12 abril, 2012

Quanto custa a Portugal cada ex-presidente? Mais uma lei feita à medida deles.

Cavaco silva despesismo
Cada ex-Presidente da República custa 300 mil euros/ano.
Povo que não vota ou vota em corruptos só pode ter ladrões e abusadores no poder. Povo que não vota não é representado nem respeitado porque não é temido.
  1. têm direito a gabinete 
  2. secretária 
  3. assessor 
  4. carro com motorista 
  5. combustível para serviço pessoal 
  6. ajudas de custo para deslocações oficiais DN
Gabinete? Secretária e assessor? Porque existirá a lei (que eles inventaram) que permite desperdiçar recursos despropositados, para regabofe de um ex-funcionário? Não faz sentido nenhum... é um acto gratuito de exibição de poder, despesismo e incompetência de quem decide este tipo de regalias.
De acordo com o «Diário de Notícias» desta segunda-feira, estes são direitos que a lei dá aos antigos chefes do Estado e que pesam um milhão de euros no orçamento do Palácio de Belém. Feitas as contas, Ramalho Eanes, Mário Soares e Jorge Sampaio custam, cada um, cerca de 300 mil euros aos cofres públicos.
As fundações que eles "fabricam" para receber subsídios.
Os cargos que eles vão desempenhando para somar rendimentos.
As reformas, subvenções e outros subsídios que vão acumulando.
E todos os favores que acumularam durante a sua vida politica, no habitual jogo duplo de interesses entre os privados e os públicos/ políticos de forma muito vantajosa e lucrativa para eles.
Não esquecendo ainda os rendimentos vitalícios que oferecem a amigos e familiares e que tanto engordam a despesa do estado. Ou seja o típico tacho pago acima do mérito e do currículo, sem utilidade alguma e em total deslealdade com os cidadãos comuns.
Mais grave ainda... se somarmos a este despesismo todos os prejuízos causados à pátria pelo papel omisso, de regulador e defensor da pátria e do povo.
Óbvio que o desfalque, que os presidentes e ex, representam nos impostos dos portugueses, é muito superior a estes 300 mil euros/ano.
Mário Soares o grandioso presidente!

6 comentários :

  1. Quem não tem vergonha todo o mundo é seu,
    Dignidade e honra de Samurai precisa-se.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. TEMOS OS POLITICOS QUE MERECEMOS SOMOS NÓS QUE OS MOLDAMOS
      UM POVO QUE NÃO VOTA NEM SABE USAR O VOTO JAMAIS SERÁ REPRESENTADO, TEMIDO OU SEQUER RESPEITADO E JAMAIS SABOREARÁ AS VANTAGENS DA DEMOCRACIA...
      Em Portugal vence sempre a abstenção e a ignorância e os corruptos.
      O povo não sabe que o voto não serve apenas para votar a favor dos que mais se apoiam, serve também para votar contra os que mais roubam e mentem.
      O critério decisivo da democracia é a possibilidade de votar contra os partidos que há 40 anos destroem o país
      Karl Popper, sobre democracia, responsabilidade e liberdade.
      (…)
      Inicialmente, em Atenas, a democracia foi uma tentativa de não deixar chegar ao poder déspotas, ditadores, tiranos. Esse aspecto é essencial. Não se tratava, pois, de poder popular, mas de controlo popular. O critério decisivo da democracia é – e já era assim em Atenas – a possibilidade de votar contra pessoas, e não a possibilidade de votar a favor de pessoas.
      Foi o que se fez em Atenas com o ostracismo. (…)
      Desde o início que o problema da democracia foi o de encontrar uma via que não permitisse a
      ninguém tornar-se demasiado poderoso. E esse continua a ser o problema da democracia. (…)

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/09/o-criterio-decisivo-da-democracia-e.html#ixzz3qcV7Aoi8

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/11/gebalis-contribuir-mais-uma-vez-para.html#ixzz4TZq30yRJ

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Quem sabe como resolver o problema da corrupção?
    Apontar pessoas supostamente honestas tem-nos dececionado.
    A solução talvez passe por averiguar o passado dos candidatos, aumentando a probabilidade de acertar.

    Fernando Ramalho

    ResponderEliminar
  4. Apontar pessoas do PS/PSD e CDS há 40 anos é apontar pessoas supostamente honestas? Deve estar a gozar connosco ou estar provavelmente baralhado. Averiguar o passado destes candidatos? Está mesmo a brincar connosco. Resolver o problema da corrupção? Vou dar-lhe uma sugestão que pelos vistos não lhe terá ocorrido: Ir votar em toda a gente excepto nos acima referidos! Fácil, não é?

    ResponderEliminar
  5. E os outros SÃO diferentes?? Só porque ainda não chegaram lá!!

    ResponderEliminar