07 maio, 2013

"Na política vale a pena ser mentiroso" Cadastro é currículo?


Em entrevista ao jornal i, o presidente da Câmara de Caldas da Rainha, e actual candidato a Loures, afirma que “vale a pena ser criminoso” na política.
“Enquanto não houver responsabilização criminal dos políticos e presidentes de empresas públicas que levam as empresas à falência, quantas vezes dolosamente ou por negligência e quantas vezes, todos sabemos, por negócios escuros, a simples alternância política não é pena, porque hoje sai, mas amanhã, daqui a quatro anos, está de volta”, diz Fernando Costa, sintetizando que “vale a pena ser criminoso” na política portuguesa.
A propósito do regresso de José Sócrates como comentador na RTP, o autarca diz que “para ser comentador é preciso ter regras deontológicas, isenção, honorabilidade, tem de ter a seu favor algum crédito intelectual”. “Mas ele vem por todos os princípios e todas as razões que não são estas.  fonte
E está tudo dito. Ser politico em Portugal é uma maravilha, mas ser politico e criminoso é ainda mais maravilhoso. Nada há a temer ... Nada há a perder. 
Obrigado bom povo.

SER POLITICO TEM QUE TRAZER MUITAS VANTAGENS, E QUE NÃO SÃO O SALÁRIO... CLARO
Pires de Lima perde 750 mil euros por ano no Governo. 04 Setembro 2013
O ex-presidente executivo da Unicer ganhou mais de 826 mil euros em 2012, sendo que actualmente como ministro da Economia, António Pires de Lima, vai perder, pelo menos, 750 mil euros por ano, face aos rendimentos que apresentou no ano passado. Receberá cerca de 5 mil euros por mês. fonte

Mais cadastros... que confirmam que em Portugal, vale a pena ser politico e criminoso. E os portugueses apoiam.
  1. Cadastro na politica é curriculo? 
  2. Sócrates muda a lei para lesar o estado?
  3. Portas
  4. Cavaco Silva, um inocente... 
  5. Cavaco Silva estranha-se.
  6. Cavaco Silva???
  7. Cavaco Silva tem amigos estranhos.
  8. Paulo Portas o ingénuo... 
  9. Paulo Portas rendido ou vendido?
  10. Paulo Portas e a Moderna.
  11. Paulo Portas e a Casa Pia.
  12. Santana Lopes não cumpre.
  13. Santana Lopes e os negócios.
  14. Santana Lopes e o Benfica.
  15. Passos Coelho iniciado.
  16. Passos Coelho negligente.
  17. Sócrates o indigente
  18. Paulo Campos, máfia dura. 
  19. Valentim Loureiro,
  20. Isaltino Morais,
  21. Dias Loureiro,
  22. Oliveira e Costa,
  23. Armando Vara,
  24. Duarte Lima
  25. Impunidade assegurada?
  26. Sócrates e o inglês. 
  27. Sócrates e os sócios da Sovenco, só gente honesta.
Este artigo publicado hoje mesmo no DN, vem a propósito... Mas por cá nem se demitem.
"Está-nos no sangue, a corrupção. Primo, mulher ou filho, a relação familiar pode variar, mas a etimologia de nepotismo é como a prova do algodão: a origem da palavra é "nipote", que em italiano quer dizer sobrinho. O nepotismo é de país do Sul, evidentemente. Cola-se--nos aos costumes, a todos PIGS - tugas, macarronis, coños e outros comedores de iogurte com pepino picado -, gente mediterrânica que começa a corrupção logo lá em casa. Sabem como termina a Carta de Pêro Vaz de Caminha ao Rei, depois do achamento do Brasil? A pedir um favor para o genro! E depois não queremos os alemães a dar-nos lições... Agora, mais uma região europeia do Sul, palco de nepotismo. Há 15 dias, o líder parlamentar de um partido do Governo demitiu-se do cargo, depois de se saber que empregava a mulher como sua secretária há 23 anos, com salário mensal de 5500 euros pago pelo Parlamento. Na semana passada, o presidente da comissão parlamentar de Finanças, do mesmo partido, também se demitiu: tinha há dez anos como assalariados, pagos pelo Parlamento, a mulher e os dois filhos. Estes, quando começaram a mamar dos dinheiros públicos, tinham 13 e 14 anos. Apesar de se terem demitido dos cargos de direção, os dois políticos continuam deputados. No Sul pode haver muito défice, mas não de falta de vergonha. Ah, já me esquecia, a região europeia de que falo é a Baviera, no Sul da Alemanha. E os deputados, Georg Schmid e Georg Winter, são da CSU, da coligação de Angela Merkel." DN

9 comentários :

  1. Mete aí aquela gaja autarca de benavente e o outro comuna que esteve em loures e mais uns tantos que tais.
    Só para comprovar que este sítio é isento como parece aparentar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se quiser perceber isso basta pesquisar no blog, no motor de busca , e colocar as siglas, PCP ou outras que queira saber se estão divulgadas e encontra.
      Quanto aos casos que refere, se me der mais dados, ou links das noticias, e se se tratar de um caso com dimensão que o justifique, farei um artigo sobre isso. Como deve calcular não posso colocar no mesmo artigo todos os actos de corruptos politicos.
      Tem que haver uma separação. Para isso criei o blog, onde compilo os que conheço à medida que surge também disponibilidade.
      Tem ainda a coluna ao lado direito onde estão organizados centenas de casos.

      Eliminar
    2. Gostei da sua resposta ao anónimo anterior, quanto aos casos referidos existem vários artigos, comentários acerca desses dois casos, mas cada artigo tem um fundamento base, é informar de forma isenta, coerente, verdadeira com factos, provas indesmentíveis. Uma bloguista que abdica da vida pessoal, para se tornar uma lutadora pelos direitos, causas, justiça de todos, uma revoltada da corrupção.
      Bem haja.

      Eliminar

  2. Para que os portugueses não esqueçam, como eu não vou esquecer:

    Sócrates Pinto de Sousa, Paulo Campos, Armando Vara e Mário Lino Soares Correia SÃO o BPN do PS, mas agravado.

    Espero viver para assistir aos seus julgamentos e inevitáveis condenações.
    Já agora, do BPN e do Cavaco também!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas claro que ninguém vai assistir a isso. Todos sabemos que eles irão ter um final feliz.
      Processos prescrevem
      Pedidos de recurso sem fim
      Anulação de julgamentos por ilegalidades cometidas pelos próprios juízes e advogados
      Falta de pagamento de taxas...
      Falta de comparência de intervenientes
      Baixas médicas de juízes
      Computadores que encravam por serem da Idade média
      São infinitas as causas que em Portugal servem de desculpa, legal, para ilibar criminosos

      Eliminar
    2. Falta de confiança amiga, para que isso deixe de acontecer e o povo lute, reivindique, proteste, é necessário persistir, insistir nas formas de luta, blogs, sites, manifestações, com informação fidedigna, verdadeira, autêntica, a mudança dessas situações parte de nós ( todos)
      partilharmos as nossas contestações, protestos de modo a que o movimento de indignados seja superior ao de governantes corruptos, partidários, clientelistas e subservientes deste Estado dito Português.

      Eliminar
  3. O post até teria interesse se parasse no “Mas ele vem por todos os princípios e todas as razões que não são estas." (no texto falta referenciar o fim de citação)

    É que o poder de escolha e de votar é um DIREITO na Democracia. E "cadastro" também significa "recenseamento da população"

    Quanto aos 27 itens indicados, teriam algum interesse se não fossem desdobrados ou triplicados para parecerem mais.Ficaria melhor e mais uniforme / equilibrado, mais exemplos da esquerda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O artigo completo está acessível na fonte, disponibilizada no blog. A minha ideia é resumir os artigos de imprensa que cansam os leitores, e portanto tento colocar o que me parece mais relevante, quem quiser conhecer os artigos complexos e completos pode sempre optar pela fonte.
      Os 27 items colocados são exemplos, obviamente que se cruzam, pois à medida que vou acumulando casos sobre o mesmo personagem, vou acrescentando no mesmo artigo, o que se vai acumulando sobre o personagem.
      Como deve calcular isto não é um jornal diário, nem um centro de informação jornalistica, isto é apenas um trabalho individual de uma cidadã indignada que pretende alertar mais cidadãos e partilhar aquilo que a imprensa muitas vezes deixa oculto debaixo de muita conversa e pouco conteúdo.
      Quanto aos exemplos da esquerda, se conhece casos envie. Os que encontrei divulguei, mas todos percebem que a esquerda tem poucos casos conhecidos, porque nunca esteve no poder!

      Eliminar
    2. Agradeço todas as criticas construtivas, no entanto devo esclarecer que se não faço mais e melhor é porque não sei e porque não disponho de meios nem de tempo.
      No entanto gosto de saber que há portugueses com capacidade de criticar. Espero que utilizem essa critica de forma útil para melhorar o país, por isso quero recordar que o espírito critico deve ser focado, acima de tudo, em quem nos rouba milhões e não em quem não rouba nada a ninguém, e ainda tenta alertar e denunciar quem nos rouba.
      Sejamos duros com aqueles que destroem milhões de famílias, milhões de impostos, e arruínam Portugal.
      Se realmente a nossa preocupação é o bem de todos.

      Eliminar