânia, cuja construção foi financiada por Portugal, através do Instituto Português de Cooperação para o Desenvolvimento, foi inaugurado. O recinto, uma oferta de Portugal aos desportistas palestinianos - cuja construção custou dois milhões de dólares -, tem capacidade para seis mil espectadores, é certificado pela FIFA e dispõe de piso sintético e iluminação." FONTE

      Acesse ao Artigo completo: http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/10/portugal-ajuda-os-pobres-paises-do.html#ixzz2D4Xol2SW

      Eliminar
    3. A Madeira tem sido um sorvedouro de dinheiro, e será normal, que perante tanto dinheiro, sem dono, haja muitos que aproveitem a maré de regabofe, e neste caso a maré das cheias...
      O dinheiro entrou a jorros pela ilha, tal como as águas da chuva nos morros.
      1º Foi o dinheiro dos seguros: Temporal na Madeira já custou 133 milhões às seguradoras .jn.pt
      2º Foi o dinheiro do banco europeu: Madeira/Mau tempo: Banco Europeu de Investimento iniciou aprovação de empréstimo de 180 milhões à região. jn.pt
      3º Foi o dinheiro do estado português, saido do governo central: Na altura, o Estado assumiu responsabilidades na ordem dos 740 milhões de euros, montante total a transferir até 2013. Mas o Programa de Ajustamento Económico prevê, a entrega de todos os fundos, mas num horizonte temporal mais alargado. expresso
      4º Foi o dinheiro do estado português, saido do governo regional: Por outro lado, o Governo Regional da Madeira comprometeu-se a suportar 309 milhões de euros,
      5º Foi o fundo de solidariedade da UE: enquanto o Fundo de Solidariedade da União Europeia contribuiu com 31 milhões...
      6º Foi a ajuda com dinheiro do: Banco Europeu de Investimentos ajudou com 62,5 milhões.
      7º Foram os donativos que ascenderam a milhões: Já os donativos somaram 4 milhões de euros. expresso.
      8º Mais os donativos regionais: (Desconheço se estão incluídos nos 4 milhões) "Obtivemos uma verba de 550 mil euros, através de donativos de diversas entidades públicas, empresas e associações e ainda temos saldo positivo", explicou a responsável, sublinhando que a grande ajuda foi a solidariedade dos portugueses. expresso

      Mas na Madeira, todo o dinheiro é bem vindo... no entanto o d


      Acesse ao Artigo completo: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/05/3-milhoes-na-madeira-para-amigos.html#ixzz2D4Y7inou

      Eliminar
  9. Mas alguma vez, Portugal pode sair deste charco quando políticos corruptos como o Miguel Relvas, como chegou a (dr.)?? claro que esta licenciatura não tem validade nenhuma, apenas um canudo, nem um burro de gravata e pasta na mão carregado de livros chega a doutor; o Paulo Portas que no caso dos submarinos não se chega a conclusão nenhuma. Temos o vitor Gaspar que pode ser bom é a fazer tabelas de excel, na pratica nada serve, temos o Álvaro Pereira que estava melhor no Canada que na pasta da economia, que pouco ou nada percebe do assunto.O Passos Coelho outro coelho da mesma escola do Relvas. Não andamos com tretas, assim não vamos lá temos o Mário soares que tem um património adquirido a roubar Portugal, tem uma fundação que nada serve, temos o Cavaco silva com umas 4 reformas de professor, do banco de Portugal, de primeiro ministro e ligações estranhas ao BPN. Temos o Duarte Lima, um bandido só de subvenção vitalícia cerca de 3.ooo€. Dias Loureiro outro artista do BPN, tantos e tantos os que não me ocorrem.

    Estas parasitas dão cabo de qualquer País, até a Alemanha se tivesse este cancro no governo o povo iria sofrer as consequências como nos os portugueses. Os parasitas, devem ser eliminados.

    Fernando

    ResponderEliminar

  10. A senilidade é implacável!
    Balsemão e Soares são dois paradignas.
    Foram homens úteis à sociedade, que lutaram por causas nobres.
    Hoje, são apenas marretas cómicos, cegos pelos seus interesses.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A senilidade é implacável!
      Balsemão e Soares são dois paradignas.
      Foram homens úteis à sociedade, que lutaram por causas nobres.


      100% em desacordo.
      Esses dois são do mais abjeto que existe em Portugal.
      São os dois maiores coveiros da nação.
      Porque motivo acha que estão ambos envolvidos na morte de Sá Carneiro e Amaro da Costa?
      Porque razão o Bochechas é uma grande amigalhaço do Kissinger?
      Porque razão o Balsemão nunca falha um encontro Bilderberg?

      Enquanto estiverem vivos estaremos certamente lixados.


      Eliminar
    2. Exacto!!! Curto e simples como deve ser!!

      Eliminar
  11. A liberdade de expressão traz perigos, sim... mas... a implementação do lápis azul (vulgo censura) traz perigos muito muito maiores!

    ResponderEliminar
  12. excelente texto , vou fazer um copy/paste para o meu fb !! excelente e pertinente pergunta para a qual nós temos a
    resposta ... serão os de sempre a decidir , se nós deixarmos
    que assim aconteça !!

    ResponderEliminar