25 maio, 2011

Continuem a não votar que eles continuarão a roubar.

salários milionários

Os salários milionários e prémios chorudos dos administradores das empresas públicas fazem-nos questionar: Deverão as empresas que dão prejuízo continuar a premiar quem as gere?

Em entrevista à Agência Financeira, Filipe Barreiros explicou que «em termos morais, se uma empresa está a dar continuo prejuízo e se ainda vou receber um bónus por bom desempenho, alguma coisa está errada. Não vou estar a premiar quem me deu prejuízo». A Estradas de Portugal, a TAP e a Águas de Portugal são exemplos de companhias que registam perdas e pagam na mesma ordenados e prémios bem acima da média.
Um gestor deve ser premiado pelos seus bons desempenhos.
Já quando uma empresa tem um bom desempenho como é o caso da EDP, poderá haver justificação para o vencimento milionário do presidente  António Mexia, um dos gestores mais bem pagos da Europa?
O mérito da EDP dar lucro, prende-se com vários factores que não são obra do administrador ou da sua competência.  A EDP tem o monopólio de um bem essencial que explora até ás ultimas consequências.

Por isso ser um dos mais bem pagos da Europa parece exagero sendo que Portugal é um dos países mais pobres da Europa.
Não vote nos criminosos que há décadas nos desgovernam, afundam e saqueiam, vote contra eles. Basta de abstenção, basta de inércia, levantem-se e dêem luta a estes corruptos, não os deixem ganhar pela ausência de adversários. Só assim mudaremos Portugal.


Sem comentários :

Enviar um comentário