03 novembro, 2012

O desemprego dos desesperados (anedota)

votar PSD. PS.CDS

Um desempregado, desesperado caminhava em Lisboa e maldizia a sua vida, a crise, e os políticos ricalhaços que continuavam a afundar o país. 
E de repente repara num anuncio na porta de uma clínica que dizia 'Precisa-se de Assistente de Ginecologista', estava imensa gente à porta, mas decide entrar e perguntar como podia concorrer.
- Pode dar-me mais informações sobre este trabalho?
E o funcionário:
- Com certeza. O trabalho consiste em preparar as pacientes para o exame. Você deve ajudá-las a despir-se e lavar cuidadosamente as suas partes genitais.
Depois faz a depilação dos pêlos púbicos com creme e lamina de barbear.
A seguir tem que esfregar gentilmente óleo de amêndoas doces, de forma a que elas estejam prontas para ser observadas pelo ginecologista.
O salário mensal é de 1.500 Euros. Mas o senhor tem de ir a Cascais, são só 40km...
- É lá o emprego ou aqui?
- Não, o emprego é aqui mesmo, mas é lá que está o fim da fila !...

miséria sociedade injusta

6 comentários :

  1. Chris Gupta: "A constituição de uma «Democracia Representativa» "consiste na fundação e financiamento pela elite do poder de dois partidos políticos [PS e PSD] que surgem aos olhos do eleitorado como antagónicos, mas que, de facto, constituem um partido único. O objectivo é fornecer aos eleitores a ilusão de liberdade de escolha política e serenar possíveis sentimentos de revolta..."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Citação acertadissima.

      Este blog tem divulgado essa realidade, em diversos artigos, o difícil é fazer o povinho perceber isso.
      COMO NESTE VIDEO
      http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/09/e-se-as-eleicoes-forem-somente.html

      OU NESTE
      http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/10/porque-somos-uns-ratos-desgracados-que.html

      oU ESTE
      http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/05/porque-e-que-nos-dizem-que-votar-e-um.html

      Eliminar
  2. PS e PSD foram duas forças rivais, cujos dirigentes, frequentavam o mesmo espaço, a AR.
    Estão algumas horas por dia juntos, almoçam - bem e barato - juntos enfrentam, juntos, ambições de bem-estar.
    Criam um bloco de interesses! O bom para a AR é bom para eles. Sejam PSD ou PS. Legislam, melhor, apuram os projectos de Lei que lhes são apresentados por forma a manterem status, bem-estar e acima de tudo o seu lugar na AR.
    Está mal por cá? O sistema é o mesmo por toda a esfera democrática...
    Não fosse PS e PSD eram outras siglas quaisquer.
    Os mesmos esquemas, a mesma desvergonha, a mesma canalhice.
    O mal reside na falta de sentido de dever cívico, de respeito pelo eleitor e pela Democracia.
    Reside também em o deputado não ser obrigado a esforça-se individualmente junto de eleitor, pois é eleito em listas do agrado do chefe da ocasião.
    Concluindo: O mal é cultural e orgânico.
    É necessário mudar a visão colectiva de todos nós, desde criança, do Estado e responsabilizar pessoal e financeiramente os dirigentes políticos tal como já é feito aos administradores de empresas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Completamente de acordo.
      Quantos portugueses ainda não alcançaram esta verdade? Demasiados.

      Eliminar
    2. Em total acordo com o seu comentário. Uma mudança teria que ser radical para surtir efeito. Poderá levar alguns anos...senão décadas a concretizar-se. Os nossos actuais males já vêm de longa data e os atuais ''educadores'' são uma lástima.

      Eliminar
  3. Um artigo interessante que poderá gostar:
    http://12160.info/profiles/blogs/cointelpro-techniques-for-dilution-misdirection-and-control-of-a

    ResponderEliminar