19 novembro, 2012

Paulo Morais e Nilton, desvendam com ironia, a corrupção.



Denúncias deste video de Paulo Morais.
Ainda temos o descaramento de culpar os de fora... quem nos faliu está cá dentro, bem perto do coração de Portugal - os governos.
Paulo Morais impediu negócios ilegais que rondam 600 a 700 milhões de euros na área do Porto quando era Vice-Presidente. E levou a cabo 30 processos de denuncia na câmara municipal do Porto... Paulo Morais tinha 2 pelouros na Câmara do Porto, o do tráfico de Droga nos bairros sociais, e o do urbanismo. Ele ironiza que havia margens de lucro semelhantes ao tráfico de droga, na área urbanística, o que o fazia sentir que tinha dois pelouros na área do tráfico. Tráfico de droga e de terrenos.
Refere ainda um caso em Valongo (com o genro de Narciso Miranda), que ele denunciou, em que ás 4 da tarde compra um terreno por 4 milhões e ás 4.30, vende-o por 20 milhões. 
A corrupção é a principal actividade politica em Portugal. 
Estamos numa situação tão má e desapareceu tanto dinheiro, que a incompetência já não é suficiente para explicar o que foi feito a Portugal. 
Por isso a única explicação é que há é competência a mais, mas na corrupção. 
Na politica só temos tido gente séria e competente. 
Mas os sérios não são competentes. 
E os competentes não são sérios.
Foram 20 anos...  muitos a roubar muito, cerca de 6 a 7% do orçamento iria para desvios e corrupção. 
Não foi a despesa com a saúde, nem com o ensino foi a despesa com a corrupção.
Denuncia ainda a ironia do caso da Ponte Vasco da Gama, afirmando que Ferreira do Amaral soube sempre negociar muito bem contra o estado, pois esteve sempre do lado certo. Do lado certo, no governo, para oferecer o negócio à Lusoponte e depois na Lusoponte para receber os dividendos do negócio.

Os governantes já perceberam, que é impossível sustentar a divida e os seus juros, mantendo o nível de corrupção generalizado actual, sem caírem na bancarrota.
Não querem, obviamente, mexer ou cortar nas "vacas sagradas por isso "Não há evidentemente nenhumas reformas estruturais "...nas PPP, nas fundações, na ADSE, nas offshores, nos benefícios fiscais, nas associações, nas despesas do governo, nos salários de luxo escondidos , nos boys... etc etc."
Opta por cortar nos indefesos, na educação, na saúde, na SS, etc... Por cobardia, por comodismo e para garantir as fontes de rendimento da classe rica de Portugal - seus amigos família e associados.
Por essa razão se tem notado que Vitor Gaspar insiste em cortar mais do que o exigido pela Troika, porque não quer cortar onde lhe manda a Troika - "Nas vacas sagradas".
Assim, para compensar, terá de cortar mais no estado social e nos trabalhadores.
O resultado está à vista, as medidas estão a arrasar por completo a economia portuguesa e a lançar para a miséria milhões de portugueses, tudo para proteger parasitas.
Assistimos a uma queda brutal do PIB, e como já foi comprovado na Grécia, o estado vai arrecadar menos dinheiro ainda do que nos anos passados.
Estas medidas vão ainda impulsionar o mercado paralelo e consequentes fugas fiscais.
Os portugueses têm que se mentalizar que a partir de agora não há nenhuma porta de saída, e que estão obviamente perdidos.
Nunca esse programa orçamental vai cumprir o seu prazo. Assim muito rapidamente em menos de um ano o governo vai impor mais medidas de austeridade, para os de sempre.
Basta ver o ritmo alucinante a que se tomam medidas de austeridade sobre o povo grego, e nunca são suficientes, tendo ainda em conta que a Grécia é mais rica do que Portugal.

A cobardia do governo, em todo o seu esplendor
- Educação: "Governo corta o triplo do que a troika mandou. "
- SNS: "A ‘troika’ mandou cortar 550 milhões e o Governo cortou mais 650 milhões e este ano vai cortar mais”, sublinhou.
Baixar TSU foi iniciativa do Governo, não da troika, diz chefe de missão do FMI." fonte
Portugal reduziu em mais de 5% dos funcionários públicos entre dezembro de 2011 e setembro de 2012. Superando, assim, em mais do dobro a meta anual imposta pelo memorando da troika.


