02 agosto, 2011

1,3 milhões de euros por ano, em tachos de Guimarães.

milhões Guimarães Mais uma fuga de dinheiro do erário público sem o mínimo de respeito pelo povo, a quem se pede sacrifícios colossais.
Folha salarial (da responsabilidade da Câmara Municipal) dos administradores e de outros figurões, da Fundação Cidade de Guimarães, criada para a Capital da Cultura 2012:
- Presidente e responsável Cristina Azevedo, que entretanto se demitiu. Também auferia 14.300 euros e pediu uma indemnização de 300 mil euros.
- Jorge Sampaio - Presidente do Conselho de Administração: - 14.300 € mensais + Carro + Telemóvel + 500 € por reunião
- Carla Morais - Administradora Executiva - 12.500 € mensais + Carro + Telemóvel + 300 € por reunião
- João B. Serra - Administrador Executivo - 12.500 € mensais + Carro + Telemóvel + 300 € por reunião
- Manuel Alves Monteiro - Vogal Executivo- 2.000 € mensais + 300 € por reunião

Todos os 15 elementos do Conselho Geral, de entre os quais se destacam Jorge Sampaio, Adriano Moreira, Diogo Freitas do Amaral e Eduardo Lourenço, recebem 300 € por reunião, à excepção do Presidente (Jorge Sampaio) que recebe 500 €. ( Recebem fortunas de salário mesmo sem comparecer e sem trabalhar mas se forem trabalhar mesmo... ainda tem um bónus de 500euros?? Cómico)

Em resumo: 1,3 milhões de Euros por ano (dinheiro injectado pelo Estado Português) em salários. Como a Fundação vai manter-se em funções até finais de 2015, as despesas com pessoal deverão ser de quase 8 milhões de Euros !!! E ainda fazem birras?
Estes vencimentos foram reduzidos para 10.500,00€ o do presidente, e 8500,00€ os outros executivos.
Reparem bem: Administradores ganhando mais do que o PR e o PM !
Esta obscenidade acontece numa região, como a do Vale do Ave, onde o desemprego ronda os 15 % !!! fonte

BALANÇO FINAL- Guimarães 2012 tem dívidas de 2,5 milhões
Vários artistas e fornecedores que, desde o início do ano, têm trabalhado em eventos da Guimarães 2012 ainda não receberam os pagamentos. Neste momento, a organização tem 2,5 milhões de euros em dívidas, justificando a situação com a demora nas transferências de verbas comunitárias que suportam o orçamento da Capital Europeia da Cultura (CEC).

PARA MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE ESTES LINKS
  1. Fundação Cidade de Guimarães
  2. Estatutos
  3. Orgânica
  4. Conselho Geral
  5. Conselho de Administração
  6. Conselho Fiscal
  7. Direcção Administrativa e Financeira
  8. Direcção de Comunicação
  9. Análise dos Relatórios de Contas
  10. Rendimentos e subsídios Públicos
  11. Gastos com serviços externos
  12. Gastos com remunerações
  13. Resultado líquido do exercício
  14. Ajustes Directos
  15. Polémicas
  16. Criação e Estatutos pagos pelo Município de Guimarães
  17. Campanha publicitária
  18. Vencimentos
  19. Contratação de Ricardo Rio
  20. Demissão e readmissão de Carlos Martins
  21. Mudança de Presidente do Conselho de Administração
  22. Audições Parlamentares
  23. Congelamento do QREN e o recurso à Banca
  24. Ex-administradoras movem processos contra a Fundação
  25. Extinção da Fundação
  26. Conflitos de interesses
  27. Cinema
  28. Centro de Assuntos de arte e Arquitetura
  29. Fábrica ASA
  30. Rui Massena









8 comentários :

  1. É verdadeiramente um escandalo o que se passa não só em guimarães,mas na maioria das Camaras Municipais deste pobre País,assim nunca sairemos da cepa torta,e quem paga sempre a fatura são os mais desfavorecidos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdadeiramente escandoloso que permitamos a venda da nossa Pátria, que uns ganhem muito, outros quase nada ou mesmo nada.
      É verdadeiramente escandaloso que as pensões sofram cortes... Pessoas que trabalharam uma vida inteira para agora verem as suas pensões reduzidas...
      Uns ganham muito e ainda se queixam, outros nada fazem nem nunca fizeram nada para terem direito a uma pensão, rendimento de integração social ou seja lá o nome que tiver, mas no entanto ganham-na, a grande maioria perde grande parte do seu parco rendimento, pensões para as quais trabalharam toda uma vida.
      Não compreendo e não aceito este silêncio ensurdecedor...

      Eliminar
  2. Como não há mão da justiça sobre este uso indevido de dinheiros públicos.

    ResponderEliminar
  3. Nao deixemos de votar! Mas Votemos TODOs EM BRANCO! PODE SER UMA FORMA DE ABANAR ESTES LADROES!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. UM POVO QUE NÃO VOTA NEM SABE USAR O VOTO JAMAIS SERÁ REPRESENTADO, TEMIDO OU SEQUER RESPEITADO E JAMAIS SABOREARÁ AS VANTAGENS DA DEMOCRACIA...
      Em Portugal vence sempre a abstenção e a ignorância e os corruptos.
      O povo não sabe que o voto não serve apenas para votar a favor dos que mais se apoiam, serve também para votar contra os que mais roubam e mentem.
      O critério decisivo da democracia é a possibilidade de votar contra os partidos que há 40 anos destroem o país
      Karl Popper, sobre democracia, responsabilidade e liberdade.
      (…)
      Inicialmente, em Atenas, a democracia foi uma tentativa de não deixar chegar ao poder déspotas, ditadores, tiranos. Esse aspecto é essencial. Não se tratava, pois, de poder popular, mas de controlo popular. O critério decisivo da democracia é – e já era assim em Atenas – a possibilidade de votar contra pessoas, e não a possibilidade de votar a favor de pessoas.
      Foi o que se fez em Atenas com o ostracismo. (…)
      Desde o início que o problema da democracia foi o de encontrar uma via que não permitisse a
      ninguém tornar-se demasiado poderoso. E esse continua a ser o problema da democracia. (…)

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/09/o-criterio-decisivo-da-democracia-e.html#ixzz3qcV7Aoi8

      Eliminar
  4. Anónimo

    Afinal o ditador Salazar era malandro porque não deixava que estes chulos chegassem ao poder.

    ResponderEliminar
  5. Quem faz parte desta quadrilha de ladrões?, são os chulos da nação ( POLÍTICOS ), saíram do infantário e foram logo fazer parte da quadrilha de ladrões, dizem-se doutores, coitados, nem pelo secundário passaram. (ai estes são os chulos da nação).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. TEMOS OS POLITICOS QUE MERECEMOS SOMOS NÓS QUE OS MOLDAMOS
      UM POVO QUE NÃO VOTA NEM SABE USAR O VOTO JAMAIS SERÁ REPRESENTADO, TEMIDO OU SEQUER RESPEITADO E JAMAIS SABOREARÁ AS VANTAGENS DA DEMOCRACIA...
      Em Portugal vence sempre a abstenção e a ignorância e os corruptos.
      O povo não sabe que o voto não serve apenas para votar a favor dos que mais se apoiam, serve também para votar contra os que mais roubam e mentem.
      O critério decisivo da democracia é a possibilidade de votar contra os partidos que há 40 anos destroem o país
      Karl Popper, sobre democracia, responsabilidade e liberdade.
      (…)
      Inicialmente, em Atenas, a democracia foi uma tentativa de não deixar chegar ao poder déspotas, ditadores, tiranos. Esse aspecto é essencial. Não se tratava, pois, de poder popular, mas de controlo popular. O critério decisivo da democracia é – e já era assim em Atenas – a possibilidade de votar contra pessoas, e não a possibilidade de votar a favor de pessoas.
      Foi o que se fez em Atenas com o ostracismo. (…)
      Desde o início que o problema da democracia foi o de encontrar uma via que não permitisse a
      ninguém tornar-se demasiado poderoso. E esse continua a ser o problema da democracia. (…)

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/09/o-criterio-decisivo-da-democracia-e.html#ixzz3qcV7Aoi8

      Eliminar