21 julho, 2013

Paulo Morais: As escolhas de Cavaco são perigosas....


Video do vergonhoso desempenho do Presidente da República.
Muitos perguntarão... Como é possível?
Muitos estranharão... Como é possível não o podermos deter?


Este srº, que alguns, poucos portugueses, elegeram, viola constantemente o artigo Artigo 48.º da CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA:
(Participação na vida pública)
(...)
2. Todos os cidadãos têm o direito de ser esclarecidos objectivamente sobre actos do Estado e demais entidades públicas e de ser informados pelo Governo e outras autoridades acerca da gestão dos assuntos públicos. fonte

Reviravolta
"Portugueses estão reféns do governo incompetente e não depositam qualquer esperança na oposição.
A governação de Passos Coelho falhou em toda a linha. Este já só se aguenta no poder porque não há à vista qualquer alternativa credível.
A equipa de Coelho, Portas e Gaspar, não só não conseguiu tirar o país do beco para onde Sócrates nos tinha atirado, como ainda piorou a situação.
As finanças públicas estão num caos.
Há milhares de empresas a fechar, o desemprego é galopante.
Os mais pobres passam fome, a classe média extingue-se.
A coligação PSD-CDS não reduziu a despesa com as estruturas inúteis do estado.
Não se baixaram sequer as rendas das parcerias, como preconizava o memorando com a troika.
Caminhamos para o abismo e o maior drama é que nem sequer há alternativa eleitoral.
O PS é inconsistente. Seguro é feito da mesma massa de Passos e Relvas. Vindo das juventudes partidárias, não tem mundividência nem currículo. Não se lhe conhece uma ideia. Apenas se sabe que domina bem o aparelho socialista.
Seguro é, afinal, um clone de Passos.

Restaria, como opção, a hipótese de um governo de iniciativa presidencial, apadrinhado por Cavaco Silva. Mas quais seriam as políticas desse seu executivo? Provavelmente, apenas fazer chegar à governação a ala cavaquista do PSD, constituída por gente habituada a bons empregos do estado, negócios fáceis e privilégios; e que está ávida de poder.
E quem seria o preferido de Cavaco para primeiro-ministro? Talvez Rui Rio ou Guilherme de Oliveira Martins. Mas das escolhas de Cavaco há que temer. Recorde-se que foi o atual presidente que, enquanto líder do PSD, nomeou para secretário-geral Dias Loureiro, um dos principais responsáveis pela maior burla financeira do regime, o BPN.
Como primeiro-ministro, designou como líder parlamentar um atual presidiário, Duarte Lima. E já recentemente, para liderar o grupo de sua iniciativa "EPIS - empresários pela inclusão social", escolheu João Rendeiro, o responsável pela fraude do BPP. Não se pode pois confiar em quem erra tão clamorosamente em nomeações de tamanha importância.
Os portugueses estão em fim de linha, reféns de um governo incompetente, e não depositam qualquer esperança na oposição. Sabem que o Presidente é desastrado. Só com novos protagonistas poderemos sair deste atoleiro. O regime precisa de uma reviravolta."
Paulo Morais (fonte)

4 comentários :

  1. Já está tudo previsto e combinado pelo menos em termos de guião principal, só falta o pormenor de ser o boneco rui rio ou o criminoso e sonso Costa, e também falta saber quando e como vão lá parar. Vejam "psra mim tanto faz" - com inspiração, sobre rui rio e costa.

    Quanto a este sr. Que escreve este artigo, tem sido uma decepção, parece ter uma agenda escondida e mesmo quando lhe chamaram a atenção para os crimes que estão a passar-se na CML o sr. Assobia para o lado. Comparsa de Costa na Maçonaria? Ou então?

    ResponderEliminar
  2. Não tão fora do contexto.....acabo de ver no youtube o documentário argentino intitulado "Memória del saqueo" e começo a ficar preocupado com o paralelismo claramente visível com a nossa atual situação. Parece que para lá caminhanhos cegamente e sem reacção.
    Há bem pouco tempo uma conhecida minha, pequena empresaria em Buenos Aires deu-me umas "luzes" sobre como tudo aconteceu. Ela, foi uma das muitas vitimas que perdeu praticamente todo o dinheiro que tinha poupado numa vida de intenso trabalho familiar. Ainda hoje luta para salvar a sua pequena tipografia.
    Para aqueles que sao muito cépticos em relação ao futuro, aconselho nao só este documentário sobre a Argentina como outro intitulado "Catastroica" (sobre a Grécia) também no youtube.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já fiz essa analogia aqui no blog
      """Alguns exemplos
      A CP - O caso da empresa que comprou os Caminhos de ferro da Argentina e deixou quase todos as linhas abandonadas, por não serem lucrativas o suficiente para os gananciosos. E as poucas linhas que ainda funcionam estão em estado de degradação elevado. Segundo os argentinos, este foi o maior golpe para as economias regionais.
      De 36 mil km de vias só 8 mil estão activas. Dos 95 mil postos de trabalho ficaram 15 mil...
      A TAP - As "Aerolineas Argentinas" foi outro exemplo... apesar de dar lucro, foi hipotecada à Ibéria que a quis comprar mas acabou por a colocar na sucata, abandonando os 37 aviões.
      A EPAL - Na Argentina também privatizaram as águas e o resultado foi catastrófico, não cumpriram os contratos nem as obras PROMETIDAS, apenas quiseram explorar o lucro, sem investir.
      800 mil pessoas ficaram sem água potável e 1 milhão sem esgotos.

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2013/03/memoria-de-um-saque-portugal-previsao.html#ixzz2ZjCbjais

      Eliminar
  3. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK

    http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar