Geridos pela incompetência até à falência.

Típico de um país onde governar é demagogia e manipulação, nunca verdade ou competência...
Típico de um país onde a gestão danosa ou criminosa é totalmente impune...
Típico de um país onde o dinheiro público vive exposto a todo o tipo de desfalque, sem qualquer travão ou fiscalização....
Típico de um país onde o dinheiro público está ao dispor de pessoas sem ética nem vergonha.
Típico de um país onde o povo obtuso e manso insiste em pactuar neste regime...
Uma despesa magalomana com um final infeliz... para o Zé Povinho, óbvio. 
Eis mais um desfalque pautado pela típica incompetência... que grassa nesta atípica democracia... 

"A Câmara de Braga vai abandonar o projecto de construção de uma piscina olímpica na cidade. A obra já custou oito milhões de euros, mas os responsáveis admitem que não há condições para a concluir. 
A primeira fase da construção terminou em finais de 2008, mas desde então a estrutura está abandonada, à espera de financiamento para a conclusão. A segunda fase do investimento impunha um financiamento de 12 milhões de euros que a autarquia agora não consegue atrair.
O vice-presidente da Câmara de Braga, Vítor Sousa, assumiu "Não é disso que Braga precisa. Mas mais vale assumirmos o erro do que continuar a enveredar por ele", afirmou."
 fonte

Outros exemplos de obras e incompetências 
Fazem falta visionários... mas dos que vêem bem! 
Afirmações de quem não sabe o que faz.
« Aliás, o autarca (Mesquita Machado) refere que "só um orçamento marcado pelo rigor e por uma gestão realista" permite realizar obras como o complexo de piscinas "se tudo correr bem teremos a grande obra toda pronta em 2007, ficando para 2008 os acabamentos finais que irão ser submetidos a fundos europeus".» JN

Sem comentários:

Publicar um comentário