10 abril, 2014

O DESPESISMO NÃO DÁ TRÉGUAS E OS IMPOSTOS ESGOTAM-SE

corrupção portugal piadas politica
Agradeço a quem tem disponibilidade psicológica para ler os relatórios do Tribunal de Contas - essa força de bloqueio - que os autarcas, secretários de Estado e ministros toleram.
De facto, essa força de bloqueio proporciona-nos momentos hilariantes, porque justiça não traz nenhuma.. é um tribunal muito pacato, diz apenas que acha mal roubarem tanto, que lamenta, que está mal... mas não passa disso.

-Vejam só que a ARS do Alentejo decidiu adquirir um armário persiana, duas mesas de computador e três cadeiras de costas altas e rodinhas que custaram 97 mil euros... quase cem mil euros. Estas peças devem ser de ouro.
- Em Matosinhos, a empresa municipal de habitação gastou 142 mil euros para reparar uma porta de entrada do edifício. Alguém sabe de que é feita esta porta? O Tribunal de Contas não sabe.
- A Universidade do Algarve gastou numa viagem aérea até Zagreb, capital da Croácia, durante quatro dias, 38 mil eurosA TAP revelou ao Tribunal de Contas que a viagem de ida e volta custa 1700 euros. Em que foram gastos os 32 mil euros? O Tribunal de Contas também não conseguiu perceber.

ESTE VIDEO EXPLICA COMO SE GASTAM FORTUNAS EM VIAGENS



- A câmara de Ílhavo comprou três computadores, uma impressora, dois leitores ópticos e pagou quase 400 mil euros, trezentos e oitenta mil, mais rigorosamente. O Tribunal de Contas ficou bloqueado.

-Completamente embriagados ficaram os relatores do Tribunal de Contas quando viram que a Câmara de Loures gastou mais de 652 mil euros em vinho tinto e branco. Certamente não era para distribuir nas escolas.
- Mas vá que não vá, porque Loures é uma câmara rica, agora o que se passou na câmara de Sabugal, não dá para entender. O município gastou um milhão e duzentos mil euros para comprar uma viatura ligeira de mercadorias (uma carrinha Renault). Há coisas fantásticas, não há? Ah, pois há.

-A câmara de Sines pagou a mesma quantia - um milhão e duzentos mil euros — pelo aluguer de uma tenda para a inauguração do Museu do Castelo. O Tribunal de Contas ficou embasbacado ao perceber que o aluguer de uma tenda custa mais que a carrinha de Sabugal e uma boa casa.

- Mais caro ficou um toner para impressora «hp p2015» adquirido pela Administração Regional de Saúde do Centro/ Sub-Região de Saúde de Aveiro à ATM por 45 mil euros.

-Finalmente, mas em primeiro lugar: a câmara de Beja abriu um concurso para uma fotocopiadora multifuncional e pagou seis milhões e meio de euros. Repito, seis milhões e meio de euros.
Este contrato público é um dos mais vergonhosos que se encontra no site do Tribunal de Contas. E ninguém vai preso por obscenidades como esta?

Ainda não recompostos de em 2012 pagarmos  a construção das novas instalações da Faculdade de Farmácia e do Instituto de Ciências Biomédicas de Abel Salazar (ICBAS) que foi prometida como custando a todos nós e ao Ministério da Saúde 27,5 milhões, mas que com as convenientes derrapagens, ficou em 62 milhões. Ao que temos que somar 965.699,52 € de mais despesismo de mobiliário.
149.667,24 € em serviços de segurança! + 171.662,21 € serviço de limpeza! 134.689,44 € para Empreitada de remodelação do pólo de Vairão, que inclui a demolição de estruturas existentes e construção de laboratórios de investigação e gabinetes, quartos e casas de banho, uma sala de aulas e um espaço multi-usos.+ 98.000,00 €  para o fornecimento e Montagem de Serralharias do Canil, Gatil e Museu de Anatomia! + 11.280,65 € em material eléctrico.

Nós, limitamo-nos a ser o bobo da corte, sim, esse mesmo que “… divertia o rei e os áulicos. Declamava poesias, dançava, tocava algum instrumento e animava as festas. De maneira geral era inteligente, atrevido e sagaz. Dizia o que o povo gostaria de dizer ao rei e zombava da corte”. É o que nos sobra fazer. 
Também consultados... FONTE ,  FONTE

CAROS LEITORES, PEÇO DESCULPA PELOS LINKS INVÁLIDOS
Todos os links em cima estavam ligados ao site de despesas do governo, infelizmente e em nome do abuso do dinheiro público, o Governo finge que quer ser transparente criando estes sites, mas passa a vida a mudar o site para que todos os que denunciam o despesismo com exemplos e links, fiquem sem crédito e sem fontes. As coisas que deveriam ser mais credíveis e fiáveis deste país são sempre as menos credíveis e fiáveis. O site de despesas do Governo deveria manter os links sempre válidos, mas não o faz porque sabe que há várias pessoas atentas e a denunciar as despesas, por isso eles fazem questão de estar sempre a mudar tudo,  quando se sabe que é possível fazer mudanças e melhorias nos sites, sem mexer nos links.
É o país do faz de conta, fazem de conta que são transparentes para ganharem pontos no rank da corrupção, mas não passa de uma farsa.
Como devem calcular é um trabalho demorado e minucioso, consultar a lista de despesas e criar os links no artigo, mas hoje dia 24/11/14 descubro que pela enésima vez os espertinhos do Governo invalidaram os links.
O regabofe é para continuar, e não desistem de nos fazer desistir de lutar.

1 comentário :

  1. O POVO PORTUGUES VIVE COMO ZUMBIS, LERAM~LHE A REZA DO "QUANTO MAIS SOFRERES NA TERRA MAIS TERAS NO REINO DE DEUS", E ACREDITAM... MAS ESQUECEM, OU NÃO SABEM QUE JESUS DISSE « SERÁ MUITO DIFICIL, UM RICO ENTRAR NO REINO DE DEUS».

    ResponderEliminar