29 março, 2013

Exigimos uma estátua ao funcionário desconhecido.

Precisamos homenagear a (in)competência do nosso serviço público. Precisamos exibir o rosto da vergonha que nos desgoverna e afunda. Recordar ao povo que voto, não tem custo mas tem consequência.
Se a estátua do Soldado Desconhecido é um monumento que foi erguido em homenagem aos combatentes da Grande Guerra (1914-1918). Façamos da estátua do Funcionário Desconhecido uma homenagem aos combatentes da grande corrupção (1970- 2015), uma das batalhas mais duras, injustas e desiguais que os portugueses conheceram, em toda a sua história.
Parece anedota mas não é... 
  
"Durante 20 anos, as teias da burocracia permitiram que um funcionário do Ministério da Agricultura tenha recebido um salário mensal sem nunca ter estado no seu local de trabalho. A certa altura já tinha a alcunha do "funcionário desconhecido".
Sabia-se que existia, mas ninguém sabia do seu paradeiro. A entidade patronal (o Ministério da Agricultura) nunca o incomodou e ele - o "funcionário desconhecido" - nunca se incomodou com isso. Certo é que o salário lá estava todos os meses.

Nunca falhava. Num universo que chegou a ultrapassar os 12 mil funcionários, o peso da burocracia permitiu que esta situação ridícula se tivesse perpetuado por duas décadas.
O dito funcionário, que trabalhava no Instituto Nacional de Investigação Agrária, em Coruche (localidade onde também residia), um dia recebeu instruções de que iria ser transferido para a coudelaria de Alter.
O tempo passou e, 20 anos depois, em resultado de uma auditoria, concluiu-se que o dito senhor nunca tinha chegado a ocupar o seu novo posto de trabalho.
Quando interrogado sobre o assunto, respondeu que "o carro que ficou de me vir buscar nunca chegou a aparecer". Sim senhor... está explicado." Fonte

O caso já está resolvido, mas é mais um exemplo do regabofe em que se vive, semelhante aos que se seguem
  1. Hospital de São João tem 30 cirurgiões que nunca foram ao bloco operatório.
  2. Cargo vitalício para funcionária desconhecida?
  3. Funcionária com horário desconhecido?
  4. Muitos funcionários desconhecidos? 
  5. Horas de serviço desconhecidas?
  6. Vender hospitais e pagar rendas?
  7. Compras desconhecidas?
  8. Vergonha que desconhecias?





2 comentários :


  1. Os lobbies com poder comem tudo o que a Democracia tem de bom e atiram as migalhas ao resto do Povo.
    Quem conheceu há 40 anos os vencimentos de pilotos da tap, procuradores, juízes e médicos (para só falar no estado), e os vê agora, percebe como este sistema foi sendo, exemplarmente, roído...

    ResponderEliminar

  2. Será que ninguém cria um rácio entre o número de habitantes, produto e área, definindo o limite máximo de funcionários por concelho em função destas variáveis?

    Quantos funcionários autárquicos existiam em 1980 e quantos existiam em 2010?
    Quem tem medo da resposta a esta questão?

    ResponderEliminar