01 abril, 2014

As elites são uma realidade. A luta desigual entre ricos e pobres. De que lado estão os governos?

A GUERRA ENTRE RICOS E POBRES JÁ ESTÁ A ACONTECER, OS POBRES É QUE AINDA NÃO PERCEBERAM. Os ricos já levam uns anos de avanço e a melhor arma deles é a ignorância dos pobres, que não sabendo de nada, não oferecem qualquer resistência, nesta guerra desigual.
A desigualdade social é um fenómeno preocupante, galopante e que se auto alimenta.
Os ricos, cada vez mais poderosos, usarão o poder económico e politico para criar condições que perpetuam o ciclo, e ficarem cada vez mais ricos.
É urgente que todos conheçam o estudo divulgado no video, pois só assim poderemos lutar contra a a calamidade que cresce de forma incontrolável. É impossível lutar contra aquilo que se desconhece e ignora.
PORTUGAL, É UM DOS PAÍSES ABRANGIDOS NESTE ESTUDO E ESTÁ ENTRE OS PIORES. POR ISSO PREOCUPE-SE, O MUNDO TAMBÉM É SEU, A RESPONSABILIDADE TAMBÉM É SUA.



Continuar a seguir um caminho, que ameaça perpetuar as diferenças entre ricos e pobres, até as tornar irreversíveis, é negar a realidade.
O sofrimento e as injustiças provocado ás maiorias prejudicará, as próprias elites, não apenas pelas já visíveis convulsões sociais, mas também porque a crescente exclusão de consumidores, acabará por produzir uma sociedade economicamente doente. A conclusão é que, mesmo as classes mais ricas só teriam a ganhar, se as desigualdades fossem amenizadas.
A globalização financeira, a desregulação e a capacidade de mover a produção de um país a outro converteram esse poder económico numa força capaz de dobrar governos ás vontades das elites.

Os países mais desiguais, tem menor longevidade, menos educação, mais mortalidade infantil, mais homicídios, mais prisioneiros, mais mães prematuras, mais obesidade, mais doenças mentais, mais problemas de droga, álcool, dependências, etc
Já não se trata apenas de uma sensação infundada nem de uma paranóia. O domínio dos ricos está aí em acção, descarado, egoísta e cruel.  Mandam nos governos e conduzem os países a seu bel-prazer, e em seu beneficio.   


Os 85 mais ricos têm tanta riqueza como a metade mais pobre do Mundo. Porquê? 
"Cerca de metade da riqueza mundial é atualmente detida por 1% da população, denunciou, a organização não-governamental Oxfam, adiantando que as desigualdades económicas aumentaram rapidamente na maioria dos países desde o início da crise. 
Para a Oxfam, este aumento das desigualdades deve-se em grande parte à desregulamentação financeira, aos sistemas fiscais e às regras que facilitam a evasão fiscal.
A organização também denuncia as medidas de austeridade, as políticas desfavoráveis para as mulheres e a confiscação das receitas provenientes do petróleo e da extracção de minérios.
Por outro lado, a ONG associa as desigualdades económicas extremas e a confiscação do poder político por uma elite rica, que governa para servir os seus próprios interesses." fonte
Portugal é o país europeu com mais rendimento concentrado nos mais ricos.
Em 2011, os 10% mais ricos reuniam 27,3% do rendimento global das famílias portuguesas num ano.
Na prática, um décimo das famílias portuguesas concentra 27,3% do rendimento global amealhado por todas durante um ano. A percentagem tem vindo a aumentar e era, em 2011, últimos dados disponíveis, a mais elevada da União Europeia, ficando fica 3,4 pontos percentuais acima da média comunitária. fonte
Portugal tem beneficiado “elites económicas” e arrisca-se a ser um dos países mais desiguais. fonte

Reino Unido - As 5 famílias mais ricas do Reino Unido concentram mais riqueza que os 20% da população mais pobre, revelou estudo da Oxfam.
O relatório, que denuncia o aumento da desigualdade social entre ricos e pobres nas últimas duas décadas, mostra que 28,2 bilhões de libras da fortuna das cinco famílias do país superam os 28,1 bilhões de libras concentrados pelos 12,6 milhões de cidadãos mais pobres do Reino Unido.
Os números da ONG destacam que nos últimos 20 anos os ricos viram sua renda crescer quase quatro vezes mais rápido que os outros 90% da população.
"O Reino Unido está se transformando em uma nação profundamente dividida, com uma elite rica que está vendo aumentar sua fortuna, enquanto milhões de famílias estão lutando para chegar ao fim do mês", destacou Ben Phillips, director de campanhas da Oxfam no Reino Unido.
Phillips também disse que "é muito preocupante que existam estes níveis extremos de desigualdade no país, onde só um punhado de pessoas tem mais dinheiro que os milhões que lutam por sobreviver fora da miséria".
Faltando dois dias para a apresentação dos orçamentos britânicos do próximo ano fiscal, Oxfam aproveitou a ocasião para reivindicar que os políticos equilibrem as contas aumentando os impostos para os mais ricos e que o salário mínimo seja reajustado até chegar a um "valor digno". Exame

Um novo estudo sugere que a pobreza pode diminuir o poder do cérebro. (The New York Times)
Zhao e seus colegas lideraram uma série de experiências em dois continentes, descobrindo que pessoas preocupadas com problemas financeiros demonstraram uma queda de função mental equivalente a 13 pontos no QI. fonte

Em relação aos dados sobre as desigualdades no Reino Unido e Portugal gostaria de realçar um pequeno detalhe, que salta à vista.
Os milionários do Reino Unido são na sua maioria estrangeiros que ali se instalaram em fuga dos países que roubam, ou em fuga de impostos, ou apenas em busca de estabilidade politica e económica. Quem engrossa a elite de bilionários no Reino Unido, como pode constatar, são pessoas que vêm de países onde a corrupção é elevada. Veja aqui os dados sobre os top 20, bilionários do Reino Unido.
Segundo o “The Sunday Times” "Em cada três bilionários ingleses, dois são russos."  
Ou seja, neste aspecto, o caso do Reino Unido em nada se compara com o de Portugal. Os portugueses mais ricos, são todos bem portugueses e há muitas gerações. Muitos deles, com negócios ligados à banca, ás PPP ou outros negócios com o estado...
Apesar de igualmente injusto e incorrecto, sempre era melhor que também os nossos milionários fossem estrangeiros, ou que rapinassem petróleo, diamantes, aço, e outras riquezas naturais... os nossos milionários não descolam, adoram Portugal, e por aqui a única riqueza que há para rapinar, é o orçamento de estado, e esse não sai da terra, sai-nos do pêlo. 
E segundo o Manuel Monteiro, neste video, os grandes empresários portugueses, vivem do estado.
Ou ainda este artigo: "Portugal tem beneficiado “elites económicas” e arrisca-se a ser um dos países mais desiguais." fonte

A lista das 10 pessoas mais ricas da Inglaterra:
1. Lakshmi Mittal - magnata Indiano do Aço está no topo da lista dos mais ricos há 8 anos
2. Alisher Usmanov - Russo dono de várias jazidas Aço é também dono de 27% do Arsenal.
3. Roman Abramovich - Ramo do Petróleo e é dono do Chelsea Football Club
4. Sri e Gopi Hinduja (Indianos) -  Finanças os irmãos Hinduja herdaram o conglomerado do pai, e hoje estão baseados na Inglaterra de onde administram seus vários investimentos.
5. Leonard Blavatnik - Industrial russo
6. Ernesto & Kirsty Bertarelli (Italianos) - Industria Farmacêutica
7. Duque de Westminster - Ramo dos Negócios: Imóveis é o Inglês mais rico na lista do Sunday Times.
8. David & Simon Reuben (ingleses) - Ramo dos Negócios: Internet
9. John Fredriksen -  (Norueguês) Transportes, é também o homem mais rico da Noruega.
10. Galen & George Weston (Ingleses) Fonte

A lista dos 10 mais ricos Portugueses
1. Américo Amorim: 2587,2 milhões de euros
2. Alexandre Soares dos Santos: 1917,4 milhões de euros
3. Belmiro de Azevedo: 1297,6 milhões de euros
4. Família Guimarães de Mello: 1006,6 milhões de euros
5. Família Alves Ribeiro: 779,7 milhões de euros
6. Perpétua Bordalo da Silva e Luís Silva: 679,7 milhões de euros
7. Rita Celeste Violas e Sá, Manuel Violas: 650,6 milhões de euros
8. Maria do Carmo Moniz Galvão Espírito Santo: 645,8 milhões de euros
9. Família Cunha José de Mello: 638 milhões de euros
10. António da Silva Rodrigues: 551 milhões de euros

Lista de 2013, com os 20 mais ricos da Inglaterra
2013 rank (2012 rank)/ name/ source of wealth/ 2013 wealth (2012 wealth)
1. (2) Alisher Usmanov, mining and investment, £13,300m (£12,315m) RUSSO
2. (5) Len Blavatnik, investment, music and media, £11,000m (£7,580m)- RUSSO
3. (4) Sri and Gopi Hinduja, industry and finance, £10,600m (£8,600m) INDIANOS
4. (1) Lakshmi Mittal and family, steel, £10,000m (£12,700m) INDIANO
5. (3) Roman Abramovich, oil and industry, £9,300m (£9,500m) RUSSO
6. (9) John Fredriksen and family, shipping and oil services, £8,800m (£6,600m) NORUEGUES
7. (8) David and Simon Reuben, property and internet, £8,281m (£7,083m)
8. (7) The Duke of Westminster, property, £7,800m (£7,350m)
9. (6) Ernesto and Kirsty Bertarelli, pharmaceuticals, £7,400m (£7,400m) ITALIANOS
10. (11) Charlene and Michel de Carvalho, inheritance, brewing and banking, £7,000m (£5,490m)
11. (10) Galen and George Weston and family, retailing, £6,650m (£5,900m)
12. (15) Kirsten and Jorn Rausing, inheritance and investment, £5,109m (£3,900m)
13.(12) Hans Rausing and family, packaging, ££4,720m (£4,300m) SUECO
14.(13) Joseph Lau, property, £4,600m (£4,140m) CHINÊS
15. Mohamed Bin Issa Al Jaber and family, hotels, food and industry, £4,515m ÁRABE
16, (17=) Sir Philip and Lady Green, retailing, £3,880m (£3,300m)
17. (14) Nicky Oppenheimer, diamonds and mining, £3,785m (£4,050m) SUL AFRICANO
18. (19) Earl Cadogan and family, property, £3,675m (£3,225m)
19. (16) Sir Richard Branson and family, transport and finance and fitness clubs, £3,514m (£3,410m)
20. (21) Joe Lewis, foreign exchange and investment, £3,200m (£3,000m)

