04 fevereiro, 2012

Horas de trabalho versus produtividade. A corrupção desmotiva?

Horas de trabalho produtividade europa

Os dados publicados pelo Eurostat indicam que os gregos são quem trabalha mais horas na UE e os portugueses estão em quarto lugar. No entanto quando toca a produtividade Portugal e Grécia já ficam colocados em patamares inferiores.
Isto prova duas coisas. 
Primeiro que o governo não tem sido honesto, mas sim manipulador, quando afirma que temos em Portugal uma carga horária demasiado curta e inclusive tem feito tudo para a alargar. Cortando feriados, aumentando a carga semanal de horas laborais, cortando dias de férias, dificultando o uso das "pontes" etc.


Produtividade europaSegundo, pelo que mostram os gráficos, fica provado que não existe uma ligação directa entre carga horária e produtividade, existe uma relação inversa. Como tal o governo perde mais uma vez a razão, quando afirma que quer aumentar a carga horária porque somos os menos produtivos.
Ao que parece os países mais corruptos e injustos, são os que têm mais carga horária e menos produtividade, talvez porque as pessoas não gostem de trabalhar para sustentar países corruptos!! Talvez porque os países corruptos são os que menos investem na economia e nas empresas. São os países corruptos que possuem piores gestores. Pois não importa a competência mas a influencia. São os países corruptos, que menos formação académica e extra, fornecem aos cidadãos.

Luxemburgo ocupa um lugar na tabela como sendo um dos que possui a carga horária mais suave, é a prova de que a produtividade nada tem a ver com as horas impostas de trabalho, pois é este país que se encontra no topo da produtividade.
A confirmar esta teoria temos ainda o caso de Portugal e Grécia, ambos se situam nos primeiros 4 lugares dos que mais horas trabalham, no entanto, no que respeita a produtividade a situação inverte-se, pois descem para 22º lugar.

Ora isto pode ter vários significados... mas nunca os que o governo quer impor;
- A produtividade diminui com o excesso de carga horária por saturação.
- A produtividade diminui em países minados pela corrupção onde os boys predominam, pois grande percentagem das chefias não passam de boys que nem trabalham.
- A produtividade diminui em países minados pela corrupção pois os cargos mais importantes de Portugal são ocupados por senhores que se dividem em 7, 8, 12 cargos, acabando por não produzir em nenhum, mas recebendo exorbitâncias de todos.
- A produtividade diminui em países onde o exemplo vem do governo, que continua a não efectuar os cortes nos luxos dos políticos e gestores públicos, nas fundações e instituições inúteis, que prometeu ao povo, para validar os sacrifícios que lhe impôs.
- A produtividade diminui em países dominados pela corrupção que promove a injustiça social, criando desníveis salariais injustos, como é o caso da Função Pública, onde os "chefes" ganham muito acima da média europeia e os funcionários normais, ganham abaixo da média.
- A produtividade não nasce do nada, promove-se incentiva-se, se a dos portugueses é baixa talvez o defeito esteja nos chefes, nos lideres e nos governos.


5 comentários :

  1. Muita gente continua a esquecer-se que este valor de produtividade é simplesmente o dinheiro gerado por hora, e esse dinheiro vem do PIB produzido pelo país divido pela população activa!
    http://epp.eurostat.ec.europa.eu/statistics_explained/index.php/Glossary:Labour_productivity

    Não tem nada a ver com verdadeira produtividade, se a pessoa produz muito ou não. Por isso todas as teorias em volta das razões para sermos pouco "produtivos" são validas mas desnecessárias pq parte-se de um pressuposto errado.

    Eu agora estou na Holanda, estou ali no numero 2 da tabela de produtividade mas trabalho menos do que qd estava em Portugal! E esta?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo seu contributo. Sendo assim a produtividade é algo mais complexo do que aparenta.
      Era interessante que tivesse acrescentado porque razão o governo quer aumentar as horas de trabalho com a desculpa de que somos os menos produtivos. O que há de verdade nessa desculpa?
      Pelo que mostram os gráficos, fica provado que não existe uma ligação directa entre carga horária e produtividade. Como tal o governo perde mais uma vez a razão, quando afirma que quer aumentar a carga horária porque somos os menos produtivos.

      Eliminar
  2. O meu anterior comentário não pretendia de todo desculpar o Governo, apenas era tentar elucidar que o valor normalmente apresentado, o PPP (Productivity Per Hour) é simplesmente um número macro-económico de um país.

    A desculpa do Governo tem mudado ao longo dos tempos. Estas medidas eles dizem que são para aumentar a competitividade. Essa sim é um número simples, quanto mais baixos são os custos para uma empresa, melhor. E aumentando o horário de trabalho e cortando salários aumenta-se a competitividade. Mas essa é apenas mais uma aldrabice (para não dizer pior) dos poderes políticos e económicos.

    Em relação à PPP, esta está directamente ligada ao PIB (GDP) que é basicamente todo o dinheiro que um país gera, onde os salários pagos são uma das componentes de maior importância. Nunca se disse em Portugal que se aumentassem os salários em 10% que o PIB automaticamente subiria (e consideravelmente mas não em 10%), caso a economia comportasse esse aumento sem retracção e, surpresa das surpresas, a PPP aumentava tb!

    Só como exercício de comparação, os índices de produtividade da industria automóvel costumam ser 2 (do me lembro) que estão interligados:
    - Numero de carros produzido por ano por trabalhador;
    - Numero de horas para produzir um carro.
    Não tem nada a ver com dinheiro gerado, pq um gajo que trabalhe na Ferrari faz muito menos carros e em muito mais horas do que um que trabalha na Renault em Valladolid (uma das mais produtivas da Europa há uns anos) mas gera muito mais dinheiro (a PPP, a tal usada pelos políticos, é superior).

    Sobre as medidas do Governo, eu já ando a dizer aos meus amigos e colegas desde o início: Estas medidas vão levar a uma redução da Produtividade (PPP) pois o PIB está a baixar e o Governo aumentou o horário de trabalho.
    Então o que vai acontecer em 2013? Os patrões, tal como já o fazem agora, vão pedir que se baixem salários pq a produtividade está a piorar. E os lideres políticos, nacionais e europeus, vão repetir a lenga-lenga e ninguém vai referir que as medidas adoptadas pelo Governo foram DIRECTAMENTE responsáveis por isso.

    E usando uma expressão corrente: Quem se lixa é mexilhão!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pela sua explicação, certeira e elucidativa.

      Eliminar
  3. Prezados,

    No Brasil também enfrentamos problemas de produtividade e observa-se que muitos executivos estão trabalhando em média 14 horas por dia. No nosso blog discutimos este assunto e como a gestão por porcessos pode ser utilizada para contornar este problema:
    http://www.supravizio.com/Noticias/ArtMID/619/ArticleID/63/Porque-trabalhamos-tanto-exame.aspx

    Wallace Oliveira
    www.supravizio.com

    ResponderEliminar