25 novembro, 2011

Será que água da torneira do parlamento provoca homossexualidade?

Não se pode ficar indiferente à forma de sarcasmo humorístico com que este blog, denuncia a revoltante e constante luta dos nossos políticos para defender todos os seus vícios de luxo, por mais pequenos que sejam, enquanto despojam dos direitos mais básicos e conquistados, os cidadãos...   Eles lutam para que os nossos impostos lhes paguem a água mineral...
Aqui divulgo esta comédia triste que é o nosso governo e as suas deliberações...
A sua luta pelos direitos dos cidadãos, a sua luta incansável pelo futuro dos portugueses e do país...
Quem não se sente tentado a juntar-se a eles nesta luta tão urgente e profunda?? E todos nós pagaremos isto. Pagaremos a água mineral e os deputados que andam a deliberar sobre a matéria. Quantas horas de discussão? Quantos estudos? Quantos deputados lutadores ferrenhos, por direitos, se empenham nesta decisão fundamental para o bem nacional?
Quantos portugueses discutem em casa se podem pagar a água da torneira? Se comem pão seco ou com atum?
"A proposta do PS para se beber água da torneira no parlamento foi chumbada, com os votos contra do PSD e a abstenção dos restantes partidos…. 
“in público”
Será que os deputados chumbaram a proposta do PS por lerem esta notícia no Correio da Manhã? 
“Peru: Autarca diz que água da torneira provoca a homossexualidade!”
O presidente da autarquia peruana de Huarmey motivou protestos da comunidade homossexual desse país sul-americano ao declarar que a água das torneiras da cidade costeira tem um mineral que pode aumentar a percentagem de habitantes gays.
José Benítez fez esse comentário por temer que a elevada concentração de estrôncio na água da rede pública possa afectar as hormonas masculinas e aumentar o número de homossexuais.
A água consumida pelos habitantes de Huarmey vem da cidade de Tabalosos, que já foi apontada como uma das localidades peruanas com maior número de homossexuais......
“in Correio da Manhã”"
Parafuso Vadio, blog

A luta estava ao rubro... O PSD ganhou a água mineral, mas a  luta continuará...   "A proposta do Grupo Parlamentar do PSD foi aprovada ontem na Comissão do Ambiente, Ordenamento do Território e Poder Local, sem votos contra, com a abstenção do PS, CDS-PP e PCP. Agora, a comissão vai pedir ao Conselho de Administração do Parlamento que apresente um estudo no prazo máximo de 30 dias." O resto do teatro... 
Também lutaram imenso para decidir o luxuoso menu que recheia as mesas deles... e outras regalias. Quem diria que eles são tão bons a conquistar direitos?

Uma luta renhida, enquanto o país se afoga, eles lutam pelos seus direitos... enquanto se gastam milhões nas PPP, nos SWAPS, nas pensões e luxos dos politicos, eles fingem que se preocupam com o dinheiro público e querem beber água da torneira, ou da garrafinha porque é mais barata para o contribuinte? Mas seremos nós uns palhaços inertes que só merecemos estes políticos?
"Ainda não foi desta que o PS convenceu a "exquise" deputação a beber água da torneira e não água engarrafada. Para isso teria que passar por cima do cadáver do Conselho de Administração (CA) da AR, mas o cadáver voltou a dar-lhe uma nega.
Alega o PS que, entre Janeiro e Novembro de 2010, a AR gerou - falando apenas de resíduos não legislativos - o lixo que segue: 45 mil garrafas de plástico de 330 mililitros, 2 mil de litro e meio e 78 mil copinhos também de plástico. Julgava ainda o PS que a água da torneira fosse mais barata do que a mineral.
"Mais barata?", escandalizou-se o CA, assegurando que estudou a coisa e que, com o custo do pessoal para lavar, encher e colocar copos e jarros ao alcance dos senhores deputados, mais 4 860 euros para jarros e não se sabe quantos para copos, a água da torneira sai 30 vezes mais cara do que a engarrafada. E nem foi preciso, digo eu, contabilizar também o custo do pessoal para deitar água nos copos e levar os copos à boca dos deputados e, depois, para lhes limpar os lábios com um guardanapo; nem o custo dos guardanapos; nem o do pessoal para meter os guardanapos usados nos sacos do lixo; nem o dos sacos do lixo; nem o do transporte dos sacos para os contentores, e por aí fora. Só não se percebe por que motivo o "estudo" se mostra tão preocupado com as "empresas portuguesas" que vendem água engarrafada e não com as empresas portuguesas que vendem jarros e copos." fonte

O ajuste directo foi feito no passado mês de Setembro e vai permitir à Assembleia da República gastar cerca de 30 EUR por dia em água engarrafada durante um ano.
Segundo o Centro de Informação ao Cidadão e Relações Públicas, em resposta a um pedido do nosso órgão de comunicação social, “o fornecimento de água engarrafada foi adjudicado à empresa BECOSA DIRECTO- Comércio de Produtos Alimentares Lda., na sequência de procedimento por ajuste direto, no qual foram consultadas três empresas”.
Assembleia da República gasta praticamente 30 euros por dia só em água engarrafada
O mesmo departamento afirma ainda que “o critério de adjudicação foi o do mais baixo preço, tendo o contrato sido celebrado a 3 de outubro do ano passado, por um valor estimado de € 7.785,98/ano (valor mensal de 650€, o que para uma média de 22 dias úteis por mês é inferior a 30€ por dia)”.
Este contrato não é recente, uma vez que “o mencionado contrato tinha um período de vigência de um ano, com possibilidade de duas renovações, tendo a primeira já ocorrido para 2013/2014”.
Estas garrafas de água são distribuídas em plenários e comissões parlamentares.

2 comentários :

  1. Comentar para quê? nnguém se interessa pelo interesse nacional. Viva o futebol, viva a estupidez nacional. via tudo que que distraia o povo de participar com verdade na vida do País que está morrendo de inércia cívica. Viva a todos os que estão matando a esperança dum povo que foi nobre e valoroso. Quando não houver mais vergonha, onde estaremos então?

    ResponderEliminar
  2. Eu voto para que nos juntemos à Espanha, sob a coroa espanhola, com a capital em Madrid!

    Poupávamos milhares de milhões aos nossos impostos, os corruptos iam para a cadeia e fechávamos a irracionalidade geoestratégica provocada por um príncipe que se zangou com a mãe.

    Perguntem ao Mourinho e ao Ronaldo se aquilo por lá não é muito melhor do que cá...!

    Claro que o Mourinho, muito patriota mas pouco idiota pretende, um dia, ser seleccionador nacional deste país.
    Mas, só daqui a muitos anos...Pois...

    Ele tem escolha. Nós, não!





    ResponderEliminar