18 setembro, 2011

Pedofilia á vista do mundo inteiro, pelo mundo inteiro.

Pedofilia á vista do mundo inteiroEm Gaza assistiu-se a um casamento de gala com 450 casais, eles entre os 25 e 40 elas era apenas crianças.
Os noivos receberam 500 dólares cada, dos hamas;
"Nós oferecemos este casamento como um presente para o nosso povo que segue firme diante do cerco e da guerra", discursou o homem forte do Hamas no local, Ibrahim Salaf.
Estima-se que existam 51 milhoes de noivas infantis e na maioria islamicas em paises muçulmanos.

Pedofilia á vista do mundo inteiroO mais conhecido de todos os clérigos muçulmanos deste século, o Aiatóla Komeini, defendeu em discursos horripilantes a prática da pedofilia:
"Um homem pode obter prazer sexual de uma criança tão jovem quanto um bebê. Se um homem penetrar e machucar a criança, então ele será responsável pelo seu sustento o resto da vida. A menina entretanto, não fica conta para o limite das suas quatro esposas permanentes. O homem não poderá também se casar com a irmã da menina... É melhor para uma menina casar neste período, antes de menstruar, para que isso ocorra na casa do seu marido e não na casa do seu pai. Todo pai que casar sua filha tão jovem terá assegurado um lugar permanente no céu. (pedofilia em nome da religião)
Pedofilia á vista do mundo inteiroOs referidos "pedófilos", noivos dos vídeos, vieram desmentir, alegando que eles não iam casar com as meninas que aparecem no video, elas apenas eram convidadas. Mas... onde estão então as noivas adultas? O elemento mais importante da cerimonia não aparece na imagem?? Porquê? Talvez porque não havia noivas adultas....
No entanto as coisas assumem contornos bem reais quando sabemos que o youtbe está repleto de vídeos e a Internet de histórias de adolescentes que após estes casamentos preferiram suicidar-se ou imolar-se para se libertarem da vida horripilante marcada por barbárie e pedofilia". fonte
video no youtube da cerimonia.(encontre as noivas!!??)
outro video. Jovens preferem queimar-se para os maridos as abandonarem.Video. Outro video. Mais uma rapariga abusada. uma reportagem sobre o tema. Mais um caso. ONDE ESTÃO OS MILHÕES QUE SE DÃO ÁS ORGANIZAÇÕES QUE PROTEGEM OS INDEFESOS?

Mas há mais paises a permitirem e apoiarem...aliás, a forçarem crianças a ser vitimas de pedofilia.
Pedofilia á vista do mundo inteiroNesta imagem denuncia-se matrimónios infantis no Bangladesh
A menina afegã da foto chama-se Ghulam. Tem 11 anos e está sentada, com desconfiança, ao lado de um homem de 40 anos que não é seu pai. Comprou-a e é com o dinheiro da venda, que o pai vai alimentar os seus irmãos...
Esta imagem de um casamento forçado foi eleita a melhor fotografia instantânea do ano pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF)
Os estados mais afectados com o casamento infantil são:

  1. Rajastão = 5.61%
  2. Madhya Pradesh = 3.71%
  3. Bihar = 3.36%
  4. Uttar Pradesh = 3.23%
  5. Jharkhand = 2.76%
  6. Orissa = 2.56%
  7. Uttaranchal = 1.21%
  8. Goa = 1.03%Himachal = 1.00%
  9. Kerala = 0.82%Child Marriage Around the World. fonte

Percentagem de casamentos de raparigas antes dos 18 anos
1 Niger 76.6
2 Chad 71.5
3 Bangladesh 68.7
4 Mali 65.4
Pedofilia á vista do mundo inteiro5 Guinea 64.5
6 Central African Republic 57.0
7 Nepal 56.1
8 Mozambique 55.9
9 Uganda 54.1
10 Burkina Faso 51.9
11 India 50.0
12 Ethiopia 49.1
13 Liberia 48.4
13 Yemen 48.4
15 Cameroon 47.2
16 Eritrea 47.0
17 Malawi 46.9
18 Nicaragua 43.3
19 Nigeria 43.3
20 Zambia 42.1
Fonte: ICRW 2007

Egito, Afeganistão, Bangladesh, Etiópia, Paquistão, Índia e Oriente Médio: Nas aldeias rurais destes países muitas jovens raramente são autorizados a sair de suas casas a menos que seja para trabalhar nos campos ou para se casar.
Pedofilia á vista do mundo inteiro
Preferem imolar-se para se libertar do marido
Essas meninas são muitas vezes iletrados e forçadas a casar na tenra idade de 11. Algumas famílias permitem que com apenas 7 anos de idade possam casar. É muito incomum para uma rapariga, alcançar a idade de 16 anos e não ser casada.
No Afeganistão, acredita-se que entre 60 e 80 por cento dos casamentos são casamentos forçados.
Mesmo que a idade legal para se casar no Egito seja de 16, e na Índia e na Etiópia é de 18, estas leis são muitas vezes ignorados.
Os problemas de saúde, para estas crianças são grandes.
Para além da maternidade precoce, ainda correm elevados riscos de sofrer de Fístula ( danos provocados por partos em crianças, que provoca a destruição das membranas que separam o aparelho intestinal da vagina e uretra, ficando danificado, provoca uma deformação grave e debilitante que causa também incontinência cronica) Para além disso esta doença acaba por provocar a ostracismo e abandono destas raparigas pelo marido e sociedade. Existem aproximadamente 2 milhões de raparigas a viver com Fístula, e 100.000 novos casos a somar todos os anos. Para além disso existem variadas lesões internas provocadas por práticas sexuais com crianças, assim como traumas e problemas psíquicos, jamais tratados ou ultrapassados. fonte


Sem comentários :

Enviar um comentário