17 julho, 2015

Paulo Morais: A justiça está a trabalhar porque o povo está a acordar.

Recentemente Ricardo Salgado foi obrigado a sair de um restaurante porque estava a ser humilhado pelos restantes clientes. Os portugueses começam a acordar e não respeitar os seus carrascos. 
Neste Video Paulo Morais confirma que também a justiça está a melhorar porque o povo e a comunicação social estão a fazer pressão e a exigir mais e melhor justiça.
A corrupção destrói a vida das pessoas, e existe agora a consciência disso, porque começaram a sentir cada vez mais na pele as consequências da corrupção, percebem inclusive que a crise foi provocada pela corrupção.
Também contribui para melhorar a justiça o facto de terem mudado os protagonistas que dominavam a justiça. Pinto Monteiro e Cândida Almeida deixaram a corrupção avançar sem actuar.
Nunca tínhamos visto uma justiça tão actuante como com esta procuradora.
NO DIA EM QUE O POVO ACORDAR OS CORRUPTOS NÃO CONSEGUIRÃO DORMIR



EXEMPLOS DE UM POVO QUE COMEÇA A DEIXAR DE RESPEITAR O SEU CARRASCO
Salgado já não é bem-vindo entre os seus pares. Recentemente, foi obrigado a sair de um restaurante.
Recentemente, num almoço que decorreu no conhecido restaurante Panorama, no Guincho, o antigo banqueiro teve uma recepção bastante hostil, acabando por ter de se levantar e sair porque os comensais começaram a bater com os talheres em cima da mesa logo que este entrou.
A situação seria impensável há um ano, quando Salgado ainda punha e dispunha na família, em muitas das empresas portuguesas, como a Ongoing, sem esquecer o mundo da política, com especial destaque para Paulo Portas, com quem se encontrava regularmente, e até José Sócrates, que depois acabou por deixar cair quando defendeu publicamente a inevitabilidade da intervenção da troika.
Mais um fenómeno novo em Portugal, que já há muitos anos se pratica noutros países, mas em Portugal é prática recente, manifestações de apoio à justiça e não apenas de apoio aos que lesaram o país.
"Militantes do PNR manifestam-se na prisão de Évora
Um grupo de militantes do partido de extrema-direita, manifestou-se à porta da prisão de Évora, onde José Sócrates está detido. Tentaram entregar uma carta ao antigo primeiro-ministro, mas o pedido foi negado. O grupo de manifestantes do PNR condena os ataques ao juiz Carlos Alexandre e ao ministério publico, depois das críticas de Mário Soares e do próprio José Sócrates."

NA SUÉCIA.... A Suécia tem servido de exemplo a muitos países que lutam para sobreviver à corrupção. Desde a década de 70 só houve dois casos de corrupção política.
Um país onde a justiça que condena os maus políticos e os corruptos, é exercida pelo eleitor activo, que pune nas urnas e através da opinião pública, uma justiça pesada e eficaz. E onde os mais activos denunciantes de corrupção, são os órgãos de informação e os cidadãos. Por isso, casos de corrupção politica, são acontecimentos tão raros, que se perdem na memória.
É também um país onde a politica é levada a sério tanto pelos cidadãos, como pelos políticos, não se admitem jogos sujos, insultos e ataques pessoais entre os políticos em campanha ou no governo... quem escolher esse caminho, é também penalizado nas urnas.
Um país onde 90% dos eleitores votam e fazem questão de fazer sentir aos políticos, que estiveram atentos, fazem-nos sentir o peso da sua justiça e da vontade do povo, não se abdicam de se manifestarem nas urnas, escolhendo quem satisfaz a maioria e o bem comum, e penalizando quem não satisfaz. Só 10% de abstenção. Ou seja 90% dos eleitores, lutam contra a corrupção e a favor da democracia.

NA ISLÂNDIA.... A maioria dos banqueiros que tem problemas com a justiça fizeram o mesmo durante os anos do boom, e menos mal que o fizeram: as pessoas apupavam-nos no teatro, atiravam-lhes bolas de neve em plena rua, lançavam bocas nos restaurantes ou deixavam espirituosas pinturas nas casas.

NA SUIÇA... Neste video a partir do minuto 3, podem ver como funcionamos democracias quando os cidadãos são activos e interessados.

É importante perceber que a origem da corrupção é fácil de identificar, mas este é um dilema, sem solução, na cabeça dos portugueses. As pessoas pensam que deixaram de votar porque surgiu a corrupção, mas na verdade a corrupção surge quando as pessoas deixam de votar e os políticos, nossos empregados perdem o medo do patrão, pois sabem que ele não exerce o seu poder nem a sua vigilância. Como se costuma dizer "Patrão fora, dia santo na loja"
As pessoas pensam que a corrupção não tem solução, mas esquecem que nos primórdios da democracia mal havia corrupção, porque os politicos só com o tempo foram percebendo que podiam fazer tudo e o povo não votava contra eles, e os ceguinhos por eles, votavam sempre como qualquer fanático acrítico. A corrupção é actualmente uma praga que está por todo o lado e continua a alastrar. Isto deveria ser suficiente para as pessoas perceberem que este enigma não é tão complexo como o do ovo e da galinha, o da corrupção tem uma resposta fácil. Quem nasceu primeiro? O corrupto desavergonhado ou o eleitor desleixado, ausente e irresponsável?

Como é óbvio quem deu inicio a este ciclo de corrupção crescente foi o povo que quis sentar-se à sombra da democracia e deixa-la andar em piloto automático, sem a menor censura, sem a menor vigilância, sem a menor critica ou justiça nas urnas.
Em Portugal usa-se o voto apenas para ajudar o partido que se considera ser da sua seita, como se fosse o seu clube do coração, mas não sabem usar o voto contra os partidos que criticam para os punir, criticar, fazer justiça e os eliminar do panorama politico. Ou seja os fanáticos dos partidos sabem usar o voto a favor dos seus partidos mesmo que sejam reconhecidamente corruptos. Mas a balança fica desequilibrada quando ninguém faz frente a esses que votam fielmente nos partidos corruptos, porque os que querem lutar contra a corrupção, não fazem nada por isso, pois não sabem que o voto serve também para votar contra. E eis que chegamos ao descalabro da total impunidade. 59% dos eleitores desperdiçam o seu voto em brancos, em nulos e na abstenção, e portanto milhões de contribuintes, pais, mães, avós e estudantes não votam válido, deixam impunes nas urnas, quem os rouba e quem criticam. E mais grave ainda, deixam os fanáticos acríticos, escolher os governos por eles.
Este é um passo fulcral para limpar o país da corrupção. Precisamos de um povo exigente, critico, que censura as más politicas e os maus políticos, que é juiz e policia dos políticos, cidadãos que fazem os corruptos sentirem-se mal sempre que se cruzaram com eles na rua.
Por isso há que completar toda esta evolução a que estamos a assistir, para que a censura social passe a ser também uma censura prática e real e mostre aos corruptos que Portugal está mesmo a acordar, resta-nos dar o golpe final nos partidos corruptos. Os eleitores têm que perceber que é preciso ir ás urnas e usar o voto útil para fazer o mesmo que se faz nas manifestações, mas ruas e nas redes sociais, é preciso também julgar, punir, censurar, criticar, dizer que não ás más politicas e maus políticos, nas urnas que é onde mais lhes dói, votando contra aqueles que mais criticamos.
Não se esqueça o futuro de milhões de pessoas e do país está nas nossas mãos, se tens consciência cívica, como podes não ajudar o país a lutar contra a corrupção? Como és tu capaz de não ir ás urnas votar contra os corruptos? Como podes tu abster-te de votar contra os corruptos?

OUTROS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA 
  1. Abstenção é inofensiva na luta contra a corrupção
  2. As alternativas para um voto válido e contra a corrupção
  3. O voto em branco e nulo sem valor

VIDEOS SOBRE CIDADANIA
Deixamos destruir Portugal com Bipartidarismo e abstenção
 Pessoas cultas e confiantes votam e eles não querem isso.
 Abstenção sustenta o arco da governação /corrupção.
Eleitores com hábitos de corte, participam pouco na politica
A democracia precisa de vigilância. Acordem! (Luís de Matos)

Só quando o povo der o "coice violento" nos corruptos, é que isto muda. Votar contra
PDR quer democracia participativa e nova lei eleitoral
Pedagogia para eleitores lúcidos. Clubismo e eleições.
 Suiça o milagre da democracia direta, vamos votar por ela?
General desafia civis a cumprir o dever de votar, proteger o país da corrupção (Loureiro dos Santos)











9 comentários :

  1. E como funciona a democracia na Grécia?

    ResponderEliminar
  2. A justiça está a acordar, porque os cidadãos estão mais activos e já se manifestam a favor da justiça ! Lindo o facto de usar os militantes do pnr, partido de extrema direita, como exemplo de algo bom. Usar militantes de partidos dessa natureza como exemplo de algo, isso sim faz me temer muito pela cidadania e futuro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há pessoas que conseguem pensar para além dos partidos,
      Se os cidadãos são do pnr ou do psd ou do pcp não interessa para o assunto, o que importa é que haja pessoas que já tenham coragem para defender o interesse nacional acima dos partidos mais poderosos e mais corruptos.

      Eliminar
  3. Passos que se cuide

    http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=4688362

    ResponderEliminar
  4. Gostava que fosse verdade e não apenas uma ilusão...os gregos também diziam o mesmo e a Oligarquia Política traiu os cidadãos no último instante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Basta olhar em volta para perceber que é verdade. É a primeira vez que um PM está a ser investigado e estão em investigação dezenas de politicos e gestores públicos assim como outros detentores de cargos públicos.Contra factos não há argumentos

      Eliminar
  5. Para refletir...
    Eu sou coerente, não mudo de opinião ao sabor dos ventos.
    Dizem "(...) em Portugal é prática recente, manifestações de apoio à justiça (...)".
    Eu digo, seria normal às vezes haverem manifestações contra o poder político eleito democraticamente e outras vezes haverem manifestações contra a justiça. Mas não, por estranho que pareça não me lembro de qualquer manifestações contra a justiça. Será que a justiça faz tudo bem? Se sim então justiça para o governo e temos o problema do país resolvido, e também poupamos dinheiro em eleições! Haja alguém que diga que estou errado!

    ResponderEliminar
  6. https://www.youtube.com/watch?v=G99Xyj-EVvo

    ResponderEliminar
  7. "Ricardo Salgado obrigado a sair de um restaurante porque os clientes o envergonharam" Lindo... estou a precisar de ser beliscado para me convecer que nao se trata de um sonho.

    Zita sera possivel criar um artigo com as listas de candidatos dos 5 partidos com assento parlamentares, penso que o PS ja revelou quem sao os cabecas de listas mas seria interessante saber que sao os outros. O PSD penso que vai revelar no final do mes... CDS e PCP de forma a desmascarar quem nos pode vir a representar ? Pela CS estao a ser prudentes mas mesmo assim encontra-se sempre algum gato com o rabo de fora...

    ResponderEliminar