03 maio, 2012

Pingo Doce, a chacina das pequenas e médias empresas levada ao extremo.

Estado contrata obras corrupto


O Pingo Doce teve certamente prejuízo. Mas esse prejuízo trará muitos benefícios a longo prazo. Quem irá pagar? Provavelmente todos nós, com muitas empresas a falir e mais desemprego.
Mas o mais grave é que estamos a assistir a uma "poda" geral no sector empresarial. As pequenas e médias empresas tombam todos os dias ás dezenas, enquanto isso, as grandes continuam a crescer e a expandir-se, gloriosas e gratas por ter o mercado cada vez mais só para si. 
  •  - "Maiores fortunas de Portugal cresceram 18% em 2011. Os ricos de Portugal estão mais ricos, segundo a lista das maiores fortunas do País elaborada pela Revista Exame. As fortunas dos 25 mais ricos de Portugal cresceram 17,8% em 2011 face ao ano passado"fonte
  • -  "(...) a riqueza das maiores fortunas em Portugal também cresceu em 2012. Mais concretamente 13%," fonte
  • - Lucro da Sonaecom sobe 24% no 1.º trimestre para 17 milhões de euros | iOnline 
  • - Quase 6.700 empresas foram à falência em Portugal em 2012. fonte
A austeridade infligida,  tem vindo a anular a economia, sufoca as empresas, exerce uma função selectiva, onde apenas as que tem fôlego aguentarão o sufoco. Fôlego esse que se mede pela riqueza acumulada, pela dimensão, e pelo proteccionismo do estado. 
O caso do hipermercado Continente, que recentemente se aliou em promoções com a EDP, é outro exemplo... O consumo desceu abruptamente há que arrastar os consumidores que sobram, para as empresas que se pretende que sobrevivam. 
Aparentemente a polémica do Pingo Doce, vem reforçar a ideia de que se continua a pretender anular a classe média a caminho de uma nova sociedade onde apenas existirão os muito pobres e os muitos ricos. Os muito poderosos e os impotentes. Os muito folgados e os escravos. Os muito impunes e os injustiçados. Os exploradores e os demasiado explorados.
E continuamos a ceifar todos os dias dezenas de pequenas e médias empresas abrindo caminho para o engrandecimento ganancioso dos grandes oportunistas, protegidos pelo estado. 
"Mota Engil escapa à crise"... UAUAUUU QUE GRANDE FEITO!!!!!"    

Continuamos a ceifar famílias que perdem empregos, lares e dignidade. 
E basta...  basta de culpar o povo por acorrer ao Pingo Doce poupar 50% da sua despesa.
Basta de culpar o povo por usar crédito, para ter lar e família. 
Chega de cair no erro que temos sempre caído. 
Desculpabilizar os culpados. 
Desculpabilizar os que permitem este "dumping" descarado, para exibir o seu poder, atraindo o povo com migalhas e ceifando mais umas pequenas empresas à beira do abismo.
Desculpabilizar os que usaram e abusaram dos dinheiros dos portugueses e agora pedem ao povo que pague.
Desculpabilizar os que permitiram que a banca emprestasse, ou impingisse, dinheiro sem método nem rigor, apenas pela ganancia e usura, ao ponto de desestabilizar a economia do país e das famílias. 
Basta de desculpabilizar os incompetentes que tem fingindo gerir Portugal, há décadas e apenas o tem usurpado e usado para benefícios das elites politicas e amigos.
De uma vez por todas, está na hora de apontar os canhões ao alvo certo - o inimigo. 
Deixem de perseguir o vosso próprio rabo como gatos tontos, o inimigo está lá no alto, intocável... não está entre nós.
Eles divertem-se a ver o povo a guerrear; porque o vizinho tem telemóvel, o amigo tem carro, os que foram ao Pingo Doce são maus, os que se baldaram ás manifestações são traidores... Povo distraído, entretido, desgastado, enquanto eles prosseguem... intocáveis.

O caso das lojas chinesas também deveria ser ilegal... é um abuso de poder DE ALGUÉM que esconde e defende claramente interesses de alguém mas não os de PORTUGAL OU DOS PORTUGUESES
"Lojas chinesas arrasam comércio português. Governo não ajuda os portugueses.
O que está por trás de tanta loja chinesa? ANTES DE MAIS UMA CONCORRÊNCIA DESLEAL APLAUDIDA PELO GOVERNO PORTUGUÊS. E PAGA PELO GOVERNO CHINÊS. 
Artigo Completo: http://apodrecetuga.blogspot.

Outras perspectivas e noticias úteis.
"O Sindicato dos Trabalhadores acusa o Pingo Doce de dumping económico, a comercialização de produtos abaixo do preço de custo. O sindicato responsabiliza ainda o Governo e a ASAE, a Autoridade para a Segurança Alimentar e Económica.
O que é o dumping? Teoricamente, esta prática de preços predatórios consiste em um predador, uma empresa dominante do mercado, colocar os seus preços tão baixos por um período suficiente de tempo que os seus concorrentes abandonam o mercado e outros ficam impedidos de entrar, criando barreiras à entrada.
Para a predação ser racional, devem existir expectativas que as perdas actuais ou de lucros previstos vão ser compensadas com ganhos futuros. Isto implica que a empresa tem algumas expectativas razoáveis de ganhar quota de mercado no futuro após o episódio predatório e que a partir daqui os lucros vão ser suficientemente grandes para compensar as perdas no presente. "  fonte
Falta de respeito pelo dia do trabalhador
«É um ataque ao 1 de Maio. Estas grandes superfícies, aproveitando aquilo que foi, quanto a nós, uma decisão errada do Governo em permitir a abertura ao domingo. Aliás, foi do anterior Governo. Agora, é uma autêntica provocação abrir ao 1 de Maio e da maneira como o fazem, tentando atrair pessoas, obrigar trabalhadores a trabalhar. É, de facto muito mau. É muito mau que não respeitem esta data», disse João Proença à TVI." fonte



8 comentários :

  1. Celebrar as datas eucarísticas do regime é obrigatório para alimentar os mitos que sustentam os seus barões.
    Os corruptos não estão nada preocupados com o dumping.É preciso perceber isso.
    Sentiram-se atingidos no que consideram sagrado,no controle das massas.
    Fugiram-lhes os fiéis da missa.
    No resto,a luta implacável pelo mercado,vai continuar como sempre.
    O pequeno comércio,pelo menos nos grandes agregados populacionais já é ficção.Esta é uma luta entre gigantes.
    Quem matou a livre iniciativa e o tecido empresarial que assentava na pequena e média empresa não foi o Alexandre Santos no 1º de Maio,foram os governos da nação,em concluio com o grande empresariado e a alta finança,visto que os políticos que têm dirigido o país não têm dimensão nem moral nem humana e servem interesses inconfessáveis.Enriquecem depressa demais,ao ritmo com que empobrecem o país.
    A imprensa quer imolar o Soares dos Santos.
    Mas o que é a imprensa neste país?
    Uma extenção do poder político.Vive subsidiada pelo orçamento,vive da publicidade institucional e todos sabem quem controla um e outro...
    Por isso,o pequeno grupo de empresários detentor de todos os títulos não perde o sono com as vendas e as tiragens que são ridículas e que sem o dinheiro dos contribuintes levaria ao encerramento imediato da maioria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo contributo. Muito bom o que escreveu. Gostei essencialmente da frase "Enriquecem depressa demais,ao ritmo com que empobrecem o país."
      São daquelas verdades que ditas da forma que a disse se tornam mais evidentes, nuas e cruas. Caem que nem água fria em cabeças dormentes.

      Eliminar
  2. Mas alguém obrigou as pessoas a irem ao Pingo Doce?

    ResponderEliminar
  3. claro que as pessoas agradecem campanhas como estas, ninguem tem duvida disso, o que é de lamentar é que o pequeno comercio tem que seguir à risca legislações, regras, leis etc, e estes grandes grupos economicos fazem o que querem e ninguem lhes diz nada..

    ResponderEliminar
  4. Crise económica nacional profunda e globalização económica e financeira galopante dão nisto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é assim tão global, apenas engloba países corruptos. A Finlandia, a Islandia, a Suécia, a Suiça, etc etc não estão em decadência.

      Eliminar
  5. A Suiça tem a sua força económica no sigilo bancário (Na prática é um off-shore). Quanto aos países nórdicos que refere, estão em decadência como o resto da Europa. Embora persistam ainda mecanismos económicos e sociais herdados do "Estado-Providência" das décadas do pós-guerra, o certo é que nos últimos vinte anos sofreram uma erosão com os governos de centro-direita. Como a população desses países é bastante mais instruída e há uma opinião pública activa e informada, a perda não foi tão acentuada nem tão rápida como nos países do sul. A Europa tem em mãos uma "bomba demográfica" de sentido inverso à dos países asiáticos; por via da terciarização das suas populações perdeu capacidade de produção e de suprir boa parte das suas necessidades, traduzindo-se numa dependência económica e vulnerabilidade crescente aos ciclos económicos da economia global e às transferências de capitais e de infra-estruturas de produção para outras zonas do globo. A crise é europeia e não apenas dos PIGS´s, e só se tornou uma crise das dívidas públicas, por força de os Estados terem assumido o encargo dos activos "tóxicos" que outros enjeitaram, agora que deixaram de ser lucrativos.

    ResponderEliminar
  6. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar