05 julho, 2015

Durão Barroso com pensão vitalicia de 11 mil por mês, e bom tacho para o filho

Durão Barroso de 58 anos, com pensão vitalícia de 132 mil euros por ano, 11 mil por mês ao que soma o subsídio de reintegração durante três anos. Uma espécie de subsidio de desemprego de luxo, porque está difícil arranjar emprego para esta gente, eles precisam de muito apoio. Apesar de ele afirmar que convites para trabalhar, não lhe faltam... mas não há pressa, o povo aguenta sustentar mais um.
No entanto todos devem questionar o abuso, se ele recebe a reforma de 11 mil por mês, mais um salário de 25 mil euros por mês, de origem inexplicável, porque precisa ele do subsidio de reintegração, se este serve para não deixar sem rendimentos os representantes de cargos públicos, cessantes? Ao que parece rendimentos não lhe faltam... que leis são estas?
Um desempregado normal, recebe um misero subsidio sem qualquer outro rendimento, e com os empregos precários actuais, já nem isso recebem... mas estes senhores que fazem as leis, usam e abusam delas, para parasitar o contribuinte.

Dez anos depois de ter chegado à presidência da União Europeia, deixou o cargo a 1 de novembro de 2014.
O subsidio de reintegração, segundo as regras comunitárias, varia entre 40% a 65% do salário anual do presidente da Comissão Europeia, no caso de Durão Barroso, de cerca de 306 mil euros. Feitas as contas, o subsídio de "transição" vai variar entre 122 mil euros e 200 mil euros por cada ano. No mínimo, Durão Barroso recebe um subsídio no valor de 367 mil euros no total dos três anos. Esta verba é diminuída ou eliminada em função do cargo que venha a desempenhar no futuro. Mas as compensações de Bruxelas não se ficam por aqui. Além da pensão vitalícia e do subsídio, Durão Barroso recebe ainda um salário extra, de 25 mil euros, mais despesas de deslocação. 
O ex-primeiro-ministro já disse que o futuro "a Deus pertence. Provavelmente, vou continuar a intervir na vida pública e seguir as questões europeias e internacionais", disse Durão Barroso em entrevista. O ex-presidente da Comissão Europeia deixou, no entanto, uma garantia: "De fora e seguramente está a hipótese de um regresso à vida política ativa". Ainda não se sabe qual será o caminho do político português, mas o próprio admite que "não está mal de convites".
Barroso antecipa uma atividade em "seminários, conferências e universidades", mas não referiu quais. CM

MAS A VIDA É SEMPRE GENEROSA PARA TODOS OS POLÍTICOS, EX POLÍTICOS E SUA FAMÍLIA, AMIGOS, APOIANTES, COMPADRES E COMPINCHAS.
Filho de Durão Barroso já vai lançado... (13 agosto 2014)
Luis Durão Barroso, 31 anos, filho de José Manuel Durão Barroso, foi convidado para integrar os quadros do Banco de Portugal.
A notícia é avançada pelo Jornal de Negócios, recordando a excepcionalidade da situação, a qual só acontece, conforme explicou uma fonte do Banco de Portugal ao diário, em casos de «comprovada e reconhecida competência profissional». Nos restantes, a regra é contratar por concurso.
Luis Durão Barroso, que passou a integrar o Departamento de Supervisão Prudencial do Banco de Portugal, conta com uma licenciatura em Direito na Nova e mestrado e doutoramentos tirados na London School of Economics.
Desde 2012 que é docente na Universidade Católica, sendo que, até aí, profissionalmente, contava apenas com dois estágios de verão nos escritórios de advocacia Linklaters e Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados. DD

Carlos Costa esconde salário de filho de Durão
Luís Barroso, de 31 anos, é um dos filhos de Durão Barroso, e está há um mês a trabalhar no departamento de Supervisão Prudencial do Banco de Portugal. A seleção foi feita sem concurso público e o regulador recusa divulgar o salário.
"O Bando de Portugal reitere que não pode facultar informações relativas à esfera privada dos trabalhadores", disse ao Correio da Manhã fonte oficial.
Ao que o CM apurou, o governador Carlos Costa não interveio no processo e a escolha do filho do Durão Barroso estás a causar mal-estar na instituição. DN
A supervisão do Banco de Portugal fica assim com o futuro assegurado e seguro, mais uma vez em boas mãos... nas mãos deles. 

MAIS LAÇOS FAMILIARES COMOVENTES... SEM VERGONHA
  1. Ser filho de Mário Soares e ser pedinchão, não envergonha ninguém?
  2. Cunhada de António Costa e o belo tacho
  3. Financiar filhas artistas com fundos para a ciência? 
  4. Mudar a lei para oferecer dinheiro público ao filho
  5. Ulrich instala mulher e filho no estado?
  6. Duarte Lima e o seu filho sócio 
  7. Os laços que unem Sócrates e sua mãe
  8. Os tachos também servem para os amigos da banca?
  9. João Jardim e La Famiglia 
  10. Loures uma Câmara muito familiar 
  11. Valentim Loureiro e o seu filho e seguidor
  12. Patrão da Lusófona chefia 36 sociedades, família bem empregue
  13. Câmara de Braga gosta de negócios em família 
  14. 9000 por mês, Maria Monteiro filha de embaixador com tacho?
  15. Sócrates e os tios e primos milionários
  16. Câmara de Abrantes e os negócios do filho
  17. Autarca de Celorico de Basto contrata empresa dos pais
  18. Cargos raros de familiares 
  19. Instituto Politécnico de Coimbra Familiar 
  20. Um grande negócio para a filha de Oliveira e Costa?
Em Portugal o abuso prossegue.... Pensões de políticos duplicam aos 60 anos e são agora secretas? 


14 comentários :

  1. O bem dos outros não me preocupa, o que me preocupa é o mal de alguns. O que me preocupa é quanto eu vou pagar por isto, alguém sabe dizer quanto é? Penso que nem 1 € por ano, vejam a minha preocupação! Fala-se muito em dinheiro porque é disto que o povo gosta, ou seja o povo é igual aos outros. Eu gostava que se falasse mais em direitos humanos, em transparência nos poderes, no mau jornalismo que temos, sendo ele essencial para denunciar atrocidades e abusos, etc.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O seu comentário é um pouco contraditório quando todos sabemos que este bem dos outros é que tem contribuído para o mal de alguns.
      O que se denuncia neste artigo não é apenas o despesismo, é também a corrupção, o nepotismo e o abuso da democracia. E esses sim são os males de todos.

      Eliminar
    2. Qual é o espanto? O valor é em função do cargo exercido...
      O valor a ser real será pago pela União Europeia...
      A D.Zita já pensou no que ele terá descontado?

      Eliminar
    3. É sem duvida educativo os eleitores informarem-se de como os partidos em que votam decidiram distribuir o dinheiro dos outros, nas benesses a que regularmente actualizam para os membros da seita. Olhando para a diferença que atribuem a si próprios e ao comum dos mortais é mesmo opção de seita; e nós apoiamos votando neles!!como se não houvesse outros!!que como é obvio tambem são primos!! mas pelo menos não tomaram parte no roubo!!

      Eliminar
    4. Não é apenas o dinheiro que está em causa ainda não percebeu caro anónimo? O que está em causa é a corrupção, sabe que nepotismo é corrupção? A nomeação de familiares para cargos importantes... mas o pior de tudo é percebermos que a democracia não pode ser quem legisla a decidir quanto recebe e quais os direitos que tem. Os direitos e ganhos dos representantes públicos não pode ser decidido por quem usufrui deles, isso é um abuso e quem não percebe isso não entende o que está mal neste país

      Eliminar
    5. O luxo, a ostentação, a arrogância, o abuso e a prepotência... nada lhes falta, aos snobs pretensiosos que nos escravizam, para seu deleite e abastança, verdadeiros aspirantes a marajás.

      "Os portugueses não foram apenas à India (1498), onde se estabeleceram durante muitos séculos, absorveram também na sua cultura, os hábitos dos seus marajás.
      A monarquia constitucional (1834-1910), colapsou, devido à quantidade de parasitas viviam à custa do Estado e dos seus apêndices, sem nada produzirem.
      A primeira república em Portugal (1910-1926), anunciou que iria acabar com o parasitismo dos marajás, mas rapidamente ficou refém de políticos demagogos, incompetentes e corruptos que viviam da parasitagem no Estado.
      A Ditadura (1926-1974), a segunda República, pretendeu também acabar com o desperdício e a parasitagem, mas cedo se percebeu que o que fez foi proteger uma elite que vivia na mais completa parasitagem protegida pelo Estado. (Fundaram os donos de Portugal)
      A terceira república, que começou em 1974, prometia um virar de página neste domínio. Pura ilusão. Os "marajás", como dizem os brasileiros, que pululam pelos partidos políticos não tardaram a dominar o aparelho de Estado, apropriando-se de tudo o que podem, conduzindo o país para um contínuo empobrecimento.

      O perfil e os hábitos dos marajá, embora revelem alguma variação de marajá para marajá, estão perfeitamente tipificados:
      1º - O Marajá considera as instituições ou empresas públicas como sua propriedade. O único a quem tem que prestar contas é a ele próprio. O secretismo sobre as finanças do país, da câmara, junta de Freguesia, empresa pública ou municipal, frequentemente em nome do "interesse nacional", é um princípio sagrado.
      2º - O Marajá estabelece o seu próprio vencimento, de acordo com a sua suposta dignidade do cargo e presumidos méritos pessoais. Se legalmente não o puder fazer, e não puder mudar a lei, o marajá dedica-se a acumular cargos e mordomias (viaturas oficiais, almoços, viagens, despesas de representação, cartões de crédito, residências oficiais, subsídios de deslocação, integração, reintegração, horas extraordinárias, etc, etc) até perfazer tudo aquilo a que tem direito.
      3º - O Marajá necessita de uma corte para o servir, e é por isso se faz rodear d

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2013/06/a-ostentacao-que-nos-empurra-para.html#ixzz3f2Bm1PEZ

      Eliminar
    6. MARINHO PINTO DEFENDE QUE EM DEMOCRACIA QUEM DECIDE AS MORDOMIAS DOS POLITICOS É O POVO https://www.youtube.com/watch?v=p2TfS_kSzac&list=PLPAKyd_5x-2vbg-TbFmDB_QuqcZyVwDSz&index=3

      Eliminar
    7. https://www.youtube.com/watch?v=a9n8Fvi_6Hs&list=PLPAKyd_5x-2vbg-TbFmDB_QuqcZyVwDSz&index=2

      Eliminar
    8. É ISTO QUE ESTÁ EM CAUSA
      Democracia em países democráticos
      https://www.youtube.com/watch?v=XVJfnZxDj3k&list=PLPAKyd_5x-2uOLP-PxrYstUmmuLwN9ODZ&index=1

      Eliminar
    9. A democracia é ir comprar sapatos e ter escolha do par A B e C. Levar para casa o par A sem experimentar e se não servir não poder trocar. Mas o vendedor do sapato A promete-lhe sempre que o par A é o melhor para si.

      A democracia só serve para dividir o povo, o povo dividido é facilmente controlado. As decisões feitas para governar Portugal deviam ser aceitadas por todos, ou serve para todos ou não serve para ninguém. Não tem de ser complicado, os políticos é que causam a complicação para justificar os salários.
      SF

      Por falar em Maçons o Durao Barroso não tem fidelidade nenhuma e nunca teve a Portugal ou aos Portugueses ele é um SMOM (Sovereign Military Order of Malta), pertence aos Cavaleiros de Malta.

      Eliminar
    10. Mais e mais e mais e mais, uma e outra e outra e outra vez o alegado partido da extrema direita portuguesa que se auto designa por PARTIDO SOCIAL DEMOCRATA ou PSD, pariu e criou mais uma BESTA, que depois de achar em jovem, que ser Maoísta era roubar tudo e todos, ei-lo na alegada maior organização portuguesa de crime financeiro organizado, o PSD e o seu protozoário infeccioso CDS-PP, onde na realidade é aqui nesta organização de mafiosos e para mafiosos, às ordens dos Bilderberg, que por sua vez estão às ordens da Goldman Sachs, que conseguiu fazer valer a sua verdadeira vocação, ou seja gamar impunemente quem trabalha, sem necessitar se quer, de ter qualquer consciência humanóide.
      Uma vez mais da EXTREMA DIREITA PORTUGUESA corrupta e ambiciosa, saí mais este energúmeno ser, que me faz a mim e a todo o português que se orgulhe de o ser, sentir nojo da língua e da nacionalidade de Luís Vaz de Camões. Por mim, este energúmeno fica condenado como parasita e deve ser tratado como tal, um cancro parido na sociedade portuguesa a necessitar urgentemente da sua ablação.

      Eliminar
  2. Muito interessante:
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Programa_de_Contrainteligência

    ResponderEliminar
  3. NO COMMENT

    http://www.dinheirovivo.pt/Economia/Macro/interior.aspx?content_id=3763585

    ResponderEliminar
  4. O Duraõ Barroso foi contratado, quando ainda militava nos Maoístas, e era um desconhecido, para ir para os USA, onde recebeu formação, desde aí, de um simples desconhecido e pata rapada, subiu na hierarquia da corrupção e traição á Nação.

    ResponderEliminar