15 novembro, 2011

Abstenção é o silencio dos inocentes... até quando continuarão calados?

povo sacrifícios exagerados

Os indignados não são unicamente as centenas de pessoas que saem ás ruas a protestar contra a injustiça e impunidade dos maus governos, mas são milhões de cidadãos que estão indignados mas em silêncio, nos seus lares, acumulando desprezo e rejeição para com uma classe política que pratica e fomenta a corrupção, a injustiça , e o abuso de poder com arrogância.

Resta-nos rejeitar os políticos, castiga-los nas urnas, mostrar desprezo e rejeição e não suporte como se tem feito. Não deixes o futuro de Portugal nas mãos dos que elegem os corruptos.
^Tu indignado e tu revoltado, ergue-te contra os que elegem corruptos e defende o teu país, o teu futuro e a tua dignidade. 

Participa... não te abstenhas. Não te demitas da tua função cívica. Zelar pelo país. Não os deixes vencer de novo. 40 anos a corromper o regime e a democracia, já basta.

"E enquanto a consciência das pessoas não despertar isto continuará igual. Porque muito do que se faz, faz-se para nos manter a todos na abulia, na carência de vontade, para diminuir a nossa capacidade de intervenção cívica."  José Saramago
A grande maioria do povo (trabalhadores, pobres e desfavorecidos) demitem-se de participar nas eleições. E a minoria (ricos e privilegiados) podem assim, sem qualquer oposição, eleger quem os representa e favorece. Não é isso o que agora acontece? Quando a a participação politica é reservada apenas aos exploradores e beneficiários do sistema que resultados esperavam? Não será a nossa demissão a causa da nossa miséria? Não será dessa forma que estamos a colaborar com quem nos rouba e explora?



"QUEM ADORMECE EM DEMOCRACIA, ACORDA EM DITADURA" 
O fenómeno corrupção estende-se, provocando danos mais graves nos países menos produtivos e desprovidos de riquezas naturais, pois nestes, a capacidade de sustentar o despesismo e saque ao estado, é apenas feita através de impostos, como é o caso de Portugal... sustentar uma seita de políticos de luxo apenas com impostos é obra...
A sensação de que o verdadeiro inimigo do governo são os próprios cidadãos e o verdadeiro inimigo dos cidadãos é o próprio governo, instala-se.
Mas os políticos sabem o quão dramática pode ser a rejeição por parte do povo que governam, mas continuam a negar o óbvio fingindo que esta rejeição é um efeito exclusivo da crise, ignorando que os indignados não respeitam quem os enganou com promessas falsas, com injustiças, corrupção e desfalques, e finalmente com uma ditadura suja de partidos onde retiram todo o poder ao povo, de lutar contra isso. Resta-nos o voto contra eles. Queres mudar? Derruba-os e deixa Portugal respirar.
Neste momento o povo apenas sente impotência e ódio, assiste impávido e inerte à destruição e saque da pátria... e tem que perceber que tem que agir para terminar com este massacre.
A abstenção não pode ganhar eleições. A abstenção esconde e inutiliza a força do povo.




Sem comentários :

Enviar um comentário