29 outubro, 2015

Girl do PCP reforma-se aos 47 anos com 1.859 euros, o povo paga

Mais uma reforma de luxo e de longa duração, que todos teremos que pagar, porque ela não a pagará, certamente, segundo a lógica da matemática.
Apenas por passar pela vida politica terá direito a receber de reforma, por muitos e muitos anos, mais do que a maioria recebe de salário. Esta é a vergonha da democracia dominada pelos partidos e abandonada pelos eleitores.

Ana Teresa Vicente Custódio Sá é uma menina de 47 anos, é autarca do PCP (presidente da Câmara de Palmela) e vai reformar-se pela Caixa Geral de Aposentações. Com apenas 26 anos de trabalho, esta menina, coitadinha, vai ter acesso à reforma. Este caso seria sempre revoltante, mas é ainda mais repulsivo no contexto que estamos a viver. Milhares e milhares de portugueses com uma idade fatal (na casa dos 50 anos) estão a cair no desemprego e sabem duas coisas: dificilmente encontrarão novo emprego e ainda estão a uma década ou assim da idade legal da reforma; sabem que um pedido antecipado de reforma significa (e, lamento, tem de significar) um corte no valor da pensão. Ao lado deste drama, aparece uma menina de 47 anos com acesso à pensão completa só porque passou pela política. Pobre Ana, a vida de um autarca é tão desgastante como a vida de um mineiro, não é verdade?
Quando se fala de boys, tendemos a pensar apenas no PS e PSD. Mas o PCP, dada a sua dimensão autárquica, também tem os seus boys e as suas girls.

A presidente da Câmara de Palmela, Ana Teresa Vicente (PCP), vai reformar-se, mas vai manter-se na presidência do município até final do mandato.
Ana Teresa Vicente, de 46 anos (faz 47 a 28 de janeiro), cumpre o terceiro e último mandato como presidente da Câmara de Palmela, pelo que não poderá recandidatar-se ao cargo.
De acordo lista de reformados em fevereiro da Caixa Geral de Aposentações publicada em Diário da República de 8 de janeiro, Ana Teresa Vicente vai auferir uma reforma de 1.859,67 euros.
O PCP desmarca-se das atitudes dos seus elementos? Mas quem faz o PCP não são os seus elementos? Sendo assim o PS também se pode desmarcar do Sócrates... e o PSD do Dias Loureiro e assim por aí fora, teremos sempre os partidos livres de responsabilidade.
O PCP reagiu a esta situação ao fim da tarde, em comunicado colocado no site do partido, realçando que se trata de uma "decisão pessoal" da autarca e reafirmando a sua discordância relativamente à legislação que permite casos como este.
"O PCP afirma a sua oposição a regimes legais como aquele que facultou a contagem a dobrar de tempo para efeitos de reforma no exercício de funções políticas, expressa na votação em 2005 no sentido da sua eliminação", lê-se no comunicado.
Ana Teresa Vicente é uma das presidentes de câmara do distrito de Setúbal a cumprir o último mandato, a par de Maria Emília de Sousa (Almada), Maria Amélia Antunes (Montijo), Carlos Beato (Grândola), Alfredo Monteiro (Seixal), Vítor Proença (Santiago do Cacém) e Manuel Coelho (Sines).

Moral da história, comunismo e capitalismo não são incompatíveis. Quando estão fora do poder todos são de esquerda e verdadeiros comunistas... no poder ficam todos capitalistas.
  1. Presidente da Câmara de Setúbal, declara 14 imóveis
  2. PCP fez proposta de lei que protegeu Juízes e diplomatas, de pagar CES e outras contribuições extraordinárias, sobre pensões?
  3. Pina Moura: "De Cunhal dos pequeninos a cardeal dos socialistas."
  4. Neste video, MARINHO PINTO critica o PS, PSD, CDS, PCP E BE, pela farsa das campanhas onde não se debate a corrupção nem o combate desta
  5. Imóveis dos partidos valem 28 milhões e não pagam IMI
  6. Mais de 80 autarcas investigados! Impostos gastos em hot clubs, prostitutas, etc.

38 comentários :

  1. os partidos são responsáveis pelas atitudes dos seus representantes, não é por o PCP vir dizer que condena que fica correcto. Isso é lavar as mãos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O mal é ser dizer que é do PCP, se fosse outro já ninguém se queixava. E para os ignorantes que só vem o que lhes interessa, não se esqueçam que foi o PCP o único partido a apresentar uma proposta para acabar com as pensões, que no entanto foi rejeitado pelos partidos do arco da mama, pois não lhes interessava deixar de mamar, como tal sendo esta palhaçada permitida, não vejo qual é o mal de esta cidadã estar a usufruir de um direito dela, pois não é ela que tem culpa de que isto seja permitido, mas sim quem implementou esta medida....

      Eliminar
    2. Mal se fala do PCP e eis o desvario total do ódio primata dos que apenas temem o que desconhecem. Até esta "notícia" é tendenciosa e está mal contada de propósito. Não é meu papel fazer de jornalista nem julgo outros apenas porque sim ou porque alguém odeia e acha que todos devem odiar, mesmo sem saberem muito bem o porquê desse ódio. O ódio não nos é inato, aprende-se e interioriza-se, mas a causa é sempre a mesma: - IGNORÂNCIA. Todos têm medo daquilo que desconhecem e o medo fá-los sequer quererem saber se o seu medo tem ou não fundamento. Fica a dica: - A dita senhora "Girl do PCP" está a padecer de um cancro maligno, daí vai-se retirar mas a lei aprovada por Cavaco Silva durante os seus mandatos como 1.º ministro de Portugal, atendendo a que o país é em 90% governado pelos "Boys e Girls" do PSD/CDS-PP e PS, concedeu à camarilha do Arco Governativo (lembram que foi Paulo Portas o autor de tal designação?), direitos LEGAIS, a ex-autarcas e políticos em geral quanto a subvenções. Agora pergunto: - Lembram-se quando o PCP ainda com Carlos Carvalhas como secretário Geral votou CONTRA estas leis do PSD/CDS-PP/PS? Ou não vos convém? Aqui a senhora apenas aufere de uma lei GERAL criada pela DIREITA ANTI PCP. Mas claro!... Isso para primatas que odeiam primariamente só porque são anti PCP, já não interessa, porque o PCP é o alvo, é o pobre, é o preto, é o cigano, é o puto na rua descalço que toda a gente repele com nojo, é o ou a homossexual, é no fundo TUDO O QUE É DIFERENTE, sem se aperceberem do quão estúpidos sois, porque é por vossa causa que existe miséria, pela vossa indiferença, pela vossa hipocrisia, pela vossa ganância, pelo vosso medo gerado no seio da vossa estupidez cega, surda selectivamente, mas não muda, porque adorais ouvir-vos a vós e só a vossa voz é para vós a voz da verdade, nem que seja aquilo que na realidade o é, uma pura e maldosa ficção ou mentira intencional para acusardes e condenardes aqueles e aquilo que não entendeis tão pouco conheceis, só a vossa verdade não pode ser uma mentira, mas na realidade o É. Se TRUMP é burro, vós sois uma fotocópia do dito.

      Eliminar
    3. Mal se fala do PCP aparecem os velhos do Restelo que se defendem com o mal que Salazar fez no passado. Tão bom para desviar atenções.

      Eliminar
    4. Bem dito e caso para dizer perdoa-lhe e apenas o anticumunismo ou a ignorância do não querer ver a verdade.

      Eliminar
    5. A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão ou porem o Marinho Pinto como cabeça de lista, por exemplo. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote. Também é por vossa culpa que os extremistas estão a ganhar terreno, e pela mesma razão. É fácil pôr os fanáticos a votar. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas dos partidos, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem de acordo com o que acham ser a melhor solução, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.

      Quando opta por não votar pode estar a atingir o resultado contrário daquilo em que acredita.
      Esclareça-se e compreenda porque é importante votar em consciência contra os partidos corruptos.
      Faça uma escolha, opte por votar com quem mais se identifica, e quem menos o lesou, o poder é seu! Use-o para ajudar todos nós.
      http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#more

      Eliminar
  2. Bem vindos a Piulandia, straight shots no kissing. ......

    ResponderEliminar
  3. Deviam dar o exemplo... tanto o partido como o próprio militante, só assim se falaria de lisura !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apesar do ano de atraso, tenho que perguntar: Qual o tipo de exemplo que exige? Podemos saber? Talvez queira que sejam masoquistas? E o povo pah? O que é que o povo tem feito pah? Não vota sempre nos mesmos???

      Eliminar
    2. Então esta pode reformar se é nova e á muito trbalinho PA fazer.Eu pedi a reforma e não me deram,sou mais velha que ela ,comecei a trabalhar com 14 anos tou cheia de dores!! Há coisas que não lembram ao DIABO .....

      Eliminar
  4. A frase do sentado no sofá dói, mas as pessoas estão fartas de tanta mentira.
    Os partidos são quase todos iguais

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo que não se encontre o partido perfeito para votar, devemos sempre votar no menos mau, só assim é possível votar contra os piores. Não votar é eternizar os piores no poder. O voto é a punição e o julgamento do povo em relação ás politicas e aos partidos, um povo que não vota contra os corruptos está a deixa-los impunes.

      Eliminar
    2. Em Portugal andamos a raciocinar ao contrário e por isso a democracia não funciona.
      Não são os corruptos que vão deixar de ser corruptos por opção, é o nosso voto contra os corruptos que os expulsará do poder . Que lhes mostrará que somos contra os desonestos. Os eleitores ainda não perceberam o erro de afirmar que só votam quando os políticos deixarem de ser corruptos, porque é precisamente por não votarmos, por os deixarmos impunes, que eles se tornam corruptos e que os chicos espertos, sentem apetência por ingressar na carreira politica. Dizer que só votamos quando a corrupção acabar ou a democracia funcionar bem, é o mesmo que um doente dizer que só chama o médico quando a doença se curar, ou o mesmo que alguém que está a ser assaltado dizer que só chama a policia se os ladrões pararem de roubar. Não faz sentido mas é isto que os eleitores portugueses fazem.
      É imprescindível, urgente e VITAL nesta equação democrática, o exercício do poder do povo através do voto percebendo que este, não serve apenas para eleger. Se não encontra um partido perfeito que o motive a sair da cadeira no dia de votar, certamente que existe um partido contra o qual deseja usar o voto para fazer justiça, para o punir, censurar, julgar, educar, travar e eliminar os abusos e abusadores do poder, e só assim ter mão firme nos políticos. O voto contra é como um cartão vermelho que mostras ao infractor se continuas a abdicar de mostrar o cartão vermelho, estás à espera que o jogo corra bem?
      O correcto para não nos paralisar, não é analisar todos os partidos à lupa, pois todos tem defeitos e claro que nenhum satisfaz ninguém a 100%, muito menos pessoas que exigem tudo e mais alguma coisa dos partidos, e até caprichos pessoais ... os partidos devem ser analisados sim mas numa balança, pesar os prós e os contras, os piores e os melhores, e votar no menos corrupto e no que mais se aproxima do que queremos para o país e para a democracia, e assim, eles, por tentativa e erro os políticos perceberão o que o povo quer e o que não quer. Existirá uma comunicação mais justa entre eleitorado e políticos.

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/05/partidos-portugueses-que-propoem.html#ixzz3pyyhEyPu

      Eliminar
    3. Dou.lhe razão, mais porque infelizmmente os que aparecem a disputar, são normalmente mal estruturados, deficientemente preparados e por vezes usam os chavões já repetidos até ao cansaço, pelos outro mais antigos. Mas claro o mais negativo é abster-se ou continuar a votar nos aldrabões do costume na esperança vã de que agora é que mudam. No meu concelho o vencedor com maioria absoluta teve 19,8% doa votos; fala com voz grossa , legalmenet porque 63% dos lindos eleitores ficaram em casa; mas agora clamam todo os dias contra o executivo(de que eles são cúmplices e não vitimas)

      Eliminar
    4. "Mesmo que não se encontre o partido perfeito para votar, devemos sempre votar no menos mau, só assim é possível votar contra os piores."

      Votar no partido menos mau? Porque o partido menos mau não vai roubar tanto como o partido mau? É a sugestão mais absurda que já fez. Admite que não existe partido político capaz de governar Portugal honestamente, e insiste que devemos continuar a participar nesta charada???

      Eliminar
    5. Absurdo é não saber como funciona a democracia... se todos alegam que não votam porque não há nenhum partido puro e virgem, então que comecem pelo menos a votar nos menos maus pois só assim se pode votar contra os piores, pois não votar ou votar branco e nulo como fazem muitos por pura ignorancia e irresponsabilidade, só tem servido para fortalecer os piores. POr isso não é absurdo absurdo é ainda haver gente que não percebe isso e não percebe para que serve o voto.

      (…)
      Inicialmente, em Atenas, a democracia foi uma tentativa de não deixar chegar ao poder déspotas, ditadores, tiranos. Esse aspecto é essencial. Não se tratava, pois, de poder popular, mas de controlo popular. O critério decisivo da democracia é – e já era assim em Atenas – a possibilidade de votar contra pessoas, e não a possibilidade de votar a favor de pessoas.

      Foi o que se fez em Atenas com o ostracismo. (…)
      Desde o início que o problema da democracia foi o de encontrar uma via que não permitisse a ninguém tornar-se demasiado poderoso. E esse continua a ser o problema da democracia. (…)
      Numa democracia, é essencial a consciência da responsabilidade, a responsabilização daqueles que detêm o poder e o exercem. Tudo gira à volta disso.
      Responsabilidade significa responder a uma acusação. É nisso que consiste, fundamentalmente, o ser responsável.
      corrupção legislativas corrupção 2015Dar respostas às criticas e afastar-se quando essas respostas não forem suficientemente convincentes.
      Trata-se, por consequência, não de conduzir o povo, mas de dar satisfação ao povo. (…)

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/09/o-criterio-decisivo-da-democracia-e.html#ixzz3qB8sVFmk

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/10/girl-do-pcp-reforma-se-aos-47-anos-com.html#ixzz3qB94yfnL

      Eliminar
    6. O não votar não é não participar na charada, participa à mesma mas ajuda os mais corruptos a manterem o país uma charada.Eles agradecem que as pessoas se abstenham de votar contra eles, danados com eles, ficam em casa a ve-los ganhar, ui que perigo

      Eliminar
    7. "Os partidos são quase todos iguais"? Quase todos? Essa afirmação é muito vaga e suspeita. Então diga lá o partido que é diferente. O PNR?

      Eliminar
  5. É importante que mencionem a data dos factos, 16/01/2013, estar a passar uma noticia como actual não é correcto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. À, pronto! Como não é actual não interessa, logo é incorrecto. Também podemos esquecer o Holocausto e o Holodomor???

      Eliminar
    2. Sim esta vergonha é censurável seja em 2013 ou em 2014, e é isso que se pretende neste blog, que as pessoas saibam censurar os partidos que fazem as leis e os que as deixam fazer, através do voto, devemos censurar e julgar as atitudes, os abusos os saque e as leis que achamos injustas seja de que partido forem tenham sido cometidas há 10 ou há 2 anos.

      Eliminar
  6. Ana Teresa Vicente teve de enfrentar uma terrível doença e optou por pedir reforma antecipada. Não se reformou, pediu a reforma antecipada. E com 48 anos e 26 anos de descontos, sendo que a contagem a dobrar de parte dos anos de Presidente faz 36 anos para a contagem do tempo de descontos, e ainda tem qterá de pagar cerca de 35 000 euros de descontos complementares à CGA. Não tem nenhuma reforma dourada, receberá cerca de 1.800 euros brutos que ainda serão sujeitos a descontos.

    Informem-se melhor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ok o sr deve ser daqueles que critica severamente os partidos todos pelas mordomias e abusos, mas quando se trata do seu partido e dos seus amigos, é um mãos largas.? Pois é por essas e por outras que continuamos como estamos, porque os cidadãos não defendem o país nem os impostos, defendem os seus partidos.

      Eliminar
    2. este sr anónimo esquece que ela poderá receber esta reforma durante 50 anos e isso é totalmente injusto e é isso que destrói o fundo de reformas, porque estas foram feitas para perdurarem apenas alguns anos e nunca dezenas de anos. E para ela e outros receberem reformas durante 50 anos há quem não venha a receber nada e quem receba misérias, mesmo tendo descontado mais que ela

      Eliminar
    3. Que terrível doença é que ela tem ou teve? Pode comprovar tal facto?

      Eliminar
    4. Economicus Anonimous25 setembro, 2016 17:33

      POis é, 1800 é poucahinho para quem nao fez nada.
      Sabe, v. exa o problema sao as dezenas de professores que sao obrigados a trabalhar com cancro e morrem na ida para a escola ou casa e desses nao se fala...a culpa é desses.

      E a culpa também é esses que com 50 anos de idade, sao de repente jogados na rua sem trabalho, ja nao ha vagas nas escolas porque o estado (criminsos) querem "poupar". E esses ficam de repente sem direito a nada,

      muito justo nao é?

      Entende-se , para alguns parasitarem, viverem como autenticos aprasitas de uma sociedade inteira, tem alguém que morrer, que lixo de pais justo!

      Eliminar
  7. Pediu reforma antecipada como qualquer um dos comentadores aqui ou dos portugueses pode pedir. os serviços vão ver os descontos e a idade e fazem as contas. É igual para todos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ESSA É MESMO VERDADE... HÁ PESSOAS QUE DESCONTAM 40 ANOS E NEM UM TERÇO RECEBEM DE REFORMA E MUITO MENOS AOS 47 ANOS...

      Eliminar
    2. Economicus Anonimous25 setembro, 2016 17:37

      è verdade é igual para todos, especialamente aqueles com reformas de 5.000 euros, descontaram tanto, ja viu o que trabalharam?

      Ou nao trabalharam?Pois.

      A culpa é do paises nordicos, nreforma é o minimo e é igual apra um depuitado ou para um trablhador qualquer a diferença noa é muita, um tecto apra não haver vergonha.

      Mas portugal é que esta bem, a pensão, de alguns, serve para comprarem casas, para os filhos e para os netos, enquanto outros nao tem nada apra dar aos filhos.

      Eliminar
  8. Não parece ser um caso assim tão grave, para se colocar ao lado dos desmandos de muitos personagens do PS, CDS e PSD. A fulana usufrui de um direito consagrado na lei. Que alternativas haverá para não causar este sururu? Abdicar dos seus direitos? Contornar a lei?
    O desespero para encontrar um podre apreciável no PCP, do estilo dos seus congéneres à direita, fez com que se lançassem os media a um osso que pouco tem para roer.

    ResponderEliminar
  9. Tanta gente contra isto , e ainda falta saber em que condições esta a pedir a reforma . Se é antecipada ou nao ' mas isto nao é o mais grave pois nao encontrei aqui ninguem a dizer ou a provar que é ilegal ' pioor de tudo é quando em 2005 o entao recente governo socrates , juntamente com o bloco e o pc acabaram com as subvenções vitalicias lei essa que passou em assembleia da republica ' e so receberia a subvenção que a data da lei percizesse os 8anos ., e dessa data para a frente ninguem mais iria receber nais essas subencoes de cargos publicos , ! Mas por incrivel que pareça em 2015 ja no governo passos coelho esta lei foi de novo implementada embora tivessem interposto uma condição de recurso para se ter acesso a tal subvenção ! E a condição de recurso foi quem tivesse mais de 2000 euros de outris rendimentos do agregado familiar nao teria direito a subvenção 'acontece que esta norma a luz do tribunal constitucional se veio a considerar inconstitucional ' e assim o governo vai ter de repor o que esta em falta a estas pessoas ' claro que tudo isto é injusto mas os unicos culpados foram quem quiz repor de novo a lei ' eu nunca vi ninguem lutar nas ruas para se voltar a eleminar as subvenções vitalicias na sua totalidade e sem condições de recurso e numa situação dessas o tribunal constitcional nao se ira opor porque alem de ser uma questao de justica social ' seria uma vontade do povo transmitida atraves de uma lei passada em assembleia da republica ... se fala em reformas ! Mas nesta questao parece que adormecemos e tudo parece andar nas nuvens ' o problema é as leis e sao algumas dessas leis que se devem combater ' depois pidemis dizer isto e aquilo e nenhum partido pode dizer aos seus melitantes ' nao ponhas a reforma que apesar de ser legal nao vai cair bem as pessoas ' . O que se tem de combater sao as leis aue permitem isso acontecer .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Economicus Anonimous25 setembro, 2016 17:40

      Meu amigo. È tudo legal e está tudo em perfeitas condiçoes éticas, e sociais.

      Até os rendimentos de relvas, que provem de uma empresa, que recebeu milhoes da caixa geral de depositos, violando o principio da prudencia e da boa gestão.

      Esta tudo legal, o azar foi a empresa "falir" e ja nao apgar o emprestimo á caixa. Espero que voçe nao perca os depositos que la tem, até que era bem feito, por razões sobejamente subentendíveis.

      Eliminar
  10. Tanta gente contra isto , e ainda falta saber em que condições esta a pedir a reforma . Se é antecipada ou nao ' mas isto nao é o mais grave pois nao encontrei aqui ninguem a dizer ou a provar que é ilegal ' pioor de tudo é quando em 2005 o entao recente governo socrates , juntamente com o bloco e o pc acabaram com as subvenções vitalicias lei essa que passou em assembleia da republica ' e so receberia a subvenção que a data da lei percizesse os 8anos ., e dessa data para a frente ninguem mais iria receber nais essas subencoes de cargos publicos , ! Mas por incrivel que pareça em 2015 ja no governo passos coelho esta lei foi de novo implementada embora tivessem interposto uma condição de recurso para se ter acesso a tal subvenção ! E a condição de recurso foi quem tivesse mais de 2000 euros de outris rendimentos do agregado familiar nao teria direito a subvenção 'acontece que esta norma a luz do tribunal constitucional se veio a considerar inconstitucional ' e assim o governo vai ter de repor o que esta em falta a estas pessoas ' claro que tudo isto é injusto mas os unicos culpados foram quem quiz repor de novo a lei ' eu nunca vi ninguem lutar nas ruas para se voltar a eleminar as subvenções vitalicias na sua totalidade e sem condições de recurso e numa situação dessas o tribunal constitcional nao se ira opor porque alem de ser uma questao de justica social ' seria uma vontade do povo transmitida atraves de uma lei passada em assembleia da republica ... se fala em reformas ! Mas nesta questao parece que adormecemos e tudo parece andar nas nuvens ' o problema é as leis e sao algumas dessas leis que se devem combater ' depois pidemis dizer isto e aquilo e nenhum partido pode dizer aos seus melitantes ' nao ponhas a reforma que apesar de ser legal nao vai cair bem as pessoas ' . O que se tem de combater sao as leis aue permitem isso acontecer .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Economicus Anonimous25 setembro, 2016 17:46

      Combater leis, deixe de palermice e apoie quem percebe das coisas.


      As leis sao bem claras, corruptos, que colocam indiretamente milhares de pessoas á fome, devido a desvios nos orçamentos do pais, é considerado traiçao á patria, em alguns pAsies ainda da direito a pena de morte.
      Mas ca nem cheiro a prisao, e alguns que vao presos, ainda escrevem livros.

      Mas o que se espera? Dum pais onde desaparecem milhoes do bpn, e de repente desaparecem numa conta duma offshore.

      Que pais este, nao tem nem eiroa nem beira, nao tem futuro nem caracter.

      Os russos foram buscar um navio a Africa, porque o navio desapareceu dos radadres, desligou-SE DO SISTEMA DE CONTROLO INTERNACIONAL, e eles entraram por águas estrangeiras a dentro, porque o que se passava naquele navio colocava em causa negocios na Russia.

      MAS ISSO, SAO PAISES A SERIO.
      PORTUGAL É UMA FANTOCHADA, É UMA MERDA.
      O POVO É UM BANDO DE FANTOCHES E PALERMAS.

      Eliminar
  11. Economicus Anonimous25 setembro, 2016 17:28

    Partidos sao invadidos por criminosos, prostitutas e maçons...

    Portugal está entregue a criminosos

    ResponderEliminar
  12. São todos iguais, no que toca a encher os bolsos deles e ter regalias já são a favor. ninguém devia votar nestes políticos interesseiros.

    ResponderEliminar
  13. O PCP já apresentou propostas na AR para acabar com isto? Já! Portanto, o PCP, ao levantar-se, sozinho, nas bancadas da AR, para acabar com isto, mostrou como, coletivamente, vê este problema? A Autarca é só uma militante e aproveita um regime legal (não é ilegal) que lhe é vantajoso! Só isso! Como faria qualquer pessoa. Não aproveitá-lo seria, sim, uma grande hipocrisia, porque de nada serviria. Combatê-lo sim, mas nos locais próprios e não é preciso ser miserabilista para fazê-lo. Além disso, sabem qual é o único partido, em Portugal, no qual os seus representantes políticos devolvem o que recebem, para além do salário que auferiam à data da assunção do cargo em causa? Pois, é o PCP. Portanto, não é cultura do PCP nem dos seus militantes, enriquecer com a política! Tudo o que recebem a mais é para o partido, porquê? Porque o PCP vive do que aufere dos seus militantes e não de empresas e outros financiamentos obscuros, de submarinos, etc... E mesmo assim, só 11% do seu orçamento é que são subvenções públicas (BE 96%, CDS 98%, PSD 86% e PS 67%). Por aqui se vê, quem é que são os políticos sérios e os militantes mais comprometidos. Aliás, este era um bom tema para desenvolver aqui, se o apodrecetuga não fosse reacionário. Desafio-o a divulgar esses dados. Que tal? E façam um favor, não voltem a meter o PCP no mesmo saco da burguesia, tenham dó!

    ResponderEliminar