MAIS ARTIGOS SOBRE O TEMA
  1. VIDEO A DESIGUALDADE NOS EUA
  2. Juízes do TC, não admitem desigualdades... apenas quando lhes convém.
  3. Desigualdades na doença
  4. O aumento das DESIGUALDADES e do poder das OLIGARQUIAS
  5. Desigualdade dos serviços públicos
  6. Quando os apoios sociais geram desigualdade
  7. Passos Coelho explica como vai acabar com a desigualdade... (bla bla)
  8. O SNS do Portugal desigual
  9. As elites da justiça
  10. O oásis das elites
  11. As elites dos marajás
  12. A manipulação para proteger elites
  13. O filme recente, Elisyum, retrata os objectivos obscuros, das elites.
  14. etc etc etc 

Reduzir a população mundial, tem sido uma das lutas dos ricos.



A ELITE É UM CLUBE VIP E O POVO ESTÁ EXCLUÍDO, NEM FOI CONVIDADO



5 comentários :

  1. Excelente post. Eleitores se está a espera que a n.sª Fatima decida por si quem vai governar a UE esqueça ou vá lá por o seu voto e não deixe que outros decidam. Claro que tem muita informação só que tem que a ler e discutir com outros para formar a sua opinião. A Zita forneceu muita informaçãoque terei todo o gosto em reenviar a quem queira ou podem pedir-lhe directamente. Mas pela saude dos seus não deixe que ninguem decida por si.

    ResponderEliminar

  2. eu trabalho numa loja que so vende praticamente artigos fabricados em portugal, se o povo EUROPEU soubesse o que se passa nos bastidores da industria!!! ou a uniao europeia restabelecia a dignidade correndo com a asia que roubou tudo pois produz 10 vezes mais barato e engoliu a europa, ou simplesmente o parlamento europeu era estinto!!! porque assim o povo em mto pouco tempo tem a vida miseravel igual a asia, de certeza absoluta!!! ou vai haver revolta europeia daqui a algum tempo, ou vai haver miseria igual a asia!!! isto e uma guerra silenciosa que esta a matar o povo europeu aos poucos., eu tenho medo de falar pois isto e mais perigoso que no tempo da pide.

    ResponderEliminar
  3. A questão de fundo é: como resolver a equação da desigualdade dentro da democracia, uma vez que a considero um valor fundamental. Se você não considera a democracia um valor fundamental, por definição o que procura é uma ditadura e neste caso estamos em campos opostos. Mas mesmo o termo DEMOCRACIA é uma muito utilizado, mas pouco compreendido. Por exemplo, há uma diferença enorme e inconciliável entre o que LIBERAIS e MARXISTAS entendem por democracia. PARA ENTENDER MELHOR ESTE CONCEITO, segue uma sugestão de leitura: http://questoesrelevantes.wordpress.com/2014/03/12/quando-a-patrulha-ideologica-compromete-a-logica/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É você que define essa dualidade? Que só existe democracia ou ditadura?
      Ou tem provas de que só existem essas duas? O mundo não é preto e branco, há outros tons. Há conceitos que ainda não foram inventados, idealizados ou sequer sonhados. Portanto não percebo em que se baseia para chegar a essa conclusão redutora. Espero que se invente alguma alternativa que satisfaça todas as classes ou pelo menos que não sacrifique uma para satisfazer outras.
      Aliás a própria democracia já há muito deixou de ser um conceito e passou a ser uma interpretação. Em Portugal está muito mal interpretada.

      Eliminar
    2. Paulo Franco experimente procurar ideias novas... não é baseando-nos em passados fracassados que podemos afirmar não haver novas escolhas...
      EBR - Economia Baseada em Recursos

      Segundo capítulo: "PORTUGAL DE TODOS -- a lógica de uma nova economia"
      Hiperligação para o Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=EfKX1DQhJVY

      Aconselho a ver os 3 episódios da série Aurora. Pode encontrar os links na descrição do video acima referido.

      O NOSSO SISTEMA FINANCEIRO/POLITICO ESTÁ PODRE !!!
      DE NADA VAI ADIANTAR MUDAR DE PARTIDOS !!!

      Eliminar