09 janeiro, 2012

O mundo terá que competir, de forma desigual, com a China...

China comércio desleal
Governo não trava a concorrência desleal.

A competição já começou há muito, a China já está na luta, preparada para tudo e de objectivos traçados.
Nós, ocidentais, ainda nem saímos da partida, e desconhecemos a capacidade inata do adversário, sempre disposto a sofrer privações em detrimento dos objectivos. Não vislumbramos sequer o quanto teremos que nos sacrificar para poder competir com um adversário que teima dominar, ganhar mais e mais poder e entranhar-se em todo o mundo como uma potência inabalável.
A China está habituada ás mais duras condições de vida e de trabalho que aceita sem reclamar.
O povo chinês, que insiste e persiste em controlar e proliferar não tem, ou não respeita, normas restritivas e castradoras que os obriguem a perder tempo e dinheiro com leis de trabalho, normas de segurança, direitos humanos e outras leis mundiais ou europeias, o que desnivela e arrasa qualquer competitividade...
Será difícil entender se somos nós os normalizados que temos leis a mais, ou os chineses que tem leis a menos, mas tudo indica que é o acumular de ambas que anula a justa competitividade

Assista nestas imagens ao que os chineses são capazes de se sujeitar, em nome do poder.
Será que os portugueses aguentarão privar-se, até este extremo? Será justo competir com países onde não existem regras que inflacionem o custo de vida, o custo do comércio, da industria, da mão de obra?
Assista nestas imagens a um exemplos de indústria chinesa. 
Aqui, neste link veja como tratam as crianças para poupar nos infantários e poderem trabalhar. Desconheço a dimensão quantitativa desta prática, mas pelas imagens parece ser comum.
Passos Coelho e restantes governos, em breve fará de nós um povo escravo e desumano para poder competir com países onde a miséria serve de motivação, serve de silenciador e de desculpa para se marginalizar as normas e desumanizar as sociedades.
Se for sensível e ainda civilizado, aconselho-o a não ver este video, leia apenas a noticia. A desumanização e crueldade de um povo bárbaro.
Criança chinesa atropelada e deixada em sofrimento perante a indiferença dos que a atropelam mais que uma vez e dos que passam na rua. Video chocante, inconcebível em Portugal... Espero que por muitos anos.

Mais um exemplo, assim é fácil competir com os europeus, o mesmo jogo regras diferentes??? Que raio de liberdade é esta que interfere com a liberdade dos europeus?
Porque é isto permitido?




2 comentários :

  1. 0,0077 é este o rácio entre a população portuguesa e a chinesa.
    Ou seja, há 130 vezes mais chineses do que portugueses...

    A dimensão desta realidade é tal, que só suicidas económicos é que podem advogar um mundo sem barreiras alfandegárias.

    Nem os chineses e/ou indianos melhoram, sensivelmente, a sua qualidade de vida, nem os ocidentais mantêm a que conseguiram.

    Metade da humanidade situa-se no sudoeste asiático, sem recursos económicos próprios, políticas de melhoria da qualidade de vida dos povos, controlo de natalidade.

    Este período de passagem das indútrias para leste serve apenas para lucro rápido e fácil a ocidente.

    Em breve, com o desemprego, não existirá nem na Europa nem nos EUA poder de compra para a maioria dos bens produzidos no oriente.

    A miséria será universal.
    Entendo agora a razão dos movimentos anti-globalização.

    O custo da produção asiática é tão baixo que nem os robots, que tanto desemprego criaram já a oeste, conseguem batê-lo...



    ResponderEliminar
  2. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar