31 outubro, 2012

Video revelador do que o estado tem que sustentar. Só chefes?



Neste video, veja um estudo que permite entender o porquê do estado ser tão dispendioso e gordo, e ao mesmo tempo tão ineficaz.
"Governo tem 11 600 chefes. Um por cada 45 trabalhadores do Estado" Este estudo representa o governo de Sócrates.
Mas, tal como refere a entrevistada do video não estamos a falar dos chefes de secção e afins, mas de chefes nível elevado e intermédio. O sector do ambiente bate recordes com 10 funcionários por cada dirigente. fonte
Por esta razão se continua a defender a urgência de cortar na despesa com a Função Pública, mas como sempre os cortes dirigem-se à raia miúda e deixa os graúdos intocáveis, que são os que realmente, aumentam e muito a despesa pública, e nada produzem.

Actualização: 31/10/12
PASSOS COELHO E AMIGOS AFIRMAM QUE TÊM QUE CORTAR MAIS 40 MIL FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS... 
Governo só tem chefes.
Só chefes de chefes... 
MAS NÃO DIZEM QUE BASTAVA DESPEDIR 18 BOYS PARA MANTER 58 MIL FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS. COMO PODEM VER NA IMAGEM AO LADO. 
É ASSIM QUE A MERKEL E A TROIKA SÃO ENGANADOS, COM MEIAS VERDADES, e levados a assumir o papel de perseguidores do povo e dos fracos, quando na verdade, é o nosso governo que quer proteger os boys  e os amigos, e passar por inocente. 


"CP é líder do ranking de empresas com mais chefias com salários médios de 3,1 mil euros brutos. Segue-se a TAP e a REFER." Fonte
"Estado deve perder no mínimo 40 mil funcionários até 2014"
Passos Coelho prometeu mudar este quadro despesista, com despedimentos e acordos, falta saber é quanto nos vão custar em reformas e indemnizações e quanto tempo vai demorar a voltar ao mesmo.

MUITO INTERESSANTE, VEJAM NO LINK EM BAIXO UM MAPA INTERACTIVO DE PORTUGAL, PARA SABERMOS PARA ONDE VAI O DINHEIRO QUE FALTA! E AINDA DIZEM QUE TRABALHAM!!?! EM ALGUMAS CÂMARAS MUNICIPAIS DEVEM TRABALHAR AOS PARES OU, ENTÃO, UM TRABALHA E O OUTRO VÊ TRABALHAR. À CHEFE...
QUANDO É QUE  HÁ CORAGEM PARA ACABAR COM ESTA CORJA!?
Ao Abrir o Site, passem com rato por cima do Mapa de Portugal e vejam QUANTOS FUNCIONÁRIOS públicos há por Habitante em cada Concelho. Qual o critério que origina tamanha desigualdade?
Câmaras Municipais: Situação actual...
MAPA INTERACTIVO, AQUI, DO DESMAZELO. UNS TÊM 40 FP POR CADA MIL HABITANTES OUTROS 10, É À VONTADE DO FREGUÊS???
Isto é de mais ... O pior é o gasto com o staff dirigente das Câmaras e das Empresas Municipais,( presidentes , vereadores, assessores e demais...), que para concelhos com tão pouca população como os nossos bastava um Chefe de Secretaria, e pouco mais como noutros poupados e eficientes tempos.



16 comentários :

  1. mandar pra cadeia os culpados disto !!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tinham de ser cadeias de alta segurança. Isto é gente muito perigosa.
      Mas quem os manda para a cadeia?
      Esses que os deviam mandar para a cadeia também eles deviam ir lá parar.
      Os Juizes estão entregues á maçonaria. Logo defendem-se mutuamente.

      Eliminar
    2. Pedro Lopes, gastar dinheiro em cadeias VIP? Quanto aos juízes, não posso generalizar, pois trnho a sorte de conhecer 2 honestos. Quanto aos gastos com as suas habitações,deve ser retirado pois os mesmos têm habitações próprias e ganham o suficiente paragar um quartinho e não se darem ao luxo de levar os paizinhos com elas, vivendo também estes á nossa custa. Todos eles sabem muito bem, onde devem fazer os cortes. Não vai haver outra hipotese se mexerem nos desgraçados dos pequenos da função publica, muitos deles, há mts anos já trabalham mais que as 40 horas sem receber- De quem são as empresas de onde são SELECIONADOS« apadrinhados» os jovens que vão dessas empresas para a Função pública? Quando as mesmas são detentoras de tantos curriculos?

      Eliminar
    3. TEMOS OS POLITICOS QUE MERECEMOS SOMOS NÓS QUE OS MOLDAMOS
      UM POVO QUE NÃO VOTA NEM SABE USAR O VOTO JAMAIS SERÁ REPRESENTADO, TEMIDO OU SEQUER RESPEITADO E JAMAIS SABOREARÁ AS VANTAGENS DA DEMOCRACIA...
      Em Portugal vence sempre a abstenção e a ignorância e os corruptos.
      O povo não sabe que o voto não serve apenas para votar a favor dos que mais se apoiam, serve também para votar contra os que mais roubam e mentem.
      O critério decisivo da democracia é a possibilidade de votar contra os partidos que há 40 anos destroem o país
      Karl Popper, sobre democracia, responsabilidade e liberdade.
      (…)
      Inicialmente, em Atenas, a democracia foi uma tentativa de não deixar chegar ao poder déspotas, ditadores, tiranos. Esse aspecto é essencial. Não se tratava, pois, de poder popular, mas de controlo popular. O critério decisivo da democracia é – e já era assim em Atenas – a possibilidade de votar contra pessoas, e não a possibilidade de votar a favor de pessoas.
      Foi o que se fez em Atenas com o ostracismo. (…)
      Desde o início que o problema da democracia foi o de encontrar uma via que não permitisse a
      ninguém tornar-se demasiado poderoso. E esse continua a ser o problema da democracia. (…)

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/09/o-criterio-decisivo-da-democracia-e.html#ixzz3qcV7Aoi8

      Eliminar
    4. O voto branco e nulo, tem poder?
      As mentiras são muitas, são estratégias sujas para manter as vitimas longe do tribunal onde os seus carrascos estão a ser julgados, e poderiam ser condenados: as urnas.
      "É de respeitar a posição de quem prefere não optar, mas o voto branco não funciona para quem quer tomar posição na luta social e política.
      Uma impressionante cadeia de emails anónimos tem divulgado uma mentira.
      Um apelo ao voto branco "contra estes políticos" garantia que, "se a maioria da votação for de votos em branco, são obrigados a anular as eleições e fazer novas, mas com outras pessoas diferentes nas listas".

      Tanto circulou a mentira, que a Comissão Nacional de Eleições teve de lançar um esclarecimento sobre a lei: "Os votos em branco e os votos nulos não têm influência no apuramento dos resultados - será sempre eleito, à primeira ou segunda volta, o candidato que tiver mais de metade dos votos expressos, qualquer que seja o número de votos brancos ou nulos." A abstenção nem é digna de referencia pois todos sabem que a esta tem diversas causas, e portanto não pode ser uniformizada. Não se pode apurar que o abstencionista quer isto ou aquilo, porque na realidade o abstencionista apenas não quis ou não pode votar, porquê? Apenas se pode especular.

      Os votos brancos e nulos já atingiram percentagens importantes. Somados, em eleições presidenciais anteriores, chegaram a 2% a 3%, ultrapassando mesmo alguns candidatos. Cabe perguntar: quem o recorda? Quem se incomodou? Quem vibrou e quem tremeu? Os votos brancos e nulos são uma má opção de protesto, desde logo porque podem não ser protesto nenhum. São apenas uma expressão vazia, onde cabe o apelo autoritário, a hesitação radical (que não se decide a tempo), a desilusão do momento. É de respeitar quem prefere não optar, mas o voto branco não funciona para quem quer tomar posição na luta social e política. Jorge Costa, Jornalista
      NOTA OFICIOSA DA COMISSÃO NACIONAL DE ELEIÇÕES

      A polémica sobre o assunto é grande, e dispendiosa, mas já devíamos ter percebido que se somos contra este regime, contra os partidos que o mantêm, PS/PSD/CDS, contra os que há mais de 35 anos corrompem a democracia, temos que usar o voto válido contra eles.

      A polémica gira em volta do valor da abstenção, do voto em branco ou nulo. Entre os factos e as opiniões, reina a confusão.
      A legislação não é fácil de encontrar, mas existe e não deixa dúvidas, não existe um número de votos mínimos para que estes se convertam em mandatos. Quer Votem 90% ou 10% dos eleitores, a eleição prossegue, elegendo aquele que tiver mais votos válidos e os votos válidos, são assumidos como 100% e é desses 100% que partem as contas para dividir os deputados. Tudo o resto, brancos, nulos e abstenção, desaparecem da equação. (veja em baixo o video que explica as contas do método de Hondt, de forma muito fácil)

      Artigo 152.º
      Representação política
      1. A lei não pode estabelecer limites à conversão dos votos em mandatos por exigência de uma percentagem de votos nacional mínima.
      2. Os Deputados representam todo o país e não os círculos por que são eleitos.


      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/11/o-poder-do-voto-voto-em-branco-e-nulo.html#ixzz4VNivWKNk

      Eliminar
  2. Portugal está falido por corrupção do estado. É o que dá votar no PS, PSD e CDS. Sendo que foram estes que governaram nestes 38 anos. Mais responsável foi o PS que durante os anos que governou criou num total de 70 PPP's em prejuízo para o estado. Mas o PSD não fica atrás. O monstro do BPN e o abandono de sectores como a pesca e a agricultura e o aumento da gordura do estado. O 25 de Abril, para quem acha que foi uma vitória para devolver a democracia ao povo, desengane-se. O 25 de Abril foi a maior mentira. Teve como objectivo estes interesses como a criação destes partidos políticos para serem criados as suas centrais de negócios entre eles. Veja-se Mário Soares, Manuel Alegre, Cavaco Silva e muitos outros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. Muito bem dito.
      Os 3 da Vida airada(CDS, PSD e PS) já os conhecemos de gingeira. Os 2 partidos marxistas apesar de nunca terem governado também não podemos confiar neles. Nunca os ouvi denunciar os verdadeiros podres. Apenas actuam no circo politico, mais nada. E o PCP que sem autorização se advoga como defensor dos trabalhadores, nunca pode ser solução pois é uma ideologia incompleta. A boa ideologia (sem a patetice de esquerda vs direita) tem de defender trabalhadores e empresários. Acham que o pequeno empresário, tipo os da restauração são ricos burgueses?Ou um agricultor que tem um ou dois hectares de terreno?
      Por isso o PCP e o BE são para descartar também nesta fauna politica que temos. Nunca os ouvi falar na banca internacional, na farsa do terrorismo, na farsa do combate ao tráfego de droga, nunca os ouvi falar no flagelo da pedofilia, nos planos de por chips na população. Nada x Nada. Aquilo é apenas politica. Teatro.

      Soluções?

      1) Golpe de estado por via militar/popular.
      2) empossar um governos de salvação liderado por um Paulo Morais juntamente com o Medina mais o Caiado Guerreiro e até a Maria José Morgado, que apesar de marxista é uma pessoa integra.
      3) Limpar o pais de labregos corruptos. Prender todos os maçons, Opus Dei e outras ainda mais secretas.
      4) Nacionalizar a Banca e prender os banqueiros tugas tipo Ulritch.
      5) Nacionalizar as PPP( Algumas mais tarde podem ser reprivatizadas de outra forma).
      6) Pagar as dívidas do estado recorrendo a um sobretaxa extraordinária ás maiores empresas nacionais e que ao longo de décadas beneficiaram da manjedoura do estado.
      7) Reduzir IRS e IRC, para estimular a economia real. A economia do Povo.
      8) Desmantelar grandes grupos económicos e lobbies.
      Um empresário pode ter no máximo 2 ou 3 empresas, ao invés de 1000 como existem alguns casos.

      ....

      ....

      E muitas mais medidas de libertação. Da liberdade verdadeira e não desta ilusão mediática a que alguns patetas chamam liberdade, mas que pagam mais de 70% do que ganham para a sustentar. Insano.

      Eliminar
    3. Bom dia

      Atenção Zita e Pedro Lopes,

      Eu não estou do lado do BE e do PCP. Eu também tenho algumas coisas negativas acerca desses partidos de esquerda principalmente do PCP. Acho que se o PCP estivesse no governo faria igual ou pior. Só não generalizei porque quem governou nestes últimos 38 anos foram aqueles lixos que falei anteriormente.

      Eliminar
    4. Sim Carlos Silva eu percebi..

      Eliminar
    5. Para aqueles que não acreditam das capacidades de gestão do PCP, vejam só o exemplo da autarquia de Almada que fechou o ano sem dever um cêntimo aos fornecedores e reparem na obra feita no concelho de Almada e comparem com outras Camaras do PSD/CDS e o estado em que se encontam pela sua gestão tão aplaudida pelas gentes da direita!

      Eliminar
  3. Pedro Lopes:

    Você esteve a ler o Otelo Saraiva de Carvalho na sua fase revolucionária?

    Nunca esqueça, que a merda de vida que ainda vamos tendo, DEPENDE de empréstimos de dinheiro dos chamados mercados internacionais.

    O que acha que aconteceria se "desmanchasse" grandes grupos económicos e lobbies repletos de accionistas estrangeiros, como estão?

    Leia bastante, particularmente sobre a teia financeira que nos estrangula e evite incendiar.
    A terra queimada não alimenta ninguém!

    ResponderEliminar
  4. domingosestanislau@live.com.pt14 setembro, 2013 08:54

    vocês têm que se ir cultivar. Está visto que pra vocês só o Salazar servia. Considerar que são todos iguais e dizer que nunca ouviram quer o PCP quer o BE atacar situações de privilégio é de facto ser obtuso.

    ResponderEliminar
  5. Eu não sei do que é que estão à espera. Estes sangessugas das migalhas da população Portuguesa continuam a encher-se e nada se faz. Quanto mais esperarmos mais eles engordão e as nossas divísas estão a ser desviadas para paraísos fiscais. Será que não à coragem da parte das nossas forças de segurança para pôr um travão a esta escomalha de ladroagem? Estamos a ver o barco a bater no fundo e ninguém pôe mãos a isto. O comum do cidadão é impotente. Quém consegue ver a situação do País mais de perto vesse impotente para lhe acudir. Juntemo-nos façamos alguma coisa. Não deixemos os 10 milhões que somos ser engulidos por 50 mil.

    ResponderEliminar
  6. È urgente penalizar todas as situações, não se pode continuar esta pouca vergonha, prejudicam-se milhares de familias em prol de um bando de ladrões que vivem acima da lei, mas uma coisa é certa, a culta é do povo que nada faz e continua recostado no conforto do lar em vez de ir para as manifestaçoes.

    ResponderEliminar
  7. Há 15 anos que trabalho num projecto bonito. Tentei Portugal, a Espanha, os EUA, para a China nunca irei... Tentarei Marrocos. A nice Country. Irmãos ou não, somos amigos. Vão gostar. Bonsoir.!

    ResponderEliminar