23 março, 2013

Cândida Almeida, de volta, para cegar a justiça?


Cândida almeida justiça impunidade
Pensávamos nós que o longo reinado de Cândida Almeida tinha terminado. Finalmente a senhora que nos últimos doze anos esteve à frente do DCIAP, saiu sem produzir resultados, sem fazer justiça. Mas já está de volta. A sua eficiência e os seus métodos de (não) fazer justiça, fazem dela um elemento indispensável na justiça, para determinadas pessoas.
Foram muitos anos à frente de um departamento que geriu os grandes processos, que envolvem o poder político e financeiro. Inquéritos como o Freeport, Furacão, Submarinos, Monte Branco e contratos da energia e das Parcerias Público-Privadas estiveram, estão ainda, a seu cargo.

Não é preciso fazer um desenho, basta observarmos alguns dos resultados destes inquéritos, a condução dos mesmo e, mais grave, os desfechos, para percebermos a inutilidade de Cândida Almeida. Estamos a falar de alguém que teve a distinta lata de dizer que "o nosso país não é um país corrupto, os nossos políticos não são políticos corruptos, os nossos dirigentes não são dirigentes corruptos. Portugal não é um país corrupto."
No fundo, a senhora procuradora era paga para combater uma coisa que na cabeça dela nem sequer existia. Como já aqui disse, aos olhos da senhora procuradora a corrupção vinda de Espanha chega ali a Badajoz e dá meia volta, com medo.
Mais, para que precisa a justiça portuguesa de uma pessoa como Cândida Almeida? É fácil: para nada. Mas este "nada" deve dar imenso jeito a quem é corrupto, pois foi e continua a ser invisível.  Adaptado do artigo

"Cândida Almeida transita para o Supremo Tribunal de Justiça. Proposta foi aprovada por unanimidade após votação secreta
A proposta de colocação de Cândida Almeida no STJ, aprovada por unanimidade após votação secreta, foi da procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal. " FONTE
Portanto os seus bons resultados foram reconhecidos! Ela está de volta? Merece o cargo, é óptima a esconder a corrupção. Já que todos sabemos que os processos que geriu contra políticos e afins, estão repletos de histórias estranhas e impunidade. E os portugueses sentem-se enganados, portanto os seus bons resultados não serviram os portugueses, terão servido quem? Mas eis que a sua capacidade de anular julgamentos, e perder processos, a traz de novo para o seio da Justiça.
Actualização: Cândida Almeida desistiu, ou foi forçada a desistir, devido a um escândalo que foi revelado pela Jornalista Ana Leal, a PPP do SIRESP. Uma PPP que nos custa 500 milhões e está repleta de irregularidades técnicas e de corrupção, e envolve vários políticos, mas como sempre Cândida Almeida, arquivou. O escândalo saiu caro a Ana Leal, que esteve perto de ser despedida e esteve mesmo suspensa, pelo atrevimento de publicar a investigação quando a dita srª estava a tentar ganhar o poleiro.  Judite de Sousa foi quem proibiu a reportagem de Ana Leal de ir para o ar. ('???)
Houve inclusive uma petição pela Ana Leal onde se explica vergonha de país em que vivemos.

>"Em causa, na notícia, estava o facto de o Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), então dirigido por Cândida Almeida, ter avocado um processo sobre a polémica parceria público-privada do SIRESP, mas depois ter optado por não reabrir o caso.
A notícia de Ana Leal, que dava conta deste recuo do DCIAP numa altura em que se aproximava a eventual renovação da comissão de serviço de Cândida Almeida (que acabou por ser afastada pela nova procuradora-geral da República), deveria ter sido emitida a 26 de Janeiro, a par de uma outra do jornalista Carlos Enes. Esta última dava conta do não-funcionamento do SIRESP, durante a vaga de mau tempo, ocorrida uns dias antes." artigo completo

Vira o disco e toca o mesmo.
  1. Quanto nos custa uma justiça que não nos serve?
  2. Todos conhecemos os vídeos (cómicos) onde ela garante que, em Portugal não há corrupção. 
  3. O caso caricato de Sócrates... 
  4. O belíssimo percalço do Face Oculta.
  5. Como se anulam processos?
  6. Justiça para ricos e pobres.
  7. Justiça só para estúpidos?
  8. Mais um estranho caso de justiça?
  9. Mexerem na lei para lesar o país, não é crime?

10 comentários :

  1. Desta senhora, recordo a triste figura que fez quando foi a uma reunião da jsd explicar, sim porque ela consegue explicar, que este, NÃO é um país de corruptos.
    Pensava, a coitada, que se conquistasse os jovens do psd ainda podia ser nomeada pgr. A que um homem, perdão, mulher, não se expõe pelo poder...
    Não fora tão indigno e seria cómico.

    Veremos se as fugas de informação do ministério público continuam a acontecer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Creio que esse video que refere está no final do artigo... nos links.

      Eliminar
  2. Por falar em fugas de informação:
    Sabem quem é o informador de Marque Mendes no governo?
    Nem vão acreditar.
    Sabiam que

    o vigarista do Miguel
    anda aí a contractar
    canoras, para dispersar
    o saque ao pote de mel.

    A táctica é perfeita.
    Coloca cães a ladrar,
    para o crime disfarçar,
    pondo noutros a suspeita.

    ResponderEliminar
  3. Alguém conhece o número de funcionários do ministério da "justiça"?
    Qual foi o custo (não foi investimento...) em palácios da "justiça" por esse país fora?
    Qual o preço da manutenção e operação dessas estruturas?

    Para termos uma máquina de interpretar leis, das mais lentas e deficientes do mundo civilizado...

    É sempre bom recordar:

    O caso "Bernie" Madoff nos EUA levou 3 (TRÊS) MESES desde o início ao fim do julgamento. Entre Março e Junho de 2009. 70 mil milhões em causa. Condenação a 150 anos de prisão.

    O caso BPN, conhecido publicamente desde Novembro de 2008, em Março de 2013, NEM COMEÇOU! Passaram 5 (cinco) ANOS. 7 mil milhões em causa. Suspeitos nas suas mansões, dois apenas com pulseira electrónica...

    Coitadinhos dos procuradores têm muito trabalho. Os dossiers são muito pesados. Os juízes têm muitos processos. E depois... as férias judiciais, têm de acontecer.

    E quando o aguardado julgamento começar, se começar, levará anos.
    E Cavaco Silva, presidente desta república de bananas, irá abonar favoravelmente os seus amigos e companheiros - da maior confiança - de sempre...

    E aposto que no final, Oliveira e Costa e Dias Loureiro serão inocentados, e recebidos festivamente com grandes abraços de Cavaco à porta desse justiceiro tribunal.

    Enfim: Pão e circo para o povo com pagamentos milionários, dos nossos impostos, para os actores desta e de outras farsas.

    E os submarinos do Portas?

    Candida:
    És um orgulho nacional.
    Este não é, de todo, um país de corruptos.
    É apenas um país onde os honestos são uma espécie em rápida extinção.

    Parabéns pelo teu contributo para termos chegado até aqui e, claro, parabéns pela tua recente e merecida promoção.

    ResponderEliminar
  4. Mas isso é natural... os que votaram nela tb têm interesses... Isso tudo é a quadrilha instalada em todos sectores... tudo viciado!

    ResponderEliminar
  5. Segundo o esbirro do Sócrates que escreve no Jumento, o Relvas contractou-o para arrasar o Cavaco. Veremos...
    Entregues a abutres como estamos, resta-nos divertir-nos com as suas lutas fraticidas.

    ResponderEliminar
  6. Vejam, pelo menos, entre o minuto 10 e o minuto 13:

    http://www.youtube.com/watch?v=7zool__iaGg

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao minuto 30, do video, Paulo Morais mais uma vez goza com o ridículo da impunidade em Portugal, a forma como são tratados os corruptos, afronta a inteligência e a justiça.
      Relata que recentemente, assistiu na TV a uma cerimónia onde viu avançar um ex administrador da SLN (BPN), e ironiza "pensei que lhe iam dar umas algemas e fiquei admirado quando vi que era mesmo uma medalha."

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/12/paulo-morais-escandalizado-em-portugal.html#ixzz2OPKyLFFA

      Eliminar
  7. EHEEHEHEH!
    AS candidas do DIABO, desculpem do DIAP!!!! Oh!oh!
    E a outra candida (aguiar se bem me lembro) que disse ao tonto do Mário Machado que se havia de vingar do que (supostamente) a PIDE tinha feito ao pai dela.

    porcas

    ResponderEliminar
  8. Não! esta tal de Cândida nunca me levaria ao "altar"...

    ResponderEliminar