26 março, 2013

A democracia sem liberdade. Algo está terrivelmente mal...



Um video viral, com uma narração, profunda e desperta, que chama por todos nós, pois é em nós, povo, e apenas em nós, que reside a última esperança de nos libertarmos. 
O video mostra ainda como está a democracia em Espanha, onde até as manifestações, já são proibidas. 
Com a desculpa de que havia demasiadas manifestações, criaram regras que agora acabaram com o direito a manifestar-se. 
"Cifuentes aboga por cambiar la ley para "modular" el derecho de manifestación" fonte

Tradução do video...
Não sou dos que pedem milagres 
Sei que ninguém dá nada a ninguém
Que a maldita injustiça faz parte do ser humano
E que a sociedade perfeita. não existe e nem se espera que exista.
Eu isso tenho-o bem claro

Não vivi muito mas sei que já houve tempos mais duros, mais incertos e mais injustos.
Sei que mesmo hoje, em muitas partes do mundo, se estão a viver muitas situações
piores e mais complicadas, que as da minha sociedade.
Isso é uma certeza...
Mas não recordo um momento em que levantar a voz, tenha sido tão necessário.
Afinal estamos a ser atacados... e eles estão a ganhar
Quando é o teu próprio governo aperta as leis,
Como quem te aperta o pescoço
Enquanto te sussurra -
- Relaxa, tudo terminará em breve!
Não há outro remédio que lutar pelo teu ar, porque respirar é uma necessidade, não é apenas um direito.
Hoje... não há nada mais importante que isso.
Eu até entendo que nos queiram destruir
O que não entendo nem aceito é que o aceitemos. 
As leis existem para nos servir, não para censurar.
Se uma deputada pode gritar que se lixem, dentro do parlamento
Eu não posso manifestar-me, na porta para pedir respeito, porquê?
Eu grito que ao que chamam democracia, não o é.
Porque tu votas num programa e eles o que fazem é o oposto, argumentando que os votos o legitimaram... como?
Que alguém me explique isso também...
Insistem que vieram para solucionar nossos problemas
Mas estudar em universidades cada vez mais caras, não soluciona os meus problemas
Transportes públicos cada vez mais caros, não soluciona os meus problemas
Despedir professores, colocar mais e mais alunos por aula, cortar camas nos hospitais?? hey isso não soluciona os meus problemas.
Se me sobem o IVA o IRS e o IMI
Se me sobem o gás, a luz, a água , a gasolina e o pão
Se me baixam o salário e me roubam subsídios, reduzem férias...
Por favor, não tenham a pouca vergonha de dizer, que estão solucionando os meus problemas.
Sei que há pessoas que defendem partidos políticos, como se os partidos políticos os defendessem a eles.
Mas há que entender que aqui todos, todos sem excepção, somos o povo.
Não sei se os nossos inimigos são os políticos, os banqueiros, ou o euro.
Só sei que quando eles fazem mal o seu trabalho, somos nós os que perdemos o emprego...
Porque não nos consultam?
Tomam medidas, que sabem que não gostam...
Mas eu não aceito que escolham por mim
Repito as leis existem para servir-nos não para nos afundar
Aqui algo está terrivelmente mal
E não estou a referir-me apenas à economia.



4 comentários :


  1. Antes do 25 de Abril de 1974, ninguém discutia política.
    Era proibído. Quem falasse mal do Salazar, corria sério risco de ser preso pela PIDE.

    Após o 25-04, foi a explosão. A confusão. A política passou a ser a paixão diária. Na rua, no trabalho, na família. Não foram raros os casais que então se separaram, porque tinham diferentes opções políticas.
    Todos fomos políticos apaixonados...

    Mas, quase todos, nos cansámos. A adesão do país à então CEE, a chegada de fundos comunitários, a queda da ditadura soviética idolatrada pelo PCP (ao ponto de Cunhal dizer que ela era o sol do universo...), expondo a miséria a que as populações tinham sido sujeitas, mataram as ilusões leninistas o comunismo e a esperança igualitária para a humanidade durante décadas, certamente.

    As pessoas começaram a aceitar que a Europa era o futuro, uma vez que era daí que vinham as "ajudas" para o nosso futuro (boa parte da nossa dívida de hoje foi para aproveitar estas "ajudas" que a UE ainda insiste em nos "dar"... para aumentarmos a dívida e os juros?) .
    Deixaram de frequentar os partidos, estes ficaram entregues aqueles que tinham obvias dificuldades no domínio profissional e apostavam no "encosto" a figuras mediáticas para "safarem" o seu futuro.

    E "safaram-no" bem: Barroso, Santana, Sócrates, Passos, Seguro são os bebés-proveta dos partidos.
    Nunca trabalharam ou estudaram, mas fingiram-no bem.
    Mas este, não será o mal maior.
    O pior é que se acham grandes personalidades, capazes de gerir dinheiros públicos.

    As consequências estão à vista!

    Precisamos de gente com algum estudo e boas provas profissionais dadas e acima de tudo, bastante BOM-SENSO e HONESTIDADE, para dar esperança ao futuro a que estes boys nos condenaram.



    ResponderEliminar
  2. Dei comigo a pensar:

    Um post imediatamente a seguir a outro, não será uma forma de censura?

    Penso que sim. E atrevo-me a pensar, também, que será a irracionalidade ditatorial das ossadas comunistas quem inspira estes actos...

    Lamento!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não percebemos o que lamenta e o que quis dizer?

      Eliminar
    2. Eu também não percebi nada. Talvez o anónimo das 16:15 tenha a amabilidade de, grosso modo, explicar melhor comentário publicado.

      Eliminar