"Desempregados gregos deixam de ter acesso a atendimento médico" ... Pergunto, quantos portugueses estão preparados para perder tudo? A vida, a saúde, o pão, a dignidade?
Quantos portugueses estão dispostos a lutar para que isto não aconteça? 

23 comentários :

  1. Precisamos de muitos Paulos Morais e Marinhos Pintos para alertar e acabar com esta vergonhosa situação!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Portugal está cego, continuam virados para as opções de sempre que faliram Portugal. PS ou PSD

      Eliminar
    2. Eu se calhar era capaz de votar em Paulo Morais, com duas condições:

      1-) Saber a vida que ele leva fora da esfera pública. Será que ele é mesmo assim, impecável como parece ser, fora da vista das câmaras?

      2-) Se ele se candidatasse a PM ou a PR. Coisa que ele não faz.

      Eliminar
    3. Anónimo das 1:44 de 10/272014, ele já é candidato a PR. Já não te falta tudo para votares no Dr. Paulo Morais. ;-)

      Eliminar
  2. O Governo corta mais em certas áreas todos sabemos bem o porquê...

    Porque assim permite o regabofe dos dinheiros públicos!

    E se for necessário 2º resgate para manter as regalias, pedem o 2º resgate. Quem paga? Povo. Quem mantém as regalias? Políticos.

    Tão simples como isto!

    ResponderEliminar
  3. Este pais necessita de ser libertado.
    Esta ditadura tem de ser derrubada.
    Há que se criar uma ideia, um movimento inspirador, algo imparável.
    Há gente com qualidade em portugal e que está desperta para esta realidade. E essa terá de se juntar outras pessoas com qualidade mas que estão submersas na fantasia que esta ditadura criou através da propaganda subliminar dos meios de comunicação social ao serviço do regime instalada da alta corrupção.
    Há que espalhar a verdade.
    Dizem que o poder corrompe. Eu não acredito nisso. Só corrompe porque os que vão para lá são escolhidos a dedo, desde a infância nas Jotas, os que são mais capazes de entrar no mundo da corrupção.
    Há muita gente com carácter e que serviria o pais com dignidade.
    O problema surge logo na forma como os politicos são promovidos pelos circulos mais fechados do poder corrupto, onde obviamente temos de incluir a maçonaria e malta da banca.


    ResponderEliminar
  4. Impostos e mais impostos. Ladrões

    NÃO VOTEM NOS MESMOS!!!

    Este Governo ainda não percebeu que quanto mais aumenta os impostos, menos receita entra para o Estado. Este Governo é assassino, insensível e longe da realidade dos problemas que passam os Portugueses mais desfavorecidos.

    Eu tenho nojo da política. Os políticos não sabem o que é a vida. Eles nunca trabalharam na sua vida para pagar os seus estudos, sempre viveram em berço de ouro porque tinham os papás a sustentá-los. Por exemplo, eu não os vejo a visitar as ruas de miséria, falta de meios, estruturas deficitárias em Portugal (bairros, instituições de caridade, lar de idosos, hospitais, etc) e ver o que se passa diante dos seus olhos a triste realidade.

    Temos um vice presidente do grupo parlamentar do PSD, Luís Menezes, tão jovem, como conseguiu o tacho e lugarzito de deputado? Porque o papá dele é somente um conselheiro de estado e presidente da câmara municipal de Vila Nova de Gaia (cunha). Mas há mais. Isto é mérito? Acho que não

    Esses deputados são bebés chorões.

    Povo, está na hora de acordar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente.

      Se passarmos todos os políticos a pente fino veríamos, sem grande dificuldade, casos semelhantes ao que apontou - os Menezes.

      O problema é que a sociedade em geral permite este tipo de abusos (cunhas)e certamente muitos fariam o mesmo se se lhes proporcionasse uma situação semelhante sem sequer questionarem se isso seria ou não correto ou lícito. Temos uma enorme deficiência de auto-critica e civismo.

      Estas pessoas (politicos geralmente) em vez de se envergonharem por tais atitudes continuam nas suas vidas com uma arrogância que é de espantar.

      No ponto que estamos, como mudar essa corrosiva mentalidade é para mim ainda uma incónita mas muito terá que em breve ser mudado.

      É absolutamente necessária uma mudança radical!!

      Eliminar
    2. Um dos passos primordiais seria resgatar a constituição e reescreve-la de forma a criminalizar todos os abusos e outras atitudes improprias dos políticos, da justiça, dos gestores públicos etc, bastava copiar a constituição de um país que já o fez.
      A partir do momento que os políticos retiraram ao povo o poder de os impedir de aprovar as leis, eles transformaram a constituição numa lâmpada de Aladino - ao serviço dos seus desejos e prazeres.

      """"Pontos mais marcantes deste video, em resumo.
      1- O fiscalista Tiago Caiado Guerreiro afirma que bastava pegar em 250 euros pagar a um advogado e tradutor para traduzir as normas, anti corrupção, de um país decente e acabava-se com a corrupção por cá. Na verdade as aprovações, é só atirar areia para os olhos.
      2- Os governos fazem sempre uma confusão e depois não dá em nada. Vem com um conjunto enorme de medidas em vez de normas claras e transparentes sobre o que é que é a corrupção.....#"""""

      Acesse ao Artigo completo: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/04/areia-para-os-olhos-na-luta-contra.html#ixzz2Ch4Ba0x8

      Eliminar
    3. Até os próprios Sindicatos pactuam com este escândalo das cunhas tal como o lixo que são os nossos políticos.

      Por exemplo, vejam o caso da TAP que está bastante gorda e por isso tem prejuízos e bastantes regalias. Meu Deus, a TAP está cheia de filhos, pais, tios, tias, irmãos, etc (uma grande família). Tem ali tanta gente que nada faz, que se encosta em vez de dar oportunidade àqueles que querem realmente trabalhar e produzir riqueza para si e para a TAP. Mas a há mais empresas do sector empresarial do Estado. Isto é exactamente o que se passa no Governo. Centenas de Acessores deste Governo acabadinhos das suas formações das faculdades, verdinhos, e já vão trabalhar para esses cargos?

      Eliminar
    4. E contratados como especialistas... aos 29 anos!

      Monty Python Reloaded

      Eliminar
    5. Por causa disso é que me custa a engolir, certas pessoas, que nada tem a ver com isto, pessoas fora do arco mafioso, dizerem que o melhor é livrar-nos de todas as empresas publicas porque elas não são rentáveis.

      O problema é que não são rentáveis propositadamente para facilmente poderem justificar a privatização.
      E assim vamos ter a água que é um bem que cai do céu e que é de todos ser comercializado por gangs da banca e ex-ministros.

      É do estado o que faz sentido ser.
      O estado não é gordo só por ser grande.
      Um rato também pode ser gordo. E um leão pode ser magro.

      Cambada de nojentos estes actores políticos de novela mexicana.

      As EP são empresas como ouras quaisquer desde que haja um objectivo claro do poder politico e regras rígidas de gastos. É para isso que o estado serve. Para ser arbitro da economia privada e gerir a economia comunitária.
      PORRA!!! Enerva-me isto.

      Eliminar
    6. """"O problema é que não são rentáveis propositadamente para facilmente poderem justificar a privatização."""

      Pois tal como exemplifica este video.
      http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/12/falir-portugal-e-como-fazer-magia-facil.html

      Existem duas razões para não serem rentáveis. Para as empurrar para a privatização.
      A outra é por pura incompetência pois a gestão destas empresas é oferecida a boys sem currículo ou responsabilidade.

      Eliminar
    7. Os sindicatos são apenas um inimigo infiltrado entre o povo, e um prolongamento da manipulação.

      Eliminar
  5. Zita,

    Isto enerva.
    Nos anos 90 e inicio de 2000 houve um crescimento do poder de compra geral da população.
    Se nesses anos foi possível viver com uma certa qualidade de vida porque razão agora não pode ser?
    "Andamos a viver acima das nossas possibilidades". Esta frase quando a ouço apetece-me apertar o pescoço a quem a profere.
    Deixamos de trabalhar nos últimos anos?
    Se "Andamos a viver acima das nossas possibilidades" alguém nos avisou? Ou que sentido isso faria. Então o estado ou uma empresa privada paga-nos X ao fim do mês, nós não podemos gastar esse dinheiro da forma que queremos?

    É óbvio que quem "andou a viver acima das suas possibilidades" foi a classe politica e compadres e depois atiram esta frase feita para tentar culpar os outros pelos seus desvarios. É óbvio.




    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois enerva, mais enerva ainda quando se sabe que há pessoas que acreditam nessa versão. Enervo-me por saber que existem milhões de eleitores que acreditam nos políticos e lixam a vida aos mais atentos e ao país.

      Cavaco Silva, difunde muito essa ideia, e ele melhor que ninguém, sabe quem são os responsáveis por esta crise, e quem criou a falsa ideia, assim como os interesses que ela oculta, de que pedir empréstimos, era inofensivo.
      Desde quando os cidadãos tem que saber que pedir emprestado faz mal à economia nacional?
      Em franca manipulação da verdade, culpa os cidadãos pelo "crime" de terem vivido à "grande", para que agora aceitem pagar por isso, aguentar com a crise, com cortes e sacrifícios.
      O que não explica é que o cidadão foi apenas uma peça usada para enriquecer a banca através de esquemas especulativos da banca.
      Quem viveu à grande e irresponsavelmente foram os governos e a banca. Não o povo.

      Óbvio que não têm que ser os cidadãos a perceber os vossos esquemas financeiros e economicos assim como o seu impacto no futuro!
      O cidadão comum não tem que perceber que comprar casa com crédito no banco é perigoso para a economia nacional ou mundial.... os governos é que tem que perceber isso, regulamentar isso e colocar um travão nisso.
      Deixar os bancos receber lucros gigantescos ás custas de negócios especulativos e lucrativos, e permitir que isso continue até ao descalabro, isso sim é crime, má gestão, gestão criminosa, traição à pátria (pois colocaram os interesses da banca acima do bem nacional)....


      Acesse ao Artigo completo: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/01/colocar-os-interesses-dos-politicos-e.html#ixzz2Cl73GPiM

      Eliminar
  6. Vocês nunca ouviram aquela frase famosa nos anos 90 - Ainda vamos pagar isto tudo!

    ai pagamos, pagamos. e aguentamos, aguentamos. até porque somos todos iguais, e livres, e fraternos ;-)
    E viva a merdocracia

    ResponderEliminar
  7. Consciente da situação em que nos encontramos. Preparada para tudo. Desejo ardentemente uma solução, se necessário for, intervenho. Farta de ver que estamos a ser vilipendiados. Mas, o que fazer?
    É preciso mobilizar a sociedade civil e intervir urgentemente! ... Sinto que tenho que fazer algo mas, de momento, sinto-me impotente. Alguém tem alguma ideia acerca da possível intervenção que pode ter qualquer cidadão anónimo?
    Nas últimas eleições, tenho votado em branco. Nas próximas, irei deixar uma mensagem, o que tornará o meu voto nulo. Que mais poderei fazer? .... Aberta a todas as sugestões

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então também é daqueles que estão manietados pela ideia de que "os políticos são todos iguais"? Isso é o que os corruptos tentam fazer crer para que não votem nos outros. Os que estiveram no governo são todos iguais, mas os que não estiveram e não são corruptos, que se saiba, apenas são apelidados de "papões". Quem tem interesse nisso? Pensem, antes de votar. Não votar é deixar que os outros decidam por nós. Até agora, nunca me enganaram, porque os conheço ainda antes do 25 de Abril. Há sempre solução, mas temos de mudar as coisas e a mentalidade se vemos que não dá.

      Eliminar
  8. temos um povoinculto que le pouco e fala e atua por música de ouvido, depois dá como resultado votar num partido como quem vota num clube de futebol.

    ResponderEliminar
  9. SABEMOS QUASE TODOS ISTO TUDO E O DR. PAULO MORAIS E O DR. MEDINA CARREIRA NÃO SE CANSAM DE O APREGOAR , POR ISSO A MINHA PEGUNTA É A SEGUINTE , NINGUÉM VAI PRESO????? O QUE É QUE É PRECISO FAZER PARA ALGUÉM IR PRESO??? ROBAR UMA CARCAÇA NO SUPERMERCADO?OU UM CHAMPO? VERGONHA DE PAIS , ISTO É UMA CAMBADA QUE SÓ VISTO , NA EUROPA INTEIRA NÃO SE VÊ NADA DISTO E QUANDO ACONTECE ALGUÉM É PUNIDO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ENCONTRA AQUI A RESPOSTA , NINGUÉM VAI PRESO PORQUE PORTUGAL ESTÁ CAPTURADO PELOS CORRUPTOS
      https://www.youtube.com/watch?v=DjKyIpWy4ME&feature=c4-overview&list=UUakSi4_ei0aVffdQ4GzdYuA

      Eliminar
  10. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK

    http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar