16 janeiro, 2013

Até na solidariedade as grandes empresas e o governo roubam?


TRISTE, MAS É BOM SABER!
Em Inglaterra, a cadeia de supermercados Waitrose, oferece uma moeda (uma chapa) a cada cliente que faz compras acima dum determinado valor.
O cliente, à saída, tem, normalmente, três caixas, cada uma em nome duma instituição social sediada no município, para receber as referidas moedas, de acordo com a opção do cliente.
Periodicamente, são contadas as moedas de cada caixa e a empresa entrega em dinheiro, à respectiva instituição, o valor correspondente, donativo esse que, diminui os seus lucros mas, também, tem o devido tratamento em termos de fiscalidade.

Em Portugal, as campanhas de solidariedade custam ao doador uma parte para a instituição, outra parte para o Estado e mais uma boa parte para a empresa que está a ?operacionalizar? (?!...) a acção.
Programa de luta contra a fome. 
Decorreu num destes fins de semana (principio de Dezembro 2012) mais uma acção, louvável, do programa da luta contra a fome mas....façam o vosso juízo! A recolha em hipermercados, segundo os telejornais, foi cerca de 2.644 toneladas!
Se cada pessoa adquiriu no hipermercado 1 produto para doar e se esse produto custou, digamos, 0.50 ? (cinquenta cêntimos), repare que:
2.644.000 kg x 0,50 ? dá 1.322.000,00 ? (1 milhão, trezentos e vinte e dois mil euros), total pago nas caixas dos hipermercados.
- o Estado: (23% de iva)
- o Hipermercado: 396.600,00 ? (margem de lucro de cerca de 30%).
Devo dizer que não deixo de louvar a acção da recolha e o meu respeito pelos milhares de voluntários.

MAIS....
- Porque é que os madeirenses receberam 2 milhões de euros da solidariedade nacional, quando o que foi doado eram 2 milhões e 880 mil?
Querem saber para onde foi esta "pequena" parcela de 880.000,00 ??
A campanha a favor das vítimas do temporal na Madeira através de chamadas telefónicas é um insulto à boa-fé da gente generosa e um assalto à mão-armada.
Pelas televisões a promoção reza assim: Preço da chamada 0,60 ? + IVA. São 0,738 no total.
O que por má-fé não se diz é que o donativo que deverá chegar (?) ao beneficiário madeirense é de apenas 0,50 ?.
Assim oferecemos 0,50 ? a quem carece mas cobram-nos 0,738 ?, mais 0,238 ? cerca ou + de 32%.
Quem ficou com esta diferença?
1º - a PT com 0,10 ? (17%) isto é a diferença dos 50 para os 60.
2º - o Estado com 0,138 ? (23%) referente ao IVA sobre 0,60 ?.
A RTP anunciou com imensa satisfação que o montante doado atingiu os 2.000.000,00 ?.
Esqueceu-se de dizer que os generosos pagaram mais 44%, ou seja, mais 880.000,00 ? divididos entre a PT (400.000,00 ? para a ajuda dos salários dos administradores) e o Estado (480.000,00 ? para auxílio do reequilíbrio das contas públicas e aos trafulhas que por lá andam).
A PT cobra comissão de quase 20% num acto de solidariedade!!!
Pelo menos. DENUNCIE!
"O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons."
 (Email enviado ao blog)


8 comentários :


  1. Este pais é com uma escola onde a maioria dos putos são rufias e fazem todo o tipo de alarvidades.
    Um puto que seja mais limpo e que vá para essa escola acaba por ficar como os demais e começa a fazer asneiras.
    É o que acontece para quem entra na alta roda da politica e negócio em Portugal.
    Mesmo que apareça alguém mais honesto ou sai de cena ou passa a comportar-se como o resto da corja de ladrões e malfeitores.


    ResponderEliminar
  2. Bom dia

    é por estas e por outras que, que nunca contribuo com chamadas em benefício de alguém. Para ter de pagar a chamada mais o iva. Mas cabe na cabeça de alguém. Ora quem liga para dar votos aos concorrentes da casa dos segredos, devia era pagar o triplo do iva. Mas quem liga para ajudar vitimas de catástrofes ter de suportar o iva e ajudar a pt, francamente é só ladrões, até fazem fortuna com a miséria dos outros. País de bandidos. Até costumo contribuir com alguma coisa para o banco alimentar. Mas a nível mundial também temos a UNICEF, que também é uma corja de oportunistas. Quando foi o tsunami da Indonésia, vi nas noticias que a população da Lousã andou a recolher bens, como roupa e calçado. Estes bens para serem enviados tiveram mais de 3 semanas à espera de autorização. E depois vem um porta-voz da Unicef que todas as ajudas eram necessárias, mas a mais importante era dinheiro para a recuperação. Em resumo, roupas e calçado ninguém desvia nada mas dinheiro mais de 60% não chega ao seu destino. Portanto, quero dizer, num sabado em 2008, ligaram da Unicef se queria contribuir com 15€ todos os meses para esta instituição, mas claro que disse que não. Quando tivesse oportunidade financeira até podia contribuir com alguma coisa, mas não iria comprometer todos os meses. Portanto, como o meu pai disse , quem precisa, precisa sempre, mas quem dá não pode dar sempre.

    É revoltante com a miséria dos outros só oportunistas, como os próprios hipermercados, a Pt (caso das chamadas) e o próprio Estado.

    E quem não se recorda da campanha da Worten e Sport Zone acerca dos arredondamentos. No final do Ano doaram milhares a Madeira, assim é fácil doar com o dinheiro dos outros. Na realidade quem ajudou foram os consumidores. País de Espertos ...

    Fernando

    ResponderEliminar

  3. Caros e Caras...

    Só dá quem quer... e ficar escandalizado(a) com o iva aplicado
    á "transacção" é no mínimo ser desconhecedor de como funciona uma
    economia. O IVA só não se aplica se fizermos a "doação" ao sem abrigo, na rua. Então e as empresas de telecomunicações (PT e outras) não disponibilizam os meios, as pessoas, etc para que tudo funcione? São custos que se pagam.

    O sr.Fernando diz acima:
    "é por estas e por outras que, que nunca contribuo com chamadas em benefício de alguém."
    SE NUNCA CONTRIBUI OU CONTRIBUIU NÃO TEM DE FICAR CHATEADO...

    Se acham que ajudar as campanhas do BA (ou outros) é mau porque estão a comprar nos hipers e a engordar 1/2 dúzia, façam como eu
    cultivem uma horta e tirem de lá sem pagar.

    CADA VEZ ME CONVENÇO MAIS QUE OS AUTORES DESTES ARTIGOS SÃO UNS INVEJOSOS DO CARAÇAS. EMIGREM PARA CUBA OU PARA A COREIA...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não percebo onde é que esclarecer uma situação que muitos desconhecem, é sinonimo de inveja...
      Vivemos num país onde as pessoas desconhecem o destino que dão aos nossos impostos e outras doações, por isso não vejo onde é que o srº encontra inveja num esclarecimento. As pessoas t~em o direito de saber... ou não?

      Eliminar
    2. Sr anónimo "ficar escandalizado(a) com o iva aplicado
      á "transacção" é no mínimo ser desconhecedor de como funciona uma economia", em resposta digo-lhe sinceramente podiam cobrar iva, mas sim à taxa reduzida, certo. Ora há que diferenciar o que é uma campanha de solidariedade e chamadas do tipo votação casa dos segredos ok. Estes tipo de chamadas deviam custar o triplo do respectivo iva. Ora em campanhas de solidariedade era a taxa reduzida, ou até mesmo isento de iva. Mas este País tudo rouba o cidadão que paga os seus impostos.

      Fernando

      Eliminar
    3. Campanhas de solidariedade deveriam ser totalmente gratis de principio (seus promotores) ao fim (todos os que contribuem).
      Quando um promotor cobra custos pelo seu esforço e o estado cobra IVA, deixa a ver ver, de ser um contributo de solidariedade mas sim uma forma enganosa de fazer lucro à custa dos que realmente contribuem (doadores). Estarei errado?!

      Não entendi bem o fim do seu comentário ''invejosos....Coreia....Cuba (???!!!)

      Que tem uma coisa a ver com a outra?!

      Eliminar
  4. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK
    http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar