10 fevereiro, 2013

O POVO É QUE PAGA O BPN (adaptado do original de António Variações)




O BPN ERA UM BANCO GENIAL, UMA IDEIA  QUE NÃO LEMBRA A NINGUÉM, FOI CRIADO POR POLÍTICOS, QUE PELA SUA IMAGEM DE CONFIANÇA, SERVIAM PARA CATIVAR CLIENTELA E MILITANTES. 
DEPOIS DE TER OS COFRES CHEIOS DE DEPÓSITOS, O BANCO DECIDE OFERECER DINHEIRO A FAMILIARES, AMIGOS, ACCIONISTAS E ADMINISTRADORES DO BANCO. ERA O REGABOFE, NINGUÉM DEIXAVA GARANTIAS OU DEIXAVAM GARANTIAS FALSAS, PORQUE NA REALIDADE NÃO ERA PRECISO DEVOLVER EMPRÉSTIMOS. TODOS SABIAM QUE NINGUÉM TINHA DINHEIRO PARA DEVOLVER...  O POVO PAGOU AS DIVIDAS, POR DECISÃO DO BRILHANTE SÓCRATES. 

- A LISTA DOS CRIMES BPN .... http://goo.gl/DkdqbF
- GALILEI /SLN CONTINUA A BENEFICIAR DE NEGÓCIOS COM O ESTADO:::: http://goo.gl/y8Cvuy 
- MARIA LUIS ALBUQUERQUE E O BPN .... http://goo.gl/TqdQgo
- VÍTOR BAIA E O BPN  E MAIS DEVEDORES :::: http://goo.gl/mAQ3PO
- A ISLANDIA E O BPN :::: http://goo.gl/bo9xuZ

Quando a Pseudo-Elite política….
Quando a Pseudo-Elite não tem juízo
Quando gasta mais do que é preciso
O Povo é que paga
O Povo é que paga
Deixa´ó pagar deixa´ó pagar
Se ele está a gostar


Quando a Pseudo-elite só se governa das Instituições, 
(compadrio, gestão ruinosa, tachos, PPP, e obtusas Fundações)
toda essa força Que te aperta
O Povo é que sofre
As privadas corrupções (lap tap tere ...)

Quando a Pseudo-elite está convencida
De que ela é a oitava maravilha
O Povo é que sofre
O Povo é que sofre
Deixa´ó sofrer deixa´ó sofre
Se isso lhe dá prazer

Quando a Pseudo-elite está nessa económica confusão
Já sem saber o que há-de fazer, e já rouba tudo o que lhe vem à mão
O Povo é que fica
Fica a cair sem resistir (lap tap tere ...)

Quando a Pseudo-elite rola o País pro abismo
Tu não controlas esse Neo-Liberalismo
A carteira é que paga
A carteira é que paga
Não paras de perder
Nem que esteja a doer

Quando a Pseudo-elite não tem juízo
E gasta mais do que é preciso
O Povo é que paga
O Povo é que paga
Deixa´ó pagar deixa´ó pagar
Se ele está a gostar
Deixa´ó sofrer deixa´ó sofrer
Se isso lhe dá prazer

Quando a Pseudo-elite não tem juízo
E gasta mais do que é preciso
Deixa´ó roubar deixa´ó roubar
Se ela está a gostar
Deixa´ó enriquecer deixa´ó enriquecer
Se ela está a gostar
Deixa´ó gastar deixa´ó gastar
Se ela está a manipular

Pagamos erros atrás de erros, saques atrás de saques, larápios e mais larápios,  anos e anos impunes, apenas a morte os travará



12 comentários :

  1. São todos iguais.
    Quando vierem as eleições eles falarão outra linguagem , mas não me convencem dado que não repararam os graves erros e atropelos que cometeram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São todos iguais, uns cobardes traiçoeiros que sonham chegar ao poleiro para ficarem ricos e poderosos, saqueando ignorantes que os defendem até ao fim....

      Eliminar
  2. O Povo é que paga. TUDO!

    Mas há gente decente: Recordo Ramalho Eanes quando um dia, já PR, teve de se deslocar a Londres.

    Os custos da viagem pela Tap eram elevados e os horários incovenientes.
    Eanes fez-se então deslocar num velho avião da força aérea , um Nordatalas, creio.
    Passado pouco tempo, li umas críticas na imprensa, porque teria colocado em causa a "dignidade" do estado... dos corruptos, acrescentaria eu...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os tempos também eram outros... o estado a que se chegou agora foi apenas a evolução. No inicio ninguém se atrevia pois não sabiam que podiam roubar e ficar impunes... mas com o tempo foram percebendo que podiam roubar mil, depois 1 milhao, depois 5 milhões, e sempre apalpando terreno foram roubando mais e mais sabendo que nem o povo nem a justiça os podia deter.

      Eliminar
    2. É, Zita, tem razão!

      A desvergonha evoluiu com o tempo.
      Bem como, a quebra de valores e da auto-exigência funcional.

      Vivemos num país dividido entre "safos" e "chico-espertos".
      Os banqueiros estarão no primeiro grupo, os políticos no segundo.
      Todos acabam em corruptores e/ou corruptos.

      Recordo do meu avô me dizer que para vender um terreno na aldeia dele, bastava um aperto de mão ( ... e o pagamento, claro).
      Em 3 gerações apenas, "evoluímos" de pessoas de "palavra de honra" a gente "desonrada por palavras" daqueles que elegemos.

      Eliminar

  3. Mais um sinal.
    Agora o PM já fala abertamente em chinês:

    http://www.publico.pt/politica/noticia/passos-coelho-espera-que-ano-da-serpente-traga-prosperidade-saude-e-bemaventuranca-1584015

    Depois dos castelos na bandeira trocados por pagodes, agora isto.
    Falta só fazer uma operação á vista para ficar com os olhos em bico.

    É mesmo a gozar com o "pagode".

    Grande cagalhão me saiu este monhé.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ano da serpente? enfim ao que chegamos...

      Eliminar
  4. "Recordo do meu avô me dizer que para vender um terreno na aldeia dele, bastava um aperto de mão ( ... e o pagamento, claro).
    Em 3 gerações apenas, "evoluímos" de pessoas de "palavra de honra" a gente "desonrada por palavras" daqueles que elegemos.
    "

    Também me lembro bem desses tempos.
    Era tudo feito assim, numa conversa de rua fechava-se um pequeno negócio. Era raro, muito raro alguém enganar o outro.E muitos vezes tratava-se apenas de troca de bens sem envolver dinheiro.
    Podia-se dormir com as portas de casa abertas, que nunca iria ninguém entrar a roubar.
    A sociedade está a evoluir para um caminho decadente, individualista, ganancioso, de mentira e desilusão, e onde o melhor exemplo vem do poder politico-financeiro e mediático que fez desenvolver este tipo de personalidade ao longo de alguns anos atrás.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por causa desses gandiosos valores (honra, dignidade) dos nossos antepassados, que eu persisto em respeitar até ao FIM DA MINHA VIDA, é que hoje sofro imenso, como vitima da corrupção neste país, um dos maiores pesadelos da minha vida. Não sou o único.... infelizmente!

      Eliminar
  5. Americo
    Palavra tão bonita essa de evolução!!! Que hoje até dá para catalogar a evolução dos roubos (ou será involução)....rsrsrs. Então pelos vistos o António a cantar já dizia as verdades, que o povo nunca quis perceber, era só para trautear...rsrsrs. Agora e sempre a história repete-se como desde o inicio da implantação de Portugal.Então não notam nada de estranho nisto???, será que a culpa será mesmo dos governantes ou será dos governados?...Pronto já sei que vem dizer que os governantes é que tem de ter consciência, o povo não tem esse dever pois tem de fazer a sua vidinha... como trabalhar o mínimo, estudar o mínimo,depois tem todos os direitos consagrados na constituição, portanto que se danem os governantes pois o povo quer curtir a vida, viva a preguiça... para quê trabalhar,estudar e raciocinar ????...rsrsrs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Sr. Américo é um ingénuo manipulador que julga que, em tempos de crise, pode manipular o ''gado'' confuso pelo choque da indecente austeridade imposta pelos nosso atuais governantes.
      Deixe-se disso meu caro, vivemos no século XXI e essas suas tristes e medíocres estratégias não funcionam hoje em dia.
      O povo deixou de ser estúpido e ainda não troca gato por lebre!


      Eliminar
    2. Americo
      Meu caro,o senhor é que está a adjectivar o povo. Quanto ás minhas estratégias poderei simplesmente dizer-lhe que não as tenho, sabe porquê? é que hoje simplesmente sou um ser que pauta os valores da ética em consciência e não tenho qualquer problema existencial, por isso reveja aquilo que eu disse e não o que pensou ler...rsrsrs

      Eliminar