29 setembro, 2011

Esgota-se o dinheiro da TROIKA a pagar dividas de maus gestores.

Empresas públicas prejuízo corrupção
"O passivo das 77 empresas do Estado ascendia em Dezembro de 2010 a 38 mil milhões de euros."
Isto é apenas a prova de que as empresas públicas são muito bem geridas. Vergonhosamente quase todas apresentam prejuízos elevados, no entanto os seus gestores sempre foram premiados pela má gestão, com salários muito acima dos gestores que dão lucro, premiados com aumentos, bónus e muitas regalias inerentes como neste caso.
A melhor forma de explicar esta estúpida gestão do dinheiro público, ruinosamente, é a RTP. Ao longo dos anos esta empresa foi subsidiada, com valores que rondavam os 260 milhões/ano, contudo e conforme noticia os anexos em baixo, têm dividas de 717 milhões de euros?
Se as TV´s privadas, sem roubarem 260 milhões ao povo, conseguem dar lucro, porque razão a RTP com os 260 milhões oferecidos de mão beijada e roubados ao povo, mais as taxas audiovisuais que perfaz 140 milhões, também rapinados ao povo, mais as diversas protecções legais, assim como direitos especiais, consegue dar prejuízo???? 
Mas como se isto não bastasse para ensinar uma lição, o governo decide, que já não vai privatizar a RTP, apesar de querer privatizar empresas que ainda dão algum lucro como a REN e os CTT!
Talvez porque estas empresas, CTT e REN, não tem concorrência, e portanto ninguém que se oponha á sua privatização, já os concorrentes da RTP devem ter mostrado ao nosso governo que não gostavam muito de ter mais um concorrente. Sendo assim os interesses do privado e dos políticos, sobrepõem-se mais uma vez ao interesse na nação. Não fosse a nossa elite politica conhecida por manter a sua carreira bivalente entre a politica e os negócios.
Medidas de eficácia duvidosa são as apresentadas pelo Ministro, que visam usar outros canais para o famoso serviço público, aquele serviço que a única coisa que tem de público é o dinheiro que recebem com a desculpa de prestarem serviço público.
ANEXOS E CITAÇÕES "O passivo das 77 empresas Estado ascendia em Dezembro de 2010 a 38 mil milhões de euros, representando mais de 70% dos activos dessas empresas.As empresas de transportes são as que, neste aspecto, apresentam piores resultados. Por exemplo, «as dívidas de curto prazo da Refer são 20 vezes superiores às vendas desta empresa num só ano, o Metro de Lisboa precisa de cinco anos de facturação para pagar as suas dívidas de curto prazo», exemplificou João Carvalho, coordenador do estudo." 
"Pagamento de 225 milhões de euros da dívida (RTP). Um valor que pesará muito no Orçamento do Estado,
Este investimento é feito depois de as Finanças Públicas já terem feito a aquisição do arquivo da empresa, por 150 milhões de euros.
Segundo dados relativos às contas do primeiro semestre, a RTP tem actualmente um passivo bancário de 717 milhões de euros e os capitais próprios são negativos em cerca de 500 milhões de euros.
RTP Internacional e a RTPN são "a grande aposta" do Executivo, para a concretização do serviço público de televisão". 
fonte

1 comentário :

  1. ...penso que a má gestão das empresa públicas é intencional. É que seria difícil perceber que a não ser, nenhum Governo resolva o assunto...

    ResponderEliminar